Castigo
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*
____Não se preocupem demasiado ...

  • Quando o erro procede da ignorância bem-intencionada, a Lei prevê recursos indispensáveis ao esclarecimento justo no espaço e no tempo, porquanto a genuína caridade, sob qualquer título, é sempre venerável.
  • Entretanto, se o abuso é deliberado, não faltará corrigenda.

[28a - página 256] - André Luiz

____Quanto as ideias do castigo de Deus...

____Razoável que as abracemos, até que aprendamos que a Divina Providência nos governa através de leis sábias e imparciais. Cada um de nós pune a si mesmo, nos artigos dos Estatutos Excelsos que haja infringido. A Justiça Eterna funciona no foro íntimo de cada criatura, determinando que a responsabilidade seja graduada no tamanho do conhecimento...

[73 - página 87] - André Luiz

____Equidade Soberana, Deus não castiga e nem perdoa, mas o ser consciente profere para si as sentenças de absolvição ou culpa ante as Leis Divinas.
Nossa conduta é o processo, nossa consciência o tribunal.

EMMANUEL

Psicografado por Francisco cândido Xavier

Trabalho de João Gonçalves Filho - (CASTIGO - 414)

Ver também:

*