-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

CABEÇA v. 210, 1553 e 2150

CABELOS - 349 - Até os cabelos da vossa cabeça estão contados. MAT 10:30 - LUC 12:7 e 21:18 - ATS 27:34 - PSM 14:45 - SSM 14:11 - CVRPG 309 - EPH Prefácio - TDN 30 - vtb 2695

CADÁVER - 350 - Onde estiver o cadáver, aí se juntarão as águias. MAT 24:28 - LUC 17:37 - JOH 39:30 - PNS 32 - RTR 28 - vtb 685

CAIM - v. 640

CAIR - v. AUTOCONFIANÇA, 748 e 1425

CALAMIDADE - v. CATACLISMOS

CÁLCULO - v. NUMEROLOGIA, 989, 1577 e 2204

CÁLICE - 351 - Pai, se é possível, afasta de mim este cálice, todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. MAT 26:39 e 42 - MAR 14:36 - LUC 22:42. João (12:27) registra: minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora. ETD 36 - PVE 151 - RVCPG 49 - vtb 075, 093, 840, 3226 e 3289

CALIDOSCÓPIO - v. 2105

CALMA - 352 - Em qualquer circunstância, conserva a calma e confia no Poder Maior que te insuflou a força da vida. Calma, no entanto, não significa inércia. Define o estado íntimo de quem se prepara, a fim de fazer o melhor. EMMANUEL em DDV 13 - AMG 11 - CVD 5 - DSF 26 - EDV 21 - FVV 136 - MTA 13 - OES 7 - PVE 33 - vtb 510, 2363 e 2516

CALMA - 353 - Só o amor em plenitude apazigua. Quando o amor se avizinha da alma, produz alarido e excitação; quando, porém, a domina, propicia calma. AMÉLIA RODRIGUES em RTL 11 - ELF 21 - vtb 111, 248 e 1584

CALMA - vtb aflição - BRANDURA - ORDEM - PACIÊNCIA - TRIBULAÇÕES, 818, 1186, 1273, 2664 e 2903

CALÚNIA - v. MALEDICÊNCIA

CAMINHO - 354 - Disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho de Deus. JOO 6:67 a 69 - MAT 16:16 - MAR 8:29 - LUC 9:20 - CHG Prefácio - ETS 92 - FVV 59 - NSC 14 - PJS 87 - PNS 151 - vtb 761

CAMINHO - 355 - Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim. JOO 14:6, 1:4 e 17 e 10:9 - HEB 9:8 - ALV 28 - ATA 52 - ATT 7 e 34 - CLA 68 - CNA 2 - CSL 225 e 235 - CVD 3 - CVV Prefácio, 54 e 55 - DAG 4 - DAP 1 e 6 - EMC 60 - EPV 1 - ETD 8 e 31 - ETS 133 - LNC 6 e 9 - MMD 3 - MRCPG 215 - NPM 34, 98 e 110 - NSC 11 - RES 28 - RVCPG 23, 30, 49 e 50 - SDE 10 - SED 4 - SNL 2 - SOL Prefácio - VLZ 175 e 176 - vtb 1616, 1892, 2659 e 2747

CAMINHO - 356 - Fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja se não desvie inteiramente, antes seja sarado. HEB 12:13 - PVB 4:26 e 27 - ACT 22 - CVV 21 - EPZ 18 - PNS 86 - RML Prefácio - RUM Prefácio - SNL Prefácio

CAMINHO - 357 - Sabeis para onde vou e conheceis o caminho. JOO 14:4 - ANH 27 - CME Prefácio - CMS 3 - CVO 38 - HCT 11 - IES 58 - JOI 16 - LZE 21 - RLZ 2 - SED 2 - SNL 16 - VJR 2

CAMINHO - vtb ANDAR, PORTA, 874, 1241, 1634 e 2921

CAMPO - v. 2181

CANDOMBLÉ - v. 3035

CANONIZAÇÃO - v. 2961

CANSAÇO - v. PREGUIÇA - REPOUSO, 058, 103, 749, 752, 1942, 2204 e 2623

CÃO 358 - Guardai-vos dos cães. FLP 3:2 - FVV 145

CÃO - 359 - Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas; não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem. MAT 7:6 - ATS 13:45 e 46 - SCR 6:1 - STM 2:2 - PVB 23:9 - EVG 24/10 - ASV 15 - CNA 34 - EGTPG 232 - PJS 6 - PNS 37 - SHA 42 - VLZ 93 - VMO 33 - vtb 599, 2407, 2640 e 2706

CAPA - v. APARÊNCIA e 2898

CAPACIDADE - v. DONS, 491, 1213 e 1512

CARÁTER - v. PERSONALIDADE

CARÊNCIA - Afetiva. v. 1558

CARGA - v. FARDO

CARIDADE - 360 - A caridade é a virtude fundamental sobre que há de repousar todo o edifício das virtudes terrenas. Sem ela não existem as outras. Ela é a mais pura emanação do próprio criador, é a sua própria virtude, dada por ele à criatura. S. VICENTE DE PAULO em EVG 13/12 - EVG 15/3 - LEP 888a - APV 3 - CDE Prefácio - CRG 33 - CVO 29 - ELZ 47 - EVD 91 - FML 24 - FVV 60 - IES 51, 70 e 94 - LAV 27 - MDS 39 - NRF 23 - PDA 32 - PLT 8 - RML 35 - RTL 8 - RTR 16 - SOL 11 e 39 a 42 - VLZ 110 - vtb 155, 1446, 1484, 1821 e 2968

CARIDADE - 361 - "Amar o próximo como a si mesmo: fazer pelos outros o que quereríamos que os outros fizessem por nós", é a expressão mais completa da caridade, porque resume todos os deveres do homem para com o próximo. ALLAN KARDEC em EVG 11/4 - EVG 11/13, 13/9 e 15/7 - ACO 2 - AGT 19 - CDE 2 - CME 49 - CRI 16 e 60 - CTA 12 - CVD 6 - DCS 53 - DLG 1.7 - IES 7, 65 e 99 - IPS 35 - IRU 9 - LES 28 - MMC 18 e 34 - MOR 21 - OES 30 e 46 - RCV 10 - RLZ 1 - TCL 43 - vtb 123, 1692, 1709, 1839, 2779, 2938 e 3074

CARIDADE - 362 - Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas, este o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus. LEP 886 - LEP 918 - EVG 10/10 e 18, 11/14 14/9 e 17/2 e 3 - AGT 18 - ATA 11 e 12 - ATE 13 - BPZ 30 e 32 - BVS 7 - CDE 21 - CNV 15 - CTD 30 - ELZ 7 - EMC 7 e 8 - EPZ 21 - HDV 46, 56 e 58 - HNV 10 - IPS 1 - IRM 3 - JOI 11 e 17 - LEK 44 - LES 31 - OTM 55 - PAZ 13 - RCV 18 - RFG 4 - RVCPG 96 - SDE 34 - SJT 11 - SMD 35 - SOL 20 - vtb 3312 e 3372

CARIDADE - 363 - Caridade não é tão-somente a divina virtude, é também o sistema contábil do Universo, que nos permite a felicidade de auxiliar para sermos auxiliados. Um dia, nas fronteiras da morte, somos despojados de todas as posses exteriores, e, se algo nos fica, será simplesmente a plantação das migalhas de amor que houvermos distribuído, creditadas em nosso nome pela alegria, ainda mesmo precária e momentânea, daqueles que nos fizeram a bondade de recebê-las. EMMANUEL em EVV 19 e LES 42 - LES 47 - PAZ 9 - vtb 258, 267, 318, 678, 1275 e 2702

CARIDADE - 364 - Depois da humildade para com Deus, a caridade para com o próximo é a lei primeira de todo cristão. ALLAN KARDEC em EVG 9/4 - ATT 43 - EES 16 - EVV 24 - LES 14 - VIC 18 - vtb 1839, 2713 e 3074

CARIDADE - Fora da caridade não há salvação. v. 139, 1038 e 1697

CARIDADE - 365 - Não olvides que a caridade é o coração no teu gesto. Lembra-te de que só o amor pode curar as chagas da penúria e da ignorância e aprende a doá-lo aos que te rodeiam, nas maneiras em que te exprimes, porque a caridade não é uma voz que fala, mas um poder que irradia. EMMANUEL em CDE 24 - EVG 13/13 e 14 - AEC 3 - AES 13 - ATT 45 - BDA 4 e 8 - CFZ 1 e 30 - CRA 21 - DNH 7 - EDA 11 - ESV 18 - LAV 7 - LNC 2 - LVS 15 - MPT 15 - NOS 17 - NRF 10 - NTE 14 - PNS 31 - RML 36 - RUM 52 - SDF 5 , 11 e 12 - SED 6 - SPT 21 - TCB 26 - VJR 16 - VLZ 116 - vtb 2830

CARIDADE - 366 - Quando alguém se candidata a uma ação meritória, nunca deve esperar dos outros os exemplos de virtudes nem as lições de elevação continuada, mas examinar as próprias disposições para verificar o que tem, o de que pode dispor em nome de Jesus para oferecer. MANOEL P. DE MIRANDA em POB 24 - ALM 13 - DDRPG 223 a 241 - EMC 38 - EPZ 8 - EVD 57 - IND 15

CARIDADE - 366m - Se é grande a caridade que satisfaz aos requisitos do corpo, em trânsito ligeiro, divina é a caridade que socorre o Espírito, infatigável romeiro da Vida Eterna. PASCOAL COMANDUCCI em IPS 48 - vtb 1070, 1961, 1990, 2230m e 2243

CARIDADE - vtb AMOR, 300, 302, 816, 976, 1225, 1343, 1738, 1781, 2023, 2920, 3106 e 3335

CARMA - 367 - Aquele que progrediu moralmente traz, ao renascer, qualidades naturais, como o que progrediu intelectualmente traz ideias inatas; identificado com o bem, pratica-o sem esforço, sem cálculo e, por assim dizer, sem pensar. Aquele que é obrigado a combater as suas más tendências vive ainda em luta; o primeiro já venceu, o segundo procura vencer. Existe, pois, a virtude original, como existe o saber original, e o pecado ou, antes, o vício original. ALLAN KARDEC em GNS 1/38 - GNS 11/46 - LEP 984 e 1019 - CFN1P 7/9 e 10 - ANT 35 - API 1 - ARC 7 - CFZ 28 e 31 - CMQPG 208 - CPL 16 - CTNPG 80 a 82 - DPMPG 37 - FDI 18 - HIT 7 - LOB 22 - LRE 38 - MRCPG 219 - MRTPG 357 - NFP 9 - PCT 52 - PDA 28 - PLT 3 - PNT 3 - PPHPG 89 - SCS 6 - SHA 40 - URV 2 - vtb 984, 1457, 1761 e 3270

CARMA - 368 Conforme os princípios de causa e efeito que nos traçam a lei da reencarnação, cada qual de nós traz consigo a soma de tudo o que já fez de si, com a obrigação de subtrair os males que tenhamos colecionado até a completa extinção, multiplicando os bens que já possuamos, para dividi-los com os outros, na construção da felicidade geral. EMMANUEL em CPN 4 - CPN 9 - CAI 10 e 15 - FML 17 - NRF 26 - vtb 1916, 2777, 2853 e 3137

CARMA - vtb AÇÃO E REAÇÃO - CULPA

CARNAVAL - 369 - Perdendo-se nos períodos mais recuados, as origens do carnaval podem ser encontradas nas “bacanalia” da Grécia, quando era homenageado o deus Dionísio. A festa é vestígio da barbárie e do primitivismo ainda reinantes, e que um dia desaparecerão da Terra, quando a alegria pura, a jovialidade, a satisfação, o júbilo real substituirem as paixões do prazer violento e o homem houver despertado para a beleza, a arte, sem agressão nem promiscuidade. BEZERRA DE MENEZES em NFL 6 - NFL todo - AVL 14 - CES 37 - CVCPG 155 a 160 - EPL 8 - QTE 16 - THP 5 - vtb 763, 825, 1754, 2662 e 3096

CARNE - 370 - A carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção. PCR 15:50 - CMQPG 113 e 119 - vtb 2601 e 2606

CARNE - 371 - As obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. GAL 5:19 a 21 - PCR 3:3 e 6:10 - CLS 3:5 - PPD 4:3 - PCT 27

CARNE - 372 - O espírito está pronto, mas a carne é fraca. MAT 26:41 - MAR 14:38 - ROM 7:19 - GAL 5:17 - CFN1P 7 Introdução - CVV 13 - MRTPG 337 - NSS 19 - QTE 10 - SHA 31 - TRI 14 - vtb 567, 1064, 1070 e 2296

CARNE - 373 - Os que são segundo a carne, inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o espírito, para as coisas do espírito. ROM 8:5 - JOO 3:6

CARNE Ressurreição da carne. v. 2859 e 2860

CARNE374 - Se viverdes segundo a carne, morrereis; mas se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. ROM 8:13 - GAL 6:8 - EGTPG 152 - ETS 42 - PNS 78 e 82 - vtb 2979

CARNE - 375 - Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo espírito, acabeis agora pela carne? Será em vão que tenhais padecido tanto? GAL 3:3 e 4 - CMQPG 286 - MDS 75 - PNS 155

CARNE - vtb ALIMENTAÇÃO - CORPO FÍSICO - SEXO, 389, 1383,1738, 2171 e 2960

CARTAS - 376 - Porque já é manifesto que sois a carta do Cristo, ministrada por nós e escrita, não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. SCR 3:3 - EXD 24:12 - CVV 114 - DAP 1 - DMV 25 - LNC 6 - VLZ 143

CARTESIANISMO - v. 2741

CARTOMANCIA - 377 - A cartomancia pode enquadrar-se nos fenômenos psíquicos, mas não no Espiritismo evangélico, onde o cristão deve cultivar os valores do seu mundo íntimo pela fé viva e pelo amor no coração, sem qualquer preocupação pelos acontecimentos nocivos que se foram, ou pelos fatos que hão de vir, na sugestão nem sempre sincera dos que devassam o mundo oculto. EMMANUEL em CSL 145 - CSL 390 - LEP 449 - LMD 273, 289/9 e 304 a 313 - BPZ 11 - CVV 78 - EMC 6 - IPS 39 - JOI 13 e 14 - MDD 18 - NDM 27 - NPB 30 - PRR 19 - THP 4 - URV 4 - vtb 223, 660, 1014, 1357, 1911, 1970, 1976m, 2071 e 3125

CASA - 378 - Amontoarás riquezas e apetrechos de conforto para a tua casa terrena, imprimindo-lhe perfil dominante e revestindo-a de esplendores artísticos, contudo, se não possuíres na intimidade do lar a harmonia que sustenta a felicidade de viver, o teu domicílio será tão-somente um mausoléu adornado. EMMANUEL em FVV 120 - ADV 14 - BDA 17 - CES 5 - VMO 11 - vtb 518, 661, 668, 1169, 2335, 2524, 2591, 2701, 2703 e 3032

CASA - Educação no lar. v. FILHO - PATERNIDADE

CASA - 379 - O lar é como se fora um ângulo reto nas linhas do plano da evolução divina. A reta vertical é o sentimento feminino, envolvido nas inspirações criadoras da vida. A reta horizontal é o sentimento masculino, em marcha de realizações no campo do progresso comum. O lar é o sagrado vértice onde o homem e a mulher se encontram para o entendimento indispensável. ANDRÉ LUIZ em NLR 20 - ENC 7 - ETS 50 - LVV 8 - NDM 20 - PAMPG 73 - PNT 15 - vtb 2698 e 3199

CASA - 380 - O tesouro do carinho doméstico é algo semelhante a sementeira preciosa, cujos valores devemos estender. O lar é não apenas o domicílio dos corpos. É o ninho das almas, em cujo doce aconchego desenvolvemos as asas que nos transportarão aos cumes da glória eterna. ANDRÉ LUIZ em ETC 23 e 24 - ETC 6 - ACO 24 - ADR 12 - ADV 4 - ALV 24 - ATE 15 - ATP 5 - AVL 6 - CHG 24 - COI 23 - CPL 35 - CRF 19 - CSL 109, 110 e 113 - CTD 16 - CVO 25 - CVV 12 - DPE 7 - EES 24 - EMC 19 - EPZ 40 - ETC 39 - ETD 8 - ETR 42 - FML 1 e 4 - FPA 18 - FVV 156 - JVN 72 - LDA 4/6 - LES 4 - LMV 2 - LNL 4, 9, 23, 60 e 63 - LRD 49 - MDL 13 - MDS 41 - MLZ 6 e 8 - MMC 21 - MSG 34 e 37 - MUN 41 - NDM 30 - NMM 8 - NOS 5 - NPL 6 e 8 - NPM 80 - PDA 20 - PRN 11 - PVD 12 - RCF 2 - RFG 10 - RLZ 108 - RUM 41 - SDE 44 - SMD 53 - SNV 4, 6 e 8 - STN 6 - TCB 6 e 11 - TCL 49 - TDN 2 - TMG 13 - USF 8 - VEV 9 e 11 - VLZ 134 - VSX 2 e 11 - vtb 134, 222, 1182, 1190, 1197, 1208, 1305, 2164, 2241, 2327, 2835 e 3213

CASA - 381 - Quando entrardes nalguma casa, saudai-a. Se a casa for digna, desça sobre ela vossa paz; mas se não for digna, torne para vós a vossa paz. MAT 10:12 e 13 - LUC 10:5 e 6 - LNL 62 - PVE 108 - VEP 17 - VLZ 65

CASA - 382 - Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa. SJO 10 - ROM 16:17 - PCR 5:11 - GAL 1:8 e 9 - VLZ 83

CASA - 383 - Todo aquele que escuta minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e aquele que ouve minhas palavras e as não cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. MAT 7:24 e 26 - LUC 6:48 e 49 - EVG 18/9 - CNA 40 - DMV 35 - LES 56 - MMD 21 - PJS 48 - PNS 9 - SHA 49 - VMO 39 - vtb 016

CASA - vtb CASAMENTO - FAMILIARES - FILHO - MORADA, 580, 1233, 1382, 1604, 2750, 2880, 2882 e 3370

CASAMENTO - 384 - A indissolubilidade absoluta do casamento é uma lei humana muito contrária à da Natureza. Mas os homens podem modificar suas leis; só as da Natureza são imutáveis. Deus não te constrange a permanecer junto dos que te desagradam, mesmo porque nessas uniões ordinariamente buscais a satisfação do orgulho e da ambição, mais do que a ventura de uma afeição mútua. Sofreis então as conseqüências dos vossos prejuízos. Nesse caso, quase sempre há uma vítima inocente e para ela é uma dura expiação. Mas, a responsabilidade da sua desgraça recairá sobre os que lhe tiverem sido os causadores. LEP 697 e 940 - EVG 22/2 e 3 - AVL 5 - CHG 26 - CVO 20 - VMO 19 - vtb 1692, 1704, 1715 e 1729

CASAMENTO - 385 - A poligamia é lei humana cuja abolição marca um progresso social. O casamento, segundo as vistas de Deus, tem que se fundar na afeição dos seres que se unem. Na poligamia não há afeição real: há apenas sensualidade. LEP 701 - DED 55 - DPE 7 - FDI 24 - MRTPG 214 - VSX 5, 19 e 20 - vtb 036, 3003 e 3011

CASAMENTO - 386 - Apaga-se a beleza luminosa do amor, quando os cônjuges perdem a camaradagem e o gosto de conversar. ANDRÉ LUIZ em NLR 20 - MLZ 13 - vtb 182, 2390 e 3017

CASAMENTO - 387 - Assumindo os seus compromissos conjugais perante as leis dos homens, o procedimento dos espiritistas na consagração do casamento deve ser o de, sem ferir as convenções sociais reflexas dos cultos religiosos, honrar a sua promessa e a sua decisão, santificando o casamento com o rigoroso desempenho de todos os seus deveres evangélicos, ante os preceitos terrestres e ante a imutável lei divina que vibra em sua consciência cristianizada. EMMANUEL em CSL 299 - ANT 9 - EED 30 - EVM2P 8 - EVV 10 - NPB 10 - QTO 12 - RDL 21 - SOL 9 - TDN 17 e 28

CASAMENTO - 388 - Cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido. EFE 5:33 - SNV 5 - VLZ 137

CASAMENTO - 389 - Deixará o homem a seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e serão dois numa só carne. GEN 2:24 - MAT 19:5 - MAR 10:7 e 8 - EFE 5:31 - BNV 15 - CSL 323 - DED 28 - FDI 5 - JEV 29 - LPE 39 - PAMPG 98 a 100 - VSX 12

CASAMENTO - 390 - Devem os maridos amarem a suas mulheres como a seus próprios corpos. Quem ama sua mulher ama a si mesmo. EFE 5:28 - CLB 34 - PNS 93

CASAMENTO - 391 - Dois seres se aproximam um do outro devido a circunstâncias aparentemente fortuitas, mas que na realidade resultam da atração de dois Espíritos que se buscam reciprocamente por entre a multidão. LEP 386 - VIC 24 - vtb 026

CASAMENTO - E amor. v. 115, 136, 166, 2267 e 3321; E sexo. v. 3008 e 3017

CASAMENTO - 392 - Fora do amor verdadeiro, toda união é temporária. ANDRÉ LUIZ em LBT 1 - SCS 9

CASAMENTO393 - Não adianta a gente abandonar de repente a tarefa do entendimento ou da convivência para seguir sozinho, mesmo que se esteja em condições de fazê-lo. Vai faltar no futuro alguma coisa que a gente deixou de fazer quando tinha tudo para concretizá-la. É como se você tivesse - contou-nos uma entidade - um valioso tesouro guardado num cofre com duas chaves à sua espera, lá no futuro. Você chega primeiro, mas só tem uma chave; a outra está com a pessoa que ficou para trás. Ou espera por ela ou tem que ir buscá-la, para, juntos, terem acesso ao tesouro. HERMÍNIO C. MIRANDA em NFP 21 - MUN 33 - vtb 397, 400, 760, 1208, 1351, 2374, 2664 e 2855

CASAMENTO - 394 - Não é suficiente estardes enamorado de uma pessoa que vos agrada e que supondes dotada de belas qualidades; é vivendo realmente com ela que a podereis apreciar. Quantas uniões infelizes, porque resultaram de um cálculo de interesse ou de vaidade e nas quais o coração não tomou parte alguma! Por outro lado, quantas uniões que a princípio pareciam incompatíveis, e com o correr do tempo, quando ambos se conheceram melhor, se transformaram num amor terno é durável, porque baseado na estima recíproca! É necessário não esquecer que o Espírito é quem ama, e não o corpo, e que, dissipada a ilusão material, o Espírito vê a realidade. A afeição da alma, quando pura e simpática, é duradoura; a do corpo é perecível: eis porque os que se julgam amar com um amor eterno acabam se odiando, quando passa a ilusão. LEP 939 - LEP 297 - EVG 4/18 e 5/4 - ADV 7 - AIM 1 - ATR 39 - CHG 8 - CVRPG 36 - EES 24 - ETC 33 e 38 - HIT 6 - LAV 30 - LOB 17 - NPB 2 - PNT 15 - PPHPG 83, 84 e 89 a 91 - QTO 11 - SMT 26 - USF 8 - VSX 13 - vtb 110 e 543

CASAMENTO - 395 - Não há casamento na ressurreição, mas serão todos como os anjos de Deus no céu. MAT 22:30 - MAR 12:25 - LUC 20:35 e 36 - EVM2P 10 - MSG 30 - NLR 38 e 45 - vtb 2602

CASAMENTO - 396 - Não há união particular e fatal de duas almas. A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a perfeição que tenham adquirido. LEP 298 - LEP 299 a 303 - PCR 11:9 - PTM 2:13 - ATR 33 - CSL 323 a 328 - EGTPG 77 - MSG 17 - NFA 6 - NPB 7 - PAMPG 29, 51, 52, 68 e 134 - PBSPG 177 - QTE 19 - VIC 24

CASAMENTO - 397 - Não separe o homem o que Deus juntou. MAT 19:6 - MAR 10:9 - LEP 300 e 940 - EVG 22/todo - ADV 4 - APV 17 - ATP 13 - CPL 5, 8, 13 e 36 - CRF 39 - CVV 164 - EMC 51 - EPH 11 - EVM2P 8, 9 e 11 - FML 15 - HIT 7 - LDA 4 - LES 76 - LNL 21 - LZE 18 - PAMPG 42 - PLP 11 - PVD 21 - SDE 35 - SNV 38 - SOL 10 - URG 24 - VEV 31 - VSX 12 - vtb 393

CASAMENTO - 398 - O carinho repartido, em princípio, a dois, passa a ser dividido por maior número de partícipes do núcleo familiar, e esses mesmos condôminos do estabelecimento caseiro, em muitas circunstâncias, são os associados da doce hipnose do namoro e do noivado, que mantinham nos pais jovens, ainda solteiros, a chama da atração entusiástica até a consumação do enlaçamento afetivo. Quase sempre Espíritos vinculados ao casal, mais fortemente ao pai ou à mãe, cooperaram na aproximação dos futuros pais, reclamando a quota de carinho e atenção que lhes é devida. EMMANUEL em VSX 11 - vtb 1190, 1523 e 3008

CASAMENTO - 399 - O casamento é um progresso na marcha da Humanidade e sua abolição seria uma regressão à vida dos animais. LEP 695 e 696 - TDL 23 - THP 3 - VSX 7

CASAMENTO -400 - O divórcio é lei humana que vem unicamente confirmar uma situação que já existe e, se calamidades da alma pendem sobre a casa, não se dispõe de outra providência mais razoável para recomendar, além dessa. Entretanto, se te vês nos problemas da união enferma e, principalmente, se tens crianças a proteger, tanto quanto se te faça possível, mantém o lar que edificaste com as melhores forças do espírito. Realmente, os casamentos de amor jamais adoecem, mas nos enlaces de provação redentora, os cônjuges solicitaram, antes do berço terrestre, determinadas tarefas em regime de compromisso perante a Vida Infinita. E, ante a Vida Infinita, convém lembrar sempre que os nossos débitos não precisam de resgate a longo prazo, pela contabilidade dos séculos, desde que nos empenhemos a solvê-los em tempo curto, pelo crediário da paciência, a serviço do amor. EMMANUEL em CVO 20 - EVG 22 todo - CHG 7 - DED 8 - EDV 11 - PPHPG 89 a 91 - STC 13 - VSX 8 e 10 - vtb 393, 760, 1208, 1213, 1305, 2374, 2664, 2694 e 2764

CASAMENTO - 401 - O matrimônio espiritual realiza-se alma com alma, representando os demais simples conciliações indispensáveis à solução de necessidades ou processos retificadores, embora todos sejam sagrados. Se os consortes padecem inquietação, desentendimento, tristeza, estão unidos fisicamente, mas não integrados no matrimônio espiritual. Há, pois, casamentos de amor, de fraternidade, de provação, de dever. ANDRÉ LUIZ em NLR 38 - NLR 39 - ALV 5 - CSL 179, 188 e 328 - FDI 4 - HDV 43 - IES 53 - LNL 53 - MSG 4 - NDM 14 e 20 - NFL 14 - NFP 20 - NLR 20 - NPB 8 - POB 2 - TDN 1

CASAMENTO - 402 - Por que mandou Moisés dar carta de divórcio e repudiar a mulher? Respondeu Jesus aos fariseus: Pela dureza dos vossos corações, mas ao princípio não foi assim. MAT 19:7 e 8 e 5:31 - MAR 10:2 a 6 - DTR 24:1 - ARC 14 - DED 56 - EGTPG 75 - LVS 8 - NPB 13 - PAMPG 106 a 108

CASAMENTO - 403 - Qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de prostituição, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. MAT 19:9 e 5:32 - MAR 10:11 e 12 - LUC 16:18 - ROM 7:3 - PCR 7:10 - CNA 19 - SHA 18 - VMO 19

CASAMENTO - 404 - Respostas de Paulo acerca do casamento. PCR 7/todo - EGTPG 73

CASAMENTO - 405 - Se assim é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar. E Jesus respondeu: nem todos podem receber esta palavra, porque há eunucos que se castraram a si mesmos por causa do reino dos céus. MAT 19:10 a 12 - PCR 7:32 e 33 - PVB 21:19 -LEP 698 e 699 - API 16 - CLB 41 - CRI 14 - CSL 331 - DED 51 - DPMPG 306 - EGTPG 75 e 76 - ELZ 34 - MDS 41 e 42 - MSG 7 - NFL 26 - NMM 11 e 13 - PAMPG 42 e 43 - RVCPG 10 - VSX 1, 23 e 25 - vtb 3009

CASAMENTO - 406 - Toda vez que amamos alguém e nos entregamos a esse alguém, no ajuste sexual, ansiando por não nos desligarmos desse alguém, para depois - somente depois - surpreender nesse alguém defeitos e nódoas que antes não víamos, estamos à frente de criatura anteriormente dilapidada por nós, a ferir-nos justamente nos pontos em que a prejudicamos. EMMANUEL em VSX 9 - vtb 022 e 414

CASAMENTO - 407 - Tudo que ligares na terra, será ligado no céu. MAT 16:19 e 18:18 - LEP 297 - CMQPG 205 - CSL 297 - PQVPG 95

CASAMENTO - 408 - Um relacionamento conjugal, mesmo sem o vínculo matrimonial, porém responsável, une duas pessoas em uma, sem retirar os valores individuais de cada qual. A identificação faz-se lenta e seguramente à medida que se vão conhecendo os interesses e comportamentos que possuem, trabalhando-se para a harmonização de conduta, mesmo quando não se apresentem equivalentes. Manter-se a própria individualidade, sem ruptura da personalidade do outro, é atitude de segurança no convívio de duas pessoas que se amam. JOANNA DE ÂNGELIS em DPE 7 - DED 53 e 55 - EDV 12 - vtb 027, 121, 545, 1173, 1747, 2149 e 3183

CASAMENTO409 - Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula. HEB 13:4 - LVS 7 - MMC 22 - THP 2

CASAMENTO410 - Vós maridos, co-habitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco. PPD 3:7 - PCR 7:3 -LEP 819 e 820 - PAMPG 65

CASAMENTO - 411 - Vós mulheres, estai sujeitas a vossos maridos, como convém no Senhor. CLS 3:18 - PCR 14:34 - EFE 5:22 e 24 - TIT 2:4 e 5 - PPD 3:1 - GEN 3:16

CASAMENTO - vtb BODAS - CASA - MULHER

CASTIDADE - v. 036

CASTIGO - 412 - As penas são proporcionadas sempre à consciência que o culpado tem das faltas que comete. LEP 952a - vtb 636, 989, 1579, 1717 e 1829

CASTIGO - 413 - Certa soma de dores necessária a desgostar o culpado da sua deformidade, pela experimentação do sofrimento, o castigo é o aguilhão que estimula a alma, pela amargura, a se dobrar sobre si mesma e a buscar o porto da salvação. Tem por fim a reabilitação, a redenção. Querê-lo eterno, por uma falta não eterna, é negar-lhe toda a razão de ser. PAULO em LEP 1009 - vtb 472, 1264 e 1516

CASTIGO - 414 - Equidade Soberana, Deus não castiga e nem perdoa, mas o ser consciente profere para si as sentenças de absolvição ou culpa ante as Leis Divinas. Nossa conduta é o processo, nossa consciência o tribunal. EMMANUEL em BDA 18 - AVE 45 e 46 - CNA 5 - NSS 32 - PRR 27 - RFG 5 - SDF 20 - vtb 022, 217, 406, 522, 635, 781, 1822, 2060, 2111, 2281, 2583 e 2769

CATACLISMOS - 415 - Na provação coletiva verifica-se a convocação dos Espíritos encarnados, participantes do mesmo débito, com referência ao passado delituoso e obscuro. EMMANUEL em CSL 250 - LEP 737 e 738 - GNS 11/36 - ARC 18 - ATP 1 - CPL 19 e 27 - CTD 13 - CVD 41 - DDV 25, 26 e 27 - FEV 34 - FPA 14 -PBSPG 138 e 304 - vtb 2832

CATACLISMOS - 416 - Os grandes fenômenos da Natureza, os que se consideram como perturbação dos elementos, têm todos um fim providencial, já que tudo tem uma razão de ser e nada acontece sem a permissão de Deus. LEP 536 - LEP 739 a 741 e 783 (Obs) - GNS 18/4 e 27 - AVE 3 - CES 39 - CSL 88 - DPMPG 117 - IRM 12 - LVV 1 - PVE 79 - vtb 3162

CATACLISMOS - 417 - Por ocasião da morte de Jesus. MAT 27:51 e 54 e 28:2 - RVCPG 49 - vtb 1279 e 2860

CATACLISMOS - 418 Se crês em Deus, por mais te ameacem os anúncios do pessimismo, com relação a prováveis calamidades futuras, conservarás o coração tranqüilo, na convicção de que a Sabedoria Divina sustenta e sustentará o equilíbrio da vida, acima de toda perturbação. EMMANUEL em CRG 16 - LAV 3 e 23 - NRF 30 - SPT 12 - vtb 052, 254, 504, 2025, 2030, 2059, 2548, 2629 e 3092

CATALEPSIA - v. 1724

CATARSE - v. 001, 513, 568 e 2390

CATOLICISMO - 419 - A doutrina católica, ministrando ao homem uma ideia errônea do seu papel, contribuiu para obscurecer a razão, para falsear o critério às gerações. Não se pôde manter senão recorrendo a argumentos capciosos e sutís, cujo emprego repetido faz perder o hábito de raciocínio e de julgar com retidão as coisas. ... Essa maneira de ver e de julgar devia forçosamente refletir-se nos atos da vida social e nas conquistas da Civilização. ... É o que se evidencia em todas as obras políticas, financeiras e de colonização, nas quais os povos católicos se revelam sensivelmente inferiores às nações protestantes, mais bem preparadas, por sua educação religiosa e pelo espírito de livre exame, para tudo o que exige a ordem, a previdência, o discernimento, a perseverança no trabalho. Em compensação, os católicos se avantajam nas artes e nas letras; mas é uma insuficiente compensação. ... Os povos latinos, nos quais a educação católica desenvolveu o sentimento e a imaginação em detrimento da razão, se entusiasmam facilmente, adotam, sem as amadurecer, certas ideias em cuja execução prosseguem com um ardor e um exagero que conduzem muitas vezes à perda e à ruína. As paixões sempre muito vivas, quando a razão não as vem refrear, levam esses povos à instabilidade: as modas, as ideias, os gostos neles variam muitas vezes, em detrimento das obras sólidas e duradouras. LÉON DENIS em CTNPG 118 e 119 - CTNPG 8, 19, 41, 105, 118 a 127 e 146 a 152 - CAT 15 - CSL 264 e 319 - DPMPG 76 e 84 - EMN 3, 6, 9, 18, 21 e 35 - EPH 8 - ETC 11 - OBV 19 - PBSPG 25 e 318 - PJS 73 - PQVPG 119 - RVCPG 9, 23 e 42 - vtb 1047, 1390, 1712, 2444, 2738, 2834 e 3302

CATOLICISMO - 420 - São tão salientes os pontos de contato entre o Catolicismo, o Protestantismo e o Judaísmo, suas práticas tão semelhantes, que não é para admirar tenham os dois primeiros repelido o Espiritismo, pelo mesmo motivo pelo qual o terceiro repeliu o Cristianismo e, na impugnação, usando até a mesma proposição atirada à face do Cristo Jesus: "Este não expulsa demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios". CAIRBAR SCHUTEL em PJS 73 - MAT 9:34 e 12:24 - MAR 3:22 - LUC 11:15 - GNS 15/25 e 36 - CVV 177 - NINPG 360 e 363 a 367 - vtb 1047 e 1921

CATOLICISMO - 421 - Tendo optado, anteriormente, pela quantidade, em sacrifício da qualidade, viu-se a Igreja forçada a ignorar preceitos que hoje lhe fazem falta e a deixam sem ter o que dizer ante aspectos de capital relevância ao entendimento dos mecanismos da vida, como sobrevivência, preexistência, intercâmbio espiritual e a doutrina das vidas sucessivas ou dos renascimentos. A incongruência obstrutiva de postulados como céu, inferno, divindade de Jesus, concepção virginal e outros, está criando embaraços, para os quais a única solução viável é o recuo. Não é sem razão que, por muitos séculos, a Igreja tenha feito o possível para que os textos “torturados” não chegassem às mãos do povo, na língua de cada um. Felizmente, porém, essas manipulações e acomodações foram realizadas com desastrada imperícia e tão grosseiras e incompetentes, que se tornou relativamente fácil, hoje, identificá-las. HERMINIO C. MIRANDA em CMQPG 180 e 245 - CMQ todo - AQMPG 286 a 297 - EGTPG 39 - RVCPG 7 - vtb 881, 1115, 1517, 1624, 1856, 1898, 1970, 2776, 2780, 3046 e 3277

CATOLICISMO - vtb CERIMONIAL - CRISTIANISMO - PROTESTANTISMO - RELIGIÃO - SANTO, 1411 e 1882

CAUSA E EFEITO - v. AÇÃO E REAÇÃO - CARMA
____

*