A Busca da perfeição
página acima: Evolução humana
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____É preciso evitar as emoções, incompatíveis com o autodomínio racional. As pessoas moralmente fortes e que buscam atingir a "apatia" livram-se da ansiedade e têm o domínio de si mesmas, e são capazes de se sobreporem aos desejos e às inconstâncias da sorte. A independência em relação às emoções e aos desejos assegura ao sábio um estado de contentamento imperturbável. O tolo é presa da miséria e do descontentamento.

  • "Somente o sábio é belo porque somente a virtude é bela.
  • Somente o sábio é rico porque a verdadeira riqueza consiste em não ter necessidades.
  • O sábio é rei porque é senhor de si mesmo."

____Com o tempo houve uma atenuação do absolutismo estóico, e uma gradação de valores dos objetos. A busca da saúde, por exemplo, seria quase absolutamente boa, e a doença e aquilo que a produz (dieta incorreta e falta de exercícios, por exemplo) seria coisa a ser evitada. E também há o dever de subordinar os interesses particulares aos interesses da sociedade, pois "criar dificuldades uns aos outros é contra as leis da natureza".

http://greciantiga.org/txt/estoicos.asp

Nesta_Carta quero explicar com clareza que venho através do Canal_dessas_palavras para ajudar as pessoas receptivas de todos as camadas da sociedade - do soldado ao general, do operário ao presidente - a trabalhar inteiramente a partir do ponto de vista do AMOR.

Existem razões espirituais e científicas materialistas pelas quais é absolutamente imprescindível que as pessoas dediquem toda a sua energia e sua sensibilidade mental e emocional para que suas ações e reações estejam perfeitamente alinhadas e em harmonia com o AMOR incondicional - a CONSCIÊNCIA DIVINA.

Permanecer no estado de consciência que existe neste momento no mundo é ficar em uma constante descida para inúmeras enfermidades, desgraças, transtornos e o mais profundo sofrimento.

Os homens e as mulheres podem viver em duas dimensões de existência em seu mundo, ...

  • - seja exclusivamente no nível dos impulsos do ego, os quais são as forças controladoras por trás e dentro dos fenômenos diários que compreendem a experiência humana
  • - ou - viver mental/emocionalmente em equilíbrio na Consciência Divina enquanto os seus corpos seguem vivendo no plano terreno.

Os frutos da consciência egocêntrica são a discórdia, perturbações, transtornos climáticos e anormalidades, guerras, vícios de todo tipo, pobreza, enfermidades, assassinatos, furtos, mentiras, enganos, difamações, pensamentos miseravelmente baixos, pensamentos invejosos, pensamentos raivosos, mau humor, julgamentos, críticas, sarcasmos, rejeição aos demais e etc.

Essas frequências de consciência sempre estão trazendo à tona "reflexos em espelho" das circunstâncias e das reações emocionais que as fizeram nascer - e estão continuamente sujeitas aos "altos e baixos" da realização das esperanças e das desilusões, oscilando entre a felicidade e o infortúnio.

Aquelas pessoas que, pela oração, meditação, autodisciplina e determinação, conseguem purificar a sua consciência egoica e elevá-la, definindo e abrigando mais e mais pensamentos amorosos e sinceros para com os outros e para com o mundo em geral, gradualmente ascendem em consciência até as frequências vibratórias do reino da Consciência Divina - o Reino_dos_Céus, onde vivem confortavelmente e à vontade em harmonia com as Leis Universais da Existência. Tais pessoas descobrem que não importa quais sejam os problemas e confusões no mundo ao seu redor, elas são alimentadas, curadas, protegidas, cuidadas e mantidas em uma perfeita paz de espírito - com a condição de que permaneçam nas frequências vibratórias espirituais.

Quando se permitem cair em disputas egoístas e em qualquer condição humana negativa que envolva os atributos do ego, a paz desaparece repentinamente e elas ficam presas em frequências vibratórias de consciência que são alimentadas por frequências de consciência semelhantes de outras pessoas ao redor. São como moscas agarradas pela teia de aranha - a luta para se livrar dos pensamentos e das frequências vibratórias inferiores de consciência pode ser cansativa e dolorosa.

Nesses momentos, a meditação e a oração constantes, a súplica para obter ajuda, força e orientação a fim de alcançar as "atitudes emocionais corretas" - são os únicos meios pelos quais o buscador espiritual pode achar o caminho de volta e sair da armadilha dos campos energéticos inferiores, reencontrando seu estado de harmonia com as frequências vibratórias da consciência celestial.

Talvez você ache o que acabo de dizer muito difícil de entender e desnecessário em sua busca de elevação_espiritual. Pelo contrário, a compreensão da natureza de sua consciência é muito importante. Se você está caindo nas frequências vibratórias inferiores de consciência e está experimentando o conflito entre o que você "sente neste momento" e o que sabe que deveria ou desejaria sentir, - terá maior controle sobre a situação se compreender que está sofrendo porque permitiu que caíssem as suas frequências vibratórias de consciência espirituais normais. Identifique a razão e leve-a à Consciência Divina para a solução do conflito interior. Em algum tempo, em resposta à sua oração, você receberá orientação para as atitudes e afirmações corretas que permitirão que você esclareça o problema.

Elevando o seu nível de "frequências de consciência", você perceberá que se sente fortalecido interiormente em espírito e em força_vital - e o contrário ocorrerá quando você estiver envolvido nas vibrações de consciências inferiores, seja porque você mesmo abaixou as suas frequências de pensamento, seja porque você foi emocionalmente atraído para elas se comunicando com uma personalidade negativa ou egocêntrica. Quando isso ocorrer, você experimentará uma perda de energia. Essa perda de energia resulta de uma diminuição da energia física das células de seu corpo.

Portanto, ao engajar-se voluntariamente no caminho espiritual, você deveria se ver como um passageiro subindo em um trem para um destino de sua escolha. Se durante a viagem você saltar pela janela ao contemplar verdes vales ou cidades excitantes que oferecem prazeres de todos os tipos, e for passear por estradas e caminhos que o levam para longe da viagem que havia iniciado, encontrará dificuldades para retomar a viagem original. Antes de tudo, terá que passar por uma purificação das energias de consciência inferiores que absorveu durante as suas escapadas a outras áreas de interesse. Isso pode tomar muito tempo e talvez você tenha que passar por outras experiências dolorosas para a necessária purificação de sua consciência. Em tudo o que você faz na vida, ou você está avançando espiritualmente ou você está movendo-se em áreas de consciência prejudiciais a sua busca e a sua viagem de longo prazo para níveis mais elevados de consciência espiritual. Você nunca escapa dos processos da consciência nem do trabalho implacável das Leis da Existência. Você não pode pôr a sua vida em estado de "espera" enquanto sai para divertir-se, acreditando que isso não terá nenhuma importância porque ninguém vai saber. Qualquer coisa que fizer é uma ação na consciência e seja o que for - favorável ao seu bem-estar ou contrário ao seu bem mais elevado - terá repercussões do mesmo tipo.

Tudo em sua vida está relacionado com alguma outra atividade na consciência. Nada está isolado do restante. As pessoas acreditam que o que fazem hoje fica em uma gaveta. Acreditam que o "hoje" se converte em "ontem" e passa, que não terá nenhuma relação com o seu "hoje". Porém - infelizmente para elas - verão isso ressurgir em suas vidas como "colheita" em seis meses, um ano ou mesmo dez anos - quando as energias de consciência tiverem atraído o que for necessário para produzir a sua manifestação visível. Então perguntarão - por que me aconteceu isso? Por que para mim?

É preciso que você entenda que, quando empreende uma viagem espiritual, coloca o pé em um caminho que elevará as suas vibrações espirituais a níveis mais altos. A negligência e a inconsistência o levarão a oscilar entre os níveis de frequências vibratórias. Esses momentos de inconsistência são carregados de dor emocional. Enquanto você oscila, o ímpeto original de energia espiritual que elevava a sua visão espiritual vai desaparecendo e você acabará se queixando da dificuldade para voltar a oração e a meditação. Torna-se difícil restabelecer o contato que você tinha com a Consciência Divina antes de fazer o agradável passeio que o levou à diminuição de suas frequências de consciência. Dessa maneira, cedendo a impulsos poderosos, você torna a sua vida mais difícil e trilha um caminho mais pedregoso.

Ao mesmo tempo, os impulsos em sua consciência indicam que certas áreas de sua consciência humana necessitam ser refinadas. Esses impulsos tornam-se os meios necessários para ensinar a você uma lição importante. De fato, ninguém pode percorrer o estreito caminho que leva ao "Reino_dos_Céus" e ali permanecer, sem divergência ou desvio, até que tenha experimentado completamente os frutos de seus impulsos ocultos Experimentando plenamente tudo o que eles têm a oferecer, a pessoa finalmente chega à clara compreensão de que eram seduções falsas - que não vale a pena a dor e o tremendo esforço necessário para voltar ao caminho espiritual. Apenas quando se cedeu aos impulsos profundamente enraízadoo e os resultados foram gravados na consciência, se pode voluntariamente escolher, mental e emocionalmente, viver em um nível espiritual mais elevado. Quando se toma essa decisão final de maneira firme e positiva, então os impulsos anteriores são eliminados da consciência.

Porém, tenho que dizer que quando você toma a decisão de viver a sua vida em um nível espiritual mais elevado, não chegou necessariamente ao fim dos seus problemas. Como você é ignorante do que é verdadeiro e falso na espiritualidade superior, talvez seja atraído para diferentes cultos que o conduzirão a outro extenso deserto.

Eu,_o_Cristo, venho por meio do Canal_destas_Cartas para mostrar a você como escolher as metas mais elevadas em sua existência humana e seu verdadeiro destino final em sua viagem no "trem" terreno.

Em sua busca espiritual, você é como uma pessoa a quem se apresentam muitos folhetos coloridos de viagens, onde se descrevem todos os prazeres e luxos de diversos lugares turísticos exóticos nos quais você poderá relaxar e renovar as suas forças. Um determinado mestre espiritual exibe o encanto de uma viagem que o levará a uma meta específica - a solução de algum problema mental/emocional, - enquanto outro mestre oferece outra meta e outro caminho a seguir. Cada um desses mestres espirituais está oferecendo o alívio de algum tipo de dor ou sofrimento humano que eles mesmos tenham experimentado e superado no passado. Cada um deles encontrou alívio de sua própria e única maneira. Sem dúvida todos têm uma mensagem valiosa de um tipo ou outro para partilhar com a pessoa que está desorientada pelos problemas da vida, e que não sabe onde buscar ajuda e conforto em sua difícil existência.

Porém, eu venho a você desde a mais elevada e vantajosa posição da existência universal espiritual, através do Canal de uma mente cuidadosamente purificada e impregnada com vida espiritual e dedicada a este trabalho, para levar esta mensagem a quem esteja preparado para recebê-la.

Venho para mostrar quem você realmente é nos recantos mais profundos de sua individualidade... e quem e o quê você pode se tornar. E igualmente importante, venho ensinar os meios pelos quais a transição da consciência humana para os mais elevados reinos da consciência espiritual pode ser realizada.

[ CARTAS DE CRISTO > Carta7 ]

Quero avisá-lo de que você entrou agora em um tempo novo e difícil, em uma época de conflito entre o impulso egocêntrico, que insiste habitualmente em satisfazer seus "desejos" mesmo à custa dos outros, e a psique-alma que começa a compreender que o "amor é a lei" e que os direitos dos outros precisam equilibrar-se com direitos do eu — o ego. Enquanto a psique vai absorvendo cada vez mais da alma - a Realidade_Divina - em sua consciência, o velho impulso egocêntrico começa a diminuir sua pressão e o conflito interior cotidiano se torna mais intenso.

A psique-alma, agora trabalhando através da mente e do coração, descobre que está avaliando as necessidades dos outros em oposição à validade de suas próprias necessidades, e sente-se oprimida e cansada da luta interna sem fim do autoquestionamento e autojulgamento. Quando a psique atinge esse ponto de percepção, isso indica que a atração da consciência humana está diminuindo a tal ponto que a alma está se aproximando e reunificando-se com a Realidade_Divina.

A alma reconhece, por meio da psique, que ela ama o AMOR DIVINO que é a Realidade Divina, mais do que a qualquer coisa terrena, e que ela anseia por estar plenamente unida com a sua FONTE_do_SER.

A psique acaba por renunciar aos impulsos da consciência egocêntrica em favor da Realidade Divina e por suplicar que seja capaz de renunciar ao "ego" - através da morte de sua "personalidade". Isso acontece quando a pessoa está verdadeiramente alcançando o ápice de sua vida espiritual e normalmente necessita de um mestre espiritual para guiá-la nesse processo.

Essa "morte da personalidade" nunca deve ser empreendida como um meio para alcançar maior intuição espiritual. Isso é altamente perigoso e não o fará alcançar uma vida espiritual ou terrena de maior sucesso. Se isso ocorrer antes do devido tempo será enormemente destrutivo para a psique e para o ego. Dificultará todo o desenvolvimento da alma - psique - ego - físico.

Ninguém deveria manter tal pensamento com a finalidade de estar mais avançado na percepção espiritual e na verdade. Tal ato de "força de vontade" será autodestrutivo uma vez que nasce inteiramente do impulso egocêntrico de ser espiritualmente mais importante.

Quando essa experiência de domínio do ego se dá no momento apropriado - de maneira correta - a alma, por meio da psique, está em grande parte livre para comunicar-se diretamente com a Realidade Divina, uma vez que a contínua conversação da "consciência egocêntrica" silenciou. A atração exercida pela Terra não é mais soberana. As ambições autocentradas se enfraquecem, o desejo por posses pessoais se dissolve. A paz reina na mente. A alma, que agora fala claramente através da psique, anseia elevar, alimentar, contribuir com o crescimento de outras almas, educar, nutrir com compreensão e ternura, sem nenhum desejo de recompensa ou autoengrandecimento.

Quando a alma é atraída cada vez mais próxima para o contato e sintonização com a Realidade Divina, a sua única meta terrena é a de tratar o próximo e a outras pessoas com o mesmo tipo de interesse e consideração que ela necessita para si para florescer e ser feliz. Dar torna-se tão fácil quanto respirar — e no final torna-se um privilégio trabalhar pelos outros e com os outros para a promoção de seu mais elevado bem. Isso é o Amor Divino em ação.

No entanto, não há nenhum sentimentalismo na Realidade Divina. A intenção por trás da individualização foi a de permitir que a Realidade Divina em Si experimentasse a SUA própria Natureza de criatividade, alegria e realização pessoal.

Por essa razão, quando eu estava na Terra tracei claramente os limites entre dar e receber dizendo: "Faça aos outros aquilo que deseja que façam a você". Essa afirmação foi um alerta amoroso significando que se colhe o que se semeia. Isso também é uma orientação para o comportamento. Se você fizer para os outros o que gostaria que fizessem para você, então pode estar seguro de que você está agindo unicamente do ponto de vista do amor. Se outras pessoas não querem "o que você gostaria que fizessem para você", então trabalhe por tentativa e erro; dê um passo positivo em frente cumprindo um ato de amor verdadeiro e se isso for rejeitado você ganhou a oportunidade de descobrir o que seria mais bem apreciado no futuro. Dessa maneira você cresce no ato de amar.

Eu também disse: "Ame o seu próximo como você ama a si mesmo". Isso significa que você deve ter a mesma consideração com o conforto do outro como a que tem com o seu próprio.

Isso também significa que qualquer coisa que você deseje para outras pessoas, você ficaria feliz que elas desejassem para você.

Isso significa que você deve pensar sobre as outras pessoas aquilo que você ficaria feliz que elas pensassem sobre você.

Isso significa que a sua consciência inteira deve dirigir-se para o cuidado e para a preocupação com os outros, não importando o que eles façam para prejudicá-lo. Todos os seres humanos estão vivendo em uma selva de desejos, metas, fragilidades, decepções, raiva e frustração. Dessa consciência devastada pela guerra chegam muitas respostas e ações débeis e mal avaliadas.

Por isso contemple a fragilidade, perdoe a indelicadeza e deixe-a voltar para o nada de onde ela saiu. A única VERDADE e REALIDADE de sua vida é a Consciência_Divina Inteligência/Amor. Mantenha-se firme nessa compreensão todo o tempo.

[ CARTAS DE CRISTO > Carta7 ]

Ver também:
*