Mediunidade
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

Mediunidade[do latim medium + -idade]

  • 1.Faculdade que a quase totalidade das pessoas possuem, umas mais outras menos, de sentirem a influência ou ensejarem a comunicação dos Espíritos, tanto que Allan_Kardec afirma serem raros os que não possuem rudimentos de mediunidade.
  • 2. em alguns, essa faculdade é ostensiva e necessita_ser_disciplinada, educada; em outros, permanece latente, podendo manifestar-se episódica e eventualmente.
http://www.espirito.org.br/portal/doutrina/vocabulario/letra-m.html

____Medianimidade - Faculdade dos médiuns. Sinônimo de mediunidade. Estas duas palavras são, com freqüência, empregadas indiferentemente. A se querer fazer uma distinção, poder-se-á dizer que:

  • mediunidade tem um sentido mais geral
  • e medianimidade um sentido mais restrito.
Ele possui o dom de mediunidade.

A medianimidade mecânica

[17b - página 487 ]

A mediunidade é um madeiro de espinhos dilacerantes, mas com o avanço da subida, calvárío acima, os acúleos se transformam em flores e os braços da cruz se transformam em asas de luz para a alma livre na imortalidade.

BEZERRA DE MENEZES

[92 - página 57]

____A mediunidade é uma energia peculiar a todos, em maior ou menor grau de exteriorização, energia essa que se encontra subordinada aos princípios de direção e à lei do uso, tanto quanto a enxada que pode ser mobilizada para servir ou ferir, conforme o impulso que a orienta, melhorando sempre, quando em serviço metódico, ou revestindo-se de ferrugem asfixiante e destrutiva, quando em constante repouso.

[96 - página 197] - André Luiz

____As vivências tidas como mediúnicas são descritas na maioria das civilizaçõese têm um grande impacto sobre a sociedade. Apesar de ser um tema poucoestudado atualmente, já foi objeto de intensas investigações por alguns dos fundadores da moderna psicologia e psiquiatria. Foi revisado o materialproduzido por Janet, James, Myers, Freud e Jung a respeito da mediunidade, com ênfase em dois aspectos: suas causas e relações com psicopatologia.Esses pesquisadores chegaram a três conclusões distintas.

  • Janet e Freud associaram mediunidade com psicopatologia e a uma origem exclusiva noinconsciente pessoal.
  • Jung e James aceitavam a possibilidade de um caráternão-patológico e uma origem no inconsciente_pessoal, mas sem excluíremem definitivo a real atuação de um espírito desencarnado.
  • Por fim, Myers associou a mediunidade a um desenvolvimento superior da personalidade etendo como causa um misto entre o inconsciente, a telepatia e ação de espíritos desencarnados.

____Conhecer os estudos já realizados para dar continuidade nessas investigações em busca de um paradigma realmente científico sobre a mediunidade.

http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol31/n3/pdf/132.pdf

____O desenvolvimento_da_ mediunidade não guarda relação com o desenvolvimento_moral dos médiuns.

  • A faculdade propriamente dita se radica no organismo; independe do moral.
  • O mesmo, porém, não se dá com o seu uso, que pode ser bom, ou mau, conforme as qualidades do médium.

[17b - questão 226 § 1º]

É imprescindível que o clima da prece, da renúncia edificante, do espírito de serviço e fé renovadora, através de padrões morais nobilitantes, constitua a nota fundamental de nossas atividades no psiquismo transformador , a fim de que nos encontremos, realmente, num serviço de elevação para o Supremo Pai.

[96 - páginas 146] - André Luiz

Mediunidade

____Mediunidade sem exercicio no bem, é semelhante ao título profissional sem a função que lhe corresponde.
____A medicina é venerável em suas finalidades, mas se o médico abomina os doentes, não lhe vale o ingresso no apostolado da cura.
____A lavoura é serviço que assegura à comunidade o pão de cada dia, contudo, se o homem do campo odeia o arado, preferindo acomodar-se com a inércia, debalde a gleba em suas mãos recolherá o apoio do sol e a bênção da chuva.
____Mediunidade não é pretexto para situar-se a criatura no fenômeno_exterior ou no êxtase inútil, à maneira da criança atordoada no deslumbramento da festa vulgar.
____É, acima de tudo, caminho de árduo trabalho em que o espírito, chamado a servi-la, precisa consagrar o melhor das próprias forças para colaborar no desenvolvimento do bem.
____O médium, por isso, será vigilante cultor do progresso, assistindo-lhe a obrigação de aprimorar-se incessantemente para refletir com mais segurança ...

  • a palavra ou o alvitre,
  • O pensamento ou a sugestão da Vida Maior.

____Nesse sentido, sabendo que a experiência humana é vasta colméia de luta na qual enxameiam desencarnados de toda sorte, urge saiba ajustar-se à companhia de ordem superior, buscando no convívio de Espíritos_Benevolentes_e_Sábios o clima ideal para a missão que lhe compete cumprir, significando isso ...

  • disciplina constante no estudo nobre
  • e ação incansável na beneficência em favor dos outros.

____Essa é a única senda de acesso à vida mais alta, através da qual, auxiliando sem a preocupação de ser auxiliado, servindo sem exigência e distribuindo, sem retribuição, os talentos que recebe, poderá o medianeiro honrar efetivamente a mediunidade, por ela espalhando os frutos de Paz e Amor que lhe repontam da vida, em marcha gradativa para a Grande Luz.

[120 - página 29] - EMMANUEL

Mediunidade e nós

  • Nem sempre conseguirás materializar os amigos_da_Vida_Maior para satisfazer a sede de verdade que tortura a muitos de nossos companheiros na Terra, mas sempre podes substancializar essa ou aquela providência suscetível de prodigalizar-lhes tranqüilidade e consolação.
  • Nem sempre sonorizarás_a_voz de desencarnados queridos para reconforto dos que choram de saudade no mundo; no entanto, sempre podes articular a frase calmante que lhes transmita encorajamento e esperança.
  • Nem sempre obterás a mensagem de determinados amigos que residem no Mais Além, para a edificação imediata dos que sofrem no Plano Físico; entretanto, sempre podes improvisar algum recurso com que se lhes restaurem a energia e o bom ânimo.
  • Nem sempre lograrás a cura de certas enfermidades no corpo de irmãos padecentes; todavia, sempre podes lenir-lhes o coração e aclarar-lhes a alma, com o apoio fraterno, habilitando-lhes a mente para a cura espiritual.
  • Nem sempre te evidenciarás como sendo um fenômeno, mas sempre podes, em qualquer tempo, ser o auxílio a quem necessite de amparo.

____Médium quer dizer intérprete, medianeiro.
____E dar utilidade à própria vida, transformando-nos em socorro e bênção para os demais, é ser médium do Eterno Bem, sob a inspiração do Espírito de Jesus_Cristo, privilégio que cada um de nós pode usufruir.

[120 - página 49] - EMMANUEL

Em torno da Mediunidade

____Ser médium não é simplesmente fazer-se veículo de fenômenos que transcendem a alheia compreensão.
____Acima de tudo, é indispensável entendamos na faculdade mediúnica a possibilidade de servir, compreendendo-se que semelhante faculdade é característica de todas as criaturas.
____Acontece, porém, que o homem espera habitualmente pelas entidades protetoras em horas de prova e sofrimento, para arremessar-se ao estudo e ao trabalho quase sempre com extremas dificuldades de aproveitamento das lições que o visitam, quando o nosso dever mais simples é o de seguir, em paz, ao encontro da Espiritualidade Superior, movimentando a nossa própria iniciativa, no terreno firme do bem.
____A própria natureza é pródiga de ensinamentos nesse particular.

  • A terra é médium da flor que se materializa, tanto quanto a flor é medianeira do perfume que embalsama a atmosfera.
  • O Sol é o médium da luz que sustenta o homem, tanto quanto o homem é o instrumento do progresso planetário.
____Todos os aprendizes da fé podem converter-se em médiuns da caridade através da qual opera o Espírito de Jesus, de mil modos diferentes, em cada setor de nossa marcha evolutiva.
  • Ampara aos teus semelhantes e encontrarás a melhor fórmula para o seguro desenvolvimento psíquico.
  • Na plantação da simpatia, por intermédio de uma simples palavra, estabelecemos, em torno de nós, renovadora corrente de auxílio.
  • Não aguardes o toque de inteligências estranhas à tua, para que te transformes no canal da alegria e da fraternidade, a benefício dos outros e de ti mesmo.
  • Podes traduzir a mensagem do Senhor, onde quer que te encontres, aprendendo, amando, construindo e servindo sempre, porque acima dos médiuns dessa ou daquela entidade espiritual, desse ou daquele fenômeno que muitas vezes espantam ou comovem, sem educar e sem edificar, permanecem a consciência e o coração devotados ao Supremo Bem, através dos quais o Senhor se manifesta, estendendo para nós todos a bênção da vida melhor.

[120 - página 53] - EMMANUEL

____Não é a mediunidade que te distingue.

____É aquilo que fazes dela.

____A ação do Instrumento varia conforme a atitude do servidor.

____A produção revela o operário.

____A pena mostra a alma de quem escreve.

____O patrimônio caminha no rumo que o mordomo dirige.

____O lavrador tem a enxada, entretanto...

  • Se preguiçoso, cede asilo à ferrugem.
  • Se delinqüente, empresta-lhe o corte à sugestão do crime.
  • Se prestativo e diligente, ergue, ditoso, o berço de flor e pão.

____O legislador guarda o poder; contudo, através dele...

  • Se irresponsável, estimula a desordem.
  • Se desonesto, incentiva a pilhagem.
  • Se consciente e abnegado, é fundamento vivo à cultura e ao progresso.

____O artista dispõe de mais amplos recursos da Inteligência; todavia, com eles...

  • Se desequilibrado, favorece a loucura.
  • Se corrompido, estende a viciação.
  • Se enobrecido e generoso, surgirá sempre como esteio à, virtude.

____Urge reconhecer, no entanto, que acerca das qualidades e possibilidades do lavrador, do legislador e do artista, na concessão do mandato que lhes é confiado, apenas à Lei Divina realmente cabe julgar.

____Todos nós, porém, de imediato, conseguimos classificar-lhes a influência pelos males ou bens que espalhem.

____Assim também na mediunidade.

____Seja qual for o talento que te enriquece, busca primeiro o bem, na convicção de que o bem, a favor do próximo, é o bem irrepreensível que podemos fazer.

____Desse modo, ainda mesmo te sintas imperfeito e desajustado, infeliz ou doente, utiliza a força medianímica de que a vida te envolve, ajudando e educando, amparando e servindo, no auxilio aos semelhantes, porque o bem que fizeres retornará dos outros ao teu próprio caminho, como bênção de Deus a brilhar sobre ti.

Texto ditado por EMMANUEL na reunião pública de 12/2/1960, a respeito do Livro dos Médiuns - Questão nº 226 - Parágrafo 1º

[80 - página 43 - "Na Mediunidade"] Todas_as_faculdades são favores pelos quais deve a criatura render graças a Deus, pois que homens há privados delas. Poderias igualmente perguntar por que concede servem para dizer coisas nocivas. O mesmo se dá com a indignas que a possuem, é que disso precisam mais do que as outras, para se melhorarem.

[17b - questão 226 § 2º]

A faculdade medianímicaprende-se ao organismo; ela é independente das qualidades_morais do médium, e é encontrada nos mais indignos como nos mais dignos. Não ocorre o mesmo com a preferência dada ao médium pelos bons Espíritos.

[78 - Qualidade dos médiuns]
Allan Kardec

____A mediunidade é aquela luz que seria derramada sobre toda carne e prometida pelo Divino Mestre aos tempos do Consolador, atualmente em curso na Terra.

____A missão mediúnica, se tem os seus percalços e as suas lutas dolorosas, é uma das mais belas oportunidades de progresso e de redenção concedidas por Deus aos seus filhos misérrimos.

____Sendo luz que brilha na carne, a mediunidade é atributo do Espírito, patrimônio da alma imortal, elemento renovador da posição moral da criatura terrena, enriquecendo todos os seus valores no capítulo da virtude e da inteligência, sempre que se encontre ligada aos princípios evangélicos na sua trajetória pela face do mundo.

[41a - página 213] - EMMANUEL - 1940

____Na mediunidade não existem propriamente privilégios para os que se encontram em determinada situação; porém, vence nos seus labores quem detiver a maior porcentagem de sentimento. E a mulher, pela evolução de sua sensibilidade em todos os climas e situações, através dos tempos, está, na atualidade, em esfera superior à do homem, para interpretar, com mais precisão e sentido de beleza, as mensagens dos planos invisíveis.

[41a - página 214] - EMMANUEL - 1940

____Não existe mediunidade mais preciosa uma que a outra.

____Qualqu er uma é campo aberto às mais belas realizações espirituais, sendo justo que o médium, com a tarefa definida, se encha de espírito missionário, com dedicação sincera e fraternidade pura, para que o seu mandato não seja traído na improdutividade.

[41a - página 215] - EMMANUEL - 1940

____ esmagadora maioria dos estudantes do Espiritismo situam n a mediunidade a pedra basilar de todas as edificações doutrinárias, mas cometem o erro de considerar por médiuns tão-somente os trabalhadores da fé renovadora, com tarefas especiais, ou os doentes psíquicos que, por vezes, servem admiravelmente à esfera das manifestações fenomênicas. (Ver: Paixão do fenômeno)

____Antes de tudo, é preciso compreender que:

  • tanto quanto o tato é o alicerce inicial de todos os sentidos,
  • a intuição é a base de todas as percepções espirituais e, por isso mesmo, toda inteligência é médium das forças invisíveis que operam no setor de atividade regular em que se coloca.

____Dos círculos mais baixos aos mais elevados da vida, existem entidades angélicas, humanas e sub­humanas, agindo através da inteligência encarnada, estimulando o progresso e divinizando experiências, brunindo caracteres ou sustentando abençoadas reparações, protegendo a natureza e garantindo as leis que nos governam.

____Cada individualidade renasce em ligação com os centros de vida invisível do qual procede, e continuará, de modo geral, a ser instrumento do conjunto em que mantém suas concepções e seus pensamentos habituais. Se deseja, porém, aproveitar a contribuição que a escola sublime do mundo lhe oferece, em seus cursos diversos de preparação e aperfeiçoamento, aplicando-se à execução do bem, nos menores ângulos do caminho, adquirindo mais amplas provisões de amor e sabedoria, é aceita pelos grandes benfeitores do mundo, nos quadros da evolução_humana, por intérprete da assistência divina, onde quer que se encontre, seja na construção do patrimônio de conforto material ou na santificação da alma eterna.

____É necessário, contudo, reconhecer que, na esfera da mediunidade , cada servidor se reveste de características próprias.

____O conteúdo sofrerá sempre a influenciação da forma e da condição do recipiente.

____Essa é a lei do intercâmbio.

  • Uma taça não guardará a mesma quantidade de água, suscetível de ser sustentada numa caixa com capacidade para centenas de litros.
  • O perfume conservado no frasco de cristal puro não será o mesmo, quando transportado num vaso guarnecido de lodo.
  • O sábio não poderá tomar uma criança para confidente, embora a criança, invariavelmente, detenha consigo tesouros de pureza e simplicidade que o sábio desconhece.

____Mediunidade, pois, para o serviço da revelação divina reclama estudo constante e devotamento ao bem para o indispensável enriquecimento de ciência e virtude.

  • A ignorância poderá produzir indiscutíveis e belos fenômenos,
  • mas só a noção de responsabilidade, a consagração sistemática ao progresso de todos, a bondade e o conhecimento conseguem materializar na Terra os monumentos definitivos da felicidade humana.

[10 - página 115] - EMMANUEL - 1952

ENTRE AS FORÇAS COMUNS

____Indiscutivelmente a mediunidade, no aspecto em que a conhecemos na Terra, é a resultante de extrema sensibilidade magnética, embora, no fundo, estejamos informados de que os dons mediúnicos, em graus diversos, são recursos inerentes a todos.

____Cada ser é portador de certas atividades e, por isso mesmo, é instrumento da vida.

  • A luz nasce da chama sem ser a chama.
  • O perfume vem da flor sem ser a flor.
  • A claridade do núcleo luminoso une-se a radiações do ambiente e o aroma da rosa mistura-se a emanações do meio, dando origem a variadas criações.

____Assim também o pensamento invisível do homem associa-se ao invisível pensamento das entidades espirituais que o assistem, estabelecendo múltiplas combinações, em benefício do trabalho de todos, na evolução geral. (Ver: Pensamentos e Espíritos)

____Importa reconhecer, porém, que existem mentes reencarnadas, em condições especialíssimas, que oferecem qualidades excepcionais para os serviços de intercâmbio entre os vivos da carne e os vivos do Além. Nessas circunstâncias, identificamos os medianeiros adequados aos fenômenos_de_manifestação do espírito liberto, nos círculos de matéria mais densa.

____Contudo, nem sempre os donos dessas energias são mensageiros da sublimação interior.

____Na extensa comunidade de almas da Terra avultam, em maioria, as consciências ainda enfermiças, por moralmente endividadas com a Lei Divina; conseqüentemente, a maior parte das organizações medianímicas, no Planeta, não podem escapar a essa regra..

____Mais de dois terços dos médiuns do mundo jazem, ainda, nas zonas de desequilíbrio espiritual, sintonizados com as inteligências invisíveis que lhes são afins. Reclamam, em razão disso, estudo e boa-vontade no serviço do bem, a fim de retomarem a subida harmônica aos cimos da luz, assim como os cooperadores de qualquer instituição respeitável da Terra necessitam exercício constante no trabalho esposado para crescerem na competência e no crédito moral.

____Ninguém se esqueça de que estamos assimilando incessantemente as energias mentais daqueles com quem nos colocamos em relação.

____E, além disso, estamos sempre em contacto com o que podemos nomear como sendo “ gerado res específicos de pensamento”. Através deles, outras inteligências atuam sobre a nossa.

  • Um livro,
  • um laço afetivo,
  • uma reunião
  • Ou uma palestra são geradores dessa classe.
  • Aquilo que lemos,
  • as pessoas que estimamos,
  • as assembléias que contam conosco
  • e aqueles que ouvimos influenciam decisivamente sobre nós.

____Devemos ajudar a todos, mas precisamos selecionar os ingredientes de nossa alimentação mais íntima.

  • Certo, não podemos menosprezar o nosso irmão que se arrojou aos despenhadeiros do crime, constituindo simples dever nosso o auxilio objetivo em favor do reajuste e soerguimento dele, todavia, não podemos absorver-lhe as amarguras e os remorsos , que se dirigem a natural extinção.
  • Visitaremos o enfermo, encorajando-o e levantando-lhe o bom ânimo, contudo, não será aconselhável adquirir-lhe as sensações desequilibrantes, que precisam desaparecer, tanto quanto os detritos de casa que nos cabe eliminar.

____A obra da caridade tudo transforma em favor do bem.

____A atitude é oração. E, pela atitude, mostramos a qualidade dos nossos desejos.

____Os pensamentos honestos e nobres, sadios e generosos, belos e úteis, fraternos e amigos, são a garantia do auxílio positivo aos outros e a nós mesmos.

____Quanto mais nos adiantamos na ciência do espírito, mais entendemos que a vida nos responde, de conformidade com as nossas indagações.

____O princípio dos “ semelhantes_com_os_semelhantes” é indefectível em todos os planos do Universo.

____Caminhamos ao encontro de nós mesmos e, por isso, surpreendemos invariavelmente conosco aqueles que sentem com o nosso coração e pensam com a nossa cabeça.

____Os médiuns, em qualquer região da vida, filtros que são de rogativas e respostas, precisam, pois, acordar para a realidade de que viveremos sempre em companhia daqueles que buscamos, de vez que, por toda parte, respiramos ajustados ao nosso campo de atração.

[10 - página 147] - EMMANUEL - 1952

ATOS[1]

  • 8 Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito_Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra.
  • 16 Irmãos, convinha que se cumprisse a escritura que o Espírito Santo predisse pela boca de Davi, acerca de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam a Jesus;

ATOS [2]

  • 1 Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar.
  • 2 De repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados.
  • 3 E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma.
  • 4Etodos ficaram cheios do Espírito_Santo, e começaram a falar noutras línguas,conforme o Espírito lhes concedia que falassem.
  • 5 Habitavam então em Jerusalém judeus, homens piedosos, de todas as nações que há debaixo do céu.
  • 6 Ouvindo-se, pois, aquele ruído, ajuntou-se a multidão; e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
  • 7 E todos pasmavam e se admiravam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses que estão falando?
  • 8 Como é, pois, que os ouvimos falar cada um na própria língua em que nascemos?
  • 9 Nós, partos, medos, e elamitas; e os que habitamos a Mesopotâmia, a Judéia e a Capadócia, o Ponto e a Ásia,
  • 10 a Frígia e a Panfília, o Egito e as partes da Líbia próximas a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos,
  • 11 cretenses e árabes-ouvímo-los em nossas línguas, falar das grandezas de Deus.
  • 12 E todos pasmavam e estavam perplexos, dizendo uns aos outros: Que quer dizer isto?
  • 13 E outros, zombando, diziam: Estão cheios de mosto.
  • 14 Então Pedro, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.
  • 15 Pois estes homens não estão embriagados, como vós pensais, visto que é apenas a terceira hora do dia.
  • 16 Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:
  • 17 E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos mancebos terão visões, os vossos anciãos terão sonhos;
  • 18 e sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e eles profetizarão.

II PEDRO [1]

  • 19 E temos ainda mais firme a palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva surja em vossos corações;
  • 20 sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
  • 21 Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.

____Todos somos médiuns, dentro do campo mental que nos é próprio, ...

  • associando-nos às energias edificantes, se o nosso pensamento flui na direção da vida superior,
  • ou às forças pertubadoras e deprimentes, se ainda nos escravizamos às sombras da vida primitivista ou torturada.

[28a - página 11 ] - André Luiz

____" Mediunidade é um compromisso de espíritos muitos endividados; é a última chance, na expressão popular. Só se dá remédio melhor ao doente mais grave; à exceção de alguns poucos médiuns, que eu chamaria de raros, cuja vida é apostolar e que vêm na Terra em verdadeiras missões, nós outros, a grande maioria, somos constituídos de espíritos em reabilitação. Então eu diria aos companheiros de luta que a mediunidade é uma terapia que a divindade nos dá para o nosso reequilíbrio. Como somos criaturas muito frágeis sob muitos aspectos e vivemos numa cultura de muitas facilidades, tenhamos cuidado. Quando o médium parece estar ornado de apogeu, de facilidades, está em perigo. Quando ele está com desafios, está no mesmo trilho de Jesus."

Divaldo Pereira Franco

Entrevista - Revista Planeta, Março de 2004

Mediunidade: Natural aptidão para intermediar os Espíritos. É atributo do espírito, patrimônio da alma imortal.

[1 - página 281] [41 - cit. p-aginas 213 / 214, questão 382]*

____A mediunidade de hoje é, na essência, a profecia das religiões de todos os tempos, com a diferença de que a mediunidade hoje é uma concessão do Senhor à Humanidade em geral, considerando-se a madureza do entendimento humano, à frente da vida. O fenômeno mediúnico não é novo. Nova é tão-somente a forma de mobilização dele, porque sacerdócio de várias procedências jaz, há muitos séculos, detido nos espetáculos do culto exterior, mumificando indebitamente o corpo das revelações celestiais. Notadamente o Cristianismo, que deveria ser a mais ampla e a mais simples das escolas de , há muito tempo como que se enquistou no superficialismo dos templos. Era preciso, pois, libertar-lhe os princípios, a benefício do mundo que, cientificamente, hoje se banha no clarão de nova era. Por esse motivo, o Governo oculto do Planeta deliberou que a mediunidade fosse trazida do colégio sacerdotal à praça pública, a fim de que a noção da eternidade, através da sobrevivência da alma, desperte a mente anestesiada do povo. É assim que Jesus nos reaparece, agora, não como fundador de ritos e fronteiras dogmáticas, mas sim em sua verdadeira feição de Redentor da Alma Humana. Instrumento de Deus por excelência, Ele se utilizou da mediunidade para acender a luz da sua Doutrina_de_Amor. Restaurando enfermos e pacificando aflitos, em muitas ocasiões esteve em contacto com os chamados mortos, alguns dos quais não eram senão almas sofredoras a vampirizarem obsidiados de diversos matizes. E, além de surgir em colóquio com Moisés materializado no Tabor, Ele mesmo é o grande ressuscitado, legando aos homens o sepulcro vazio e acompanhando os discípulos com acendrado amor, para que lhe continuassem o apostolado de bênçãos.

____É indispensável procurar na mediunidade não a chave falsa para certos arranjos inadequados na Terra, mas sim o caminho direito de nosso ajustamento à vida superior.

____Compreendendo assim a verdade, é necessário renovar a nossa conceituação de médium, para que não venhamos a transformar companheiros de ideal e de luta em oráculos e adivinhos, com esquecimento de nossos deveres na elevação própria.

[28a - página 175 ] - André Luiz

A mediunidade existe independentemente das condições morais da pessoa, entretanto, uma boa condição moral, pela lei de afinidade, facilita atrair Espíritos cada vez mais adiantados.

[1 - página 297]

"A mediunidade é ensejo de serviço e aprimoramento, resgate e solução."

EMMANUEL

____A bem dizer, o fenômeno mediúnico surgiu com o próprio aparecimento do homem sobre a Terra. Entretanto, somente após o advento do Espiritismo passou a ter sua adequada conceituação e ser objeto de estudo científico e prática metodizada, em âmbito universal.

____De modo genérico, no entanto, parece-nos que,

  • exceto alguns poucos Missionários como Antúlio, Crispa, Buda e Pitágoras, portadores da chamada " mediunidade natural", ou mais propriamente, do dom da intuição Pura,
  • todos os demais que estabelecem intercâmbio espiritual com o "outro mundo" apenas exercitam a mediunidade de prova.

____Em seu livro A vida de Ultratumba, Rufina Noeggerath registra esta comunicação ditada pelo Espírito Henrique Delaage: "A mediunidade não é um dom na acepção comum da palavra; tão pouco é um privilégio. Cada pessoa vem à Terra com uma faculdade mediúnica determinada, inerente à sua natureza, para ter a possibilidade de se comunicar com os desencarnados que, por seu passado, seu presente, e, melhor ainda por seu futuro, estão enlaçados aos mortais".

____A mediunidade constitui-se pois, num instrumento de trabalho para aqueles que retornam à vida corporal as mais das vezes em serviço de reajustamento. Mas, representa, ao mesmo tempo, uma faca de dois gumes. Dotado de livre_arbítrio, o reencarnado tanto pode utilizar proficuamente esse instrumento de trabalho, como deixá-lo desaproveitado a enferrujar ou transformá-lo em arma de destruição.

Aureliano Alves Netto

(Revista Internacional de Espiritismo – Agosto de 1972)

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/mediunidade/mediunidade-de-prova.html

Indubitavelmente, a mediunidade é problema dos mais sugestivos na atualidade do mundo. Aproxima-se o homem terreno da Era do Espírito. Sob a luz da Religião Cósmica do Amor e da Sabedoria e, decerto, precisa de cooperação, a fim de que se lhe habilite o entendimento.

[28a - página 13] - André Luiz

(Ver: Superconsciência)

____A mediunidade como instrumentação da vida surge em toda a parte.

  • O lavrador é o médium da colheita,
  • a planta é o médium da frutificação
  • e a flor é o médium do perfume.

____Em todos os lugares, damos e recebemos, filtrando os recursos que nos cercam e moldando-lhes a manifestação, segundo as nossas possibilidades.

[28a - página 281 ] - André Luiz

____"o médium não está em crise, nem em sono, mas perfeitamente desperto, agindo e pensando como todo o mundo, sem nada ter de extraordinário. Certos efeitos particulares puderam dar lugar a esse equívoco. Mas, qualquer um que não se limite a julgar as coisas por um único aspecto, reconhecerá, sem esforço, que o médium é dotado de uma faculdade particular que não permite confundi-lo com o sonâmbulo, e a completa independência do seu pensamento é provada por fatos da máxima evidência. Abstração feita das comunicações
escritas,

  • qual é o sonâmbulo que fez brotar um pensamento de um corpo inerte? que produziu aparições visíveis e mesmo tangíveis?
  • que pode manter um corpo pesado no espaço sem ponto de apoio?
  • Foi por um efeito sonambúlico que um médium desenhou, um dia, para mim, em presença de vinte testemunhas, o retrato de uma jovem que morreu dezoito meses antes e que jamais havia conhecido, retrato reconhecido pelo pai presente à sessão?
  • É por um efeito sonambúlico que uma mesa
    responde com precisão às questões propostas, mesmo mentalmente?
  • Seguramente, se se admite que o médium esteja em um estadomagnético, me parece difícil crer-se que a mesa seja sonâmbula.

____Diz-se, ainda, que os médiuns não falam claramente senão de coisas conhecidas. Como explicar o fato seguinte e cem outros do mesmo gênero? Um de meus amigos, muito bom médium escrevente, perguntou a um Espírito se uma pessoa, que ele havia perdido de vista há quinze anos, estava ainda neste mundo. "Sim, ela vive ainda, respondeu-lhe; ela mora em Paris, à rua tal, número tal." Ele vai e encontra a pessoa no endereço indicado. É isso ilusão? Seu pensamento poderia tanto menos sugerir-lhe essa resposta pois, em razão da idade da pessoa, havia toda possibilidade de que ela não existisse mais. Se, em certos casos, viram-se respostas concordarem com o pensamento, é racional concluir daí que isso seja uma lei geral? Nisso, como em todas as coisas, os julgamentos precipitados são sempre perigosos, porque podem estar enfraquecidos pela não observação dos fatos."

Allan Kardec

[78 - Falsas explicações dos fenômenos]

____Não me reporto à generalidade — redarguiu o interlocutor —, porque a mediunidade é título de serviço como qualquer outro.

  • E há pessoas que pugnam pela obtenção dos títulos, mas desestimam as obrigações que lhes correspondem.
  • Gostariam, por certo, do intercâmbio com o nosso plano, mas, não cogitam de finalidades e responsabilidades.
  • Em vista disso não se estabelecem conjuntos de cooperação para os médiuns em geral, mas apenas para aqueles que estejam dispostos ao trabalho ativo.
  • Há muitos aprendizes que não ultrapassam a fronteira da tentativa, da observação.
  • Desejariam o caminho bem aplainado, exigindo a convivência exclusiva dos Espíritos genuinamente bondosos.
  • Experimentam a luta construtiva, através de sondagens superficiais e, à primeira dificuldade, abandonam compromissos assumidos.
  • A aquisição da fortaleza moral não prescinde das provas arriscadas e angustiosas.
  • Entretanto, em face das exigências naturais do aprendizado, dizem-se feridos na dignidade pessoal.
  • Não suportam a aproximação de infelizes encarnados ou desencarnados, estacionando à menor picada de dor.

____Para semelhantes experimentadores, seria extremamente difícil a formação de equipes eficientes, representativas de nosso plano. Não se sabe quando estão dispostos a servir.

[40 - página 214/215] - André Luiz

Tarefa Mediúnica

____Mediunidade não é instrumento de mágica, com que os Espíritos Superiores adormeçam a mente dos amigos encarnados, utilizando-os em espetáculos indébitos para a curiosidade humana.
____Realmente observamos companheiros que se confiam a entidades não aperfeiçoadas, embora inteligentes, efetuando o fascínio provisório de muitos, no setor das gratificações sentimentais menos construtivas, entretanto, aí temos apenas o encantamento temporário e nada mais.
____Tarefa mediúnica, no fundo, é consagração do trabalhador ao ministério do bem.
____O fenômeno, dentro dela, surge em último lugar, porque, antes de tudo, representa caridade operante, fé ativa e devotamento ao próximo.
____Quem busque orientação para empresas dessa ordem, procure a companhia do Cristo, que não vacilou em aceitar a cruz para servir, dentro do divino amor que lhe inflamava o coração.
____Ser medianeiro das forças elevadas que governam a vida é sintonizar-se com a onda renovadora do Evangelho, que instituiu o “amemo-nos uns aos outros”, qual Jesus se dedicou a nós, em todos os dias da vida.
____A prosperidade dos sentidos superiores da alma não reside no artificialismo dos fenômenos transitórios e sim na abnegação com que o discípulo da verdade se honra em peregrinar com o Mestre do perdão e da humildade, da renúncia e da vida eterna, auxiliando, sem exceção, aos viajores do escabroso caminho terrestre.
____Se pretendes um título na mediunidade que manifesta no mundo as revelações do Senhor, não te fixes tão-só na técnica fenomênica; rejubila-te com as oportunidades de servir, exprimindo boa vontade no socorro a todos os necessitados da senda humana; e, renovando os sofredores e os ignorantes, os perturbados e os tristes, sob o estandarte vivo de teu coração aberto para a Humanidade, abraça-os por tua própria família!
____Depois disso, guarda a certeza de que te movimentas para a frente e para o alto, porque Jesus, o Divino Mestre, virá ao teu encontro, inundando-te a jornada de esperança, alegria e luz.

[120 - capítulo XX] - EMMANUEL

____Falais de “ dotes espirituais” e, é claro, vos referirdes ao que chamamos "disposições espirituais”. Se vos tivésseis familiarizado com os fenômenos, antes de buscardes desacreditá-los, saberíeis que a sensitividade mediúnica à ação dos chamados Espíritos não depende de superioridade moral ou intelectual do médium em relação aos outros homens; que alguns dos mais poderosos médiuns são os menos próprios para ser julgados entes espiritualizados; que eles são, muitas vezes, pessoas tão facilmente dominadas pelas influências más e por grosseiros apetites sensuais, como pelas boas e puras; e que são raros os exemplos em que um médium de certos fenômenos objetivos seja ao mesmo tempo um filósofo e um santo.

[97 - página 131] - Epes Sargent (1813 - 1880)

Mediunidade em mulheres e mediunidade nas crianças

https://www.youtube.com/watch?v=Ki7doGqZyY0#at=37

____A mediunidade é uma missão de que se incumbem certos indivíduos e cujo desempenho os faz ditosos. Sendo uma missão, não constitui privilégio dos homens de bem e neste caso a faculdade lhes é concedida porque precisam dela para se melhorarem. A faculdade propriamente dita se radica no organismo e independe do desenvolvimento moral. O mesmo, porém, não se dá com seu uso, que pode ser bom ou mau, conforme as qualidades do médium.

Trabalho de João Gonçalvez Filho

MEDIUNIDADE - 1908

Não confundir espírita com médium e nem Espiritismo com mediunismo.

http://www.annex.com.br/pessoais/confrariahpe/mediunidade.html

____A mediunidade é um atributo biológico, acredito, que acontece pelo funcionamento da pineal, que capta o campo_eletromagnético, através do qual a espiritualidade interfere. Não só no espiritismo, mas em qualquer expressão de religiosidade, ativa se a mediunidade, que é uma ligação com o mundo espiritual.
____Um hindu, um católico, um judeu ou um protestante que estiver fazendo uma prece, está ativando sua capacidade de sintonizar com um plano espiritual. Isso é o que se chama mediunidade, que é intermediar. Então, isso não é uma bandeira religiosa, mas uma função natural, existente em todas as religiões. E isso deve acontecer através do campo magnético, sem dúvida. Se a espiritualidade interfere, é pelo campo eletromagnético, que depois é convertido, pela pineal, em estímulos eletroneuroquímicos. Não existe controvérsia entre ciência e espiritualidade, porque ...

  • a ciência não nega a vida após a morte.
  • Não nega a mediunidade.
  • Não nega a existência do espírito.

____Também não há uma prova final de que tudo isto existe. Não existe oposição entre o espiritual e o científico. Você pode abordar o espiritual com metodologia científica, e o espiritismo sempre vai optar pela ciência. Essa é uma condição precípua do pensamento espírita. Os cientistas materialistas que disserem "esta é minha opinião pessoal", estarão sendo coerentes. Mas se disserem que a opção materialista é a opinião da ciência, estarão subvertendo aquilo que é a ciência. A American Medicai Association, do Ministério da Saúde dos EUA, possui vários trabalhos publicados sobre mediunidade e a glândula pineal. O Hospital das Clínicas sempre teve tradição de pesquisas na área da espiritualidade e espiritismo. Isso não é muito divulgado pela imprensa, mas existe um grupo de psiquiatras lá defendendo teses sobre isso.

http://www.espirito.org.br/portal/publicacoes/esp-ciencia/003/pineal.html

http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=1900&mode=thread&order=0&thold=0

Paula Calloni de Souza

____Entrevista da revista Espiritismo & Ciência com o psiquiatra e mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo, dr. Sérgio Felipe de Oliveira. Diretor-clínico do Instituto Pineal Mind, e diretorpresidente da AMESP (Associação Médico-Espírita de São Paulo), Sérgio Felipe de Oliveira é um dos maiores pesquisadores na área de Psicobiofísica da USP, e vem ganhando destaque nos meios de comunicação com suas pesquisas acerca do papel da glândula pineal em fenômenos ligados à mediunidade.


____Entrevista gravada no Estúdio da TV FEC no dia 2 de setembro de 2011.
Sandra Della Pola é advogada, conferencista espírita e presidente da Sociedade Espírita Allan Kardec de Porto Alegre.

http://www.youtube.com/watch?v=HOqX6bwk8SQ

LINKs:

Trabalho realizado pelo

GEEET - Grupo Espírita de Estudo de Ética,

com base no LIVRO DOS ESPÍRITOShttp://www.geeet.hpg.ig.com.br/geeet/mediunidade.htm

Ver também:

*

*