página acima: Homem
A Grande Síntese
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*
  • De , o espírito, puro pensamento, princípio, a Lei que é Deus
  • caminha para , num devenir contínuo, movimento feito de energia e vontade,
  • para atingir seu último termo (). A matéria, estrutura, ação, a forma. E, iniciar o seu regresso para .
  • Ciclo involutivo (espacial): espírito( ) energia() matéria( ) - Movimento descêntrico, a expansão e a exteriorização.
  • Ciclo evolutivo (conceptual): matéria( ) energia() espírito( )
    (Ver: A Lei do universo )
  • A letra (ômega) representa o Universo.

A respiração de é:

 

    
              
SUPERCONSCIÊNCIA = +x
CONSCIÊNCIA HUMANA = espírito, pensamento.

VIDA x CONSCIÊNCIA_de_superfície

Psiquismo_ se_revela_e_se_exprime

ENERGIA ESCURA

 

FLUIDO CÓSMICO

 

MATÉRIA ESCURA

O tempo

CONSCIÊNCIA linear
(propriedade da energia)

Eletricidade, onda degradada,
Última_espécie_dinâmica

MATÉRIA PSI

DESAGREGAÇÃO


CONDENSAÇÃO

movimento feito de
energia  e vontade.
(Aspecto dinâmico
do Universo)


CONSCIÊNCIA linear
(do sistema espacial)


ÉTER

(Ver: Teoria das cordas)

 




matéria, estrutura, formas, ação.
(Aspecto estático do universo)

Preparando uma galáxia
e Nebulosas


Germe do psiquismo


CONSCIÊNCIA na matéria
= o ponto

Série estequiogenética
HIDROGÊNIO

Vosso ciclo poderia definir-se como um físio-dínamo-psiquismo

Movimento concêntrico (ciclo inverso).

[63 - A GRANDE SÍNTESE - A Lei ]

____Vimos no fim do ciclo evolutivo: , a fase ...

  • em seu aspecto conceptual, ao observarmos a evolução das leis da vida
  • em seu aspecto dinâmico, ao observarmos a gênese e a ascensão do psiquismo
  • em seu aspecto estático, ao observarmos as manifestações desse psiquismo nos órgãos internos e externos, em seu funcionamento, na direção da máquina orgânica.

Com isto, nossa longa caminhada de para está terminada.
Chegamos ao homem, à sua alma.

____Antes de deixar-vos, concentremos a atenção neste ponto culminante da evolução, nessa obra altíssima, preparada por tão longa caminhada e tão grande trabalho. Olhemos o homem como indivíduo e como coletividade, em suas leis, em_seu_progresso; olhemos o futuro que o espera no momento decisivo de sua mais elevada maturação biológica atual.

____O homem, o Prometeu, de rosto luminoso, dominador no gesto, é, em seu organismo, todo ele, a expressão prepotente de um psiquismo interior. No olhar profundo, a potência de um rei que enfrenta o infinito; no punho fechado, o poder do vencedor da vida em seu planeta. No entanto,

  • ele está pregado na rocha,
  • suas vísceras dilaceradas pela águia
  • a seus pés, um mar de sangue.
  • Aquele rosto é a única luz nas trevas profundas, cheias de sombras e de terrores, de dores e de delitos.
  • Lívidos fulgores de exércitos, intermináveis fileiras de cruzes, enganadora cintilação de ouro, de vaidades, de prazeres e, sobretudo, um grito estridente de dor que clama por Deus.

____Quanto esforço para reencontrar Deus! Grandeza de espírito, potência de vontade e de ação, agudeza de sabedoria, por toda parte um esforço titânico, jamais domado, de superar-se a si mesmo e vencer o mundo; a cada passo, um báratro tenebroso que engole tudo; uma potência escura de destruição que nivela tudo na morte e no esquecimento. Na eterna fuga, sempre nova onda sobrevém e submerge o passado, apaga e recomeça_a_vida. A corrida prossegue sem repouso, à luz incerta das miragens ilusórias. Nesta atmosfera densa e escura, o homem luta e sangra, buscando sua luz.

____Quanta dor! É um mar sem limites, donde emerge apenas o braço do homem, que agita um facho de luz: é o gênio.

  • No fundo triste e lamacento, patinam os piores em seu elemento, a sorrir, felizes e inconscientes.
  • O gênio — seja artista, místico, pensador, santo, herói ou caudilho — é sempre uma cabeça em antecipação sobre a evolução, que o rebanho ignaro acompanha, por lei da vida.
  • Seu destino é titânico: um abismo por onde passam zonas de paixão e de laceração, tempestades e visões nas quais está a voz de Deus.
  • O gênio alça-se, angustiando-se, do leito de sua dor e da dor do mundo; com gesto supremo e tremendo, fixa o infinito com firmeza; mergulha no coração do mistério e rasga-lhe o véu, para que a vida caminhe.
  • A massa inerte da grande alma coletiva experimenta súbita dilatação e vê, acompanha e sobe.

____Por vezes, no inferno terrestre cai uma estrela do céu, só para chorar e amar; chora e ama durante uma vida inteira, cantando na dor própria e alheia, um canto divino inebriado de amor. A_dor_vergasta_(açoita) e a alma canta. Aquele canto tem estranha magia:

  • amansa a fera humana,
  • faz florescer as rosas entre os espinhos e os lírios na lama
  • a fera retrai suas garras
  • a dor, o seu assalto
  • O destino, seu aperto
  • O homem, sua ofensa.

____A magia da bondade e a harmonia do amor vencem a todos; dilata-se e com ele canta e ressoa toda a criação. Naquele canto amargurado há tanta , tanta esperança, que a dor transforma-se em paixão de bem e de ascensão. Aquele canto humilde e bom chega de muito longe, cheio das coisas de Deus; é novo perfume em que vibra o infinito; é secreto ciciar de paixão que fala à alma e revela, pelas vias do coração, mais que qualquer ciência, o mistério do ser; é uma carícia em que a dor repousa. Tudo se encarniça na Terra contra o mais simples e inerme que fala de Deus, para fazê-lo calar. Mas a palavra doce ressurge sempre, expande-se, triunfa. Porque é lei que a Boa Nova do Cristo se realize, o mal seja vencido e venha o Reino de Deus. A dor golpeará sem piedade, mas a alma humana emergirá de suas provas e a vida iniciará novo ciclo, pois, o momento está maduro e é lei que a besta transforme-se em anjo, da desordem surja nova harmonia e o hino da vida seja cantado mais alto.

  • O materialismo fez do homem um ser mau, dedicado a oprimir o próprio semelhante, homo homini lupus (o homem é o lobo do homem).
  • Dele, faremos um ser justo e bom, dedicado a beneficiar seus irmãos.
  • A ciência o fez perverso, nós, por meio da própria ciência, fá-lo-emos melhor.
  • O homem é o artífice de seu destino: tem que arrostar o esforço de criar a si mesmo; deve esculpir a grande obra do espírito, na tosca matéria da vida.
  • Seu deve ser o esforço da superação biológica e da liberação da lei mais baixa do mundo animal, seu será o triunfo da ascensão espiritual no campo de todos os valores humanos.
  • Cada prova, cada dor e cada vitória serão um golpe de cinzel que definirá e embelezará a obra divina ao sol.

____As conclusões estão iminentes. As questões científicas estão superadas. Esses problemas, longe de vós, podiam deixar-vos indiferentes. As conclusões vos atingem de perto em vossa vida, em vossa felicidade, em vosso futuro individual e coletivo. Se sois racionais, não podereis mais agora recusá-las, em nome de vossa própria razão e de vossa própria ciência. Há quem compreenda porque sente. Meu esforço teria sido muito menor se tivesse de falar apenas a quem já sente e compreende. O Livro "A_Grande_Síntese" foi escrito para quem precisa de demonstração para compreender; para eles foi feito este esforço de racionalidade, que doutra forma não teria sido necessário.

____Podereis ter lido por curiosidade, mas cada palavra foi dita, cada conceito colocado em seu lugar, para que agissem como impulso convergente para essas conclusões. Todos os conceitos são força que, como ondas, repassam por todo o infinito, dirigindo-se para esta passagem, de onde dito as normas de vida individual e social, que não podeis mais repelir. Não tratei convosco questões de , porque aprendestes a fugir da fé; levanto as questões de razão e de ciência, e com essas vossas mesmas armas, com que tentastes demolir Deus e o mundo do espírito, eu vos obriguei progressivamente, em constrição férrea, a voltardes a Deus e ao espírito.

____Minha palavra, eu disse, é verdadeira: realizou-se e se realizará. A semente está lançada e brotará. Ao mundo, indico a via do espírito, a única via das ascensões humanas na arte, na literatura, na ciência. Abri-vos esta porta para o infinito, que a razão e a ciência haviam fechado. Por esta estrada de conquistas, guiarei os fortes que me quiserem seguir.

____Disse-vos que estais numa grande encruzilhada da vida do mundo. A_Lei, que amadureceu por dois milênios, impõe hoje esta revolução biológica. Os fatos, que sabem fazer-se ouvir, constranger-vos-ão. Trata-se de movimentos mundiais de massa e de espíritos, de povos e de conceitos, movimentos profundos de que ninguém escapará. Mas antes que falem os fatos e se desencadeiem as forças mais baixas da vida, tinha de falar o pensamento, tinha de ser dado o aviso para que, quem o pudesse, compreendesse.

____Falais sempre de força, falei-vos apenas de equilíbrios e ordem. Mostrei-vos, para além da aparência das coisas, uma realidade muito mais profunda e verdadeira; além da injustiça humana, uma justiça substancial; em cada pensamento meu, vistes palpitar a presença de uma Lei suprema, que é Deus. É lei_de_bondade_e_de_justiça, mas justamente porque é lei de justiça, é também lei de reação, que sabe explodir tempestuosamente no destino_individual como no coletivo. Ignorando esse equilíbrio, usurpais cada vez mais ao destino inexorável, excitando um furacão de reações. A cadeia transmite-se de geração em geração, o déficit acumula-se e vos submerge. Então, no fundo de um céu em tempestade, aparecem os profetas bíblicos, conclamando à penitência e então irrompem os cataclismos que são batismos de dor. A humanidade sai deles purificada, como se só pela dor conquistasse seus direitos; depois do reequilíbrio, reencontra a possibilidade de retomar o caminho interrompido da sua evolução.

____Falei-vos de ideais e de princípios, com palavras de paz, que podem fazer sorrir o sapiente ceticismo moderno. Em vosso mundo, ao invés de colocar no alto os princípios, por eles lutando, são colocados os interesses e sobre eles fabricam-se princípios fictícios. Existem os ideais e as crenças oficiais, mas no profundo da alma humana existe a mentira.

  • Desprezais o vencido, mesmo se é um justo
  • estimais o vencedor, embora seja desonesto.
  • Acreditais só na matéria
  • confiais apenas na riqueza e na força, mas estas vos trairão.

____Deveis compreender que, num regime de ordem_universal, como vos mostrei, num campo infinito de forças conexas e poderosíssimas, embora imponderáveis e ultra-sensórias, agir com baixeza e leviandade significa expor-se a reações tremendas. A história está cheia delas. A lei está presente e comanda sempre todos, dirigentes ou dependentes; cada um tem sua responsabilidade em seu posto de combate. Ao conceito superficial de uma negação fácil de qualquer disciplina moral — como o materialismo científico difundiu no último século — opõe-se hoje o conceito oposto: o homem é responsável. Ele não vive isolado, mas em sociedades que “devem” ser organismos, onde cada indivíduo tem um trabalho a realizar. A vida não é ócio, mas esforço de conquista. Acima de todos os interesses materiais, há um interesse ideal igualmente urgente e importante, que atinge todos. Todas as instituições sociais e jurídicas, o trabalho, a propriedade, a riqueza e a concepção do Estado e do seu funcionamento, não são conceitos isolados, mas são “funções” da Lei; isto é, enquadram-se logicamente e não podem compreender-se, senão quando enquadrados no funcionamento orgânico do universo .

____Como esta síntese é uma filosofia da ciência, assim, aqui estão as bases, que até agora jamais foram colocadas, de uma filosofia científica do direito. No campo moral cai qualquer empirismo, porque cada ato, cada pensamento, cada motivação tem sua meta, seu peso e, por cálculo matemático de forças, marca o destino de quem o executa. Pela primeira vez na história do homem ouve-se falar numa ética científica, racional, exata. O mundo da ética não é mais um campo de ou de abstrações: é um cálculo exato de forças. Se estas muitas vezes não são percebidas, porque sutis demais à justiça humana, outro equilíbrio mais profundo, a justiça divina, registra-as em vosso destino, as pesa e vos impõe a resultante, em forma de alegria ou de dor. Sois_livres: podeis sorrir e negar tudo isto. Mas se violardes uma só dessas conseqüências, violareis a ordem de todo o universo e ele se levantará contra vós para esmagar-vos. Esta minha voz é a voz da justiça e de vossa consciência, onde troveja a voz de Deus e não podeis fazê-la calar.

____Dei-vos um conceito da vida que extravasa sem limites no tempo, na qual nada se perde, nenhuma dor é vã, onde cada átimo é construtivo e é possível acumular e possuir verdadeira riqueza que não se destrói. Ensino-vos a valorizar e utilizar a dor. Olhemos juntos o âmago das coisas, não inutilmente, porque dele extraímos otimismo consciente e triunfante até na adversidade. Só os inconscientes podem pedir o absurdo de uma felicidade fácil, não conquistada; eu vos falei de luta e esforço para que a vitória, medida de vosso valor, seja vossa. Realizamos juntos a longa e cansativa caminhada da ascensão_do_ser, para que conheçais vosso amanhã e vos prepareis para ele porque, através de uma cortina de provas decisivas em vosso amontoar-se desordenado de formações psíquicas, já resplandece a luminosidade do futuro, no fundo imenso da evolução trifásica de vosso universo.

[63 - A GRANDE SÍNTESE - O Homem ]

Ver também:
*