página acima: Anjo da guarda
Protetor familiar
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____O Espírito protetor, anjo de guarda, ou bom gênio é o que tem por missão acompanhar o homem na vida e ajudá-lo a progredir. É sempre de natureza superior, com relação ao protegido.

Os Espíritos familiares se ligam a certas pessoas por laços mais ou menos duráveis, com o fim de lhes serem úteis, dentro dos limites do poder, quase sempre muito restrito, de que dispõe. São bons, porém muitas vezes pouco adiantados e mesmo um tanto levianos. Ocupam-se de boa mente com as particularidades da vida íntima e só atuam por ordem ou com permissão dos Espíritos protetores.

[9a - página 263 questão 514]

Um pai, por exemplo, pode tornar-se o Espírito protetor de seu filho. Mas a proteção pressupõe certo grau de elevação e um poder ou uma virtude a mais, concedidos por Deus. O pai, que protege seu filho, também pode ser assistido por um Espírito mais elevado.

[9a - página 261 questão 507]

Os Espíritos que se achavam em boas condições ao deixarem a Terra, podem proteger os que lhes são caros e que lhes sobrevivem. Mais ou menos restrito é o poder de que desfrutam. A situação em que se encontram nem sempre lhes permite inteira liberdade de ação.

[9a - página 262 questão 508]

____é muito difícil ocorrer de um pai, que vela pelo filho, reencarnando, continuar a velar por ele. Contudo, de certo modo o faz, pedindo, num instante de desprendimento, a um Espírito simpático que o assista nessa missão. Demais, os Espíritos só aceitam missões que possam desempenhar até ao fim. Encarnado, mormente em mundo onde a existência é material, o Espírito se acha muito sujeito ao corpo para poder dedicar-se inteiramente a outro Espírito, isto é, para poder assisti-lo pessoalmente. Tanto assim que os que ainda se não elevaram bastante são também assistidos por outros, que lhes estão acima, de tal sorte que, se por qualquer circunstância um vem a faltar, outro lhe supre a falta.

[9a - página 262 questão 510]

Os nossos bom e mau gênios poderiam encarnar, a fim de mais perto nos acompanharem na vida. Porém, o que mais freqüentemente se verifica é encarregarem dessa missão outros Espíritos encarnados que lhes são simpáticos.

[9a - página 264 questão 516]

Alguns Espíritos se ligam aos membros de uma determinada família, que vivem juntos e unidos pela afeição; mas, não acrediteis em Espíritos protetores do orgulho das raças.

[9a - página 264 questão 517]

Ver também:
*