Amor Materno e Filial
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____O amor materno é uma virtude e um sentimento instintivo. A Natureza deu à mãe o amor a seus filhos no interesse da conservação deles.

  • No animal, porém, esse amor se limita às necessidades materiais; cessa quando desnecessário se tornam os cuidados.
  • No homem, persiste pela vida inteira e comporta um devotamento e uma abnegação que são virtudes. Sobrevive mesmo à morte e acompanha o filho até no além-túmulo. Bem vedes que há nele coisa diversa do que há no amor do animal.

[9a - página 410 questão 890]

Carinho, quase sempre, não falta no santuário familiar, onde a alma se habilita à recapitulação de valiosa aventura; entretanto, a ternura absoluta é tão nociva quanto a absoluta aspereza.

[96 - páginas 245] - André Luiz

____

Retrato de Maria

____Algum tempo após tomarmos conhecimento de um novo quadro de Maria, a Mãe de Jesus, divulgado num programa da TV Record, de São Paulo, com a presença de Francisco_Cândido_Xavier, procuramos esse médium amigo para colher dele maiores esclarecimentos sobre a origem do mesmo.

____Contou-nos, então, Chico Xavier, no final da reunião pública do Grupo Espírita da Prece, em Uberaba, na noite de 1º de dezembro de 1984, que, com vistas às homenagens do Dia das Mães de 1984, o Espírito de EMMANUEL ditou, por ele, um retrato falado de Maria de Nazaré ao fotógrafo Vicente Avela, de São Paulo. Esse trabalho artístico foi sendo realizado aos poucos, desde meados de 1983, com retoques sucessivos realizados pela grande habilidade de Vicente, em mais de vinte contatos com o médium mineiro, na Capital paulista.

____Em nossa rápida entrevista, Chico frisou que a fisionomia de Maria, assim retratada, revela tal qual Ela é conhecida quando de Suas visitas às esferas espirituais mais próximas e perturbadas da crosta terrestre; como, por exemplo, disse-nos ele, na Legião dos Servos de Maria, grande instituição de amparo aos suicidasdescrita detalhadamente no livro Memórias de um Suicida, recebido mediunicamente por Yvonne A. Pereira.

____E, ao final do diálogo fraterno, atendendo nosso pedido, Chico forneceu-nos o endereço do fotógrafo-artista, para que pudéssemos entrevistá-lo oportunamente, podendo assim registrar mais algum detalhe do belo trabalho realizado.

____De fato, meses após essa entrevista, tivemos o prazer de conhecer o sr. Vicente Avela, em seu próprio ateliê, há 30 anos localizado na Rua Conselheiro Crispiniano, 343, 2º andar, na Capital paulista, onde nos recebeu atenciosamente.

____Confirmando as informações do médium de Uberaba ele apenas destacou que, de fato, não houve pintura e sim um trabalho basicamente fotográfico, fruto de retoques sucessivos num retrato falado inicial, tudo sob a orientação mediúnica de Chico Xavier.

____Quando o sr. Vicente concluiu a tarefa, com a arte final em pequena foto branco-e-preto, ele a ampliou bastante e coloriu-a com tinha a óleo (trabalho em que é perito, com experiência adquirida na época em que não havia filmes coloridos e as fotos em preto-e-branco eram coloridas a mão), dando origem à tela que foi divulgada.

____Nesse encontro fraterno, também conhecemos o lindo quadro original à vista em parede de seu escritório, e ao despedirmo-nos, reconhecidos pela atenção, o parabenizamos por esse árduo e excelente trabalho, representando mais uma notícia da vida espiritual de Maria de Nazaré, que continua amparando com imenso amor maternal a Humanidade inteira.

Hércio M. C. Arantes - Fonte: Anuário Espírita 1986
(colaboração de: Ronney Robson d'Avila Mendes)

yennor@ibest.com.br

MARIA NA SAGRADA ESCRITURA

____A fonte para o conhecimento da Virgem Maria é o Novo_Testamento (Evangelhos, Atos dos Apóstolos e carta aos Gálatas), onde o nome aparece na forma grega, Marían, correspondente ao hebraico Miryam, de significado incerto. O significado semítico primitivo parece ser o de «excelsa», «augusta». Entre os evangelistas, os que dão mais notícias são São Lucas e São Mateus, que dedicam mais espaço à infância de Jesus. Ao lado dos dados, na verdade poucos, fornecidos pelos Evangelhos, a tradição cristã buscou outros nos evangelhos apócrifos, por exemplo, nos que se referem à infância de Jesus, como o Proto-evangelho de Tiago, no «Trânsito da Beata Virgem Maria» e no «Apocalipse da Virgem Maria».
____O Novo Testamento nos diz que Maria era uma humilde mulher do povo hebreu, uma pessoa concreta, historicamente verossímil, longe de qualquer invenção idealizante. Os dados estritamente biográficos que derivam desses textos da Escritura dão conta, de fato, de que ela era uma mulher jovem, pertencente à tribo de Judá e à descendência de Davi. Nasceu provavelmente em Jerusalém, casou-se com um carpinteiro, José, e morava em Nazaré, um vilarejo da Galiléia, de onde saiu para se submeter ao censo em Belém. No tempo de Herodes, deu à luz um filho, Jesus, que teve de defender da tirania do rei, primeiro com a fuga para o Egito e, depois, retirando-se a Nazaré. Segundo a tradição, seus pais foram Joaquim e Ana. A historicidade de Maria, confirmada também pelas recentes descobertas arqueológicas, faz dessa Mulher a garantia da realidade da encarnação de Cristo. O lugar que Maria ocupa na Bíblia é discreto: ela aparece totalmente em função de Cristo e não por si mesma. Todavia, os dados certos que as sagradas Escrituras nos fornecem dizem-nos que Maria é Santa, Virgem e Mãe do Salvador.

http://www2.uol.com.br/jubilaeum/maria.htm

____No ambiente_doméstico, o coração maternal deve ser o expoente divino de toda a compreensão espiritual e de todos os sacrifícios pela paz da família.

____Dentro dessa esfera de trabalho, na mais santificada tarefa de renúncia_pessoal, a mulher cristã acende a verdadeira luz para o caminho dos filhos através da vida.

____A missão materna resume-se em dar sempre o amor de Deus, o Pai de Infinita Bondade, que pôs no coração das mães a sagrada essência da vida. Nos labores do mundo, existem aquelas que se deixam levar pelo egoísmo do ambiente particularista; contudo, é preciso acordar a tempo, de modo a não viciar a fonte da ternura.

____A mãe terrestre deve compreender, antes de tudo, que seus filhos, primeiramente, são filhos de Deus.

____Desde a infância, deve prepará-los para o trabalho e para a luta que os esperam.

____Desde os primeiros anos, deve ensinar a criança a fugir do abismo da liberdade, controlando-lhe as atitudes e concertando-lhe as posições mentais, pois que essa é a ocasião mais propícia à edificação das bases de uma vida.

____Deve sentir os filhos de outras mães como se fossem os seus próprios, sem guardar, de modo algum, a falsa compreensão de que os seus são melhores e mais altamente aquinhoados que os das outras.

____Ensinará a tolerância mais pura, mas não desdenhará a energia quando seja necessária no processo da educação, reconhecida a heterogeneidade das tendências e a diversidade dos temperamentos.

____Sacrificar-se-á de todos os modos ao seu alcance, sem quebrar o padrão de grandeza espiritual da sua tarefa, pela paz dos filhos, ensinando-lhes que toda_dor é respeitável, que todo trabalho edificante é divino, e que todo desperdício é falta grave.

____Ensinar-lhes-á o respeito pelo infortúnio alheio, para que sejam igualmente amparados no mundo, na hora de amargura que os espera, comum a todos os Espíritos encarnados.

____Nos problemas da dor e do trabalho, da provação e da experiência, não deve dar razão a qualquer queixa dos filhos, sem exame desapaixonado e meticuloso das questões, levantando-lhes os sentimentos para Deus, sem permitir que estacionem na futilidade ou nos prejuízos morais das situações transitórias do mundo.

____Será ela no lar o bom conselho sem parcialidade, o estímulo do trabalho e a fonte de harmonia para todos.

____Buscará na piedosa Mãe de Jesus o símbolo das virtudes cristãs, transmitindo aos que a cercam os dons sublimes da humildade e da perseverança, sem qualquer preocupação pelas gloríolas efêmeras da vida material.

____Cumprindo esse programa de esforço evangélico, na hipótese de fracassarem todas as suas dedicações e renúncias, compete às mães incompreendidas entregar o fruto de seus labores a Deus, prescindindo de qualquer julgamento do mundo, pois que o Pai de Misericórdia saberá apreciar os seus sacrifícios e abençoará as suas penas, no instituto sagrado da vida familiar.

[41a - página 114] - EMMANUEL - 1940

Grande verdade... Raras esposas e raras mães demandam às regiões felizes sem os doces afetos que acalentam no seio... O imenso amor feminino é uma das forças mais respeitáveis na Criação divina.

(Ver: Caso de reencarnação de uma suicida)

[ 83 - página 167 ] - Instrutor de André Luiz



Amor materno

Algo de milagroso e divino existe nos laços que unem mães e filhos que, por enquanto, não podemos apreender.

[4 - página 209] - André Luiz

Ame enquanto é tempo

Grupo amor de mãe


http://www.youtube.com/watch?v=4fHh8NiKL7I&feature=youtu.be

"Não existe teoria no mundo que explique o amor de uma mãe para com seu filho e nem o quanto ela pode sofrer por ele.
Respeite todas formas de vida. Respeite os animais, teu próximo!"

de Marcos Arthur Degregorio
https://www.facebook.com/marcos.a.degregorio

Ver também:
*