página acima: Matéria
Da matéria à vida
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*
  • De (), o espírito, puro pensamento, princípio, a Lei que é Deus
  • caminha para (), num devenir contínuo, movimento feito de energia e vontade,
  • para atingir seu último termo (). A matéria, estrutura, ação, a forma. E, iniciar o seu regresso para () .
  • Ciclo involutivo (espacial): espírito() energia() matéria() - Movimento descêntrico, a expansão e a exteriorização.
  • Ciclo evolutivo (conceptual): matéria() energia() espírito()
    (Ver: A Lei do universo )
  • A letra (ômega) representa o Universo.

A respiração de é:

 

    
              
SUPERCONSCIÊNCIA = +x
CONSCIÊNCIA HUMANA = espírito, pensamento.

VIDA x CONSCIÊNCIA_de_superfície

Psiquismo_ se_revela_e_se_exprime

ENERGIA ESCURA

 

FLUIDO CÓSMICO

 

MATÉRIA ESCURA

O tempo

CONSCIÊNCIA linear
(propriedade da energia)

Eletricidade, onda degradada,
Última_espécie_dinâmica

MATÉRIA PSI

DESAGREGAÇÃO


CONDENSAÇÃO

movimento feito de
energia  e vontade.
(Aspecto dinâmico
do Universo)


CONSCIÊNCIA linear
(do sistema espacial)


ÉTER

(Ver: Teoria das cordas)

 




matéria, estrutura, formas, ação.
(Aspecto estático do universo)

Preparando uma galáxia
e Nebulosas


Germe do psiquismo


CONSCIÊNCIA na matéria
= o ponto

Série estequiogenética
HIDROGÊNIO

Vosso ciclo poderia definir-se como um físio-dínamo-psiquismo

Movimento concêntrico (ciclo inverso).

[63 - A GRANDE SíNTESE - A Lei ]

concentrou seu movimento no núcleo, unidade constitutiva do éter. Neste ponto,
  • O movimento de descida involutiva
  • Ou de concentração cinética,
  • ou de condensação da Substância.

____Se na química temos, como primeiro estágio, o hidrogênio, na astronomia temos a nebulosa, isto é, matéria jovem e universo_jovem — estado gasoso — estrelas quentes, fase ainda de alta concentração dinâmica. Enquanto de um lado desenvolve-se a árvore genealógica das espécies químicas, do outro evolui a vida das estrelas que envelhecem, resfriam-se, solidificam-se, assumindo constituição química, luz e espectro diferentes, afastando-se do centro genético do sistema_galáctico. Há uma maturação paralela, integral, da substância e da forma. Aqui torna-se possível uma aproximação entre o vórtice galáctico e o vórtice atômico. A gênese e o desenvolvimento do vórtice galáctico podem dar-vos um exemplo tangível da gênese e do desenvolvimento do vórtice atômico. Enquanto a energia concentra-se no núcleo (éter) — centro genético das formas de g — paralelamente o universo, na fase dinâmica, concentra-se na nebulosa mãe da expansão espiralóide galáctica.

____Inversamente, as estrelas, durante o processo de sua evolução, projetam-se do centro à periferia, com velocidades progressivas à proporção que envelhecem e se afastam desse centro. Isso ocorre com uma técnica que coincide com a do desenvolvimento espiralóide do átomo.

____Assim, do éter — último termo da descida de nasceu a matéria que, depois, por evolução atômica, atinge as espécies radioativas.

  • Primeiro os corpos de peso atômico menos elevado (o magnésio, o silício, o cálcio),
  • depois os de peso atômico mais alto (prata, platina, ouro, menos jovens).

____Vós os encontrais no velho sistema_solar e sua parte mais solidificada e resfriada dele, os planetas. Os corpos simples, no estado gasoso, como Hidrogênio, Oxigênio, Nitrogênio, são mais raros em vosso globo.

____Aqui aparece a radioatividade, como fenômeno tão difuso, como uma função inerente à matéria, em vista do estágio em que se encontra em vosso planeta.

____Para o centro do planeta, onde a matéria manteve-se mais quente e está menos envelhecida, são mais raros os corpos radioativos, tanto que, apenas a 100 Km de profundidade a radioatividade quase desaparece. Depois de completada a maturação das formas de , ocorreu também uma expansão do vórtice, do centro à periferia, com o resfriamento e a solidificação da matéria. Esta terminou o ciclo da vida e a Substância assume novas formas; transforma-se lentamente em individuações de grau mais alto. A dimensão espaço ascende à dimensão tempo. A matéria inicia uma transformação radical, doando todo o seu movimento tipo g ao movimento tipo .

____O vórtice nuclear do éter desenvolveu, na fase o vórtice atômico da matéria. Chegando ao máximo da dilatação, esse vórtice continua a expandir-se, desenvolvendo as formas dinâmicas, e nasce a energia. A Substância continua a evoluir, prosseguindo sua ascensão em . A primeira emanação gravífica de comprimento mínimo de onda, freqüência_
vibratória e velocidade de propagação máxima no sistema dinâmico, completa-se com a emanação radioativa da desintegração_atômica. O processo de transformação dinâmica, que tem suas raízes na evolução estequiogenética, isola-se, afirmando-se decididamente. O vórtice atômico rompe-se e decompõe-se, por progressiva expulsão do sistema daqueles elétrons, que já nasceram para serem expulsos do sistema nuclear. Trata-se de um constante realizar-se daquilo que estava em potência, fechando-se em germe por concentração de movimento. Nascem novas espécies dinâmicas: depois da gravitação e da radioatividade, aparecem as radiações químicas, a luz, o calor, a eletricidade, sempre em ordem de freqüência vibratória decrescente e comprimento de onda progressivo. A matéria, que viveu e não tem mais vida própria, responde ao impulso desse novo turbilhão dinâmico que ela mesma gerou, é toda invadida por ele e movimentada.

____ este é vosso atual universo:

  • a matéria que está morrendo,
  • a energia em plena maturidade,
  • a vida e a consciência jovens, em vias de formação.

____Os cadáveres da matéria, já solidificada e sem vida própria, de formação química, lançados e sustentados nos espaços pela gravitação, inundados de radiações de toda espécie, são apenas o sustentáculo de formas de existência mais altas.

(Ver: Natureza do Perispírito )

____Da eletricidade (a forma dinâmica mais madura), numa nova grande curva da evolução, nasce e veremos como, a vida : matéria organizada como vida, ou seja, retomada num turbilhão ainda mais alto. A vida, pequena centelha na origem, na qual continua a expansão evolucionista do princípio nuclear e atômico, dinâmico (onda), numa forma cada vez mais complexa de coordenação de partes, de especialização de funções, de organização de unidades e de atividades; a vida, cuja substância, cujo significado, objetivo e produto é a criação da consciência, é o espírito. E da primeira célula se iniciará, através de miríades de formas, de tentativas, de fracassos e de vitórias, a lenta conquista que gradualmente triunfará no homem e dele, hoje, lança-se para as últimas fases do terceiro período de vossa evolução, que se resume na conquista da superconsciência e na realização biológica do Reino de Deus.

[63 - A GRANDE SÍNTESE - Da matéria à vida ]

Ver também:
*