Sincronia de estímulos
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____ entenderemos, assim, facilmente, que o córtex encefálico, com as suas delicadas divisões e subdivisões, governando:

  • Os núcleos reguladores dos sentidos, ( Ver: Formação dos sentidos)
  • dos movimentos,
  • dos reflexos
  • e de todas as manifestações nervosas da individualidade encarnada, corresponde à sede do centro_cerebral do psicossoma no corpo_físico, unida à sede do centro_coronário, localizada no diencéfalo, entrosando-se ambos em perfeita sincronia de estímulos, pelos quais se manifesta o Espírito em sua constituição mental, harmônica, difícil ou desequilibrada, segundo a posição em que ele mesmo valoriza, conserva, prejudica ou desordena os recursos que a Lei Divina lhe faculta à própria exteriorização no Plano Físico e no Plano Espiritual.

____E assim como dispomos, no córtex, de ligações energéticas da consciência para os serviços:

  • do tato,
  • da audição,
  • da visão,
  • do olfato,
  • do gosto,
  • da memória,
  • da fala,
  • da escrita
  • e de automatismos diversos, possuímos no diencéfalo (tálamo e hipotálamo), a se irradiarem para o mesencéfalo, ligações energéticas semelhantes da consciência para os serviços da mesma natureza, com acréscimos de atributos para enriquecimento e sublimação do campo sensorial, como sejam:
    • a reflexão,
    • a atenção,
    • a análise,
    • O estudo,
    • a meditação,
    • O discernimento,
    • a memória crítica,
    • a compreensão,
    • as virtudes morais
    • e todas as fixações emotivas que nos sejam particulares.

____ emitindo a onda de indagação e trabalho que nos diga respeito, através do centro_coronário, conjugado ao centro_cerebral, recebemo-la de volta, em circuito de raios substanciais da nossa própria força_mental, com impactos aferentes e eferentes, para que a nossa consciência, por si, ajuíze, pela essência dos resultados ou reflexos de nossas próprias ações, quanto ao acerto ou desacerto de nossa escolha, nessa ou naquela circunstância da vida.

____Não podemos esquecer que cada núcleo das ligações a que nos reportamos se subdivide em peculiaridades diversas, entendendo-se, pois, que os fenômenos de obliteração suscetíveis de ocorrer em alguns dos setores corticais do corpo_físico podem surgir igualmente no corpo_espiritual, quando a turvação da mente é capaz de obstruir temporariamente esse ou aquele fulcro energético da região_diencefálica, no centro coronário da entidade desencarnada.

[56 - página 122] - Pedro Leopoldo-MG, 23/3/1958

*