Frameworker
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Se já é tácito que uma partícula atômica não possa ser automaticamente formada pelos distúrbios do universo sem que, sobre sua energia atue uma agente estruturador, atualmente conhecido como frameworker, o que se dirá, então, de uma vida biológica que, além da forma dita material apresenta um princípio de vida e inteligência?

____O frameworker nada mais será, então, do que um princípio estruturador que, na evolução das formas, é capaz de mutar-se para a vida vegetal e, numa ascendência normal, apresentar-se como um espírito animal em suas diversas escalas zoológicas.

____Em síntese, é a velha hipótese de que tudo tenha um Princípio Espiritual :

  • Osminerais, apenas estruturadores, forma. Sem vida biológica e guardando um princípio geológico de formação.
  • Osvegetais apresentariam um forma biológica inanimada, princípio rudimentar de vida, dita psicofitóide.
  • Osseres animados rudimentares teriam, em seu lugar, os princípios espirituais ditos psicozoóides
  • e, finalmente, osanimais, com seu espírito e seu grupo de evolução compatível com cada espécie, até chegar à forma hominal.

____É assim que se raciocina cientificamente: o princípio é o mesmo e se repete no macro, como no micro, guardados patamares de evolução.

____A Ciência está um passo de admitir que exista um outro domínio externo ao Universo, que, para os reencarnacionistas, seria o mundo espiritual. http://www.cvdee.org.br/artigostexto.asp?id=118

____Cabe lembrar que os físicos, a partir das pesquisas do norte-americano Murray Gel Mann nos aceleradores de partícula, já admitem a existência de um domínio externo ao mundo cósmico dito material onde provavelmente existam agentes ativos também chamados frameworkers, capazes de atuar sobre a energia do Universo, modulando-a e dando-lhe formas de partícula atômica, ou seja por outras palavras - o espírito, chamado também " Agente Estruturador" por vários físicos teóricos.

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/geae/a-fisica-quantica.html

Ver também:
*