Andrômeda
página acima
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*
Hubble

Somente em 1923 Edwin Powell Hubble (1889-1953) proporcionou a evidência definitiva para considerar as "nebulosas espirais" como galáxias independentes, ao identificar uma variável Cefeida na "nebulosa" de Andrômeda (M31).

M31

____Foto da galáxia Andrômeda, M31, que tem B=3,4, declinação de +41° e está a 2,2 milhões de anos-luz de nós, vr=-300 km/s, z=-0.001. A galáxia NGC 205, sua satélite, está na parte inferior.

____A partir da relação conhecida entre período e luminosidade das Cefeidas da nossa Galáxia, e do brilho aparente das Cefeidas de Andrômeda, Hubble pode calcular a distância entre esta e a Via_Láctea, obtendo um valor de 2,2 milhões de anos-luz. Isso situava Andrômeda bem além dos limites da nossa Galáxia, que tem 100 mil anos-luz de diâmetro. Ficou assim provado que Andrômeda era um sistema estelar independente.

____Cefeidas: são supergigantes com tipo espectral entre F e K. Também pulsam de forma regular, mas podem apresentar períodos de pulsação entre 1 e 100 dias, com amplitudes de pulsação entre 0,3 e 3,5 magnitudes.

____As variáveis Cefeidas são usadas para determinar distâncias de estrelas longínqüas da nossa Galáxia, e distâncias de outras galáxias.

http://astro.if.ufrgs.br/galax/index.htm

M31 - Galáxia de Andrômeda com suas galáxias companheiras NGC 205 (superior) e M32, cuja localização próxima ao fim da galáxia distorce os espirais de Andrômeda.

http://www.sofisica.com/optica/optica1.html

____

*