Espiritismo no Rio de Janeiro
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____02/08/1873 Funda-se na Capital do Império, por inspiração do Espírito ISMAEL, a “SOCIEDADE DE ESTUDOS ESPIRÍTIC0S — GRUPO CONFÚCIO” , sob a direção dos drs. Francisco de Siqueira Dias Sobrinho, Presidente, Antonio da Silva Neto, vice, eleito Presidente um ano depois, Joaquim Carlos Travassos, Secretário Geral, Casemiro Lieutaud, Tesoureiro, Sampaio Correia e outros.

____09/10/1873 É aprovado o regulamento do “GRUPO”, que dizia ter a sociedade “por fim o estudo dos fenômenos relativos às manifestações espiríticas, bem como o de suas aplicações às ciências morais, históricas e psicológicas”, pelo que devia seguir os princípios e as formalidades expostos em “O LIVRO DOS ESPÍRITOS” e em “O LIVRO DOS MÉDIUNS”.

____Sua divisa era:“Sem caridade não há salvação; sem caridade não há verdadeiro espírita”.

____O “GRUPO CONFÚCIO” recebeu mensagens de seu patrono e de ISMAEL, que se revelou o diretor espiritual do Brasil; receita-se a homeopatia e eram aplicados passes.

____01/01/1875 O “GRUPO CONFÚCIO” lança a “REVISTA ESPÍRITA” (Publicação mensal de Estudos Psicológicos, nos moldes da “REVUE SPIRITE”, de AIIan Kardec), organizada e dirigida pelo Dr. Antonio da Silva Neto.

____Era o segundo periódico espírita do Brasil e o primeiro do Rio de Janeiro, capital do Império.

____A “REVISTA ESPÍRITA” publicou notáveis artigos doutrinários e de refutação aos inimigos da Doutrina, duramente atacada pelo “JORNAL DO COMÉRCIO”, nos anos de 1874/5, que tachava o ESPIRITISMO de “epidemia mais perigosa que a febre amarela”, verdadeira fábrica de doidos.

____“GRUPO CONFÚCIO” manteve contacto, por intermédio da “REVISTA ESPÍRITA”, com o Sr. Leymarie, de Paris, que dirigia a “Sociedade para a continuação das obras espíritas de AlIan Kardec”.

____Ainda nesse mesmo ano, o “GRUPO CONFÚCIO” faz publicar, em primeira tradução no Brasil, a cargo de “Fortúnio”, pseudônimo de Joaquim Carlos Travassos, várias obras de Kardec: “O LIVRO DOS ESPÍRITOS”, “O LIVRO DOS MÉDIUNS”, “O CÉU E O INFERNO”, “0 EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO” e “A GÊNESE”. A editora foi muito criticada por isso.

____Também em 1875 Adolfo Bezerra de Menezes lê, pela primeira vez, “O LIVRO DOS ESPÍRITOS”, que lhe fora oferecido por Joaquim Carlos Travassos, seu primeiro tradutor em língua portuguesa.

____23/03/1876 A conselho do Guia ISMAEL, funda-se a “SOCIEDADE DE ESTUDOS ESPÍRITAS DEUS, CRISTO E CARIDADE”, sob a orientação de Bittencourt Sampaio e, em 1878, também de Antonio Luiz Sayão. Durante algum tempo foram realizados trabalhos de grande valor.

____20/05/1877 Um grupo de dissidentes da “SOCIEDADE DE ESTUDOS ESPÍRITAS DEUS, CRISTO E CARIDADE” funda a “CONGREGAÇÃO ESPÍRITA ANJO ISMAEL”.

____08/06/1878 Outros componentes da mesma SOCIEDADE reúnem-se no “GRUPO ESPÍRITA CARIDADE”. Essas instituições, bem como o “GRUPO CONFÚCIO”, desaparecem em 1879.

____03/10/1879 A “SOCIEDADE DE ESTUDOS ESPÍRITAS DEUS, CRISTO E CARIDADE” passa a denominar-se “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”, atendendo à vontade do grupo dos cientificistas, contrários ao caráter religioso da Doutrina. O fato foi assim comentado por Pedro Richard, no REFORMADOR, de 15/9/1901: “Como se Deus, Cristo e Caridade pudessem ser acadêmicos, colegas de pobres pecadores ignorantes”. A SOCIEDADE foi instalada na Praça da República, 54 (antiga Praça da Aclamação), sendo eleitos e empossados seus diretores, dentre os quais os drs. Siqueira Dias, Lima e Cirne e Antonio Pinheiro Guedes.

____Entretanto, é preciso considerar que muitos benefícios prestou à Doutrina, difundindo-a e defendendo-a de soezes ataques de seus tradicionais inimigos.

____21/03/1880 Desgostoso com a situação criada na “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”, um grupo de dissidentes, entre os quais estavam Bittencourt Sampaio, Antonio Luiz Saião e o grande médium Frederico Júnior, fundam o “GRUPO ESPÍRITA FRATERNIDADE”, com sede na Rua da América, e presidido por João Gonçalves do Nascimento, notável médium curador.

____15/07/1880 Antonio Luiz Sayão que tentara, sem êxito, recompor a antiga “SOCIEDADE DE ESTUDOS ESPÍRITAS DEUS, CRISTO E CARIDADE”, funda, com Frederico Júnior, João Gonçalves do Nascimento, Bittencourt Sampaio e outros, o “GRUPO DOS HUMILDES”, mais conhecido como “GRUPO DO SAYÃO” que, numa primeira fase, durante perto de um ano, realizou proveitosas reuniões.

____Mais tarde vem a se chamar “GRUPO ISMAEL” e se integra na FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, onde existe até hoje e cuja história completa se pode ler em REFORMADOR de agosto de 1973.

____Ainda em 1880 Augusto Elias da Silva, futuro fundador da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA e do REFORMADOR, lança a “UNIÃO DOS ESPÍRITAS DO BRASIL”, a

que preside.

____Aliás, com relação ao ano de 1880, comenta Pedro Richard (ver REFORMADOR, novembro de 1973, página 342): “Por essa época ocorreu um fato bem significativo: Os espíritas, ou por discordância de ideias, ou por criminosa pretensão, criaram considerável número de grupos, cujos membros, em sua maioria, desconheciam os preceitos mais rudimentares da Doutrina. Qualquer espírita formava um grupo, só para satisfazer a vaidade de dar-lhe por título um nome que ele venerava. De grupos produtivos apenas se contavam alguns, em número por demais reduzido”.

____07/06/1881 É lançado o “GRUPO ESPÍRITA HUMILDADE E FRATERNIDADE”, com apoio de Francisco Raimundo Ewerton Quadros, que será anos mais tarde, o primeiro presidente da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA e um dos seus fundadores.

____28/08/1881 A data assinala a perseguição oficial ao ESPIRITISMO. Diários cariocas (“O CRUZEIRO” e “JORNAL DO COMERCIO”) anunciam a ordem policial que proibia o funcionamento da “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE” e dos Centros filiados. Os Diretores da SOCIEDADE dirigem-se ao Ministro da Justiça, que lhes afirma não consentir na perseguição.

____30/08/1881A SOCIEDADE é intimada oficialmente a suspender suas reuniões, havendo a Diretoria expedido ofícios ao Chefe de Polícia e ao Ministro da Justiça, tendo aquele recebido ainda uma Comissão de Espíritas, de que faziam parte Antonio Pinheiro Guedes, Lima e Cirne e Joaquim Carlos Travassos, para exposição dos fatos e sustação das medidas policiais.

____06/09/1881 O Imperador D. Pedro II recebe uma Comissão de Espíritas, que lhe entrega documento com minuciosa exposição dos fatos e o pedido de que se faça justiça. O Imperador, na ocasião, disse que não consentiria em perseguições.

____21/09/1881 A mesma Comissão volta ao Imperador, que repete a promessa de que os espíritas não seriam perseguidos, mas que não quisessem passar por mártires ... A ordem policial não foi expressamente revogada, embora também não tivesse prosseguimento, lembrando uma “espada de Dámocles ..."

____Essa primeira perseguição policial contra o ESPIRITISMO levou muitos adeptos, nesse mesmo ano, a lançarem o “GRUPO ESPÍRITA VINTE E OITO DE AGOSTO”.

____06/09/1881 Realiza-se o Primeiro Congresso Espírita do Brasil, com a finalidade de reunir e orientar as entidades espíritas.

____03/10/1881 Na “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE” é criado, pelo Prof. Afonso Angeli Torteroli, o “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DO BRASIL”, fruto do

aludido Primeiro Congresso.

____10/01/1882A Diretoria da “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE” dirige ofício ao Imperador, manifestando seu júbilo pelo clima de liberdade em que os espíritas exercitavam suas atividades.

____28/08/1882 - Nesta data, que recorda o início da perseguição policial ao ESPIRITISMO, ocorrida no ano anterior, foi realizada a Primeira Exposição Espírita do Brasil, instalada na Rua da Alfândega, 120, sobrado, sede da “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”, fundada, como vimos, em 3 de outubro de 1879 e que organizara programa comemorativo intitulado “Festa do ESPIRITISMO no Brasil”.

____Foi, também, lançado o jornal “O RENOVADOR”, pelo Major Salustiano José Monteiro de Barros e Afonso Angeli Torteroli, este fundador e presidente da SOCIEDADE A EXPOSIÇÃO, aberta ao público até 3 de setembro, foi muito visitada e expunha trabalhos mediúnicos variados (psicografias em caracteres normais, taquigráficos e telegráficos, em línguas estrangeiras, até orientais, desenhos), a correspondência da SOCIEDADE com associações espíritas estrangeiras, jornais e revistas espíritas da Europa e América, obras espíritas, retratos de vultos do ESPIRITISMO de vários países e, também, livros e jornais contrários à Doutrina.

____21/01/1883 - Augusto Elias da Silva, fotógrafo português radicado no Brasil, alma voltada para as finalidades maiores da Vida, lança, com seus próprios recursos, o “REFORMADOR”,”órgão evolucionista”, com oficinas e redação na Rua da Carioca (então S. Francisco de Assis), 120, sobrado, atelier e residência daquele inesquecível vulto do ESPIRITISMO no Brasil. A direção intelectual da publicação ficou a cargo do Major Francisco Raimundo Ewerton Quadros. “REFORMADOR” era quinzenal, tinha 4 páginas e teve sua tesouraria e secretaria instaladas, depois, na Rua do Clube Ginástico (hoje Silva Jardim), n. 17, depois 25.

____Assinala Zeus Wantuil, em sua obra “Grandes Espíritas do Brasil”, que “Fundar e conservar um órgão de propaganda espírita, na Corte do Brasil, era, naquela época, de forma a entibiar o ânimo dos espíritas mais resolutos. Todas as baterias do Catolicismo estavam assestadas contra o ESPIRITISMO. Dos púlpitos brasileiros, principal mente dos da Capital, choviam anátemas sobre os espíritas, os novos hereges que cumpria abater”.

“Elias da Silva, porém, era de vontade tenaz e inquebrantável, e não seriam as dificuldades, de toda ordem, as oposições sectaristas e os sarcasmos de todos os lados que o desencorajariam no empreendimento que lhe dominou o cérebro.”

____31/03/1883 - REFORMADOR, recém-fundado, publica um número especial dedicado a AIlan Kardec, que, segundo Augusto Elias da Silva “simbolisa o alicerce do edifício moral e social, que será erguido pela confraternização humana.”

____27/12/1883 - Augusto Elias da Silva promove, em sua casa da Rua da Carioca, 120, sobrado, reunião preparatória de rearticulação do ESPIRITISMO, pois havia muita incompreensão entre os componentes das entidades espíritas existentes:

  • O “GRUPO DOS HUMILDES”,
  • a “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”,
  • O “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DO BRASIL”
  • e o “GRUPO ESPÍRITA FRATERNIDADE”.

____01/01/1884 - Era fundada a FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, em histórica reunião de que participaram 12 pessoas, como a lembrar o número dos Apóstolos: Augusto Elias da Silva, Francisco Raimundo Ewerton Quadros, Manoel Fernandes Filgueiras, João Francisco da Silveira Pinto, Maria Balbina da Conceição Batista, Matilde Elias da Silva, Luis Móllica, Elvira P. Móllica, José Agostinho Marques Porto, Francisco Antônio Xavier Pinheiro, Manoel Estêvão de Amorim e Quádrio Léo, modesto operário, o último do grupo a desencarnar, em 8 de junho de 1928.

____Bezerra de Menezes, embora amigo dos fundadores da FEDERAÇÃO não se inscreveu entre eles, nessa missão histórica.

____02/01/1884 - É eleita e empossada a primeira diretoria da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA que, funcionando na Rua da Carioca, 120, sobrado, teve como primeiro presidente o Major Ewerton Quadros, ocupando Fernandes FiIgueiras a vice-presidência, Silveira Pinto a secretaria e Augusto Elias da Silva a tesouraria, ficando Xavier Pinheiro como arquivista.

____Fernandes FiIgueiras escrevia, então:" ... assim nasceu a humilde filha do Céu, mas trazia em seu seio, como o carvalho na bolota, todas as forças, todas as energias, que a fariam crescer, florir, frutificar e copar, como árvore materna, a cuja sombra deveriam acolher-se, para se desalterarem, as gerações presentes e futuras.”

____Segundo ele, a novel agremiação seria o elemento aglutinador.“Reunindo em um forte, indissolúvel laço, a crente comunhão espírita brasileira"

____Augusto Elias da Silva transforma, na mesma data, o REFORMADOR em órgão oficial da FEDERAÇÃO, que se instala depois na Rua da Alfândega, 153, onde foram pronunciadas ótimas conferências, inclusive por Elias da Silva que, incansável obreiro do Senhor, fez presente de vários livros à nova instituição, pequena biblioteca logo enriquecida com outras obras, oferecidas por Antonio Pinheiro Guedes.

____1885 - A “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”, de agitada trajetória, mas que também prestou muitos benefícios à causa espírita, funde-se à FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA.

____16/08/1886 - Bezerra de Menezes faz, publicamente, sua profissão de fé espírita, em conferência realizada no saIão da Guarda Velha, na Rua do mesmo nome, hoje Avenida Treze de Maio, em presença de mais de 1.000 pessoas.

____1887 - Augusto Elias da Silva funda o Grupo espírita “SETE DE MARÇO”, que durou até 1890.

____1888 - Allan Kardec se manifesta no “GRUPO ESPÍRITA FRATERNIDADE”, conclamando os espíritas à harmonia.

____1889 - Bezerra de Menezes que, por meio de artigos e conselhos, pregava a necessidade de maior compreensão entre os espíritas, depois de muito instado, assume a direção da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, sucedendo a Ewerton Quadros, que a administrara de 1884 a 1888.

____21/04/1889 - Reorganiza-se e instala-se na FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA o “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DO BRASIL” — segunda fase —, com Bezerra de Menezes como presidente e, depois, Augusto Elias da Silva (1893).

____23/05/1889 - Bezerra inicia o estudo sistemático de “O LIVRO DOS ESPÍRITOS” em sessões públicas semanais realizadas no salão da FEDERAÇÃO, incorpora-lhe o “GRUPO DOS HUMILDES’; depois denominado “GRUPO ISMAEL", ao qual emprestaram intensa colaboração Bittencourt Sampaio e Antonio Luis Saião.

____22/12/1889 - A FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA congratula-se com o Governo Provisório da República pelo advento do novo regime.

____1890 - O “GRUPO ESPÍRITA FRATERNIDADE” adere à FEDERAÇÃO.

____22/12/1890 - Bezerra de Menezes, presidente do “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DO BRASIL” oficia ao Marechal Deodoro da Fonseca, Presidente da República, sobre o novo Código Penal, contrário aos interesses espíritas.

____1893 - O “GRUPO ESPÍRITA FRATERNIDADE” extingue-se, depois de ter alterado seu regulamento, passando a chamar-se enfatuadamente, “SOCIEDADE PSICOLÓGICA FRATERNIDADE”.

____04/04/1894 - Reorganiza-se, mais uma vez, o “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DO BRASIL”, numa terceira fase, mudando o nome para “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DE PROPAGANDA DO BRASIL”, sob a direção do Prof. Afonso Angeli Torteroli, com sede na Rua Silva Jardim, 9. À sua Diretoria pertenciam Júlio César Leal e Bezerra de Menezes, que dele se retirou em 1896, diante da campanha de insultos pessoais que contra ele se desencadeara, por ser considerado um místico, que não se dava ao trabalho de raciocinar.

____03/08/1895 - Em meio à grande crise administrativa e financeira, agravada pelas profundas divergências dos líderes espíritas, Bezerra de Menezes, depois de muito relutar, assume a presidência da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, vaga com a renúncia de Julio César Leal, que a dirigira por 7 meses. Bezerra imprime orientação evangélica aos trabalhos da FEDERAÇÃO, chefiando o grupo dos “místicos”, galvanizando corações e inteligências para restaurar e consolidar o prestígio da entidade e atender ao conselho de Kardec, recebido mediunicamente: “Reunidos em nome de Ismael, não tendes outros deveres senso estudar os Evangelhos à luz da Santa Doutrina”.

____31/03/1897 - Instala-se, definitivamente, a Livraria da FEDERAÇÃO, fundada por Augusto Elias da Silva e à qual doara, inclusive, grandes quantias em dinheiro.

____28/08/1897 - Os integrantes do “CENTRO DA UNIÃO ESPÍRITA DE PROPAGANDA DO BRASIL” reúnem-se em Congresso Espírita Permanente, homenageando os componentes da “SOCIEDADE ACADÊMICA DEUS, CRISTO E CARIDADE”, que reagira com energia contra a tentativa de perseguição dos espíritas em 1881. Todavia, o “CENTRO” desaparece na mesma data do Congresso.

____15/04/1905 - A Sede da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, na Rua do Rosário, 97, é invadida por funcionários da Diretoria Geral de Saúde Pública, que lavram autos de infração contra o dr. Filgueiras Lima, por exercício ilegal da Medicina.

____10/12/1911 - Sob a presidência de Leopoldo Cirne, a FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA instala-se na Avenida Passos, antiga Rua do Sacramento, onde hoje ainda se encontra.

____27/10/1937 - A FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA é fechada pela Polícia e reaberta três dias depois por ordem do Ministro da Justiça, dr. Macedo Soares.

____05/10/1949 - Assinado na FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, fruto do movimento de unificação dos espíritas, o PACTO ÁUREO, com a finalidade de fortalecer os laços de fraternidade e a comunhão de sentimentos dos adeptos da Terceira Revelação. Esse objetivo já fora realçado por AIlan Kardec em “OBRAS PÓSTUMAS”, lançado em 1890 e em mensagem de 1888, recebida pelo médium Frederico Júnior.

____Também Bezerra de Menezes batia-se pela consecução desse importante fator de progresso da Doutrina, como comprovação dos elevados ideais de seus adeptos, reunidos em torno do Mestre Jesus e como testemunho sincero do desejo de reforma íntima, de renovação espiritual de cada um.

____“Já é tempo de se ligarem todos os espíritas, para que se cumpra nesta parte do planeta a tarefa que lhes foi distribuída. Compreende-se que é pela união dos espíritas que se pode dar a ligação, a harmonia de seus esforços, sem a qual, diz o Mestre, cada um cavará o sulco por onde hão de correr as lágrimas de seu arrependimento. A união faz a força precisamente porque nasce dela o emprego harmônico dos esforços de cada um. Com quanto mais razão, pois, devem os espíritas unir-se, quando precisam de forças para resistirem aos inimigos da Terra e aos inimigos do Espaço? Da união resultará o apoio mútuo, quer no sentido do socorro caridoso, quer dos recursos para a obra da propaganda. Da união, em suma, nascerá o método, sem o qual, todo o esforço humano é perdido, toda a boa vontade é estéril”. — Artigo em O PAIZ.

____Da Grande Conferência Espírita, reunida naquela memorável data, resultou a unificação de todas as Federações Estaduais em torno da Casa-Máter do ESPIRITISMO no Brasil, e, em nova feição, o Conselho Federativo Nacional, composto dos representantes das referidas entidades.

____18/04/1957 - É lançado o primeiro selo postal espírita no mundo, em comemoração do centenário de “O LIVRO DOS ESPÍRITOS” — (Noticiário completo encontra-se em REFORMADOR de abril de 1957).

____18/04/1964 - Novo selo comemora o centenário de “O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO” (noticiário completo encontra-se em REFORMADOR de abril de 1964).

____1969 - São lançados os selos comemorativos:

  • a) — do centenário de desencarnação de Allan Kardec, em 31 de março (v. REFORMADOR de fevereiro e março de 69).
  • b) — do aparecimento de “O ECO D’ALEM TÚMULO”, o primeiro jornal espírita do Brasil, fundado por Luis Olímpio Teles de Menezes (noticiário completo encontra-se em RE­FORMADOR de junho e julho de 1969).

____03/10/1970 - Inaugura-se a Seção Brasília da Sede da FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO BRASIL.

[26 - página 71]

Ver também:
*