Transe
página acima: Mediunidade
*
Transe[do francês transe]Estado de inconsciência ou semiconsciência em que se verificam diversos fenômenos psíquicos ou mediúnicos.http://www.espirito.org.br/portal/doutrina/vocabulario/letra-t.html

Transes X esquizofrenia

____Um estudo realizado pelo psiquiatra Alexander Moreira de Almeida com médiuns espíritas da cidade de São Paulo mostrou um perfil diferente: os médiuns apresentaram um alto nível sócio-educacional e uma prevalência de transtornos mentais menor do que a encontrada na população em geral.
____Eles foram analisados pelo SCAN (Schedules for Clinical Assessment in Neuropsychiatry), um tipo de entrevista psiquiátrica padrão e pelo DDIS (Dissociative Disorders Interview Schedule), um questionário que detecta transtornos dissociativos (quando uma parte da mente funciona de forma independente). "É nessa categoria que os transes mediúnicos são habitualmente encaixados", explica o médico.
____A escala DDIS investiga a presença de 11 sintomas de primeira ordem para o diagnóstico de esquizofrenia:

  • vozes dialogando na sua cabeça, (Ver: Clariaudientes)
  • vozes comentando as suas ações,
  • ter suas ações produzidas ou controladas por alguém ou algo fora de você,
  • entre outros.

____"Os médiuns apresentaram, em média, quatro deles, mas a presença dos sintomas não indicou a existência de nenhuma doença mental", afirma. "Além disso, eles também apresentaram uma boa adequação social e demonstraram ter uma saúde mental melhor que a da população em geral". Não houve correlação entre freqüência de atividade mediúnica e problemas mentais ou desajuste social.
____O médico ressalva que os resultados da pesquisa se referem especificamente a médiuns em atividades regulares em centros espíritas. "Para eles trabalharem nos centros são necessários dois anos de cursos, além da participação semanal nas reuniões mediúnicas", afirma.
____Almeida é membro do Núcleo de Estudos de Problemas Espirituais e Religiosos (Neper) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP. O núcleo tem como objetivo estudar as questões religiosas e espirituais segundo o enfoque científico, sem vínculo com nenhuma corrente filosófica ou religiosa.
____"Durante muito tempo a Psiquiatria encarou a mediunidade como um transtorno mental", conta. "Só a partir das décadas de 50 e 60 é que houve uma mudança de mentalidade, e essas manifestações passaram a ser vistas como sendo não-patológicas quando vivenciadas dentro de uma religião." De acordo com Almeida, o último censo do IBGE mostrou que o espiritismo ocupa a quarta posição entre as religiões praticadas no Brasil, país com a maior população espírita do mundo.

Fonte: Agência USP de Notícias - Publicado em: 12/05/2005

http://www.feal.com.br/destaques.php?id=149

(Ver: Doença mental e Mediunidade)

____O estado de transe é esse grau de sono_magnético que permite ao corpo_fluídico exteriorizar-se, desprender-se do corpo carnal, e a alma tornar a viver por um instante sua vida livre e independente. A separação, todavia, nunca é completa; a separação absoluta seria a morte. O estado de transe pode ser provocado pela ação de um magnetizador ou de um Espírito. No corpo do médium, momentaneamente abandonado, a alma de um desencarnado ou a de um vivo adormecido pode tomar o lugar do médium e servir-se de seu organismo material, para se comunicar com as pessoas presentes. É o fenômeno da incorporação.


Trabalho de João Gonçalves Filho - (TRANSE - 3206)

____ Diferente do sono, o transe ou sono hipnótico, mesmo sendo profundo, é algo diferente do sono ordinário.

  • No sono normal perde-se qualquer vínculo com a realidade exterior ao sujeito,
  • enquanto que no transe se mantém um vínculo ou ponto de referência ativo entre o sujeito e o hipnotizador ou entre o sujeito e as circunstâncias ambientais que propiciaram o fenômeno.

____"Os psicólogos Wible e Jenness, após minuciosas experiências com estudos eletrocardiográficos e respiratórios, chegaram à conclusão de que a ação do coração e dos pulmões durante a hipnose(ou transe) era mais semelhante ao do estado de Vigília (acordado) que a do sono fisiológico natural.

  • Nygard, medindo a circulação cerebral durante a vigília, a hipnose e o sono, chegou a conclusão de que a circulação sanguínea durante a hipnose (ou transe) era mais semelhante a do estado de vigília que a do sono.
  • Bass descobriu que o reflexo rotuliano diminuia durante o sono real, mas era quase o mesmo no estado hipnótico e no de vigília".
  • Com métodos de investigação diferentes, o Dr. Fernando Cazzamall i, na época professor de psiquiatria e neurologia da Universidade de Roma, chegou a mesma constatação que os anteriores. Só que suas experiências apontam um fator novo. Mediu as ondas eletromagnéticas emitidas pelo cérebro em dotados_parapsicológicos em transe, no momento em que manifestavam suas faculdades: rabdomantes, psicômetras, clarividentes, adivinhos em geral. Nos estados de repouso cerebral, no sono p.ex., não captou nenhuma atividade eletromagnética, sendo que teria estabelecido a existência destas radiações no caso de dotados em transe. "Sua conclusão é que o estado fisiológico do cérebro nestes casos, no que diz respeito a emissão dessas radiações, é comparável aos estados de intensa atividade psíquica, que se produzem durante as criações artística e literária.

____Na Argentina, o Dr. Canavésio, teve o mérito de ser o primeiro a aplicar o eletroencefalograma nos dotados parapsicológicos quando os sujeitos manifestavam suas faculdades. Mesmo estando os sujeitos em estado de transe mais ou menos profundo no momento das percepções extra sensoriais, o estado elétrico do cérebro não era o de sono natural, mas o das etapas que precedem ao sono: crepuscular ou de semi-consciência.

____Esta descoberta reforça a opinião generalizada de que a manifestação de qualquer fenômeno parapsicológico requer uma alteração na consciência do sujeito, que provocaria um estado de inconsciência, maior ou menor, dependendo da idiossincrasia de cada dotado.

____Uma constatação final se torna evidente: Os registros encefalográficos modernos são da mesma natureza nos sujeitos em transe, seja este de tipo hipnótico, mediúnico ou parapsicológico, independentemente de se o sujeito atribue seu estado à ação de entidades espirituais, à sugestão direta dum hipnotizador ou à sua capacidade de autosugestão.http://www.oepnet.hpg.ig.com.br/transe.htm

0 transe dos grandes médiuns. -

____Especial interesse supõe para a parapsicologia o estado psico-fisiológico no qual os médiuns mais famosos realizavam seus prodígios. Todos eles, para manifestar qualquer fenômeno, necessitavam cair no transe. Este não guardava as mesmas características ou mostrava a mesma intensidade em todos os grandes dotados.

  • Para uns, como D. D. Home ou madame D'Esperance, era bem suave, quase imperceptível, sem perder por completo a consciência. Bastava-lhes colocar-se num ligeiro estado de concentração ou de ausência para que seu dinamismo parapsicológico pudesse se manifestar com relativa frequência.
  • Outros, como a Palladino, a Piper, Rudi Schneider, Ossowiecki, etc , caiam num estado de estupor geralmente acompanhado de amnésia e outros efeitos fisiológicos.
http://www.oepnet.hpg.ig.com.br/transe.htm

LINKs:

Ver também:
*