página acima: Penas e gozos futuros
Seol (Sheol/Scheol) ou Hades
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____" Seol" (hebraico), ou " Hades" (grego) - o "túmulo" ou morada dos mortos. Acredita-se que esteja localizado no centro da Terra e que todos os que morriam (justos ou não) iam para lá após a morte. Alguns teólogos conservadores concluiram que o Seol, ou Hades, era formado de dois compartimentos:

  • um era o " Paraiso", a morada dos redimidos,
  • e o outro o Seol ou o Hades propriamente.
http://www.espada.eti.br/p122.asp

____A palavra Seol no AT (Antigo Testamento) , equivale em sentido a Hades, no NT (Novo Testamento). Diferente na forma porque na primeira é em hebraica e a segunda é grega. Elas significam o lugar para onde iam todos após a morte: justos e injustos, havendo, no entanto, nessa região dos mortos, uma divisão para os justos, e outra para os injustos, saparados por um abismo intransponível (Lc 16.26). Todos estavam ali plenamente conscientes. O lugar dos justos era de felicidade, prazer e segurança. Era chamado seio de Abraão, e Paraíso. Já o lugar dos ímpios era medonho, ignífero (onde há fogo), cheiro de dores, sofrimentos, estando todos perfeitamente vivos.

____
____Conforme Ef 4,8-10, o
hades situa-se bem no profundo da terra. Além do ensino de Efesios, a referência a entrada de almas nesse lugar é sempre “desceu”.Cf.Jacó (Gn 37.35); Core (Nm 16.30,33);

____Jó (17.16; 11.8; SI 30.3; 86.13; 139.8; Pv 9.18; 15.24; Is 14.9; 38.18-32; Ez 31.15,17; Am 9.12).

____Em todas essas passagens, a referencia é o Seol , é mostram um lugar situado nas profundezas da terra.É de lastimar o fato de que inúmeras referências ao Seol , no Antigo Testamento, certas versões em português traduzem por sepultura e outros termos afins, o que traz confusão.

____As palavras Hades e Seol aparecem às vezes traduzidas também por inferno, como em Dt 32.22; 2 Sm 22.6; Jó 11.8; 26.6; SI 16.10; e em muitos outros lugares do Antigo Testamento, bem como do Novo Testamento. (Exemplos: Mt 16.18; Ap 1.18).

http://web.onda.com.br/mirandadesouza/EstudosOdestiAlma.html

Seol e Hades

  • Seol (em hebraico do antigo testamento)
  • Hades (em grego do novo testamento)

____São uma e a mesma coisa. Enquanto a morte é a condição do corpo sem a alma e o espírito, seol ou hades é a condição da alma e do espírito sem o corpo. A morte demanda o corpo, hades pede pela alma e espírito. Hades é uma condição ao invés de um lugar de almas e espíritos que partiram e simplesmente significa "o mundo do invisível". É uma condição temporária de pessoas que deixaram o corpo num intervalo entre a morte e a ressurreição. É também chamada de estado de separação (ou intermediário) uma vez que a morte separou a alma e o espírito do corpo. Seol ou Hades são expressões vagas usadas em geral para descrever os espíritos que partiram sejam eles justos ou injustos, salvos ou perdidos. Assim é aplicado para ambos, o Senhor Jesus Cristo (At 2.27,31, 13.35) e os santos (1Co 15.55), tanto quanto para os perdidos (Lc 16.23, etc.). Pessoas neste estado fora do corpo são totalmente conscientes tendo memórias e emoções, etc. (Lc 16.23-25), mas não têm conhecimento das coisas que estão acontecendo no presente neste mundo, uma vez que estão em outro (Jó 14.21; Ec 9.5; Isaias 63.16; I Sm 28.15-19 quando trazido para cima, Samuel teve de ser informado da condição presente de Israel). O fato de que "os mortos não sabem coisa nenhuma" (Ec 9.5) não significa que eles não têm consciência ou que não existam. O contexto de Eclesiastes diz respeito às coisas "debaixo do sol" (Ec 1.3, etc), ou seja, neste mundo. Você não sabe o que está acontecendo exatamente agora no palácio de Buckingham, porque você não está lá, mas isto não significa que você está inconsciente. Você simplesmente não está lá para saber.

____Na versão inglesa Autorizada de King James, hades é, infelizmente, traduzida como "inferno". Isto pode confundir algumas pessoas, pois inferno, é o lugar final e eterno do condenado e é distintamente diferente do hades, o estado temporário daquele que partiu. Os seguintes versos no NT (versão de Jo Ferreira de Almeida), onde está "inferno" deveria ser " hades": Mt 11.23, 16.18; 1Co 15.55; Ap 1.18, 20.13-14.

____Há uma grande diferença entre hades e gehena. Embora ambas sejam traduzidas como "inferno" na versão de Jo Ferreira de Almeida, somente gehena deveria ser traduzida como "inferno".

  • Hades não é o inferno, mas gehena é.
  • Hades é uma condição,
  • gehena é um lugar (onde a pessoa como um todo, incluindo o corpo, é lançada como lemos em Mt 5.29,30, 10.28, 18.8,9).
  • Hades é temporário (Ap 20.14),
  • gehena é eterno (Mc 9.43).
  • Hades afeta a alma (At 2.27,31),
  • gehena afeta ambos o corpo e a alma (Mt 10.28).
http://www.verdadesvivas.com.br/AMORTE.html

No Velho Testamento:

____GÊNESIS [37]

  • 34 Então Jacó rasgou as suas vestes, e pôs saco sobre os seus lombos e lamentou seu filho por muitos dias.
  • 35 E levantaram-se todos os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; ele, porém, recusou ser consolado, e disse: Na verdade, com choro hei de descer para meu filho até o Seol. Assim o chorou seu pai.
  • 36 Os midianitas venderam José no Egito a Potifar, oficial de Faraó, capitão da guarda.

____GÊNESIS [37]

  • 36 Então Jacó, seu pai, disse-lhes: Tendes-me desfilhado; José já não existe, e não existe Simeão, e haveis de levar Benjamim! Todas estas coisas vieram sobre mim.
  • 37 Mas Rúben falou a seu pai, dizendo: Mata os meus dois filhos, se eu to não tornar a trazer; entrega-o em minha mão, e to tornarei a trazer.
  • 38 Ele porém disse: Não descerá meu filho convosco; porquanto o seu irmão é morto, e só ele ficou. Se lhe suceder algum desastre pelo caminho em que fordes, fareis descer minhas cãs com tristeza ao Seol.

____GÊNESIS [44]

  • 27 Então nos disse teu servo, meu pai: Vós sabeis que minha mulher me deu dois filhos
  • 28 um saiu de minha casa e eu disse: certamente foi despedaçado, e não o tenho visto mais
  • 29 se também me tirardes a este, e lhe acontecer algum desastre, fareis descer as minhas cãs com tristeza ao Seol.
  • 30 Agora, pois, se eu for ter com o teu servo, meu pai, e o menino não estiver conosco, como a sua alma está ligada com a alma dele,
  • 31 acontecerá que, vendo ele que o menino ali não está, morrerá; e teus servos farão descer as cãs de teu servo, nosso pai com tristeza ao Seol.

____NÚMEROS [16]

  • 30Mas, se o Senhor criar alguma coisa nova, e a terra abrir a boca e os tragar com tudo o que é deles, e vivos descerem ao Seol, então compreendereis que estes homens têm desprezado o Senhor.
  • 31 E aconteceu que, acabando ele de falar todas estas palavras, a terra que estava debaixo deles se fendeu
  • 32 e a terra abriu a boca e os tragou com as suas famílias, como também a todos os homens que pertenciam a Corá, e a toda a sua fazenda.
  • 33 Assim eles e tudo o que era seu desceram vivos ao Seol; e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação,

____DEUTERONÔMIO [32]

  • 18 Olvidaste a Rocha que te gerou, e te esqueceste do Deus que te formou.
  • 19 Vendo isto, o Senhor os desprezou, por causa da provocação que lhe fizeram seus filhos e suas filhas
  • 20 e disse: Esconderei deles o meu rosto, verei qual será o seu fim, porque geração perversa são eles, filhos em quem não há fidelidade.
  • 21 A zelos me provocaram cem aquilo que não é Deus, com as suas vaidades me provocaram à ira; portanto eu os provocarei a zelos com aquele que não é povo, com uma nação insensata os despertarei à ira.
  • 22 Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arde até o mais profundo do Seol, e devora a terra com o seu fruto, e abrasa os fundamentos dos montes.

____I SAMUEL [2]

  • 6 O Senhor é o que tira a vida e a dá; faz descer ao Seol e faz subir dali.

____II SAMUEL [22] e SALMOS [18]

  • 1 Davi dirigiu ao Senhor as palavras deste cântico, no dia em que o Senhor o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul, dizendo:
  • 2 O Senhor é o meu rochedo, a minha fortaleza e o meu libertador.
  • 3 É meu Deus, a minha rocha, nele confiarei; é o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. O meu Salvador; da violência tu me livras.
  • 4Ao Senhor invocarei, pois é digno de louvor; assim serei salvo dos meus inimigos.
  • 5 As ondas da morte me cercaram, as torrentes de Belial me atemorizaram.
  • 6 Cordas do Seol me cingiram, laços de morte me envolveram.
  • 7 Na minha angústia invoquei ao Senhor; sim, a meu Deus clamei; do seu templo ouviu ele a minha voz, e o meu clamor chegou aos seus ouvidos.

____JÓ [11]

  • 4 Pois dizes: A minha doutrina é pura, e limpo sou aos teus olhos.
  • 5 Mas, na verdade, oxalá que Deus falasse e abrisse os seus lábios contra ti,
  • 6 e te fizesse saber os segredos da sabedoria, pois é multiforme o seu entendimento; sabe, pois, que Deus exige de ti menos do que merece a tua iniqüidade.
  • 7 Poderás descobrir as coisas profundas de Deus, ou descobrir perfeitamente o Todo-Poderoso?
  • 8 Como as alturas do céu é a sua sabedoria; que poderás tu fazer? Mais profunda é ela do que o Seol; que poderás tu saber?

____JÓ [14]

  • 1 O homem, nascido da mulher, é de poucos dias e cheio de inquietação.
  • 2 Nasce como a flor, e murcha; foge também como a sombra, e não permanece.
  • 3 Sobre esse tal abres os teus olhos, e a mim me fazes entrar em juízo contigo?
  • 4 Quem do imundo tirará o puro? Ninguém.
  • 5Visto que os seus dias estão determinados, contigo está o número dos seus meses; tu lhe puseste limites, e ele não poderá passar além deles.
  • 6Desvia dele o teu rosto, para que ele descanse e, como o jornaleiro, tenha contentamento no seu dia.
  • 7Porque há esperança para a árvore, que, se for cortada, ainda torne a brotar, e que não cessem os seus renovos.
  • 8Ainda que envelheça a sua raiz na terra, e morra o seu tronco no pó,
  • 9 contudo ao cheiro das águas brotará, e lançará ramos como uma planta nova.
  • 10O homem, porém, morre e se desfaz; sim, rende o homem o espírito, e então onde está?
  • 11Como as águas se retiram de um lago, e um rio se esgota e seca,
  • 12 assim o homem se deita, e não se levanta; até que não haja mais céus não acordará nem será despertado de seu sono.
  • 13Oxalá me escondesses no Seol, e me ocultasses até que a tua ira tenha passado; que me determinasses um tempo, e te lembrasses de mim!
  • 14Morrendo o homem, acaso tornará a viver? Todos os dias da minha lida esperaria eu, até que viesse a minha mudança. (Ver: reencarnação)

____JÓ [17]

  • 1 O meu espírito está quebrantado, os meus dias se extinguem, a sepultura me está preparada!
  • 2 Deveras estou cercado de zombadores, e os meus olhos contemplam a sua provocação!
  • 3 Dá-me, peço-te, um penhor, e sê o meu fiador para contigo; quem mais há que me dê a mão?
  • 4 Porque aos seus corações encobriste o entendimento, pelo que não os exaltarás.
  • 5Quem entrega os seus amigos como presa, os olhos de seus filhos desfalecerão.
  • 6 Mas a mim me pôs por motejo dos povos; tornei-me como aquele em cujo rosto se cospe.
  • 7De mágoa se escureceram os meus olhos, e todos os meus membros são como a sombra.
  • 8 Os retos pasmam disso, e o inocente se levanta contra o ímpio.
  • 9 Contudo o justo prossegue no seu caminho e o que tem mãos puras vai crescendo em força.
  • 10 Mas tornai vós todos, e vinde, e sábio nenhum acharei entre vós.
  • 11 Os meus dias passaram, malograram-se os meus propósitos, as aspirações do meu coração.
  • 12 Trocam a noite em dia; dizem que a luz está perto das trevas.
  • 13 Se eu olhar o Seol como a minha casa, se nas trevas estender a minha cama,
  • 14 se eu clamar à cova: Tu és meu pai; e aos vermes: Vós sois minha mãe e minha irmã;
  • 15 onde está então a minha esperança? Sim, a minha esperança, quem a poderá ver?
  • 16Acaso descerá comigo até os ferrolhos do Seol?Descansaremos juntos no pó?

____JÓ [21]

  • 7 Por que razão vivem os ímpios, envelhecem, e ainda se robustecem em poder?
  • 8Os seus filhos se estabelecem à vista deles, e os seus descendentes perante os seus olhos.
  • 9As suas casas estão em paz, sem temor, e a vara de Deus não está sobre eles.
  • 10 O seu touro gera, e não falha; pare a sua vaca, e não aborta.
  • 11 Eles fazem sair os seus pequeninos, como a um rebanho, e suas crianças andam saltando.
  • 12 Levantam a voz, ao som do tamboril e da harpa, e regozijam-se ao som da flauta.
  • 13 Na prosperidade passam os seus dias, e num momento descem ao Seol.
JÓ [21]

  • 19 A sequidão e o calor desfazem as águas da neve; assim faz o Seol aos que pecaram.

____JÓ [26]

  • 1 Então Jó respondeu:
  • 2Como tens ajudado ao que não tem força e sustentado o braço que não tem vigor!
  • 3 como tens aconselhado ao que não tem sabedoria, e plenamente tens revelado o verdadeiro conhecimento!
  • 4 Para quem proferiste palavras? E de quem é o espírito que saiu de ti? (Ver: Mediunidade e as religiões)
  • 5Os mortos tremem debaixo das águas, com os que ali habitam.
  • 6 O Seol está nu perante Deus, e não há coberta para o Abadom.

____SALMOS [6]

  • 1Senhor, não me repreendas na tua ira, nem me castigues no teu furor.
  • 2 Tem compaixão de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão perturbados.
  • 3 também a minha alma está muito perturbada; mas tu, Senhor, até quando?...
  • 4Volta-te, Senhor, livra a minha alma; salva-me por tua misericórdia.
  • 5 Pois na morte não há lembrança de ti; no Seol quem te louvará?
  • 6 estou cansado do meu gemido; toda noite faço nadar em lágrimas a minha cama, inundo com elas o meu leito.
  • 7 Os meus olhos estão consumidos pela mágoa, e enfraquecem por causa de todos os meus inimigos.
  • 8 Apartai-vos de mim todos os que praticais a iniqüidade; porque o Senhor já ouviu a voz do meu pranto.

____SALMOS [9]

  • 17 Os ímpios irão para o Seol, sim, todas as nações que se esquecem de Deus.
  • 18 Pois o necessitado não será esquecido para sempre, nem a esperança dos pobres será frustrada perpetuamente. (Ver: Penas eternas)
  • 19 Levanta-te, Senhor! Não prevaleça o homem; sejam julgadas as nações na tua presença!
  • 20 Senhor, incute-lhes temor! Que as nações saibam que não passam de meros homens!

____SALMOS [16]

  • 5 Tu, Senhor, és a porção da minha herança e do meu cálice; tu és o sustentáculo do meu quinhão.
  • 6 As sortes me caíram em lugares deliciosos; sim, coube-me uma formosa herança.
  • 7 Bendigo ao Senhor que me aconselha; até os meus rins me ensinam de noite.
  • 8 Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; porquanto ele está à minha mão direita, não serei abalado.
  • 9 Porquanto está alegre o meu coração e se regozija a minha alma; também a minha carne habitará em segurança.
  • 10Pois não deixarás a minha alma no Seol, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.

____SALMOS [30]

  • 1 Exaltar-te-ei, ó Senhor, porque tu me levantaste, e não permitiste que meus inimigos se alegrassem sobre mim.
  • 2 Ó Senhor, Deus meu, a ti clamei, e tu me curaste.
  • 3 Senhor, fizeste subir a minha alma do Seol, conservaste-me a vida, dentre os que descem à cova. (Ver: Após a morte)

____SALMOS [31]

  • 17Não seja eu envergonhado, ó Senhor, porque te invoco; envergonhados sejam os ímpios, emudeçam no Seol.

____SALMOS [49]

  • 10 Sim, ele verá que até os sábios morrem, que perecem igualmente o néscio e o estúpido, e deixam a outros os seus bens.
  • 11 O pensamento íntimo deles é que as suas casas são perpétuas e as suas habitações de geração em geração; dão às suas terras os seus próprios nomes.
  • 12 Mas o homem, embora esteja em honra, não permanece; antes é como os animais que perecem.
  • 13 Este é o destino dos que confiam em si mesmos; o fim dos que se satisfazem com as suas próprias palavras.
  • 14 Como ovelhas são arrebanhados ao Seol; a morte os pastoreia; ao romper do dia os retos terão domínio sobre eles; e a sua formosura se consumirá no Seol, que lhes será por habitação.
  • 15Mas Deus remirá a minha alma do poder do Seol, pois me receberá.

____SALMOS
[55]

  • 12 Pois não é um inimigo que me afronta, então eu poderia suportá-lo; nem é um adversário que se exalta contra mim, porque dele poderia esconder-me;
  • 13 mas és tu, homem meu igual, meu companheiro e meu amigo íntimo.
  • 14 Conservávamos juntos tranqüilamente, e em companhia andávamos na casa de Deus.
  • 15 A morte os assalte, e vivos desçam ao Seol; porque há maldade na sua morada, no seu próprio íntimo.
  • 16Mas eu invocarei a Deus, e o Senhor me salvará.

____SALMOS [86]

  • 10 Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e andarei na tua verdade; dispõe o meu coração para temer o teu nome.
  • 11 Louvar-te-ei, Senhor Deus meu, de todo o meu coração, e glorificarei o teu nome para sempre.
  • 12 Pois grande é a tua benignidade para comigo, e livraste a minha alma das profundezas do Seol.

____SALMOS [88]

  • 1Ó Senhor, Deus da minha salvação, dia e noite clamo diante de ti.
  • 2 Chegue à tua presença a minha oração, inclina os teus ouvidos ao meu clamor
  • 3 porque a minha alma está cheia de angústias, e a minha vida se aproxima do Seol.
  • 4 Já estou contado com os que descem à cova; estou como homem sem forças,
  • 5 atirado entre os finados; como os mortos que jazem na sepultura, dos quais já não te lembras, e que são desamparados da tua mão.
  • 6Puseste-me na cova mais profunda, em lugares escuros, nas profundezas.
  • 7Sobre mim pesa a tua cólera; tu me esmagaste com todas as tuas ondas.
  • 8 Apartaste de mim os meus conhecidos, fizeste-me abominável para eles; estou encerrado e não posso sair.
  • 9 Os meus olhos desfalecem por causa da aflição. Clamo a ti todo dia, Senhor, estendendo-te as minhas mãos.
  • 10 Mostrarás tu maravilhas aos mortos? ou levantam-se os mortos para te louvar?
  • 11 Será anunciada a tua benignidade na sepultura, ou a tua fidelidade no Abadom?
  • 12 Serão conhecidas nas trevas as tuas maravilhas, e a tua justiça na terra do esquecimento?
  • 13 Eu, porém, Senhor, clamo a ti; de madrugada a minha oração chega à tua presença.
  • 14 Senhor, por que me rejeitas? por que escondes de mim a tua face?
  • 15 Estou aflito, e prestes a morrer desde a minha mocidade; sofro os teus terrores, estou desamparado.
  • 16 Sobre mim tem passado a tua ardente indignação; os teus terrores deram cabo de mim.
  • 17 Como águas me rodeiam todo o dia; cercam-me todos juntos.
  • 18 Aparte de mim amigos e companheiros; os meus conhecidos se acham nas trevas.

____SALMOS [89]

  • 46 Até quando, Senhor? Esconder-te-ás para sempre? Até quando arderá a tua ira como fogo?
  • 47 Lembra-te de quão breves são os meus dias; de quão efêmeros criaste todos os filhos dos homens!
  • 48 Que homem há que viva e não veja a morte? ou que se livre do poder do Seol?
  • 49 Senhor, onde estão as tuas antigas benignidades, que juraste a Davi na tua fidelidade?
  • 50 Lembre-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos; e de como trago no meu peito os insultos de todos os povos poderosos,
  • 51 com que os teus inimigos, ó Senhor, têm difamado, com que têm difamado os passos do teu ungido.
  • 52 Bendito seja o Senhor para sempre. Amém e amém.

____SALMOS [116]

  • 1 Amo ao Senhor, porque ele ouve a minha voz e a minha súplica.
  • 2 Porque inclina para mim o seu ouvido, invocá-lo-ei enquanto viver.
  • 3 Os laços da morte me cercaram; as angústias do Seol se apoderaram de mim; sofri tribulação e tristeza.
  • 4 Então invoquei o nome do Senhor, dizendo: Ó Senhor, eu te rogo, livra-me.
  • 5 Compassivo é o Senhor, e justo; sim, misericordioso é o nosso Deus.
  • 6 O Senhor guarda os simples; quando me acho abatido, ele me salva.
  • 7 Volta, minha alma, ao teu repouso, pois o Senhor te fez bem.
  • 8 Pois livraste a minha alma da morte, os meus olhos das lágrimas, e os meus pés de tropeçar.

____SALMOS [139]

  • 7 Para onde me irei do teu Espírito, ou para onde fugirei da tua presença?
  • 8 Se subir ao céu, tu aí estás; se fizer no Seol a minha cama, eis que tu ali estás também.
  • 9 Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,
  • 10 ainda ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.

____SALMOS [141]

  • 7 Como quando alguém lavra e sulca a terra, são os nossos ossos espalhados à boca do Seol.

____PROVÉRBIOS [1]

  • 10 Filho meu, se os pecadores te quiserem seduzir, não consintas.
  • 11 Se disserem: Vem conosco; embosquemo-nos para derramar sangue; espreitemos sem razão o inocente
  • 12 traguemo-los vivos, como o Seol, e inteiros como os que descem à cova
  • 13 acharemos toda sorte de bens preciosos; encheremos as nossas casas de despojos
  • 14 lançarás a tua sorte entre nós; teremos todos uma só bolsa
  • 15 filho meu, não andes no caminho com eles; guarda da sua vereda o teu pé,
  • 16 porque os seus pés correm para o mal, e eles se apressam a derramar sangue.

____PROVÉRBIOS [5]

  • 1 Filho meu, atende à minha sabedoria; inclinam teu ouvido à minha prudência;
  • 2 para que observes a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento.
  • 3 Porque os lábios da mulher licenciosa destilam mel, e a sua boca e mais macia do que o azeite;
  • 4 mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes.
  • 5 Os seus pés descem à morte; os seus passos seguem no caminho do Seol.

____PROVÉRBIOS [7]

  • 24 Agora, pois, filhos, ouvi-me, e estai atentos às palavras da minha boca.
  • 25 Não se desvie para os seus caminhos o teu coração, e não andes perdido nas suas veredas.
  • 26 Porque ela a muitos tem feito cair feridos; e são muitíssimos os que por elaforam mortos.
  • 27 Caminho de Seol é a sua casa, o qual desce às câmaras da morte.

____PROVÉRBIOS [15]

  • 11 O Seol e o Abadom estão abertos perante o Senhor; quanto mais o coração dos filhos dos homens!
  • .
  • .
  • .
  • 24 Para o sábio o caminho da vida é para cima, a fim de que ele se desvie do Seol que é em baixo.

____ECLESIASTES [9]

  • 9Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vida vã; porque este é o teu quinhão nesta vida, e do teu trabalho, que tu fazes debaixo do sol.
  • 10 Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

____CÂNTICO DOS CÂNTICOS [8]

  • 6Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço; porque o amor é forte como a morte; o ciúme é cruel como o Seol; a sua chama é chama de fogo, verdadeira labareda do Senhor.

____ISAÍAS [14]

  • 3 No dia em que Deus vier a dar-te descanso do teu trabalho, e do teu tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir,
  • 4 proferirás esta parábola contra o rei de Babilônia, e dirás: Como cessou o opressor! como cessou a tirania!
  • 5 Já quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores;
  • 6 cetro que feria os povos com furor, com açoites incessantes, e que em ira dominava as nações com uma perseguição irresistível.
  • 7 Toda a terra descansa, e está sossegada! Rompem em brados de júbilo.
  • 8 Até as faias se alegram sobre ti, e os cedros do Líbano, dizendo: Desde que tu caíste ninguém sobe contra nós para nos cortar.
  • 9 O Seol desde o profundo se turbou por ti, para sair ao teu encontro na tua vinda; ele despertou por ti os mortos, todos os que eram príncipes da terra, e fez levantar dos seus tronos todos os que eram reis das nações.
  • 10 Estes todos responderão, e te dirão: Tu também estás fraco como nós, e te tornaste semelhante a nós.
  • 11 Está derrubada até o Seol a tua pompa, o som dos teus alaúdes; os bichinhos debaixo de ti se estendem e os bichos te cobrem.
  • 12 Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! como foste lançado por terra tu que prostravas as nações!
  • 13 E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte;
  • 14 subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
  • 15 Contudo levado serás ao Seol, ao mais profundo do abismo.
  • 16 Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: É este o varão que fazia estremecer a terra, e que fazia tremer os reinos?
  • 17 Que punha o mundo como um deserto, e assolava as suas cidades? que a seus cativos não deixava ir soltos para suas casas?

____ISAÍAS [28]

  • 14 Ouvi, pois, a palavra do Senhor, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém.
  • 15 Porquanto dizeis: Fizemos pacto com a morte, e com o Seol fizemos aliança; quando passar o flagelo trasbordante, não chegará a nós; porque fizemos da mentira o nosso refúgio, e debaixo da falsidade nos escondemos.
  • 16 Portanto assim diz o Senhor Deus: Eis que ponho em Sião como alicerce uma pedra, uma pedra provada, pedra preciosa de esquina, de firme fundamento; aquele que crer não se apressará.
  • 17 E farei o juízo a linha para medir, e a justiça o prumo; e a saraiva varrerá o refúgio da mentira, e as águas inundarão o esconderijo.
  • 18 E o vosso pacto com a morte será anulado; e a vossa aliança com o Seol não subsistirá; e, quando passar o flagelo trasbordante, sereis abatidos por ele.

____ISAÍAS [38]

  • 1 Naqueles dias Ezequias adoeceu e esteve à morte. E veio ter com ele o profeta Isaías, filho de Amoz, e lhe disse: Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás.
  • 2 Então virou Ezequias o seu rosto para a parede, e orou ao Senhor,
  • 3 e disse: Lembra-te agora, ó Senhor, peço-te, de que modo tenho andado diante de ti em verdade, e com coração perfeito, e tenho feito o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias amargamente.
  • 4 Então veio a palavra do Senhor a Isaías, dizendo:
  • 5 Vai e dize a Ezequias: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. (Ver: EQM )
  • 6Livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti, e a esta cidade; eu defenderei esta cidade.
  • 7 E isto te será da parte do Senhor como sinal de que o Senhor cumprirá esta palavra que falou:
  • 8 Eis que farei voltar atrás dez graus a sombra no relógio de Acaz, pelos quais já declinou com o sol. Assim recuou o sol dez graus pelos quais já tinha declinado.
  • 9 O escrito de Ezequias, rei de Judá, depois de ter estado doente, e de ter convalescido de sua enfermidade.
  • 10 Eu disse: Na tranqüilidade de meus dias hei de entrar nas portas do Seol; estou privado do resto de meus anos.
  • 11 Eu disse: Já não verei mais ao Senhor na terra dos viventes; jamais verei o homem com os moradores do mundo.
  • 12 A minha habitação já foi arrancada e arrebatada de mim, qual tenda de pastor; enrolei como tecelão a minha vida; ele me corta do tear; do dia para a noite tu darás cabo de mim.
  • 13 Clamei por socorro até a madrugada; como um leão, assim ele quebrou todos os meus ossos; do dia para a noite tu darás cabo de mim.
  • 14 Como a andorinha, ou o grou, assim eu chilreava; e gemia como a pomba; os meus olhos se cansavam de olhar para cima; ó Senhor, ando oprimido! fica por meu fiador.
  • 15 Que direi? como mo prometeu, assim ele mesmo o cumpriu; assim passarei mansamente por todos os meus anos, por causa da amargura da minha alma.
  • 16 Ó Senhor por estas coisas vivem os homens, e inteiramente nelas está a vida do meu espírito; portanto restabelece-me, e faze-me viver.
  • 17 Eis que foi para minha paz que eu estive em grande amargura; tu, porém, amando a minha alma, a livraste da cova da corrupção; porque lançaste para trás das tuas costas todos os meus pecados.
  • 18 Pois não pode louvar-te o Seol, nem a morte cantar-te os louvores; os que descem para a cova não podem esperar na tua verdade.
  • 19 O vivente, o vivente é que te louva, como eu hoje faço; o pai aos filhos faz notória a tua verdade.
  • 20 O Senhor está prestes a salvar-me; pelo que, tangendo eu meus instrumentos, nós o louvaremos todos os dias de nossa vida na casa do Senhor.
  • 21 Ora Isaías dissera: Tomem uma pasta de figos, e a ponham como cataplasma sobre a úlcera; e Ezequias sarará.
  • 22 Também dissera Ezequias: Qual será o sinal de que hei de subir à casa do Senhor?
Ver também:
*