Natureza humana
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Tem assim o homem duas naturezas:

[9a - página 24]
[9a - página 298 questão 605]

____As duas naturezas nele existentes dão às suas paixões duas origens diferentes:

  • umas provêm dos instintos da natureza animal,
  • provindo as outras das impurezas do Espírito, de cuja encarnação é ele a imagem e que mais ou menos simpatiza com a grosseria dos apetites animais.

____Purificando-se, o Espírito se liberta pouco a pouco da influência da matéria.

  • Sob essa influência, aproxima-se do bruto.
  • Isento dela, eleva-se à sua verdadeira destinação.

[9a - página 299 -dos três reinos]

____

O meio mais eficiente de combater-se o predomínio da natureza corpórea é: "Praticar a abnegação."

[9a - página 418 questão 912]

____O Espírito encarnado se acha sob a influência da matéria;

  • O homem que vence esta influência, pela elevação e depuração de sua alma, se aproxima dos bons Espíritos, em cuja companhia um dia estará.
  • Aquele que se deixa dominar pelas más paixões, e põe todas as suas alegrias na satisfação dos apetites grosseiros, se aproxima dos Espíritos impuros, dando preponderância à sua natureza animal.

[9a Introdução VI p.25]

____Ensinam-nos que o egoísmo, o orgulho, a sensualidade são paixões que nos aproximam da natureza animal, prendendo-nos à matéria; que o homem que, já neste mundo, se desliga da matéria, desprezando as futilidades mundanas e amando o próximo, se avizinha da natureza espiritual.

[9a Introdução VI p.27]

____O homem, que procura nos excessos de todo gênero o requinte do gozo, coloca-se abaixo do bruto, pois que este sabe deter-se, quando satisfeita a sua necessidade, Abdica da razão que Deus lhe deu por guia e quanto maiores forem seus excessos, tanto maior preponderância confere ele à sua natureza animal sobre a sua natureza espiritual. As doenças, são, ao mesmo tempo, o castigo à transgressão da lei de Deus.

[9a -página 341 questão 714]

____Todas as paixões têm seu princípio num sentimento, ou numa necessidade natural. O princípio das paixões não é, assim, um mal, pois que assenta numa das condições providenciais da nossa existência. A paixão propriamente dita é a exageração de uma necessidade ou de um sentimento. Está no excesso e não na causa e este excesso se torna um mal, quando tem como conseqüência um mal qualquer. Toda paixão que aproxima o homem da natureza animal afasta-o da natureza espiritual. Todo sentimento que eleva o homem acima da natureza animal denota predominância do espírito sobre a matéria e o aproxima da perfeição.

[9a -página 417 questão 908]

____O homem, pelos seus esforços, pode vencer as suas más inclinações. Em muitos casos fazendo esforços muito insignificantes. O que lhe falta é a vontade. "Ah! Quão poucos dentre vós fazem esforços!"

[9a - página 418 questão 909]

Se o pedir a Deus e ao seu bom gênio, com sinceridade, os bons Espíritos lhe virão certamente em auxílio, para combater as suas paixões, porquanto é essa a missão deles.

[9a - página 418 questão 910]

Há muitas pessoas que dizem: Quero, mas a vontade só lhes está nos lábios. Querem, porém muito satisfeitas ficam que não seja como "querem". Quando o homem crê que não pode vencer as suas paixões, é que seu Espírito se compraz nelas, em conseqüência da sua inferioridade. Compreende a sua natureza espiritual aquele que as procura reprimir. Vencê-las é, para ele, uma vitória do Espírito sobre a matéria.
[9a - página 418 questão 911]

Ver também:
*