Aleijões de nascença
página acima: Reencarnação
-
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

As enfermidades congênitas e os aleijões de nascença nada mais são que reflexos da posição infeliz a que nos conduzimos no pretérito próximo, reclamando-nos a internação na esfera física.

EMMANUEL

Psicografado por Francisco Cândido Xavier

Trabalho de João Gonçalves Filho - DOENÇA - 845

Os aleijões de nascença e as moléstias indefiníveis constituem transitórios resultados dos prejuízos que, individualmente, causamos à corrente harmoniosa da evolução.

EMMANUEL - (Consolador) [55 - página 103]

____ existem institutos, no plano espiritual, que providenciam as irregularidades orgânicas pedidas para a reencarnação.

  • a Bondade do Senhor é infinita e permite-nos a graça de suplicar os impedimentos a que nos referimos, porque o reconhecimento de nossas fraquezas e transgressões nos faz imenso bem ao espírito endividado. A humildade, em qualquer situação, acende luz em nossas almas, gerando, em torno de nós, abençoados recursos de simpatia fraterna.
  • Entretanto, ainda mesmo que não pedíssemos a aplicação das penas de que necessitamos, nossa posição não se modificaria, porquanto a prática do mal opera lesões imediatas em nossa consciência, que, entrando em condição desarmônica, desajusta, ela própria, os centros_de_força em que se mantém. Desse modo, os nossos institutos de trabalho para a reencarnação colaboram para que todos venhamos a receber na ribalta terrestre a vestimenta carnal merecida.

____Ao nos reencarnarmos, conduzimos conosco os remanescentes de nossas faltas, que nos partilham o renascimento, na máquina_fisiológica, como raízes congeniais dos males que nós mesmos plantamos. N ossas disposições, para com essa ou aquela enfermidade no corpo terrestre, representam zonas de atração magnética que dizem de nossas dívidas, diante das Leis Eternas, exteriorizando-nos as deficiências do espírito.

[83 - página 259] - André Luiz

Ver também:
*