página acima: Homem
Liberte a você
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

REFORMA ÍNTIMA

  • Lábios envenenados pelo fel da maledicência não conseguem sorrir com verdadeira alegria.
  • Ouvidos fechados com a cera da leviandade não escutam as harmonias intraduzíveis da paz.
  • Olhos empoeirados pela indiscrição não vêem as paisagens reconfortantes do mundo.
  • Braços inertes na ociosidade não conseguem fugir à paralisia.
  • Mente prisioneira no mal não amealha recursos para reter o bem.
  • Coração incapaz de sentir a fraternidade pura não se ajusta ao ritmo da esperança e da .

...

  • Liberte a você de semelhantes flagelos.

Leis indefectíveis de amor e justiça superintendem todos os fenômenos do Universo e fiscalizam as reações de cada espírito.
Assim, pois, no trabalho da própria renovação, a criatura não pode desprezar nenhuma das suas manifestações pessoais, sem o que dificilmente marchará para a Vanguarda de Luz.

____

André Luiz

Revista Reformador - Agosto de 2002

Fonte: XAVIER, Francisco Cândido e VIEIRA, Waldo. Estude e Viva, 9. ed. Rio de Janeiro: FEB.

____Se procura, amigo, a luz espiritual; se a animalidade já te cansou o coração, lembra-te de que, em Espiritualismo, a investigação conduzirá sempre ao infinito, tanto no que se refere ao campo infinitesimal, como à esfera dos astros distantes, e que só a transformação de ti mesmo, à luz da Espiritualidade Superior, te facultará acesso às fontes da Vida Divina. EMMANUEL - (Pref. Mensageiro)

[55 página 20]

O homem não pode nutrir a pretensão de retificar o mundo ou os seus semelhantes dum dia para outro, atormentando-se em aflições descabidas, mas deve ter cuidado de si, melhorando-se, educando-se e iluminando-se, sempre mais.
EMMANUEL - (Vinha de Luz) [55 página 34]

  • Será muito fácil ao homem confessar a aceitação de verdades religiosas, operar a adesão verbal a ideologias edificantes...
  • Outra coisa, porém, é realizar a obra da elevação de si mesmo, valendo-se da autodisciplina, da compreensão fraternal e do espírito de sacrifício.

EMMANUEL - (Caminho, Verdade e Vida) [55 página 35]

A medida que o homem progride moralmente, mais se aperfeiçoará o processo da sua comunhão com os planos invisíveis que lhe são superiores.

EMMANUEL - (EMMANUEL) [55 página 35]

Dentro da grade dos sentidos fisiológicos, o espírito recebe gloriosas oportunidades de trabalho no labor de auto-superação.

EMMANUEL - (Roteiro) [55 página 195]

Em qualquer idade, podemos e devemos operar a iluminação ou o aprimoramento de nós mesmos.

EMMANUEL - (Paulo Estevão) [55 página 161]

PARA RENOVAR-NOS

  • Não espere viver sem problemas, de vez que problemas são ingredientes de evolução, necessários ao caminho de todos.
  • Ante os próprios erros, não descambe para o desculpismo e sim enfrente as conseqüências deles, a fim de retificar-se, como quem aproveita pedras para construção mais sólida.
  • Não perca tempo e serenidade, perante as prováveis decepções da estrada, porquanto aqueles que supõem decepcionar-nos estão decepcionando a si mesmos.
  • Reflita sempre antes de agir, a fim de que seus atos sejam conscientizados.
  • Não exija perfeição nos outros e nem mesmo em você, mas procure melhorar-se quanto possível.
  • Simplifique seus hábitos.
  • Experimente humildade e silêncio, toda vez que a violência ou a irritação apareçam em sua área.
  • Comunique seus obstáculos apenas aos corações amigos que se mostrem capazes de auxiliar em seu benefício com discrição e bondade.
  • Diante dos próprios conflitos, não tente beber ou dopar-se, buscando fugir da própria mente, porque de toda ausência indébita você voltará aos estragos ou necessidades que haja criado no mundo íntimo, a fim de saná-los.
  • Lembre-se de que você é um espírito eterno e se você dispõe da paz na consciência estará sempre inatingível a qualquer injúria ou perturbação.

André Luiz

(do livro PAZ E RENOVAÇÃO, psicog. F.C.Xavier)

Indicação de João Gonçalves Filho

SINAIS

    • Sua conversação dirá das diretrizes que você escolheu na vida.
    • Suas decisões, nas horas graves, identificam a posição real de seu espírito.
    • Seus gestos, na luta comum, falam de seu clima interior.
    • Seus impulsos definem a zona mental em que você prefere movimentar-se.
    • Seus pensamentos revelam suas companhias espirituais.
    • Suas leituras definem os seus sentimentos.
    • Seu trato pessoal com os outros esclarece até que ponto você tem progredido.
    • Suas solicitações lançam luz sobre os seus objetivos.
    • Suas opiniões revelam o verdadeiro lugar que você ocupa no mundo.

Seus dias são marcas no caminho evolutivo. Não se esqueça de que compactas assembléias de companheiros encarnados e desencarnados conhecem-lhe a personalidade e seguem-lhe a trajetória pelos sinais que você está fazendo.
* * *

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz.
____Edição de Bolso. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 1999.

____ A cultura moderna sai a campo para pregar as necessidades dos tempos.

    • Escritores, artistas, homens do pensamento, reformistas, falam exaltadamente da regeneração_esperada;
    • condenam a sociedade, de cujos erros participam todos os dias, fazem a exposição das angústias da época, relacionam as suas necessidades, mas, se as criaturas bem-intencionadas lhes perguntam sobre a maneira mais fácil de socorrer o homem aflito dos tempos atuais, essas vozes se calam ou se tornam incompreensíveis, no domínio das sugestões duvidosas e das hipóteses inverossímeis.

____É que o espírito humano está esgotado com todos os recursos das reformas exteriores. Para que a fórmula da felicidade não seja uma banalidade vulgar, é preciso que a criatura terrestre ouça aquela voz — " aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”.

____Os reformadores e os políticos falarão inutilmente da transformação necessária, porque todas as modificações para o bem têm de começar no íntimo de cada um. É por essa razão que todos os apelos morrem, na atualidade, na boca dos seus expositores, como as vozes clamantes no deserto; ninguém os entende, porque quase todos se esqueceram da transformação de si mesmos, e é ainda por isso que, no frontispício social dos tempos modernos, no planeta terrestre, pesam os mais sombrios e sinistros vaticínios.

[71 - página 175] - EMMANUEL - 1938

Ver também:
*