Folhetos blastodérmicos
página acima: Corpo físico
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____No período embrionário, depois da vesícula germinal, com a cooperação magnética dos Construtores espirituais para cada célula, formaram-se os três folhetos blastodérmicos, aproveitando-se o molde que a mãe idealizara mentalmente para o futuro filhinho, que foi aplicado sobre o modelo vivo do espírito reencarnante, em processo de nova reencarnação.

____Reparei que os trabalhos dos técnicos espirituais eram, em tudo, semelhantes aos serviços que acompanhara na sessão de materialização_de_desencarnados. Tomava-se concurso do interessado, valia-se da colaboração da mãe, que, no caso, tomava a função de “ médium” da vida, mobilizavam-se amigos, utilizava-se de recursos magnéticos, requisitava-se o auxílio direto e positivo do futuro pai, como se requeria, na sessão, o concurso do orientador mediúnico sobre as forças passivas da intermediária. O símile era completo, apenas com a diferença de que, nos trabalhos de materialização dos desencarnados, gastavam-se algumas horas de preparação para um ressurgimento incompleto e transitório, ao passo que ali se gastariam nove meses consecutivos para uma reencarnação_tangível_da_alma, em caráter mais ou menos longo e definitivo.

____Com o transcurso dos dias, formava-se o novo corpo do espírito reencarnante, célula a célula, dentro de um plano simples e inteligente.

  • O folheto blastodérmico inferior, obedecendo às disposições do molde vivo, enrolava-se, apresentando os primórdios do tubo intestinal,

    ____O tubo intestinal, em certas regiões, começou a dilatar-se, dando origem ao estômago e às alças de várias espécies e revelando, em seguida, determinados movimentos de invaginação, interna e externamente, organizava, aos poucos, as estrias inferiores e superiores, constituídas de pregas, vilosidades e glândulas.

  • ao passo que o folheto superior tomava o mesmo impulso de enrolamento, formando os tubos epidérmico e nervoso. (Ver: Origem do sistema nervoso )

    ____O tubo cutâneo começou o serviço de estruturação complicada da pele, ao mesmo tempo que o tubo nervoso dobrava-se paulatinamente sobre si mesmo, preparando a oficina encefálica.

  • O folheto médio, assumindo feição especialíssima, dava lugar às primeiras manifestações da coluna vertebral, dos músculos e vasos diversos.

    Enquanto isso ocorria, as substâncias do folheto médio transformavam-se de modo surpreendente.

____E, dia a dia, eram para mim cada vez mais belas as lições que recebia, observando, então, por que disposições maravilhosas segmenta-se o cordão axial (coluna) em vértebras que abraçam o tubo nervoso na parte superior e o tubo intestinal na zona inferior.

____Os serviços dos Espíritos Construtores, por vezes, nos pródromos da formação dos órgãos mais importantes, detinham-se em oração, suplicando as bênçãos de Jesus para a tarefa iniciada e observei que, sempre que isso acontecia, brilhantes luzes, procedentes do Alto, derramavam-se através da câmara, incentivando-lhes a ação.

____O trabalho assumia características de verdadeira revelação divina. Para fixá-lo em particularidades, seria preciso esquecer a finalidade doutrinária de nossas singelas observações, resvalando para o campo da técnica, propriamente dita, esforço descritivo esse que tem sido objeto de longas considerações dos tratadistas do assunto e que devem servir ao investigador de puras informações de ordem material, nos setores da inteligência.

____A primeira célula da fecundação estava transformada num verdadeiro mundo de organização ativa e sábia. o embrião revelava-se notavelmente desenvolvido.

____Na parte anterior, o tubo intestinal dava origem ao esôfago, enquanto que o intestino, com as suas disposições complexas, situava-se na região posterior; internamente, fizera-se nele perfeito serviço de pregueamento, salientando-se que, na zona interior, se formavam pregas e vilosidades, e, na parte exterior, se organizavam saliências que, por sua vez, pouco a pouco se convertiam em glândulas diversas.

____Prosseguia, célere, a formação dos vários departamentos cerebrais, a preparação das glândulas sudoríparas e sebáceas, os órgãos autônomos, os vasos sangüíneos, os músculos e ossos.

____A futura forma física do reencarnante, acomodada no líquido amniótico, proporcionou-me a perfeita impressão de um peixe. Não faltavam, para isto, nem mesmo as reentrâncias branquiais que se revelavam no feto, com exatidão absoluta, falando-nos do serviço de recapitulação em curso e das reminiscências das velhas épocas de nossa passagem pelas correntes marinhas.

[ 16a - página 224 ] André Luiz - 1943

Fases do Desenvolvimento
Segmentação: aumento do número de células (blastômeros);

  • Mórula: grupo de células agregadas. Lembra uma amora;
  • Blástula: esfera oca onde a camada de células denominada blastoderma envolve a blastocela (cavidade);
  • Gástrula: forma o arquêntero, a mesentoderme e a ectoderme;
  • Nêurula: forma o tubo neural, ocorrendo no final da anterior;
  • Organogênese: formação dos órgãos.

Destino dos Folhetos Embrionários:

Ectoderme

____(folheto blastodérmico superior)

epiderme e seus anexos

encéfalo e medula espinhal

MESODERME

____(folheto blastodérmico médio)

notocorda (posteriormente é substituída por vértebras)
Epímero
dermátono - derme
miótomo - musculatura estriada
esclerótomo-esqueleto axial (coluna)
Mesômero - aparelho urogenital

Hipômero

sistema circulatório
musculatura lisa
peritônio e mesentérios
esqueleto apendicular (membros)

Endoderme

____(folheto blastodérmico inferior)

aparelho respiratório
tubo digestivo e glândulas anexas

Professora Cynarahttp://www.logic.com.br/prof.cynara/embriologia.htm#reprdgametas

Gástrula

(de 14 a 16 dias)

____Menos de uma semana depois de um óvulo humano ser fertilizado, o embrião em desenvolvimento contém entre 100 e 150 células, que ainda deverão se especializar. O embrião é uma bola oca, chamada de blastocisto, formada por uma massa celular externa, que na gravidez viria a formar a placenta, e de uma massa celular interna, que se tornaria o feto. Dentro de um útero, essas células continuariam a se multiplicar, começando a se especializar na terceira semana. O embrião, que nesse estágio é chamado de gástrula, conteria três camadas germinativas distintas, cujos descendentes eventualmente formariam centenas de tecidos diferentes no corpo humano.

ENDODERMA

(camada interna)

Pâncreas

Fígado

Tireóide

Pulmão

Bexiga

Uretra

MESODERMA

(camada intermediária)

Medula óssea

Músculos esqueletal, liso e cardíaco

Coração e veias sangüíneas

Túbulos renais

ECTODERMA

(camada externa)

Pele

Neurônios

Glândula pituitária

Olhos

Ouvidos

Embrião humano, cinco a seis dias após a fertilização, chamado de blastocisto, é aberto para a remoção da massa celular interna (massa avermelhada), que produz células-tronco embrionárias.

Revista SCIENTIFIC AMERICAN - Brasil (Julho de 2004 - ANO 3 Nº 26)www.sciam.com.brhttp://sti.br.inter.net/rafaas/biologia-ar/introducao.htm

Ver também:
*