A destruição necessária e a abusiva
página acima

-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____Para a regeneração dos seres faz necessária a destruição. Mas cerca a Natureza de meios de preservação e conservação, a fim de que a destruição não se dê antes de tempo. Toda destruição antecipada obsta ao desenvolvimento do princípio_inteligente. Por isso foi que Deus fez que cada ser experimentasse a necessidade de viver e de se reproduzir.

[9a - página 346 questão 729]

____Uma vez que a morte nos faz passar a uma vida melhor, nos livra dos males desta, sendo, pois, mais de desejar do que de temer, o homem tem, instintivamente, tal horror, porque deve procurar prolongar a vida, para cumprir a sua tarefa. Tal o motivo por que Deus lhe deu o instinto_de_conservação, instinto que o sustenta nas provas. A não ser assim, ele muito freqüentemente se entregaria ao desânimo. A voz íntima, que o induz a repelir a morte, lhe diz que ainda pode realizar alguma coisa pelo seu progresso. A ameaça de um perigo constitui aviso, para que se aproveite da dilação que Deus lhe concede. Mas, ingrato, o homem rende graças mais vezes à sua estrela do que ao seu Criador.

[9a - página 347 questão 730]

Ao lado dos meios de conservação, colocou a Natureza os agentes de destruição. É o remédio ao lado do mal. Já dissemos: para manter o equilíbrio e servir de contrapeso.

[9a - página 347 questão 731]

Essa necessidade de destruição se enfraquece no homem, à medida que o Espírito sobrepuja a matéria. Assim é que, como podeis observar, o horror à destruição cresce com o desenvolvimento intelectual e moral.

[9a - página 347 questão 733]

____O homem tem direito limitado de destruição sobre os animais. Tal direito se acha regulado pela necessidade, que ele tem, de prover ao seu sustento e à sua segurança. O abuso jamais constitui direito.

[9a - página 348 questão 734]

____Da caça, por exemplo, quando não objetiva senão o prazer de destruir sem utilidade. É a predominância da bestialidade sobre a natureza espiritual. Toda destruição que excede os limites da necessidade é uma violação da lei de Deus. Os animais só destroem para satisfação de suas necessidades; enquanto que o homem, dotado de livre-arbítrio, destrói sem necessidade. Terá que prestar contas do abuso da liberdade que lhe foi concedida, pois isso significa que cede aos maus instintos.

[9a - página 348 questão 735]

*