página acima: Allan Kardec
Allan Kardec e os seus colaboradores
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____O século XIX desenrolava uma torrente de claridades na face do mundo, encaminhando todos os países para as reformas úteis e preciosas. As lições sagradas do Espiritismo iam ser ouvidas pela Humanidade sofredora. Jesus, na sua magnanimidade, repartiria o pão sagrado da esperança e da crença com todos os corações.

____ Allan_Kardec, todavia, na sua missão de esclarecimento e consolação, fazia-se acompanhar de uma plêiade de companheiros e colaboradores, cuja ação regeneradora não se manifestaria tão-somente nos problemas de ordem doutrinária, mas em todos os departamentos da atividade intelectual do século XIX.

  • A Ciência, nessa época, desfere os vôos soberanos que a conduziriam às culminâncias do século XX.
  • O progresso da arte tipográfica consegue interessar todos os núcleos de trabalho humano, fundando-se bibliotecas circulantes, revistas e jornais numerosos
  • A facilidade de comunicações, com o telégrafo e as vias férreas, estabelece o intercâmbio direto dos povos.
  • A literatura enche-se de expressões notáveis e imorredouras.
  • O laboratório afasta-se definitivamente da sacristia, intensificando as comodidades da civilização.
  • Constrói-se a pilha de coluna,
  • descobre-se a indução magnética,
  • surgem o telefone e o fonógrafo.
  • Aparecem os primeiros sulcos no campo da radiotelegrafia,
  • encontra-se a análise espectral e a unidade das energias físicas da Natureza.
  • Estuda-se a teoria atômica
  • e a fisiologia assenta bases definitivas com a anatomia comparada.
  • As artes atestam uma vida nova.
  • A pintura e a música denunciam elevado sabor de espiritualidade avançada.

____A dádiva celestial do intercâmbio entre o mundo visível e o invisível chegou ao planeta nessa onda de claridades inexprimíveis. Consolador_da_Humanidade , segundo as promessas do Cristo, o Espiritismo vinha esclarecer os homens, preparando-lhes o coração para o perfeitoaproveitamento de tantas riquezas do Céu.

[52 - página 197] - EMMANUEL

Ver também:
*