página acima: Espírito
Doenças da Alma
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

REMÉDIO ESPIRITUAL

  • Indicação:
    • Dez horas de serviço ativo por dia.
    • Muitas dificuldades e pouco dinheiro.
    • Nuvens de preocupação e chuvas de suor.
  • Modo de usar:
    • Entregar-se ao trabalho de boa-vontade a fim de encontrar o tesouro do espírito do serviço.
    • Encarar as dificuldades como instrutoras; aprender a alcançar muita espiritualidade com reduzidas possibilidades materiais.
    • Aceitar as nuvens de preocupação e as chuvas de suor como elementos indispensáveis à sementeira e à, colheita nas terras da vida.

[128 - Capítulo: "A ESTRANHA INDICAÇÃO"] - Humberto de Campos

____No círculo das enfermidades_terrestres, cada espécie de micróbio tem o seu ambiente preferido.

  • O pneumococo aloja-se habitualmente nos pulmões;
  • O bacilo de Eberth localiza-se nos intestinos onde produz a febre tifóide;
  • O bacilo de Klebs-Löfller situa-se nas mucosas onde provoca a difteria.
  • Em condições especiais do organismo, proliferam os bacilos de Hansen ou de Koch.

____No campo infinitesimal, as revelações obedecem à mesma ordem surpreendente. As doenças psíquicas são muito mais deploráveis. A patogênese da alma está dividida em quadros dolorosos.

____Quase sempre o corpo doente assinala a mente enfermiça. A organização fisiológica, segundo conhecemos no campo das cogitações terrestres, não vai além do vaso_de_barro, dentro do molde preexistente do corpo_espiritual. Atingido o molde em sua estrutura pelos golpes das vibrações inferiores, o vaso refletirá imediatamente.

  • Como encarar o problema das formações iniciais?
  • Enquadrava-se a afecção psíquica no mesmo quadro sintomatológico que conhecera, até então, para as enfermidades orgânicas em geral?
  • Haveria contágio de moléstias da alma?
  • E seria razoável que assim fosse na esfera onde os fenômenos patológicos da carne não mais deveriam existir?

____Nas moléstias da alma, como nas enfermidades_do_corpo_físico, antes da afecção existe o ambiente.

____E, em virtude de cada Espírito representar um universo por si, cada um de nós é responsável pela emissão das forças que lançamos em circulação nas correntes da vida.

  • A cólera,
  • a desesperação,
  • O ódio
  • e o vício oferecem campoa perigosos germens psíquicos na esfera da alma.

____E, qual acontece no terreno das enfermidades do corpo, o contágio aqui é fato consumado, desde que a imprevidência ou a necessidade de luta estabeleçam ambiente propício, entre companheiros do mesmo nível. Naturalmente, no campo da matéria mais grosseira, essa lei funciona com violência, enquanto, entre nós, se desenvolve com as modificações naturais. Aliás, não pode ser de outro modo, mesmo porque você não ignora que muita gente cultiva a vocação para o abismo. Cada viciação particular da personalidade produz as formas sombrias que lhe são conseqüentes, e estas, como as plantas inferiores que se alastram no solo, por relaxamento do responsável, são extensivas às regiões próximas, onde não prevalece o espírito de vigilância e defesa.

[16a - página 34] - André Luiz - 1943

... Não desconhecemos que as moléstias da alma são mais aflitivas e mais graves que as doenças da carne...

[83 - página 78] - André Luiz

moléstias da alma que arruínam a mente por tempo indeterminado.

[83 - página 116] - André Luiz

O corpo_físico funcionaria como abafador da moléstia da alma, sanando-a, pouco a pouco...

[4 - página 216] - André Luiz

____A enfermidade, como desarmonia espiritual atalhou o instrutor —, sobrevive_no_perispírito.
____As moléstias conhecidas no mundo e outras que ainda escapam ao diagnóstico humano, por muito tempo persistirão nas esferas torturadas da alma, conduzindo-nos ao reajuste.

  • A dor é o grande e abençoado remédio. Reeduca-nos a atividade mental, reestruturando as peças de nossa instrumentação e polindo os fulcros anímicos de que se vale a nossa inteligência para desenvolver-se na jornada para a vida eterna.
  • Depois do poder de Deus, é a única força capaz de alterar o rumo de nossos pensamentos, compelindo-nos a indispensáveis modificações, com vistas ao Plano Divino, a nosso respeito, e de cuja execução não poderemos fugir sem graves prejuízos para nós mesmos.

[4 - página 174] - André Luiz

A dor na "alma" gera a dor física, a doença...

Por isso oriento tanto meus amados clientes a cuidarem de suas emoções...

Não trate apenas dos sintomas, tentando eliminá-los sem que a causa da enfermidade seja também extinta.

A cura real somente acontece do interior para o exterior...

Sim, diga a seu médico que você tem DOR NO PEITO, mas diga também que sua dor é dor de tristeza, é dor de angústia.

Conte a seu médico que você tem AZIA, mas descubra o motivo pelo qual você, com seu gênio, aumenta a produção de ácidos no estômago.

Relate que você tem DIABETES. No entanto, não se esqueça de dizer também que não está encontrando mais doçura em sua vida e que está muito difícil suportar o peso de suas frustrações.

Mencione que você sofre de ENXAQUECA, todavia confesse que padece com seu perfeccionismo, com a autocrítica, que é muito sensível à crítica alheia e demasiadamente ansioso.

Muitos querem se curar, mas poucos estão dispostos a neutralizar em si o ácido da calúnia, o veneno da inveja, o bacilo do pessimismo e o câncer do egoísmo.

Não querem mudar de vida....

Procuram a cura de um CÂNCER, mas se recusam a abrir mão de uma simples mágoa.

Pretendem a DESOBSTRUÇÃO DAS ARTÉRIAS CORONÁRIAS, mas querem continuar com o peito fechado pelo rancor e pela agressividade.

Almejam a cura de PROBLEMAS OCULARES, todavia não retiram dos olhos a venda do criticismo e da maledicência.

Pedem a solução para a DEPRESSÃO, entretanto, não abrem mão do orgulho ferido e do forte sentimento de decepção em relação a perdas experimentadas.

Suplicam auxílio para os PROBLEMAS DE TIREÓIDE, mas não cuidam de suas frustrações e ressentimentos, não levantam a voz para expressarem suas legítimas necessidades.

Imploram a cura de um NÓDULO DE MAMA, todavia, insistem em manter bloqueada a ternura e a afetividade por conta das feridas emocionais do passado.

Clamam pela intercessão divina, porém permanecem surdos aos gritos de socorro que partem de pessoas muito próximas de si mesmos.

Christian Chierici - Terapeuta
christian@christianchierici.com.br
www.progredindovidas.com.br


Ver também:
*