Materialização
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

O termo mais correto seria Ectoplasmia.

[1 - página 101]

The Afterlife Investigations | Edição Brasileira (Completo)

https://www.youtube.com/watch?v=v_SYq-EFuhE

____Não me é permitido, por enquanto, desvendar-vos as leis particulares que governam os gases e os fluidos que vos cercam; mas, antes que alguns anos tenham decorrido, antes que uma existência de homem se tenha esgotado, a explicação destas leis e destes fenômenos vos será revelada e vereis surgir e produzir-se uma variedade nova de médiuns, que agirão num estado cataléptico especial, desde que sejam mediunizados.

Espírto Erasto, discípilo de São Paulo

[17b - Capítulo V, item 98] - 1861

____Embora sejam muitas as tentativas de materialização de forças do plano_espiritual, na Terra, com raras exceções quase todas se desenvolvem sobre lastimáveis alicerces que primam por infelizes atitudes dos nossos irmãos encarnados. Só os doentes, por enquanto, no mundo, justificam a nosso ver o esforço dessa espécie, junto das raras experiências, essencialmente respeitáveis e dignas, realizadas pelo mundo científico, em benefício da Humanidade ...
____...Alguns encarnados, como habitualmente acontece, não tomam a sério as responsabilidades do assunto e trazem consigo, para as seções de materialização, emanações tóxicas, oriundas do abuso de nicotina, carne e aperitivos, além das formas-pensamentos menos adequadas à tarefa que o grupo deve realizar.

[28a - página 260 ] - André Luiz

____Trata-se de serviço de elevada responsabilidade, porquanto, além de exigir todas as possibilidades do aparelho_mediúnico, há que movimentar todos os elementos de colaboração dos companheiros encarnados, presentes às reuniões destinadas a esses fins. Se houvesse perfeita compreensão geral, respeito aos dons da vida, e se pudéssemos contar com valores morais espontâneos e legitimamente consolidados no espírito coletivo, essas manifestações seriam as mais naturais possíveis, sem qualquer prejuízo para o médium e assistentes. Acontece, porém, que são muito raros os companheiros encarnados dispostos às condições espirituais que semelhantes trabalhos exigem. Por isso mesmo, na incerteza de colaboração eficiente, as sessões de materialização efetuam-se com grandes riscos para a organização mediúnica e requisitam número dilatado de cooperadores do plano espiritual.

[16a - página 99 ] - André Luiz

Intervenção do mundo dos mortos

O Lar Frei Luiz, no Rio de Janeiro, já curou pessoas como Milton Nascimento e Elba Ramalho

Evista ISTO É: http://www.istoe.com.br/reportagens/37206_INTERVENCAO+DO+MUNDO+DOS+MORTOS

____Os homens, contudo, em sentido geral, não sabem, por enquanto, compreender a essência divina de tais demonstrações e, quase sempre, acorrem a elas com o raciocínio acima do sentimento. Pelas inquietudes da investigação, perdem, muitas vezes, os valores da cooperação, e os resultados são negativos. No dia, porém, em que conseguirem trazer o coração iluminado, receberão alegrias iguais àquela que desceu sobre os discípulos de Jesus, quando, de portas cerradas, em sublime comunhão de amor e , receberam a visita do Mestre, perfeitamente materializado, depois da ressurreição, em casa humilde de Jerusalém, de conformidade com a narrativa dos Evangelhos.

[16a - página 102 ] - André Luiz

____Nos fenômenos de materialização os fatores morais constituem elemento decisivo de organização.

  • Não estamos diante de mecanismos de menor esforço
  • e, sim, ante manifestações sagradas da vida, em que não se pode prescindir dos elementos superiores e da sintonia vibratória.

[16a - página 107 ] - André Luiz

Fenômenos de Materialização

____Materialização do espírito Ana, em 14/12/1953, onde pode se observar o médium Peixotinho em transe, deitado sobre a cama. Este médium realizou experiências na casa de Francisco Cândido Xavier permitindo, inclusive, através de sua faculdade, a materialização de amigos conhecidos do Chico.

Consciência espírita: www.consciesp.org.br

[69 - página 216 ]

____Outra materialização realizada através do médium Peixotinho. Neste tipo de fenômeno, as entidades espirituais, para se fazerem visíveis e tangíveis, utilizam uma propriedade do médium de efeitos físicos, denominada ectoplasma. A forma como se dão estes fenômenos encontram-se explicadas cientificamente nas obas de Allan Kardec, o codificador do Espiritismo

[69 - página 224 ]

Espírito Ana materializado na noite de 16/9/1953 na residência de Francisco Cândido Xavier, em Pedro Leopoldo MG. Vemos o médium Peixotinho (Francisco Peixoto Lins). A foto foi obtida por Henrique Ferraz Filho. Na ata da reunião assim se expressou Chico Xavier: "O serviço fotográfico foi orientado pelo Espírito Irmã Scheilla, igualmente materializada na mesma reunião. O retrato obtido constitui motivo de grande júbilo para os nossos corações que receberam, com essa dádiva, grande acréscimo de responsabilidade, tão grande é a bênção do mundo espiritual que esta fotografia traduz." http://www.paginaespirita.com.br/katie_king_e_a_luz.htm


____Francisco Lins Peixoto, o Peixotinho, espírita humilde e convicto em seus princípios, realizava impressionantes materializações luminosas. Foi cuidadosamente pesquisado por um delegado de polícia, o dr. A. Ranieri, que escreveu um livro a seu respeito, Materializações Luminosas, sendo também reconhecido internacionalmente por suas faculdades.Na primeira sessão que estava presente, o médium Peixotinho possibilitou, por intermédio de suas faculdades, a materialização da falecida filha de Ranieri, Helena, que presenteou o pai com uma flor ainda molhada de orvalho.

Consciência espírita: www.consciesp.org.br

A magnífica materialização de EMMANUEL (Materialização através de Chico Xavier). Ilustração feita pelo artistaJoaquim Alves (Jô ), da Federação Espírita do Estado de São Paulo-FEESP, que presenciou o fenômeno. Contudo, em sua última materialização disse aos presentes: "— Amigos, a materialização é fenômeno que pode deslumbrar alguns companheiros e até beneficiá-los com a cura física. Todavia, o livro (Os livros, a maior prioridade) é a chuva que fertiliza lavouras imensas, alcançando milhões de almas. Rogo aos amigos a suspensão, a partir desse momento, dessas reuniões"."E a partir daquele dia, Chico —a disciplina em pessoa— nunca mais as realizou, servindo-se de sua faculdade mediúnica de efeitos físicos. O livro, no entanto, como chuva abençoada, continua fertilizando a lavoura do coração humano, trazendo paz, reconforto e esclarecimento a milhões de criaturas" ...

(Ver: A Paixão do fenômeno )


Materialização de Meimei Ilustrada por Joaquim Alves - Federação Espírita do Estado de São Paulo

____Uma noite sentimos um delicioso perfume. Intimamente, achei que era o mesmo que Meimei costumava usar. Surpreendi-me quando subitamente percebi que o corredor ia se iluminando aos poucos, como se alguém caminhasse por ele portando uma lanterna. Subitamente a luminosidade extinguiu-se. Momentos depois a sala iluminou-se novamente. No centro dela havia como que uma estátua luminescente. Um véu cobria-lhe o rosto. Ergueu ambos os braços, e elegantemente, etereamente, o retirou, passando as mãos pela cabeça, fazendo cair uma linda cascata de cabelos pretos até a cintura. Era Meimei. Olhou-me, cumprimentou-me e dirigiu-se até onde eu estava sentado. Sua roupagem era de um tecido leve e transparente. Estava linda e donairosa. Levantei-me para abraça-la e senti bater o seu coração espiritual. Beijamo-nos fraternalmente e ela acariciou meu rosto e brincou com minhas orelhas, como não podia deixar de ser. Ao elogiar sua beleza, a fragrância que emanava, a elegância dos trajes e sua tênue feminilidade, disse-me:

____“Ora, Meu Meimei, aqui também nos preocupamos com nossa apresentação pessoal. A ajuda aos nossos semelhantes, o trabalho fraterno faze-nos mais belos, e afinal de contas, eu sou sua mulher. Preparei-me para você, seu moço. Não iria gostar de uma Meimei feia!"

Texto de Arnaldo Rocha (viuvo de Meimei),Trecho do livro "Chico Xavier - Mandato de Amor"
União Espírita Mineira Belo Horizonte, 1992

http://br.geocities.com/humildescomjesus/meimei.htm

Fotografia que mostra o médium Antônio Alves Feitosa, fornecedor do ectoplasma, com o espírito materializado atrás (Irmã Josepha). Do lado direito está Francisco Cândido Xavieir. Esta fotografia foi feita por Nedyr Mendes da Rocha no ano de 1965, em Uberaba, MG, usando uma máquina fotográfica marca Roleiflex e filme Kodacolor de 100 ASA. Como os trabalhos de materialização são feitos no escuro, esta foto foi feita com o auxílio de flash. É interessante notar como o ectoplasma que sai da boca do médium, como se fossem panos, ‘cai’ na direção do chão, mostrando estar sujeito àação da gravidade. No trabalho de materialização em que esta fotografia foi feita, também participou a médiumOtília Diogo. Ela se encontrava sentada dentro da cabine.

Matthieu Tubino

Um "Fluido Vital" Chamado Ectoplasma.

publicações Lachâtre

 

Dr. J. M. Gully's comments on recording Katie King's pulse
http://www.survivalafterdeath.org.uk/photographs/crookes/3.htm

Foto da materialização do espírito de Katie_King , fenômeno comprovado por Sir William Crookes

____O codificador do Espiritismo, Allan_Kardec, auxiliado pelos Espíritos Superiores que o assessoraram, traz esclarecimentos fundamentais sobre a questão da fenomenologia mediúnica.

____Esses esclarecimentos são abordados com profundidade em suas obras, notadamente, O_Livro_dos_Médiuns, de onde assinalamos os seguintes apontamentos sobre os fenômenos de materialização: "O Espírito que quer ou pode aparece revestido, algumas vezes, de uma forma ainda mais nítida, tendo todas as aparências de um corpo sólido, ao ponto de produzir uma ilusão completa e fazer crer que se está diante de um ser corporal. Em alguns casos, enfim, e sob o império de certas circunstâncias, a tangibilidade pode tornar-se real, quer dizer, pode-se tocar, apalpar, sentir a mesma resistência, o mesmo calor como da parte de um corpo vivo, o que não impede de se desvanecer com a rapidez do relâmpago".

____"Então não é mais pelos olhos que se constata a presença, mas pelo toque. Se se podia atribuir à ilusão, ou a uma espécie de fascinação, a aparição simplesmente visual, não é mais permitida a dúvida quando se pode agarrá-la, palpar, quando ela mesma nos agarra e aperta. Os fatos de aparições tangíveis são os mais raros; mas aqueles que ocorreram nestes últimos tempos, pela influência de alguns médiuns poderosos, e que têm toda a autenticidade de testemunhos irrecusáveis, provam e explicam os que a história relaciona a respeito de pessoas que se mostraram, depois da morte, com todas a aparências da realidade".

____"Além disso, como dissemos, por extraordinários que sejam semelhantes fenômenos, todo o maravilhoso desaparece quando se conhece a maneira pela qual se produzem e se compreende que, longe de serem uma derrogação das leis_da_Natureza, são delas apenas uma nova ampliação".

____Durante três anos consecutivos o espírito Katie_King se manifestou em sessões de materialização dirigidas por Sir_William_Crookes. Essas experiências resultaram numa das mais investigadas entre numerosas outras sessões semelhantes, que figuram nos anais das pesquisas psíquicas.
____

Na foto abaixo, vê-se o espírito materializado Katie King, junto ao cientista Sir William Crookes. No verso desta foto o sábio escreveu sensibilizado pela beleza do espírito materializado - Arquivo "O Clarim"

Segundo Gabriel Delanne, William Crookes foi, na Europa, o primeiro cientista que teve o valor de comprovar, escrupulosamente, as afirmações dos espíritas. Muito cético, a princípio, suas investigações o conduziram progressivamente à convicção de que esses fenômenos são verdadeiros e não titubeou um único momento em proclamar, alto e bom som, a certeza em que resultou o seu trabalho. A partir daquele momento, ninguém foi mais capaz de deter o impulso recebido. Russel Walace, Lodge, Myers, Hodgson seguem pela senda aberta.

  • Na Alemanha, cientistas_eminentes como Zölner, Weber, Ulrici, o dr. Frièze, Carl Du Prel rendem-se à verdade que passam a defender.
  • Na Rússia, Aksakof e Bouterow.
  • Na Itália, o professor Falconer, Chialia, Broffério, Finzi, Schiaparelli e o próprio Lombroso são levados a confessar a exatidão dos fenômenos que antes punham em dúvida.
  • Na França, Gibier, Richet, De Rochas, Flamarion comprovam a mediunidade de Eusápia Paladino.

Consciência espírita:www.consciesp.org.br

____ Sir_William_Crookes conta ter escutado, por diversas vezes, as pulsações do coração de Katie_King, circunstância de fato muito importante, graças à qual é licito inferir que, se o coração batia, éque o sangue devia circular nas artérias desse corpo bem materializado, que constituía, portanto, um organismo vivo e perfeitamente conformado...

____...Sobre a existência indubitável de uma “força organizadora” nos fenômenos de materialização, devo lembrar que, relatando as experiências do Prof._Richet, na Argélia, e referindo-se ao fantasma materializado de Bien Boa, foi ele mesmo um dos que observaram: “Respirava como se vivo fosse e de tal modo que o Prof. Richet conseguiu o precipitado branco de carbonato, fazendo que ele respirasse dentro de um copo em que se encontrava água de barita.”
____Ora, se o fantasma respirava é porque era dotado do sistema respiratório e circulatório e, por conseguinte, ainda nesse caso, tratava-se de um fantasma organizado e não plastificado.

[105 - página 144] - Ernesto Bozzano

Processo de liberação ectoplasmática e materialização parcial do espírito de Dona Maria Gonçalves Duarte, que em vida fora esposa do conferencista espírita português, Isidoro Duarte Santos.

Do livro: Vida e Obra de peixotinho por HUMBERTO VASCONCELOS.

(Fraternidade Espírita Francisco Peixoto Lins 1994)

No ectoplasma expelido pelo médium fotografou-se o rosto do espírito de Arthur Conan Doyle que em vida foi um estudioso do Espiritismo. Conan Doyle foi o criador do detetive Sherlock Holmes, personagem que atua em seus romances policiais. (Nota do compilador)

http://www.paginaespirita.com.br/materializacao.htm




http://www.photographymuseum.com/doylefalg.html

Personagens envolvidos numa seção de materialização, conforme texto abaixo:

Alexandre. Espírito orientador de André Luiz, no plano espiritual.

André Luiz. Espírito que ditou o texto abaixo, por intermédio do médium Chico Xavier.

Calimério... Entidade espiritual superior à condição hierárquica de Alexandre.

Alencar...... Espírito que se materializou na seção mediúnica.

____... Alexandre aproximou-se de mim e considerou:

____— Repare na grandeza do acontecimento. A médium desempenha o papel de entidade maternal, enquanto Alencar, sob a influência positiva de Calimério, permanece em temporária filiação ao organismo mediúnico. Todas as formas que se materializaram serão “filhas provisórias” da força plástica da intermediária. O amigo que conversa com os encarnados é Alencar, mas os seus envoltórios do momento são nascidos das energias passivas da médium e das energias ativas de Calimério, o mais elevado diretor desta reunião.

  • Se forçarmos a médium em nosso plano, feriremos Alencar em processo de materialização
  • se os companheiros terrenos violentarem o mensageiro, repentinamente corporificado, esfacelarão a médium, acarretando conseqüências funestas e imprevisíveis.

____... Meu coração transbordava de contentamento e esperança; todavia, era forçoso confessar que, para tamanhas manifestações de serviço e tão sublimes bênçãos, era muito reduzido o entendimento dos encarnados. Semelhavam-se a crianças afoitas, mais interessadas no espetáculo inédito que desejosas de consagração ao serviço divino. Francamente, estava desapontado. Tantos emissários celestes a se esforçarem por meia dúzia de pessoas que pareciam distantes do propósito de servir à causa da Verdade e do Bem?!

____Expus minha opinião ao devotado instrutor, mas Alexandre respondeu, tranqüilo:

____— E Jesus? Considera você que ele tenha trabalhado somente para os galileus que o não compreendiam? Julga que tenha ensinado tão-só no templo de Jerusalém? Não, meu amigo: convença-se de que todos os nossos atos, no bem ou no mal, estão sendo praticados para a Humanidade inteira. Por agora, os nossos companheiros terrestres não nos entendem, nem cresceram devidamente para a completa consagração a Jesus, mas a semeadura é viva e produzirá a seu tempo. Nada se perde.

____— É verdade que você, no mundo, foi médico sempre interessado em ver o resultado de seu trabalho, mas não se esqueça do esforço silencioso dos semeadores do campo e recorde que as sementes depositadas nos sarcófagos egípcios, há alguns milhares de anos, estão começando a produzir maravilhosamente no solo da Terra.

[16a - página 111 ] - André Luiz

Palestra Dr. Paulo Cesar Fructuoso - Ectoplasmia e Materialização de espíritos

Shttp://www.youtube.com/watch?v=eC-C40FWoN4

____ O fenômeno de ectoplasmia pode dividir-se em três tipos:

  • a - A psicoplastia, quando o ectoplasma assume formas diversas devido à ação psicocinética exclusiva do médium.
  • b - A duplicação ectoplasmática, em que o perispírito do médium serve de organizador do ectoplasma, produzindo uma réplica do médium.
  • c - A produção de agênere ectoplasmático, na qual o médium funciona apenas como doador de ectoplasma. Sua modelagem opera-se à custa do perispírito de um segundo agente. É possível ainda que o Espírito de uma pessoa encarnada se sirva do ectoplasma de um doador e se manifeste em forma de agênere ectoplasmático. (L. Palhano Jr - Dicionário de Filosofia Espírita).
http://www.paginaespirita.com.br/ectoplasmia.htm
____Os fenômenos de materialização são produzidos de forma muito intrínseca:

  • Primeiramente, o médium principal serve de aparelho para que a equipe espiritual manipule as energias essenciais ao fenômeno.
  • Posteriormente, o que observamos, em nossos trabalhos, é que a Entidade a se materializar, retira do médium ou dele faz expandir um campo que o reveste. Dessa maneira, vê-se a formação inicial do fulcro do fenômeno sobre o médium.
  • A seguir:

    • as energias (de origem ectoplásmica segundo informam) que enchem o ambiente precipitam-se sobre aquele fulcro, fazendo com que ele se ilumine, fenômeno semelhante ao de fogos de artifício que se queimam e dão origem a um modelo que é visto pelos assistentes. Esta é a aparição que Crookes intitulou de luminosa.
    • A estereológic a (nunca tive ocasião de ter uma completa) transforma a energia em forma palpável e que reveste o perispírito da Entidade manifestante, tornando-a tangível, auscultável e se forma de maneira idêntica, só que, em vez de provocar luminosidade no campo do Espírito dito materializado, dá-lhe consistência material.
    • Um outro tipo de materialização que pude verificar e da qual Crookes não faz referência é aquela em que o Espírito nos tange, nos toca, faz-se sentir como se estivesse materializado, mas, os presentes (encarnados) não conseguem segurar esse corpo. Nossa sessão comprovou a existência de uma cigana que se materializava e que bailava ao som das músicas que eram tocadas pela nossa vitrola. Sua saia roçava nos presentes, batia nos móveis, ouvíamos e sentíamos tudo como se ali estivesse a bailarina dançando e esbarrando nas pessoas, só que ninguém conseguia segurar esta saia rodada e encorpada.

Carlos de Brito Imbassahy

http://www.ajornada.hpg.ig.com.br/colunistas/imbassahy/imb-0003.htm

____ Vários tipos de fenômenos são atribuídos à condensação, maior ou menor, da energia da consciência. Entre eles, são citados, pelo menos, estes 4 tipos:

  • Materializações: a materialização momentânea de mãos, dedos, cabeças e corpos humanos completos, visíveis ou cobertos por tecidos, mas verificados através do tato.
  • Desmaterializações e rematerializações: objetos, "retirados" de ambientes externos ao ambiente do experimento, que surgem na sala onde está o(a) sensitivo e demais experimentadores;
  • Telecinesia : Efeitos físicos de movimento repentino ou previamente solicitado de objetos, incluindo aqui os giros de mesas, flutuação de cadeiras e até do(a) próprio(a) médium;
  • Extrafísico-físico: Fenômenos que acontecem diretamente da dimensão extrafísica, mas com percepção na dimensão física, como batidas de palmas de mãos invisíveis; toque de mãos invisíveis nas mãos e no corpo de participantes de sessões de ectoplasmia; toque de notas em instrumentos musicais postos à distância dos experimentadores presentes; batidas nos móveis e paredes (raps).

____Todas estas ocorrências sugerem sempre a presença de consciências extrafísicas, controlando as atividades antes mesmo do(a) médium ou dos pesquisadores presentes. Isso porque, em muitos casos, os fenômenos ocorrem sem aviso e à distância. Nesse caso, a manipulação da energia densa é feita pelas consciências que já passaram pela morte biológica.

____ Sensitivos e alguns de seus pesquisadores dos fenômenos de materialização.

Sensitivos EspíritosPesquisadores
Florence Cook
Marie e Katie_King
Marthe Beraud
(Eva Carriere)
Bien-Boa e Frígia
Richet
Schrenck-Notzing
Madame Bisson
General Noël
William Eglinton
Joey Sandy,
____Ernest Abdulah,
Aparições coletivas
Yolanda
Nèpenthès
Aksakof
Von Bergen
Sr. Fidler
Carmine Mirabelli
Guiseppe Parini
Petrucelli
John
Diversos outros
Bozzano
____Círculo de Viena
Franck Kluski
Diversos espíritos
Pawloski
Geley

Richet
Pesq. Poloneses
Srta. Wood
Diversos espíritos
D’Arsonval
Mme. Hull
Luzzia Hatoh
Sr. Hatoh
Esthel Post
Diversos espíritos
Dr. Ted Edwin
Frank Decker
Diversos espíritos
Dr. Ted Edwin
Sra. Hollis
Diversos espíritos
Dr. N. B. Wolfe
Linda Gazzera
Diversos espíritos
Schrenck-Notzing
Richet
Fontenay
Imoda
D.D. Home
Dannie
Diversos espíritos
Crookes
Lord Adare
Gouzyk
Diversos espíritos
Geley
Helen Duncan
Diversos espíritos
S. A. Wood
Sra. Salmon
Lucie
Mandy
Paul Gibier
Sra. Hardy
Diversos espíritos
Prof. Denton
Slade
Diversos espíritos
Stanislawa
Tomczyk
P. Lebiedezinsky
____Ochorowicz
Schrenck-Nortzing
Sra. Compton
K.
Aksakof
____Coronel Alcott
Sra. Margery

Crandon

Walter
Glen Hamilton
Srta. Ada B. Toledo
Diversos espíritos
H. Carrington
Sra. Lily Hope
Sunrise
Diversos espíritos
E. H. Sache
Elizabeth M. Mercedes
Diversos espíritos
Glen Hamilton
Maria Volhart
Diversos espíritos
Dr. F. Schwab
Irmãs Bangs
Manifestações parciais
Sr. Austin Burnham
Phinuit
Lodge
Hyslop
Carmen Dominguez
Leonora
Marata
Família Goligher
Diversos espíritos
W. J. Crawford
Ana Prado
Rachel Figner
João
Anita
Comissão Científica de Belém, Pará
Peixotinho
Diversos espíritos
Ranieri
Maria M.
Walter
Arthur Conan Doyle
Raymond Lodge
Lucy
Glen Hamilton
Sra. Firman
Bertie
____Outros espíritos
Sr. Oxley
Sr. Reimers
Sr. Monck
Bertie, Lily
Milke, Richard
Aparições coletivas
Sr. Oxley
Sr. Reimers
Sta. Fairlamb
Diversos espíritos
Ofélia Corrales
Mary Brown

(Fonte: Livro “Conversando Sobre a Morte; ou Epistemologia da Morte”, álvaro Chrispino, Rio de Janeiro, Edições CELD, 1994, 1ª edição).

http://www.comunidade-espiritual.com/profile.php?sub_section=view_blog&id=2640&sub_id=5794

álvaro Chrispino


Inscrição no verso:"4 jun 1872/Mrs. Olive (?) e Mr. Herne, mídias. Senhora Helena Newenham e o espírito da sua filha."

Frederick A. Hudson (England) Hudson (Inglaterra)

Hudson tinha um estúdio em 177 Holloway Road, Londres. Ele é creditado com a produção da primeira fotografia de espírito feita na Grã-Bretanha em 4 de março de 1872, apenas três meses antes de esta imagem foi feita.

Frank Herne foi um proeminente médium que começou dando sessão espírita em janeiro de 1869. Testemunhas relataram que ele era capaz de levitação durante as sessões, foi mesmo milagrosamente transportado de um local para outro por espíritos.

Bibliography Bibliografia: Cyril Permutt, para além do espectro, um levantamento de supernormal Fotografia (Cambridge: Patrick Stevens, Ltd., 1983).p. 89. p. 89
http://www.photographymuseum.com/ladyhl.html

____Frederick A.Hudson

O primeiro britânico expoente da fotografia de Espíritos.
____Após o relatório de propagação de imagens de Espíritos, a acusação de impostura logo surgiu, mas, de acordo com Alfred Russel Wallace, mesmo aqueles que eram mais enfático sobre fraude acreditavam que um grande número de imagens verdadeiras foram tiradas. Wallace obteve dois retratos de sua mãe, que representam dois períodos diferentes, e ao contrário de qualquer foto tirada durante a sua vida.

http://www.answers.com/topic/frederick-a-hudson

____Aquilo a que chamais “ materialização de fantasmas” não vos é favorável.

  • Esse fenômeno parece assaz análogo ao que contam do Cristo, quando, depois da sua crucificação, se apresentou em uma sala, cujas portas estavam fechadas, e mostrou a ferida do seu peito ao discípulo que duvidara;
  • do mesmo modo que hoje os Espíritos materializados exibem as deformidades que assinalavam seus corpos terrenos, tudo com o fim de provar sua identidade.

[97 - página 132] - Epes Sargent (1813 - 1880)

Links:

Ver também:
*