Função Organizadora do Perispírito
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Aparece especialmente notável no processo de reencarnação, em que o ritmo morfogenético, obedecendo aos impulsos psicossômicos de crescimento, leva à formação de um novo corpo_físico, que se estrutura rigorosamente de acordo com as características que marcam o corpo espiritual.

  • “Uma única célula, para funcionar, necessita de 2.000 enzimas específicas.”
  • “A reunião de 1.000 dessas enzimas, de forma ordenada e perfeita, no decorrer de bilhões de anos, representa, na verdade, uma impossibilidade, estatística: uma em dez, elevado ao expoente 1.000”
  • “Não podemos senão constatar a existência de um fenômeno de ordem subjacente que conduz inelutavelmente ao surgimento da vida

[1 - página 63]

____Nos últimos anos, inúmeros cientistas de muitos países têm pressuposto a existência de uma espécie de matriz, uma espécie de padrão organizador, invisível, inerente aos seres vivos. Na União Soviética, o Dr. Alexandre Studitsky picou um tecido muscular em pedacinhos e enfiou-os na ferida feita no corpo de um rato. A partir desses pedacinhos, o corpo reconstituiu um músculo inteiramente novo, como se existisse um padrão organizador. Cientistas norte-americanos, tomando de um glóbulo de protoplasma, que deveria crescer no braço de um animal fetal, o colocaram no lugar da perna. Daí nasceu uma perna, e não um braço, o que supõe, mais uma vez, um campo organizador.

[1 - página 64]

____Modelo Organizador Biológico – MOB.Rupert SHELDRAKE, da Universidade de Cambridge e da Royal Society, mostra que o papel do DNA na estruturação dos organismos é bem mais modesta do que se imagina.

[1 - página 65]

____Entre as demonstrações de SHELDRAKE propicia, chama a atenção o caso, p.ex., dos platelmintos. Se um animal é cortado em pedaços, cada parte se transforma em um organismo completo, mostrando que existe uma “matriz invisível”, que permite a regeneração mesmo que removidas partes importantes.Essa capacidade modeladora (ou plasmadora), varia de acordo com a evolução do Espírito. Os Espíritos_superiores podem plasmar por si mesmo e, não raro, com a colaboração de instrutores da Vida Maior, o corpo em que continuarão as futuras experiências.

[1 - página 76] [13 - cit. página 152]*

Os Espíritos inferiores que, nos inícios da aprendizagem evolutiva, apresentam-se extremamente submissos ao comando biológico ditado pela hereditariedade.

[1 - páginas 66 e 67 ]


____Na ausência do perispírito, pode acontecer que um organismo se desenvolva sem que chegue a se tornar viável, como é o caso dos natimortos . Pode mesmo haver um início de reencarnação, com um princípio de moldagem perispiritual do novo corpo que, entretanto, se interrompe com a cessação do processo e o afastamento do perispírito. Devido a isso, interrompe-se naturalmente a gravidez ou, se for o caso, acontece o parto de corpo sem vida. Deus o permite como prova, quer para os pais do nascituro, quer para o Espírito designado a tomar lugar entre os vivos.A função organizadora do perispírito não diz apenas com a forma, mas, principalmente, com os diversos sistemas de sustentação psicofisiológica que regerão sua vida.

[1 - páginas 68 e 69 ]

____
____Nesse processo, todavia, não acontece somente o fluxo de energia vital (“neuropsíquica”, mas também uma espécie de “drenagem” da energia degradada (miasmas espirituais), atraída aos centros_de_força do perispírito, devido à invigilância moral e seus fatores subseqüentes, como a desarmonização e o remorso. Esse tipo de energia provocará as disfunções e as malformações que levarão o reencarnante – quase sempre mui dolorosamente – à rearmonização espiritual, condição de seu progresso.

[1 - página 70 e 169] [13 - cit. página 154]*

(Ver: Corpo Espiritual depois da morte do corpo físico )

____Como se vê, essa importante função perispirítica, responsável pela organização do instrumento físico do Espírito que retorna, aparece como o dado fundamental no esquema da evolução humana.

[1 - página 70]

Ver também:
*