página acima: Passe
Faculdades radiantes
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Num dos serviços de passes_magnéticos, ministrados aos freqüentadores da casa espírita, o trabalho era atendido por seis entidades espirituais, envoltas em túnicas muito alvas, como enfermeiros vigilantes. Falavam raramente e operavam com intensidade. Todas as pessoas, vindas ao recinto, recebiam-lhes o toque salutar e, depois de atenderem aos encarnados, ministravam socorro eficiente às entidades infelizes do plano_espiritual, principalmente as que se constituíam em séquito familiar dos amigos da Crosta.

____Estas entidades espirituais são técnicos em auxilio magnético que comparecem para a dispensação de passes de socorro. Trata-se dum departamento delicado, que exige muito critério e responsabilidade.

____Estes trabalhadores apresentam requisitos especiais. Na execução da tarefa que lhes está subordinada, não basta a boa vontade, como acontece em outros setores de atuação. Precisam revelar determinadas qualidades de ordem superior e certos conhecimentos especializados. O servidor do bem, mesmo desencarnado, não pode satisfazer em semelhante serviço, se ainda não conseguiu manter um padrão superior deelevação mental contínua, condição indispensável à exteriorização das faculdades radiantes. O missionário do auxilio magnético, na Crosta ou na esfera espiritual, necessita ter:

  • grande domínio sobre si mesmo,
  • espontâneo equilíbrio de sentimentos,
  • acendrado amor aos semelhantes,
  • alta compreensão da vida,
  • fé vigorosa
  • e profunda confiança no Poder Divino.

____Semelhantes requisitos, no plano espiritual, constituem exigências a que não se pode fugir, quando, na esfera carnal, a boa vontade sincera, em muitos casos, pode suprir essa ou aquela deficiência, o que se justifica, em virtude da assistência prestada pelos benfeitores de nossos círculos de ação ao servidor humano, ainda incompleto no terreno das qualidades desejáveis.

____Ouvindo as considerações do orientador, lembrei-me de que, de fato, vez por outra, viam-se nas reuniões costumeiras do grupo os médiuns passistas, em serviço, acompanhados de perto pelas entidades referidas.

____Os amigos encarnados, de modo geral, poderiam colaborar em semelhantes atividades de auxilio magnético, com maior ou menor intensidade, poderão prestar concurso fraterno, nesse sentido, porquanto, revelada a disposição fiel de cooperar a serviço do próximo, por esse ou aquele trabalhador, as autoridades do plano espiritual designam entidades sábias e benevolentes que orientam, indiretamente, o neófito, utilizando-lhe a boa vontade e enriquecendo-lhe o próprio valor. São muito raros, porém, os companheiros que demonstram a vocação de servir espontaneamente. Muitos, não obstante bondosos e sinceros nas suas convicções, aguardam a mediunidade_curadora, como se ela fosse um acontecimento miraculoso em suas vidas e não um serviço do bem, que pede do candidato o esforço laborioso do começo. Claro que, referindo-nos aos irmãos encarnados, não podemos exigir a cooperação de ninguém, no setor de nossos trabalhos normais; entretanto, se algum deles vem ao nosso encontro, solicitando admissão às tarefas de auxílio, logicamente receberá nossa melhor orientação, no campo da espiritualidade.

____Ainda mesmo que o operário humano revele valores muito reduzidos, pode ser mobilizado, desde que o interesse dele nas aquisições sagradas do bem seja mantido acima de qualquer preocupação transitória, deve esperar incessante progresso das faculdades radiantes, não só pelo próprio esforço, senão também pelo concurso de Mais Alto, de que se faz merecedor.

[16a página 296] - André Luiz

Desenvolvimento das faculdades radiantes:

____Quando na Crosta, envolvidos pelos fluidos mais densos, poderemos desenvolver a capacidade radiante, depois da edificação de nossa boa vontade real, a serviço do próximo.

____Conseguida a qualidade básica, o candidato ao serviço precisa considerar a necessidade de sua elevação urgente, para que as suas obras se elevem no mesmo ritmo. Falaremos tão-só das conquistas mais simples e imediatas que deve fazer, dentro de si mesmo.

  • Antes de tudo, é necessário equilibrar o campo das emoções. Não é possível fornecer forças construtivas a alguém, ainda mesmo na condição de instrumento útil, se fazemos sistemático desperdício das irradiações vitais. Um sistema nervoso esgotado, oprimido, é um canal que não responde pelas interrupções havidas.
  • A mágoa excessiva, a paixão desvairada, a inquietude obsidente, constituem barreiras que impedem a passagem das energias auxiliadoras.
  • Por outro lado, é preciso examinar também as necessidades fisiológicas, a par dos requisitos de ordem psíquica. A fiscalização dos elementos destinados aos armazéns celulares é indispensável, por parte do próprio interessado em atender as tarefas do bem.
  • O excesso de alimentação produz odores fétidos, através dos poros, bem como das saídas dos pulmões e do estômago, prejudicando as faculdades radiantes, porquanto provoca dejeções anormais e desarmonias de vulto no aparelho gastrintestinal, interessando a intimidade das células.
  • O álcool e outras substâncias tóxicas operam distúrbios nos centros nervosos, modificando certas funções psíquicas e anulando os melhores esforços na transmissão de elementos regeneradores e salutares. (Ver: Vício )

____Levada a efeito a construção da boa vontade sincera, o trabalhador leal compreende a necessidade do desenvolvimento das qualidades a que nos referimos, porquanto, em contato incessante com os benfeitores desencarnados, que se valem dele na missão de amparo aos semelhantes, recebe_indiretas_sugestões de aperfeiçoamento que o erguem a posições mais elevadas.

[16a - página 298] - André Luiz

____Médiuns que aprimoraram condições_mediúnicas favoráveis à realização dos serviços a se desdobrarem no plano espiritual, colaboram com fluidos_vitais e elementos radiantes, altamente sublimados, de que os Instrutores se servem com eficiência para se manifestarem.
____São trabalhadores prestimosos. Padecem ainda a pressão de reminiscências perturbadoras do plano físico, carreando consigo as raízes dos débitos que adquiriram no passado, para o justo resgate em porvir talvez próximo, na reencarnação. Ainda assim, pela disciplina a que se afeiçoam no devotamento aos semelhantes, conquistam simpatias providenciais que funcionam à maneira de valores expressivos a lhes atenuarem dificuldades e provas nas lutas porvindouras.

[83 - página 74/75] - André Luiz

Ver também:

*