página acima: Materialização
Tipos de materialização
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____As materializações podem ser mediúnicas ou anímicas.

  • Mediúnica: Pode apresentar-se como uma associação de: fluidos oriundos dos planos espirituais superiores; fluidos do médium; fluidos dos assistentes; fluidos dos recursos energéticos da própria natureza.

    [1 - página 98 e 102 ]; [16 - citação Capítulo 10]*
    Materialização de animais, particularmente de cães.

    [1 - página 105]

    I- ANIMADA(ou viva): [1 - páginas 104 / 105]
    1-COMPLETA ou PARCIAL
    ____2-AUTÔNOMA ou CONJUGADA(usando o perispírito do médium) [1 - página 106]
    ____3-SINGULAR; MÚLTIPLA ou SIMULTâNEAS(vários espíritos) [1- página 106]
    ____4-TANGÍVEL ou NÃO TANGíVEL
    5-LUMINOSA ou NÃO LUMINOSA
    ____II- INANIMADA(ou objetos): [1 - páginas 104 / 105]
    ____1-COMPLETA ou INCOMPLETA (parcial)
    ____2-TANGÍVEL ou NÃO TANGíVEL
    ____3-LUMINOSA ou NÃO LUMINOSA

  • Anímica: (do lat. anima, alma) é o próprio espírito do médium que se corporifica. O Espírito do médium pode agir por si mesmo. Isso, porem, não é razão para que outros não atuem por seu intermédio.

    [1 p.104] [17 pp.268 / 269]* [1 p.114 /115]
    Sabe-se que espíritos encarnados também se materializam.

    [1 - página 102]

    I- AUTO-MATERIALIZAÇÃO ( o próprio médium que se desdobra ):
    ____1-COMPLETA (muito rara) ou PARCIAL (comumente a cabeça)
    ____2-TANGíVEL ou NãO TANGíVEL
    II- MATERIALIZAÇÃO INANIMADA: [1 - página .115]
    ____(Muito rara. É a materialização de objetos, pela ação mental do médium)


____Compreende-se, pois, que os fenômenos_de_materialização se dividem em duas categorias especiais, sendo uma da outra complementar.

  • A primeira compreendendo os provocados por uma “ força_plastificanteao serviço do pensamento subconsciente do médium e que pode ser utilizada indiferentemente para materializar objetos inanimados, tanto como para reproduzir em efígie cabeças humanas chatas ou em relevo.
  • A segunda, que se refere aos fenômenos provenientes de uma “ força_organizadora” a que se devem atribuir as materializações de membros, de cabeças normalmente conformadas e de organismos humanos mais ou menos integralmente constituídos.

[105 - página 145] - Ernesto Bozzano

Ver também:
*