página acima: Reencarnação
Reencarnação através dos tempos
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

Muito antes de Allan Kardec


“Antes de nascer, a criança já viveu e a morte não é o fim.”

“A vida é um evento que passa como o dia solar que renasce.”

(Papiro Egípcio, 3.000 A.C.)

Ver: Religião egipciana

“Da mesma forma que nos desfazemos de uma roupa usada para pegar uma nova, assim a alma se descarta de um corpo usado para se revestir de novos corpos.”
"Eu e vós tivemos vários nascimentos. Os meus, só são conhecidos de mim; vós não conheceis os vossos."

(Krishna, no Bhagavad Gita , 3.000 A.C.)



“Honra a ti, Osiris, Ó Governador dos que se encontram no paraíso, tu que fazes renascer os mortais, que renovas sua juventude...”
( Livro dos Mortos do antigo Egito, 2.000 A.C.)

Depois de haver passado um tempo no além, no Amenti, e se haver purificado da vida passada, o defunto é chamado a contribuir com novas existências para a múmia, o germe causal de sua próxima encarnação. “Oh Deuses de Heliópolis (…), concedei-me que minha alma venha a mim onde quer que esteja. (…) Minha alma e minha inteligência me foram arrancadas. Fazei que minha alma veja meu corpo, se a encontrardes… Que se uma à sua múmia (que reencarne)”
(Livro dos Mortos cap. LXXXIX).
http://www.revistaesfinge.com.br/?p=617

"O homem retorna à vida várias vezes, mas não se recorda das suas pretéritas existências exceto algumas vezes em sonho.
No fim todas essas vidas lhe serão reveladas."

(Texto egípcio, 1320 A.C )

“Ninguém pode ser salvo sem renascer e sem livrar-se das paixões que entraram no último nascimento espiritual”.

(Hermes Trimegisto. 1.250 A.C.)

“Aquele que retoma à Terra e faz o bem, segundo o seu conhecimento, suas palavras, ações e intenções, recebe um dia uma recompensa que convenha aos seus méritos...Aquele que durante o período de vida na Terra vivem na dor e no desgosto, sofrem por causa de suas palavras mesquinhas ou suas más ações num corpo anterior, pelo que é punido no presente.”
( Zoroastro, 630 a 553 a.C.)


“A alma nunca morre, mas recomeça uma nova vida, muda de domicílio, tomando uma outra forma. Quanto a mim, já fui Euforbes, no tempo da guerra de Tróia e lembro-me perfeitamente bem do meu nome e dos meus pais, bem como fui morto em combate com o rei de Esparta...mas embora vivendo em vários corpos, a alma é sempre a mesma, pois só muda a forma.”
(Pitágoras 572 - 492 A.C.)

“Os seres humanos que se apegam demasiado aos valores materiais, são obrigados a reencarnar incessantemente, até compreenderem que Ser é mais importante que Ter.”

(Buda, 563 - 483 A.C.)

“Estou convencido de que vivemos novamente e que os vivos emergem dos que morreram e que as almas dos que morreram estão vivas.”
"As almas, depois de haverem estado no Hades o tempo necessário, são reconduzidas a esta vida em múltiplos e longos períodos."

(Sócrates, 469 - 399 A.C.)

  • "Ó tu, moço ou jovem que te julgas abandonado pelo deuses, saiba que, se te tornares pior, irás ter com as piores almas, ou se melhor, irá se juntar as melhores almas, e em toda sucessão de vida e morte farás e sofrerás o que um igual pode merecidamente sofrer nas mãos de iguais. É esta a justiça dos céus."
  • "Aprender é recordar"

Platão (427 - 347 a.C.)

(Ver: Processus da reencarnação)


"Outro forte indício de que os homens sabem a maioria das coisas antes do nascimento é que, quando crianças aprendem fatos com enorme rapidez, o que demonstra que não os estão aprendendo pela primeira vez, e sim os relembrando."

Cícero (106 - 43 a.C.)

“Em verdade vos digo que se alguém não nascer de novo, não poderá ver o reino de Deus.”
(Jesus, João 3:3)

____A palavra água, empregada pelo Divino Mestre, revela dois pensamentos, ...

  • um dos quais apropriado aos conhecimentos cientíticos daquela época,
  • e outro que, ainda hoje, pode bem servir a todos aqueles que não conheçam a verdade, segundo a doutrina de salvação.

____É assim que, entre os judeus, era a água considerada o princípio gerador de todas as coisas, o elemento primitivo, donde tudo se derivava nos reinos orgânicos; e isso para eles constituía um dogma, cuja base encontramos no Gênesis de Moisés, cap. I. vv. 2, 6, 7, 9, 10, 20 e cap. II, vv. 1, 4, 5, 6 e 7.

[124 - Capítulo IV, página 71]


“A alma veste vários corpos em tempos diferentes e a alma, presa ora nesta criatura, ora naquela, assim percorre uma ronda ordenada pela necessidade”.

(Diógenes Laércio, século I)

Orígenes o Cristão (185 — 253 d.C.)

Considerado por S. Jerônimo como a maior autoridade da Igreja de Roma, afirma, no livro "Dos Princípios", em abono da tese básica do Espiritismo:
"As causas das variedades de condições humanas são devidas às existências anteriores."
São, ainda, do eminente e consagrado teólogo as seguintes palavras:
"A maneira por que cada um de nós põe os pés na Terra, quando aqui aportamos, é a
consequência fatal de como agiu anteriormente no Universo."

[122 - página 54]

“cada alma... vem a este mundo fortificada pelas fraquezas ou vitórias da vida anterior. Seu lugar neste mundo, como um vaso escolhido para honrar ou desonrar, é determinado pelos seus méritos ou deméritos. Seu trabalho neste mundo determina a sua vida num mundo futuro”.
http://www.espiritismogi.com.br/colunistas/reencarnacao_concilio.htm

“Fui mineral, morri e me tornei planta; como planta morri e me tornei animal; como animal morri e depois fui homem; por que teria eu medo? Vi dois mil homens que eu fui, mas nenhum era tão bom quanto sou hoje. Morrerei ainda como homem para elevar-me e estar entre os bem-aventurados anjos. Entretanto, mesmo este estado de anjo terei de deixar.”
(Al Rumi, poeta Islâmico, 1.210 – 1.273 D.C.)
“Lê-me, leitor, se encontras prazer em ler-me, porque muito raramente eu voltarei a este mundo”.
(Leonardo Da Vinci, 1.452 – 1.519 D.C.)

"Nascer duas vezes não é mais surpreendente que nascer uma vez: tudo na natureza é ressurreição."

Voltaire (1.694 - 1778 d.C.)

"Aqui jaz o corpo de Benjamin Franklin , Impressor, Semelhante à capa de um velho livro de páginas arrancadas, abandonadas ao léu, com seu título e seus dourados apagados.
A obra não se perderá, pois como ele acreditava, ela aparecerá uma vez mais em nova edição mais elegante, revisada e corrigida pelo autor."

Benjamin Franklin (1.706 - 1.790 d.C.)

"Sinto que logo deixarei esta vida terrena. Mas como estou convencido de que nada existe na natureza que possa ser aniquilado, tenho como certeza que o mais nobre de mim mesmo não cessará de viver. Embora eu me arrisque a não ser rei em minha próxima vida... ora, tanto melhor!
...viverei mesmo assim uma vida ativa e, o que é melhor, sofrerei menos por ingratidão."

Frederico "O Grande" (1.712 - 1.786 d.C.)

"Estou certo de que estive aqui, como estou agora, mil vezes antes e espero retornar mil vezes...
A alma do homem é como a água; Vem do Céu e sobe para o Céu, para depois voltar a Terra, em um eterno ir e vir."

Goethe (1.749 - 1.832 d.C.)

"Se um asiático me perguntar por uma definição da Europa, serei forçado a responder-lhe do seguinte modo: É aquela parte do mundo perseguida pela incrível ilusão de que o homem foi criado do nada, e que a sua existência atual é a sua primeira entrada na vida"

Arthur Schopenhauer - Filósofo Alemão (1.788 - 1.850 d.C.)

"Todos os seres humanos experimentaram vidas anteriores... Quem sabe quantas formas físicas o herdeiro do céu ocupa, antes que ele possa compreender o valor daquele silêncio e solidão, cujas planícies estreladas são apenas a antecâmara dos mundos espirituais?"

Honoré de Balzac - Escritor Francês (1.799 - 1.850 d.C.)

____É plenamente conhecido que a ideia de reencarnação faz parte da cultura dos povos orientais, particularmente aos que adotam religiões e filosofias profundas como o Budismo e a Hinduismo, geralmente vistas como 'exóticas'. Menos reconhecido, porém é o fato de que esta ideia também está presente na herança intelectual do ocidente.

  • Os gregos, por exemplo, a reconheciam como uma hipótese válida,
  • e os órficos (Ver:
    Orfeu_e_o_Orfismo), que representavam a casta do sistema religioso mais avançado dos gregos (Reale & Antiseri, volume 1, 1993; Reale, volume I, 1994), expunham sua concepção palingenésica numa roupagem filosoficamente avançada, que influenciou sobremaneira Sócrates e Platão, dentre outros.
  • Platão, especialmente, nos legou fortemente sua crença na reencarnação, como podemos ver, entre outros diálogos escritos por ele, no Fédon.
  • Antes dele, Pitágoras também a adotou como condição sine qua non para a evolução plena da alma.
  • Posteriormente, Plotino e Orígenes, o Cristão, também a divulgariam.
  • São Clemente de Alexandria (posteriormente cassado pela Igreja Católica) também a considerava uma doutrina de profundo sentido.
  • Na Europa gaulesa e britânica, os druidas acreditavam na reencarnação em termos semelhantes aos gregos e budistas, e os hebreus, na fase helênica, não a desconheciam, sobretudo pelo intercâmbio com o mundo greco-romano, donde a ideia de ressurreição ter algo confuso da ideia da reencarnação (por isso as passagens em que se diz que Jesus ou João Batista seriam a ressurreição de algum profeta antigo, como se pode ver em algumas passagens dos evangelhos, como em:
    • Mateus, 17, 11-13;
    • Marcos, 9, 11-13;
    • João, 3, 3-7
    • e Lucas 1, 17).

____Enfim, enquanto culturalmente em outras partes do mundo a ideia na reencarnação era discutida e endossada, pelo menos como uma proposta filosófica coerente, ela teve lugar no pensamento ocidental e como parte da doutrina cristã até o segundo Concílio de Constantinopla de 533 DC, quando, por motivos políticos, foi formalmente repudiada pelo clero (Fadiman & Frager, 1986, p. 176).
(Ver: Supressão da reencarnação)

____Mesmo assim, esta ideia persistiu entre as pessoas que tinham acesso aos filósofos clássicos e ao contato com as crenças antigas. Os Cátaros, no século XII, especialmente, tinham uma visão cristã original, onde a ideia da reencarnação era vista como verdade inquestionável. E foi este, entre outras coisas (ameaçando o poder ideológico e econômico da igreja de Roma, principalmente, devido à crescente popularidade que possuía, contestando a hegemonia imperialista típica da Igreja Romana) que levou à única cruzada em solo europeu da história, objetivando a eliminação do pensamento cátaro com uma truculência assassina que parecia prever os posteriores misteres macabros da Inquisição, por parte das forças católicas, num requinte de perversidade aterrador. O movimento cátarista foi um dos muitos precursores da inevitável reforma_protestante de Lutero e outros. Posteriormente aos cátaros, outros movimentos sentiram a mão de ferro da inquisição, que teve um de seus mais famosos luminares em Giordano Bruno, queimado em 1600, e que defendia ideias bastante fortes contra o sistema de crenças dogmáticas da Igreja de Roma, o que incluía a reencarnação.

____No século passado, o contato com as doutrinas orientais, particularmente a Budista, trouxe à tona novamente o estudo da palingênese, e com desenvolvimento do Espiritismo e de outras correntes de pensamento, estimulou-se um ressurgir do interesse sobre a reencarnação. As similaridades entre o que diz o espiritismo moderno e a concepção budista da reencarnação, que também é evolucionista, não podem ser negligenciadas, ainda que alguns pseudo-intelectuais queiram passar a ideia de que expressem coisas opostas.

____Hoje em dia, como vimos, a tese da reencarnação passou da esfera religiosa e filosófica para a área da pesquisa_científica. Devemos ficar, pois, atentos ao progresso desta pesquisa, com as conseqüências sem dúvida de grande gravidade que elas poderão trazer à nossa visão de mundo e, conseqüentemente, à forma de como nos comportamos em relação a nós mesmo e a nossos semelhantes. E, como nos falam os Doutores James Fadiman e Robert Frager, "se há a possibilidade de aceitar o fenômeno, então a possível origem da personalidade e das características físicas pode incluir eventos ou experiências de encarnações anteriores. Tudo o que se pode afirmativamente dizer é que existe uma evidência factual que não pode ser facilmente descartada" (Fadiman & Frager, 1986, p. 176)

Carlos Antonio Fragoso Guimarães

João Pessoa, Paraíba, 05 de maio de 2003.
Bibliografia:

  • Andrade, Hernani Guimarães,- morte, Renascimento, Evolução, Ed. Pensamento, São Paulo, 1987.
  • Andrade, Hernani Guimarães. - Reencarnação no Brasil, Editora O Clarim, Matão, 1990.
  • Fadiman & Frager,- Teorias da Personalidade, Editora Harbra, São Paulo, 1986.
  • Grof, Stanislav, Além do Cérebro, MGraw-Hill; São Paulo, 1986.
  • Tendam, Hans, Panorama Sobre a Reencarnação, volumes I e II, Summus Editorial, São Paulo, 1994.
  • Pincherle e colaboradores, Terapia de Vida Passada, Summus Editorial, São Paulo, 1991.
  • Reale, G. & Antiseri, D., História da Filosofia, vol. I e II. Editora Paulus, São Paulo, 1993.
  • Reale, Giovani. História da Filosofia Antiga, Volumes I e IV. Editora Loyola, São Paulo, 1994.
  • Shroder, Tom. Almas Antigas – A busca de evidências científicas da reencarnação. Rio de Janeiro, Sextante, 2001.
  • Stevenson, Ian, Twenty Cases Suggestive of Reincarnation. Proceedings of the American Society for Psychical Reseach, vol. 26. New York. Stevenson, Ian, Reincarnation and Biology,, vol. 1: Birthmarks; Vol. 2: Birth Defects and Other Anomalies. Esport, Connecticut. Prager, 1997
  • Weil, Pierre,- Fronteiras da Evolução e da Morte. Ed. Vozes, Petrópolis, 1979.
  • Weil, Pierre.-A Morte da Morte, Ed. Gente, 1995.
http://www.geocities.com/Vienna/2809/reencar.html

Dogma da água, considerada o princípio gerador de todas as coisas, o elemento primitivo, donde tudo se derivava nos reinos orgânicos

____Jesus, depois de ter-se recusado a fazer prodígios perante os escribas e fariseus que lhos pediam, para que pudessem dar testemunho dele, como se ao Divino Mestre fosse mister outro testemunho que não o próprio, desceu de Jerusalém à Judéia, onde foi procurado por um dos mestres em Israel, de nome Nicodemos, que, envergonhado e temendo a censura que faria o povo, quando soubesse que ele buscava o filho de um humilde carpinteiro, para ouvi-lo sobre assuntos religiosos, aguardou as sombras da noite, como se fora um grande criminoso, para aproximar-se do Divino Cordeiro.
____Saudando o Divino Mestre, Nicodemos, que pressentia que ele era um grande Espírito enviado à Terra, por isso que os seus feitos davam testemunho da sua hierarquia espiritual, lho declara, perguntando o que lhe convinha fazer para salvar-se.
____Jesus, aproveitando a ocasião que se lhe depara, responde ao velho sacerdote, dizendo, sob o véu da letra, que nenhum Espírito baixado à Terra poderá entrar no Reino de Deus sem renascer de novo da água e do Espírito Santo.
____A palavra água, empregada pelo Divino Mestre, revela dois pensamentos,...

  • um dos quais apropriado aos conhecimentos cientíticos daquela época,
  • e outro que, ainda hoje, pode bem servir a todos aqueles que não conheçam a verdade, segundo a doutrina de salvação.

____É assim que, entre os judeus, era a água considerada o princípio gerador de todas as coisas, o elemento primitivo, donde tudo se derivava nos reinos orgânicos; e isso para eles constituía um dogma, cuja base encontramos no Gênesis de Moisés, cap. I. vv. 2, 6, 7, 9, 10, 20 e cap. II, vv. 1, 4, 5, 6 e 7.
____Ora, sendo a água o princípio gerador de todas as coisas materiais era, por conseqüência, a geradora dos novos corpos indispensáveis aos Espíritos que, uma vez condenados ao sofrimento, pelos seus desvios do caminho da luz, deles necessitavam para que, progredindo e se purificando, pudessem chegar ao reino de Deus, entrando nessa existência pura e luminosa que é a verdadeira vida do Espírito.
____Mas, essa palavra também traduzia, como dissemos, um outro pensamento: o novo nascimento pelas águas do batismo, isto é, pelo arrependimento, pela conversão das almas aos domínios da verdade e do Espírito Santo, chegando à perfeição relativa a que todos nós devemos atingir, para conhecer Deus, na plenitude da sua graça e do seu infinito amor.
____Nicodemos, imbuído dos prejuízos dos seus antepassados, apesar de mestre em Israel, julgava que Jesus se referíra à ressurreição, isto é, à entrada do Espírito no mesmo corpo, o que constituía também um dogma entre os judeus. E é assim que eles acreditavam que os profetas voltavam de novo à Terra e por isso aguardavam a volta de Elias, como se vê nos Evangelhos de Marcos, cap. VIII, Lucas, cap. IX e Mateus, cap. XVI.
____Jesus, porém, estranhando a ignorância de Nicodemos, que, sendo mestre em Israel, não tinha, no entanto, compreendido as suas palavras, abertamente lho declara:

  • Importa-vos nascer de novo .

____E, diante desta afirmação categórica do Divino Mestre, perguntaremos nós àqueles que de boa-fé estudam as coisas santas:

  • poder-se-à explicar as palavras de N S. Jesus-Cristo, prescindindo da reencarnaçãodos Espíritos?
  • Haverá argumentação capaz de demonstrar que o Divino Mestre, dizendo a Nicodemos que lhe cumpria nascer de novo, se referia ao nascimento pelo batismo?

____Não, certamente.

____Jesus confirmou a lei natural da reencarnação dos Espíritos; e ...

  • é nessa lei, que exprime todo o amor do nosso Criador e Pai, que as criaturas, aínda mesmo as que pela Igreja são condenadas às fogueiras eternas do inferno, vão buscar a sua salvação
  • é nessa lei sublime de justiça e de amor que o Espírito arrependido encontra os meios de sua regeneração e felicidade
  • é por ela que os anjos caídos à Terra voltam ao céu, servindo-se da simbólica escada de Jacob - a graça, o amor de N. S. Jesus-Cristo!

[124 - Capítulo IV, página 71]

Ver também:
*