Qualidade dos fluidos
página acima

Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Tem conseqüências de importância capital e direta para os encarnados a ação dos Espíritos sobre os fluidos_espirituais. Sendo esses fluidos o veículo do pensamento e podendo este modificar-lhes as propriedades, é evidente que eles devem achar-se impregnados das qualidades boas ou más dos pensamentos que os fazem vibrar, modificando-se pela pureza ou impureza dos sentimentos. Os maus pensamento corrompem os fluidos espirituais, como os miasmas deletérios corrompem o ar respirável.

  • Os fluidos que envolvem os Espíritos maus, ou que estes projetam são, portanto, viciados,
  • ao passo que os que recebem a influência dos bons Espíritos são tão puros quanto o comporta o grau da perfeição moral destes.

[38 capítulo XIV página 284 item 16 ]

(Ver: Interferências dos Espíritos em nossas vidas )

____O Espírito, encarnado, conserva, com as qualidades que lhe são próprias, o seu perispírito que, como se sabe, não fica circunscrito pelo corpo, mas irradia ao seu derredor e o envolve como que de uma atmosfera fluídica.

____Pela sua união íntima com o corpo, o perispírito desempenha preponderante papel no organismo. Pela_sua_expansão, põe o Espírito encarnado em relação mais direta com os Espíritos livres e também com os Espíritos encarnados.

____O pensamento do encarnado atua sobre os fluidos_espirituais, como o dos desencarnados, e se transmite de Espírito a Espírito pelas mesmas vias e, conforme seja bom ou mau, saneia ou vicia os fluidos ambientes.

____Desde que estes se modificam pela projeção dos pensamentos do Espírito, seu invólucro perispirítico, que é parte constituinte do seu ser e que recebe de modo direto e permanente a impressão de seus pensamentos, há de, ainda mais, guardar a de suas qualidades boas ou más. Os fluidos viciados pelos eflúvios dos maus_Espíritos podem depurar-se pelo afastamento destes, cujos perispíritos, porém, serão sempre os mesmos, enquanto o Espírito não se modificar por si próprio.

____Sendo o perispírito dos encarnados de natureza_idêntica_à_dos_fluidos_espirituais, ele os assimila com facilidade, como uma esponja se embebe de um líquido. Esses fluidos exercem sobre o perispírito uma ação tanto mais direta, quanto, por sua expansão e sua irradiação, o perispírito com eles se confunde.

____Atuando esses fluidos sobre o perispírito, este, a seu turno, reage sobre o organismo_material com que se acha em contacto molecular. Se os eflúvios são de boa natureza, o corpo ressente uma impressão salutar; se são maus, a impressão é penosa. Se são permanentes e enérgicos, os eflúvios maus podem ocasionar desordens físicas; não é outra a causa de certas enfermidades.

____Os meios onde superabundam os maus Espíritos são, pois, impregnados de maus fluidos que o encarnado absorve pelos poros perispiríticos, como absorve pelos poros do corpo os miasmas pestilentos.

[38 cap. XIV página285 Item18 ]

____Fora impossível fazer-se uma enumeração ou classificação dos bons e dos maus fluidos, ou especificar-lhes as respectivas qualidades, por ser tão grande quanto a dos pensamentos a diversidade deles.

____Os fluidos não possuem qualidades "sui generis", mas as que adquirem no meio onde se elaboram;

  • os fluidos modificam-se pelos eflúvios desse meio,
  • como o ar pelas exalações,
  • a água pelos sais das camadas que atravessa.

____Conforme as circunstâncias, suas qualidades são, como as da água e do ar, temporárias ou permanentes, o que os torna muito especialmente apropriados à produção de tais ou tais efeitos.

____Também carecem de denominações particulares.

  • Como os odores, eles são designados
    • pelas suas propriedades,
    • seus efeitos
    • e tipos originais.
  • Sob o ponto de vista moral, trazem o cunho
  • Sob o aspecto físico, são
    • excitantes,
    • calmantes,
    • penetrantes,
    • adstringentes,
    • irritantes,
    • dulcificantes,
    • soporíficos,
    • narcóticos,
    • tóxicos,
    • reparadores,
    • expulsivos;
    • tornam-se força de transmissão, de propulsão, etc.
  • O quadro dos fluidos seria, pois,

[38 cap. XIV página284 Item17 ]

*