Espíritos com nome de Santo
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*
  • O uso desse nome não pode ser considerado uma fraude?
    R -Seria uma fraude da parte de um Espírito_mau, que quisesse enganar; mas, quando é para o bem, Deus permite que assim procedam os Espíritos da mesma categoria, porque há entre eles solidariedade e analogia de pensamentos.
  • Por que é que os Espíritos que se comunicam tomam freqüentemente nomes de santos?
    R -Identificam-se com os hábitos daqueles a quem falam e adotam os nomes mais apropriados a causar forte impressão nos homens por efeito de suas crenças.
  • Poderiam os Espíritos superiores impedir que os maus Espíritos tomassem falsos nomes?
    R -Certamente que o podem; porém, quanto piores são os Espíritos, mais obstinados se mostram e muitas vezes resistem a todas as injunções. Também é preciso saibais que há pessoas pelas quais os Espíritos superiores se interessam mais do que outras e, quando eles julgam conveniente, as preservam dos ataques da mentira. Contra essas pessoas os Espíritos enganadores nada podem.
  • Qual o motivo de semelhante parcialidade?
    R -Não há parcialidade, há justiça. Os bons Espíritos se interessam pelos que usam criteriosamente da faculdade de discernir e trabalham seriamente por melhorar-se. Dão a esses suas preferências e os secundam; pouco, porém, se incomodam com aqueles junto dos quais perdem o tempo em belas palavras.
  • Por que permite Deus que os Espíritos cometam sacrilégio de usar falsamente de nomes venerados?
    R -Poderias também perguntar por que permite Deus que os homens mintam e blasfemem. Os Espíritos, assim como os homens, têm o seu livre-arbítrio para o bem, tanto quanto para o mal; porém, nem a uns nem a outros a justiça de Deus deixará de atingir.

[17b - página 338 item 268]

Ver também:
*