-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

VACINA - v. 1330, 1496 e 2679

VÁCUO - 3297 - O vácuo absoluto não existe em parte alguma do Espaço universal. O que te parece vazio está ocupado por matéria que te escapa aos sentidos e aos instrumentos. LEP 36 - LEP 23 e 958 - CFN1P 3/15 - FDL 24 - GRNPG 28 - NLI 12 - RTR 1 - vtb 1522 e 2178

VAIDADE - 3298 - O espírito enquistado na vaidade é semelhante ao canal obstruído, incapaz de servir à condução da água nutriente. EMMANUEL em VJR 6 - ELF 13 - TOB 15 - vtb 183

VAIDADE - 3299 - Todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade. SLM 39:5 - CRI 15 - DMV 35 - LEK 54 - MDS 13 - PNS 16 - RLZ 19

VAIDADE - 3300 - Vaidade das vaidades! é tudo vaidade. ECL 1:2 e 12:8 - CVV 72 - NSS 20 - PCT 59

VAIDADE - vtb EGOÍSMO - HUMILDADE - MAIOR - ORGULHO, 173, 378, 661, 682, 1011, 1427, 1552, 2238, 2335, 2524 e 2782

VALOR - v. VIRTUDE

VALORES - Escala de. v. 2682

VALORIZAÇÃO (AUTO) - v. HUMILDADE

VAMPIRISMO - 3301 - Do ponto de vista espiritual, vampiro é toda entidade ociosa que se vale, indebitamente, das possibilidades alheias. Se temos sido vampiros insaciáveis dos seres frágeis que nos cercam, abusando de nosso poder racional ante a fraqueza da inteligência deles, não é demais que, por força da animalidade que conserva desveladamente, a maioria das criaturas venha a cair em situações enfermiças pelo vampirismo das entidades que lhes são afins, na esfera do invisível. Há diversos processos de medicação contra o vampirismo, os quais poderemos desenvolver em direções diversas, mas, sem dúvida, a oração é seu mais eficiente antídoto. ANDRÉ LUIZ em MLZ 4 e 6 - CTA 7 - IPS 34 - LBT 4 - OBD1P 15 - POB 17 e 18 - vtb 094, 189 e 2234

VANTAGEM - v. 112, 660, 759, 901, 905, 1189, 1273, 1333, 1493, 1911, 2049, 2368, 2591, 2658, 2699, 2810 e 3372

VATICANO - 3302 - O Cristianismo jamais comportaria uma espécie de Olimpo intermediário, colocado entre o humano e o divino, como uma espécie de Tribunal de Deus incumbido pelos homens, através de decisões conciliares, de julgar e punir homens e nações, comunidades e instituições em todo o mundo. J. HERCULANO PIRES em RVCPG 40 -RVCPG 37 a 44 - ETS 20 - PPHPG 35 - vtb 419 e 2444

VEDAS - 3303 - Primeiros livros em que se encontra exposta a grande doutrina, molde em que se formou a religião primitiva da Índia, religião inteiramente patriarcal, simples e pura. A idade dos Vedas ainda não pode ser fixada. Souryo-Shiddanto, astrônomo hindu, cujas observações sobre a posição e percurso das estrelas remonta a 5800 anos, fala dos Vedas como obras já veneráveis pela sua antiguidade. LÉON DENIS em DPMPG 29 - vtb 1700 e 2068

VEGETAL - 3304 - As plantas não têm consciência de que existem, pois que não pensam. Não tendo percepções, recebem impressões físicas que atuam sobre a matéria, mas não têm a sensação da dor. Há, se quiserdes, uma espécie de instinto, dependendo isso da extensão que se dê ao significado desta palavra. É , porém, um instinto puramente mecânico. LEP 586, 587 e 590 - LEP 588 a 591 - HNV 29 - vtb 1157, 1563, 1575 e 2930

VEGETAL - 3305 - Se alguma forma de psiquismo rudimentar começa a ser timidamente identificada nas substâncias minerais, nas plantas essa realidade é qualitativamente mais impressionante e convincente. Experiências demonstram que elas não apenas parecem pensar, mas ainda são capazes de ler o pensamento alheio. (Ver sobre este assunto o livro “A Vida Secreta das Plantas”, de Peter Tompkins e Christopher Bird, Editora Expressão e Cultura, Rio de Janeiro). HERMINIO C. MIRANDA em AQMPG 58 e 59 - AQMPG 60 a 71 e 206 - DKA 40 - NLA 13 - RIM 10 - vtb 1144, 1319 e 2176

VEGETAL - vtb ÁRVORE - FRUTO - SEMEAR, 940 e 2284

VELHICE - 3306 -A arte de envelhecer, de ceder passo, de amparar as gerações novas, é valiosa conquista da maturidade psicológica e da saúde mental, que caracterizam aqueles que se fazem amar e permanecem na memória de todos após o seu momento. Cada criatura desenvolve um mister e deve viver intensamente o seu ciclo sem ciclo, sem atarse-lhe, de forma que, ultrapassado operíodo, não fiquem seqüelas de amargura ou de saudades desnecessárias. JOANNA DE ÂNGELIS em DPE 3 - DPE 9 - API 21 - AVE 10 - vtb 256, 1890 e 2135

VELHICE - 3307 -A velhice tem a seu favor a experiência que facilita a compreensão e não tem o direito de alegar o cansaço orgânico em face dos estudos de sua necessidade própria. Não há idades para o serviço de iluminação espiritual. EMMANUEL em CSL 223 - DED 72 - vtb 2824

VELHICE - 3308 - Descerrando o receptor de nossos corações à onda sublime dos mais nobres ideais e dos mais belos pensamentos, afastaremos o cupim do desânimo, e nosso espírito, ainda mesmo nas mais avançadas provas da enfermidade ou da senectude, será como sol radiante, a exteriorizar-se em cânticos de trabalho e alegria, expulsando a sombra e a amargura, onde estivermos. A velhice não alcança o espírito, quando procuramos viver segundo a luz da imortalidade. EMMANUEL em FVV 169 - ATR 17 - CRF 12 e 17 - CSL 223 - EVV 26 - HNV 7 - NSC 26 - PAMPG 119 a 124 - PRR 20 - TCL 36 - URG 26 - VDS 5 e 6 - vtb 852, 978, 1885 e 2339

VELHICE - 3309 - Diante das cãs te levantarás, e honrarás a face do velho. LVT 19:32 - PVB 16:31 e 20:29 - BNV 9 - CVO 18 - GRNPG 203 a 212 - JVN 76 - OFR 3 - PBSPG 362 e 382 - PLP 14

VELHICE - 3310 - Muitas vezes, o rude aprendizado da criatura na derradeira quadra da existência terrestre é o agente de base que lhe garantirá o êxito na próxima reencarnação. EMMANUEL em RUM 16 - ATR 18 - PBSPG 381 e 382 - QTM 31 - TVM 16 - vtb 843 e 3239

VELHICE - 3311 - Não repreendas asperamente os anciãos, mas admoesta-os como a pais; às mulheres idosas, como a mães. PTM 5:1 e 2 - ALC 27 - CRF 9

VELHICE - 3312 - O homem tem o direito de repousar na velhice, a nada sendo obrigado senão de acordo com as suas forças. O forte deve trabalhar para o fraco. Não tendo este família, a sociedade deve fazer as vezes desta. É a lei de caridade. LEP 685 - LEP 681 e 683 - vtb 222, 315, 362, 1193, 1205 e 1421

VELHICE - 3313 - Os velhos que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, na caridade e na paciência. TIT 2:2 - AES 5 - DMV 57 - MDS 58 - PPHPG 87

VELHICE - vtb 3005

VELHO TESTAMENTO - v. LEI

VELOCIDADE - 3314 - Os Espíritos gastam algum tempo para percorrer o espaço, mas fazem-no com a rapidez do pensamento. Pode, se o quiser, inteirar-se da distância que percorre, mas também essa distância pode desaparecer completamente, dependendo isso da sua vontade, bem como da sua natureza mais ou menos depurada. Passam através de tudo, não lhe opondo a matéria nenhum obstáculo. LEP 89 a 91 - LEP 429 e 495 - LMD 74/21, 99/20 e 106 - vtb 3131 e 3386

VELÓRIO - v. 2130

VENCER - v. TRIUNFO, 1257, 1425, 2532 E 2591

VERBO - 3315 - No princípio era o Verbo e o Verbo era Deus. JOO 1:1 - CMQPG 136 - CSL 261 - EMN 2 - NPM 109 - NSS 34 - PJS 78 - RVCPG 4

VERBO - 3316 - Se fez carne e habitou entre nós. JOO 1:14 - GAL 4:4 - CSL 283 - CTNPG 29 - ETS 92 - RVCPG 73

VERBO vtb PALAVRA

VERDADE - 3317 - A lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. JOO 1:17 - ROM 3:24, 5:21 e 6:14 - EVG 1/2 - CLA 46 - CSL 271 - NPM 19, 20 e 138 - NSS 36 - PETPG 90 - PJS 43 - vtb 1379 E 1705

VERDADE - 3318 - A verdade é como a luz: é preciso que nos habituemos a ela pouco a pouco, pois de outra maneira nos ofuscaria. ... Não há, para o homem de estudo, nenhum antigo sistema filosófico, nenhuma tradição, nenhuma religião a negligenciar, porque todos encerram os germens de grandes verdades, que embora pareçam contraditórias entre si, espalhadas que se acham entre acessórios sem fundamento, são hoje fáceis de coordenar, graças à chave do Espiritismo. LEP 628 - LEP 145 e 801 - EVG 24/4 - LMD 301/9 - CFN1P 1/12 - CME Prefácio - CSL 353 - ETC 34 - JVN 27 - LEK 9 - MDS 82 - PBSPG 12 e 53 - vtb 594, 2806 E 2808

VERDADE - 3319 - A verdade pura, a claridade imaculada, não seria, no presente estágio da evolução humana, assimilável por todos, de imediato. A profunda diversidade das mentes, com a heterogeneidade de caracteres e temperamentos, aspirações e propósitos, impede a exposição da realidade plena ao espírito das massas comuns. EMMANUEL em VLZ 175 - LEP 182 - EVG 15/9 e 24/6 - FDL 4 - LES 63 - vtb 535, 1069, 1452, 2048, 2085, 2258 E 3275

VERDADE - 3320 - A verdade, simples e clara, é apresentada e compreendida pelos espíritos mais humildes, quando sabem utilizar-se da razão, ao passo que os sofistas que a excluem, afastam-se cada vez mais da verdade, para se emaranharem num dédalo de teorias, de dogmas, de afirmações, em que se perdem. LÉON DENIS em CTNPG 123 - EVG 17/4 - DPMPG 263 - IRU 1 - LMV 3 - MRCPG 121 - NLA 3 - PPHPG 83 - TCB 28 - vtb 481, 1106, 1570, 2254 e 2913

VERDADE - 3321 - Aplicada em porções inadequadas, a verdade poderá destruir, tanto quanto o amor costuma perder. EMMANUEL em PNS 77 - PNS 143 - LMD 301/3 - ACT 11 - BPZ 24 - CSL 193 - CVV 128 - DAP 9 - DPMPG 46 - EPV 18 - ETC 26 - ETV 19 - LOB 10 - MMD 12 - PPHPG 20 e 21 - QTO 25 - RAT 29 - RTR 34 - SMD 59 - VDS 3 - vtb 485 e 2429

VERDADE - 3322 - As eternas verdades, que são os pensamentos de Deus - diz eminente individualidade do espaço - foram comunicados ao mundo em todas as épocas, levadas a todos os meios, postas ao alcance das inteligências, com paternal bondade. O homem, porém, as tem desconhecido muitas vezes. Desdenhoso dos princípios ensinados, arrastado por suas paixões, em todos os tempos passou ele ao pé de grandes coisas sem as ver. Essa negligência do belo moral, causa de decadência e corrupção, impeliria as nações à própria perda, se o guante da adversidade e as grandes comoções da História, abalando profundamente as almas, não as reconduzissem a essas verdades. LÉON DENIS em CTNPG 29 - CSL 197 - NDB 1 - PBSPG 54 - vtb 1021, 1047, 2068 e 2818

VERDADE - 3323 - As maiores verdades estão sujeitas a parecer absurdos, uma vez que se atenda apenas a forma, ou que se considere como realidade a alegoria. LEP 480 - CMQPG 245 - ETS 116 - vtb 1044

VERDADE - 3324 - Conhecereis a verdade e ela vos libertará. JOO 8:32 - AIM 13 - AQMPG 292 - CLA 69 - CME 66 - CRI 57 - CSL 219 - DCS 67 - DLG 2.10 - DPE 2 - DTE 13 - EGTPG 45 a 50 - EMC 53 - ETD 3, 30 e 46 - ETS 46 - EVV Prefácio - FVV 173 - HIT 1 - JVN 27 e 75 - LEK 5 - LRD 8 - MDC 1 e 20 - MMS 10 - NSS 5, 7, 8 e 28 - OFR 53 - OTM 8 - PJS 88 - PPHPG 22 - PRN Prefácio - PVD 4 - PVE 130 - QTO Prefácio - RIM 7 - RTR 31 - SGU 12 - SJT 5 - TOB 13 - TPS 5 - USF 13 - VJR 6 - vtb 591, 946, 1027, 1274, 1477, 1556, 1741, 2232 e 2956

VERDADE - 3325 - Deus quer que todos os homens se salvem, e cheguem ao conhecimento da verdade. PTM 2:3 e 4 - JOO 3:16 - EZQ 18:23 - LZE 27 - vtb 2185

VERDADE - 3326 - Ilumina-te com a verdade, distribuindo-a em veículos de amor; entretanto, não lhe uses o clarão para destacar as chagas alheias. EMMANUEL em CVO 26 - CVO 34 - ASV 17 - CLB 43 - CVV 8 - ELZ 14 - MSA 17 - OES 34 - PLP 7 - PNS 179 - SOL 4 - vtb 1469, 1568 e 2706

VERDADE - 3327 Na Primeira Revelação temos o emprego da força e do temor, para arrancar os homens da idolatria e da submissão às divindades pagãs. Na Segunda Revelação temos o emprego da fé e do amor, para libertar o espírito humano do apego aos formalismos da tradição, encaminhando-o à prática da fraternidade. Na Terceira Revelação temos o emprego da verdade, que esclarece a fé através da razão, para que o homem possa amar compreendendo. O homem já não deve temer, nem apenas crer e amar, mas também e sobretudo saber porque crê e porque ama. J. HERCULANO PIRES em HNV 19 - ANT 47 - COI 29 - CSL 271 - EVM1P 20 - FDI 15 - NSC 2 - PJS 62 - RVCPG 21 a 29 - USF 11 - vtb 773, 775, 1019, 1255, 1464, 1616 e 2739

VERDADE - 3328 - Na sua expressão de profundidade, a verdade é simples, sem retoque e pura. Não é patrimônio de indivíduos nem de grupos. Tem caráter universal. É a mesma em toda parte e em todos os tempos, variando na forma com que se apresenta para ser oferecida aos homens. MANOEL P. DE MIRANDA em POB 19 - API 7 - HIT 3 - NFP 6 e 23 - PBSPG 23 - PND 11 - SPT 10 - vtb 282

VERDADE - 3329 - Nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. SCR 13:8 - CFZ 65 - CSL 365

VERDADE - 3330 - Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade. PJO 2:21 - PNS 96 - SGU 79 - vtb 065

VERDADE - 3331 - Nasci e vim ao mundo para dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. Disse-lhe Pilatos: que é a verdade? JOO 18:37 e 38 e 8:47 - PJO 3:19 - CVCPG 16 - ETS 55, 64 e 126 - JEV 3 - LRD 32 - RIM 20 - vtb 2636

VERDADE - 3332 - O Espírito de verdade que o mundo não pode receber porque não o vê nem o conhece; mas ele habita convosco e estará em vós. JOO 14:17 e 15:26 - PJO 4:6 - EVG 6/5 a 8 - MFR 4 - MLZ 9 - NPM 59 - RVCPG 9 - vtb CONSOLADOR

VERDADE - 3333 - Porque vos digo a verdade, não me credes. JOO 8:45 e 46 - CVV 78 - EVD 94

VERDADE - Que é a verdade? v. 3331

VERDADE - 3334 - Quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus. JOO 3:21 - vtb 1175 e 2185

VERDADE - 3335 - Seguindo a verdade em caridade, cresçamos em Cristo. EFE 4:15 - PJO 3:18 - ANT 40 - MMD 12 - PNS 146

VERDADE - 3336 - Teorias e análises sofrem alterações em suas estruturas e também nós, os espíritos desencarnados, às vezes modificamos informes e concepções no desdobramento das tarefas individuais ou nos eventos evolutivos. EMMANUEL em VDR Prefácio - vtb 1154 e 1450

VERDADE - 3337 - Toda verdade sem amor é como luz estéril e fria. Não bastará conhecer e interpretar. É indispensável sublimar e servir. Sem mão que ajude, a palavra erudita morre no ar. ANDRÉ LUIZ em ETC 13 - CPL 3 - CVV 38 - ELF 5 - ENC 4 - EVV 21 - FVV 15 - ITP 39 - NPM 86 - RUM 38 e 48 - vtb 127, 134, 345, 948, 969, 1564 e 2738

VERDADE - vtb MENTIRA - OCULTAR - SABEDORIA, 033, 355, 795, 988, 1017, 2038, 1210, 1314, 1549, 1681, 1690, 1932, 2618 e 2895

VEREDA - v. CAMINHO

VESTE/VESTIDO - v. TÚNICA, 034, 055 e 2156

VIAGEM - 3338 - A existência terrestre é uma viagem educativa. Começa na meninice, avança pelos caminhos claros da plenitude física e altera-se na noite da enfermidade ou da velhice, para renovar-se, além da morte. EMMANUEL em CDE 8 - ACT 14 - AGT 11 - APV 1 - CES 7 - DAG 1 - EGTPG 194 - EVD 49 - HDV 32 e 52 - IPS 46 - JVN 25 - LZV 2 - NRN 10 - OFR 35 e 50 - PDA Prefácio - PLC 4 - PRD 1 - RLZ 64 - RML Prefácio - SDR 6 - SOL 15 - TCB 1 - VJR Prefacio - VLZ 113 - vtb 126, 188, 1128, 1785, 2038, 2757 e 3208

VIAGEM - 3339 - Pelo menos enquanto perdurar a sua atitude de confusão, de egoísmo e rebeldia, a humanidade terrestre não deve alimentar qualquer projeto de viagem interplanetária. EMMANUEL em CSL 74 - HNV 33

VIBRAÇÃO - 3340 - A vida é uma vibração imensa que enche o Universo e cujo foco está em Deus. Cada alma, centelha destacada do Foco Divino, torna-se, por sua vez, um foco de vibrações que hão de variar, aumentar de amplitude e intensidade, consoante o grau de elevação do ser. LÉON DENIS em PBSPG 113 - LEP Introdução II - ATT 13 - CRI 5 - CTNPG 161 - CVO 5 - DSG 2 - EMN 13 e 25 - EVV 2 - GRNPG 219 - ITP 13 - LOB 18 - MDS 110 - MMS 12 - MRTPG 348 - NINPG 52, 80 a 83 - POB 26 - PPHPG 16, 17 e 28 - PRN 20 - PVE 91 - RAL 22 - RTR 5 - TMG 17 - TOB 16 - VZG 15 - vtb 140, 575, 798, 925, 1592m, 1793, 2042, 2137, 2251m, 2260, 2554 e 2907

VIBRAÇÃO - vtb 227, 1933, 2556, 2698, 3043 e 3045

VÍCIO - v. HÁBITO

VIDA - 3341 - A vida não é privilegio da Terra obscura, mas a manifestação do Criador em todos os recantos do Universo. Nós viveremos eternamente, através do Infinito, e o conhecimento da imortalidade expõe os nossos deveres de solidariedade para com todos os seres, em nosso caminho. EMMANUEL em EMN 26 - ATA 14 - CAV 15 - CVO 40 - EPV 36 - ETS 43 - GRNPG 41 a 54 - NFP 26 - NPM 130 - PBSPG 126 - PQVPG 27 a 30 - PRD 14 - RTR 1 - vtb 1157, 2177 e 2749

VIDA - 3342 A vida triunfante é luz imperecível, impelindo-nos no rumo das Esferas Superiores; entretanto, encerra consigo a rude batalha da evolução, em que todos somos compulsoriamente engajados na condição de espíritos eternos, a fim de conquistá-la. EMMANUEL em EMC 7 - vtb 180, 768, 1146, 2596, 2776 e 3358

VIDA - 3343 - Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis. JOO 14:19 - EGTPG 152 - NPM 89

VIDA - Contemplativa. v. 636, 1506, 1593, 1826 e 3053

VIDA - 3344 - Distantes da compreensão legítima, os corações fracos interpretam a vida por mera penitência expiatória, enquanto os cérebros fortes observam na luta planetária desordenada aventura. A peregrinação terrena, todavia, é curso preparatório para a vida mais completa. Cada espírito exercita-se no campo que lhe é próprio, dilatando a celeste herança de que é portador. EMMANUEL em VLZ 96 - CDE 32 - CME 68 - ELZ 22 - IRM 6 - NDB 16 - PPHPG 16 e 17 - RTL 21 - STL 11 - TMG 20 - TVM 8 - VDS Prefácio, 1 e 5 - vtb 570, 1270, 1404 e 2737

VIDA - 3345 - É indispensável descobrir a grandeza do conceito de “vida”, sem confundi-lo com “uma vida”. Existir não é viajar da zona da infância, com escalas pela juventude, madureza e velhice, até ao porto da morte; é participar da criação pelo sentimento e pelo raciocínio, é ser alguém e alguma coisa no concerto do Universo. EMMANUEL em CVV 123 - ATA 47 - MTA 6 - VDS 11 - vtb 947, 1491, 2094 e 2743

VIDA - 3346 - Em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus (Paulo). ATS 20:24 e 21:13 - AVD 14 - CTL 15 - vtb 564, 2734 e 3350

VIDA - 3347 - Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. JOO 11:25 - JOO 1:4, 3:36 e 5:21 - CLS 3:4 - PJO 1:2 - ATA 2 - CPN 20 - EGTPG 151 - FEV 12 - NLI 13 - NPM 82 e 94 - RAL 28

VIDA - 3348 - Examinai as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam. E não quereis vir a mim para terdes vida. JOO 5:39 e 40 - FVV 36

VIDA - 3349 - Há na matéria orgânica, um princípio especial, inapreensível e que ainda não pode ser definido: o princípio vital. A química, que decompõe e recompõe a maior parte dos corpos inorgânicos, também conseguiu decompor os corpos orgânicos, porém jamais chegou a reconstituir, sequer, uma folha morta, prova evidente de que há nestes últimos o que quer que seja, inexistente nos outros. Na combinação dos elementos para formarem os corpos orgânicos, desenvolve-se eletricidade. Os corpos orgânicos seriam, então, verdadeiras pilhas elétricas, que funcionam enquanto os elementos dessas pilhas se acham em condições de produzir eletricidade: é a vida, - e que deixam de funcionar, quando tais condições desaparecem: é a morte. Segundo essa maneira de ver, o princípio vital não seria mais do que uma espécie particular de eletricidade, denominada eletricidade animal, que durante a vida se desprende pela ação dos órgãos e cuja produção cessa, quando da morte, por se extinguir tal ação. ALLAN KARDEC em GNS 10/16 a 19 - GNS 11/5 - LEP Introdução II, 60 a 67 e 70 - AQMPG 67 - EES 6 - EMN 24 - HNV 34 - PRD 15 - vtb 227, 896, 908, 1058, 1063, 1075, 1323, 2108, 2603 e 2605

VIDA - 3350 - Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim. GAL 2:20 e 5:24 - ROM 6:11 - SCR 5:15 - PTS 5:10 - PPD 4:2 - API 23 - CMQPG 309 a 313 - FEV 43 - HIT 3 - MDD 30 - NRF 2 - PLT 6 - PRR 15 - QTE 6 - SDE 21 - TMG 19 - vtb 3346

VIDA - 3351 - Nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. ROM 14:7 - PCR 6:19 e 20 - GAL 2:20 - ENC 7 - FVV 143 e 154 - RTR 32 - vtb 548 e 3071

VIDA - 3352 - O ser humano está mergulhado no rio da Vida e impelido a nadar na direção do porto de segurança. Existir, sem o contributo da luta, dos desafios contínuos, é permanecer em estágio automatista do processo da evolução, não alcançando o significado psicológico maduro que diferencia os indivíduos e os promove. JOANNA DE ÂNGELIS em DPE 9 - FDL 34 - MMS 15 - vtb 249, 1491, 2251m, 3200 e 3398

VIDA - 3353 - Para o homem verdadeiramente ético toda vida é sagrada, mesmo aquela que, sob o ponto de vista humano, nos parece inferior. Ele só fará distinções de caso para caso e sob a pressão da necessidade, por exemplo quando a situação o forçar a decidir qual a vida a ser sacrificada para conservar a outra. ALBERT SCHWEITZER, citado em CTD 12 - ADR 15 - CES 33 - EDV 2 - OFR 3 - PLT 4 - SDE 37 - SNL 10 e 25 - SPT 20 - TMG 3 - vtb 012, 094, 189, 815, 894, 1101, 1876, 2177 e 2793

VIDA - 3354 - Quem achar a sua vida, perdê-la-á; e quem perder sua vida por amor de mim, acha-la-á. MAT 10:39 e 16:25 - MAR 8:35 -LUC 9:24 e 17:33 - JOO 12:25 - EVG 24/19 - ATT 29 - CDT 33 - CLB 36 - EPM 2 e 14 - ETS 77 - EVD 55 - GRNPG 206 - HRM 9 - NPM 45, 46 e 55 - PJS 46 - VMO 28 e 35 - vtb 518

VIDA - 3355 - Respondeste bem; faze isso, e viverás. LUC 10:28 - ROM 10:5 - LVT 18:5 - EZQ 20:11, 13 e 21 - NEE 9:29 - AIM 5 - CVV 157 - EGTPG 150 - PNS 82

VIDA - 3356 - Tendo dado ao homem a necessidade de viver, Deus lhe facultou, em todos os tempos, os meios de o conseguir. Se não os encontra, é que não os compreende. LEP 704 - LEP 707, 708 e 711 - vtb 1467

VIDA - 3357 - Toma posse da vida eterna para a qual foste chamado. PTM 6:12 - FLP 3:14 - ABS 10 - ADR 11 - AMG 16 - ATA 47 - CVO 19 - EVD 78 - JVN 10 - LMV 13 - MMD 9 - NPM 126 - OFR 43 - RVCPG 77 - STL 7 - TMG 17 - VEV 3

VIDA - Verdadeira. v. 1077

VIDA - 3358 - Vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. JOO 10:10 - FLP 1:21 - AES 1 - ATE 5 - CLB 45 - CRG 32 - CVV 123 e 166 - DCS 21 e 57 - DMV 3 - DSM 1 - EMC 7 e 43 - ETS 4 e 124 - FDL 3 - LZE 14 - MMD 7 - NPM 48 e 102 - NRF 14 - OES 35 - PDA 1 - PJS 90 - PRD 15 - PVE 104 - QTM 34 - RDV 4 e 15 - SED 11 - SNL 22 - TMG 51 - TPL 8 - VEP 11 - vtb 082, 883, 1271, 2339 e 3342

VIDA - vtb 055, 155, 170, 290, 354, 355, 374, 562, 652, 769, 777, 786, 790, 1070, 1243, 1300, 1473, 1789, 1843, 2061, 2348, 2614, 2917, 3046 e 3340

VIDÊNCIA - v. 198, 451, 886, 2022, 3077, 3288 e 3379

VIGILÂNCIA - Da palavra. v. PALAVRA

VIGILÂNCIA - 3359 - Desperta, tu que dormes, e Cristo te esclarecerá. EFE 5:14 - ROM 13:11 - APV 2 e 14 - CDE 33 - CVCPG 11 - DSM 17 - ETD 40 - FVV 66 - MPT 3 - MST 17 - PNS 68 - URV 21 - VDS 6, 8 e 9 - VZG 23 - vtb 256 e 2524

VIGILÂNCIA - Do pensamento. v. PENSAMENTO

VIGILÂNCIA - 3360 - Nem uma hora velaste comigo. MAT 26:40 - MAR 14:37 - CVV 88

VIGILÂNCIA - 3361 - O espírita cristão, porque busca realmente compreender Jesus e raciocinar no Evangelho, é alguém sob regime de fiscalização permanente. EMMANUEL em PRN 16 - ACO 26 - NBO 12 - OES 3 e 23 - VZG 1 - vtb 1183, 1212, 2006 e 2890

VIGILÂNCIA - 3362 - Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação. LUC 22:46 - BNV 27 - CVV 87 - EPV 8 - vtb 2296, 2524, 2668, 3364 e 3389

VIGILÂNCIA - 3363 - Vigiai, estai firmes na fé; portai-vos varonilmente, e fortalecei-vos. PCR 16:13 - EFE 6:10 - CLS 1:11 - PPD 5:8 - ATA Prefácio I e 41 - BPZ 12 - CRF 45 - CRG 45 - ESC 10 - FVV 90 e 111 - MDS 108 - MUN 40 - OFR 22 - PVE 20 - SOL 66 - vtb 2234 e 2338m

VIGILÂNCIA - 3364 - Vigiai, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. MAT 24:42 e 44 e 25:13 - LUC 21:36 - EGTPG 173 a 176 - ETD 22 - OBD1P 7 - PJS 26 - PLE 11 - VLZ 132 - vtb 2458 e 3362

VIGILÂNCIA - 3365 - Vigilância não quer dizer olho alerta para indicar o mal, mas posição de concurso sincero com Jesus a fim de substituir o mal pelo bem, em silêncio, onde quer que se encontre. EMMANUEL em STL 4 - ACT 28 - ALM 25 - DDL 4 - LVS 3 - MMC 35 - RML 16 - SOL 61 - vtb 2631

VINDE A MIM v. 103

VINGANÇA - v. REVIDE

VINHO - v. ALCOOLISMO, 340, 620 e 2819

VIOLÊNCIA - 3366 - O indivíduo que possua tendências agressivas e não as combata com todas as forças de sua alma, consciente de que são resquícios de animalidade incompatíveis com a condição humana, será sempre um agente em potencial da violência. RICHARD SIMONETTI em PMG 18 - ATA 26 - CMA 5 - HIT 1 - LRE 19 - RML 20 - RTL 38 - SED 17 - SNL 24 - vtb 454, 474 e 2897

VIOLÊNCIA - 3367 - Além de outros fatores, a violência também tem gênese na indiferença dos que possuem, em relação àqueles que precisam. A ostentação campeia, absurda, ferindo a miséria; o desperdício cresce, chocante, humilhando a escassez; o luxo excessivo transita, indiferente, produzindo a revolta da necessidade. MANOEL P. DE MIRANDA em LOB 21 - ANT 45 e 49 - ATE 7 - ATR 31 e 35 - AVE 48 a 51 - DPE 3 - DPMPG 275 - RES 12 - STC 13 - THP 38 - TMG 12 - TPS 3 - vtb 043, 332, 678, 738, 1823, 2335 e 3052

VIOLÊNCIA - vtb 028, 473, 604, 625, 967, 993, 1329, 1381, 1678, 1729, 2354 e 2900

VIRTUDE - 3368 - A convicção íntima do próprio valor torna o indivíduo paciente, tolerante e longânimo. A Verdade não tem pressa. “O amor tudo suporta, tudo espera, tudo sofre”. VINÍCIUS em NSC 23 - vtb 114, 2354 e 3185

VIRTUDE - 3369 A verdadeira grandeza está no fato de se reconhecer a própria pequenez. Grande, em realidade, é o ser que se sabe frágil, susceptível aos erros, lutando por manter-se invicto, e, quando se equivoca ou ataca, tem a dimensão do que praticou, esforçando-se por reparar os danos causados, o mal-estar que provocou. JOANNA DE ÂNGELIS em SPT 19 - vtb 1439 e 1815

VIRTUDE - 3370 - A virtude não é veste de gala para ser envergada em dias e horas solenes. Ela deve ser nosso traje habitual. É falsa a virtude que aparece para os de fora, e não se verifica para os familiares. Quem não é virtuoso dentro do seu lar, não o será na vida pública, embora assim aparente. VINICIUS em NPM 3 - ACT 17 e 29 - ALC 16 - ATR 4, 8 e 26 - BPZ 54 - BVS 17 - CDV 9 - ITP 28 - LZA 4 - MUN 41 - RTL 2 - RUM 41 - SOL 18 - vtb 1193 e 1205

VIRTUDE - 3371 - Acrescentai ciência à vossa virtude. SPD 1:5 - CRF 56 - MOR 29 - PVE 122 - vtb 2919

VIRTUDE - 3372 - Há virtude sempre que há resistência voluntária ao arrastamento das más tendências; mas a sublimidade da virtude consiste no sacrifício do interesse pessoal para o bem do próximo, sem segunda intenção. A mais meritória é aquela que se baseia na caridade mais desinteressada. LEP 893 - LEP 699 e 897 - ACO 59 - CVD 59 - EPV 10 - EVV 13 - FML 25 - ITP 23 - JVN 8 - LEK 45 - LES 51 - OES 4 - RUM 21 - vtb 362, 660, 1493, 2810 e 3141

VIRTUDE - 3373 - Não são os que continuamente falam das virtudes os que mais as possuem. Aquele que é possuidor de qualidades reais quase sempre o ignora, ou delas nunca fala. LMD 132/13a - LEP 915 - EVG 17/8 e 21/9 - ACT 10 - ELF 13 - ETS 41 - LVV 15 - MSA 50 - SCS 5 - vtb 518, 1169, 1423, 2204, 2330, 2396, 2991 e 3021

VIRTUDE - 3374 - O ser nobre é aquele que reúne ao conhecimento o sentimento superior, à cultura o amor, de modo que os impulsos do primitivismo que nele remanescem, sejam conduzidos pela bondade e contornados pela grandeza das conquistas morais. JOANNA DE ÂNGELIS em ANT 27 - CSL 253 - PNT 5 - vtb 247, 295, 1035, 1439, 2315, 2838 e 3238

VIRTUDE - 3375 - Os únicos valores legítimos são os que permanecem com o ser. Nada os extingue, e têm o mesmo significado em qualquer lugar. Aqueles que são do consumismo, têm vigência efêmera, e o seu sentido é-lhes atribuído, portanto, sofrendo as alterações da vacuidade humana. Assim, não te surpreendas com o descaso que demonstram certas pessoas pelos palpitantes assuntos que dizem respeito ao Espírito. Elas estão cheias de si, não havendo lugar para outros interesses. A aplicação de algum tempo, na busca do espírito, apresenta-se-lhes como prejuízo ou perda que poderiam utilizar para novos prazeres. JOANNA DE ÂNGELIS em SPT 8 - vtb 030, 062, 247, 518, 1013, 1488, 1489, 1505, 1556, 1570, 2081, 2091, 2662, 2682, 2704, 2811, 2853, 3062, 3137 e 3270

VIRTUDE - 3376 - Todas as virtudes, a rigor, têm a sua raiz no ato de dar. Beneficência, doação de recursos. Paciência, doação de tranqüilidade. Tolerância, doação de entendimento. Sacrifício, doação de si mesmo. Em todo o Universo as Leis Divinas se baseiam em Amor, que é a onipresença de Deus em doações eternas. EMMANUEL em ACO 6 - ETS 27 e 131 - RUM 4 - vtb 318, 2362, 2941 e 3185

VIRTUDE - vtb BEM - MORAL - PERFEIÇÃO, 302, 360, 367, 902, 1224, 1236, 1446, 1478, 1741, 1811 e 2332

VÍRUS - 3377 - Mantendo-se por muito tempo em incubação no organismo, os vírus permanecem inativos até que o seu hospedeiro emita ondas vibratórias que lhes vitalizam a organização, favorecendo-lhes a multiplicação devastadora, quase sem limite. No caso do HIV, a mente da vítima exerce um papel preponderante no seu desenvolvimento e destruição, funcionando negativamente os sentimentos de culpa, de cólera, de desamor e de rebeldia que oferecem vitalidade ao vírus diruptivo. JOANNA DE ÂNGELIS em DSG 6 - AVE 39 a 47 - EDV 9 - vtb 436, 727, 752, 852, 854, 860, 2339 e 3240

VISÃO - 3378 - A candeia do corpo são os olhos; se eles forem bons, todo o teu corpo terá luz; se forem maus, o teu corpo será tenebroso. MAT 6:22 e 23 - LUC 11:34 a 36 - SLM 13:3 - ECL 8:1 - EVG 8/20 - AGT 4 - ATD 3 - BPZ 55 - CDE 10 - CDT 20 - CEDPG 99 - CNA 30 - CPN 14 - CRI 31 - CSL 347 - CTL 8 - DCS 42 - DNH 20 - ELF 1 - FEV 42 - FVV 113 - IND 14 - LPE 34 - MPT 3 - NPM 134 - PRR 28 - PVE 71 - RAT 3 e 19 - RES 11 - SHA 35 - SNV 15 - URG 22 - URV 11 - VMO 29 - vtb 1891, 2176, 2610, 2631 e 2977

VISÃO - 3379 - A visão é propriedade vasta e complexa do Espírito, que se dilata e se enriquece constantemente, à medida que nossos poderes e emoções se desenvolvem e se aprimoram. Quem deseje, pois, realizar aquisições psíquicas de clarividência nos celeiros da vida, guarde a pureza no coração. EMMANUEL em ALZ 18 - LEP 428 a 438 - GNS 14/24 a 27 - ATD 12 - EPL 17 - MSG 14 e 15 - NSS 38 - PLB 15 - PLC 2 - QTO 10 - SGU 9 - SMD 47 - vtb 451, 1123, 2576 e 3386

VISÃO - Condições para se ver Deus e Jesus. v. 291, 553, 796, 2529 e 3393

VISÃO - Do detalhe. v. 772

VISÃO - 2636 - E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e (Saulo) recuperou a vista. ATS 9:18 - MDS 116 - OBD2P 4 - PETPG 211 e 550 - PVE 35 - VLZ 149

VISÃO - 3381 - E logo (o cego de Jericó) viu, e seguia-o, glorificando a Deus. E todo o povo, vendo isto, dava louvores a Deus. LUC 18:43 - SDE 44 - VLZ 34 - vtb 721

VISÃO - 3382 - Eu vim a este mundo a fim de que os que não vêem, vejam, e os que vêem sejam cegos. JOO 9:39 - MAT 11:25 - CLB 47 - PJS 89 - vtb 655

VISÃO - 3383 - Levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. JOO 4:35 - VLZ 10

VISÃO - 3384 - Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas. SCR 4:18 - ROM 8:24 - HEB 11:1 - AQMPG 29 - CDMPG 112 - CSL 19 - EGTPG 227 - ETS 43 - FVV 168 - LZA 43 - TMG 16 - vtb 584, 1227 e 1235

VISÃO - 3385 - Ninguém que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus. LUC 9:62 - ANT 28 - ATR 16 - AVD 26 - CMA 9 - CMQPG 183 - CRF 10 - CVD 10 - FEV 47 - GRNPG 196 - HCT 13 - IPS 5 e 65 - LZE 7 - MMD 35 - OFR 49 - PNS 3 - vtb 544, 2617 e 3125

VISÃO - 3386 - No Espírito, a faculdade de ver é uma propriedade inerente à sua natureza e que reside em todo o seu ser, como a luz reside em todas as partes de um corpo luminoso. É uma espécie de lucidez universal que abrange simultaneamente o espaço, os tempos e as coisas, para a qual não há trevas nem obstáculos materiais. ALLAN KARDEC em LEP 247 - LEP 182, 245 a 250, 283, 429, 436 e 455 -LMD 100/20 e 167 - GNS 16/8 e 9 - DPMPG 177 - PBSPG 76 - vtb 1781, 1794, 2576, 3314 e 3379

VISÃO - 3387 - Nossos órgãos materiais não podem perceber as coisas de essência espiritual. Unicamente com a visão espiritual é que podemos ver os Espíritos e as coisas do mundo imaterial. GNS 2/32 - ETS 119 - vtb 2579

VISÃO - 3388 - O Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração. PSM 16:7 - GNS 2/24 - VJR 7 e 8 - vtb 194, 1579, 2285 e 2322

VISÃO - 3389 - Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo. MAR 13:33 - MAT 24:42 e 25:13 - LUC 12:40 - ROM 13:11 - PTS 5:6 - CLB 31 - JVN 79 - MDS 108 - OBD1P 7 - PLE 17 - VLZ 87 - vtb 2296, 2458, 2478, 3362 e 3364

VISÃO - 3390 - Olhos cheios de adultério. SPD 2:14 - PNS 169 - vtb 038, 2726 e 2728

VISÃO - 3391 - Se o teu olho te escandalizar, arranca-o; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo os dois, seres lançado no fogo do inferno. MAT 5:29 e 18:9 - MAR 9:47 - ROM 8:13 - EVG 8/12, 20 e 21 e 12/8 - VMO 18 - vtb 992 e 2764

VISÃO - 3392 - Senhor, que eu veja. E Jesus lhe disse: vê; a tua fé te salvou. LUC 18:41 e 42 - CVV 44 - vtb 721

VISÃO - 3393 - Toda a comunidade dos Espíritos encarnados na Terra sentem a sagrada influência do Cristo, através da assistência de seus prepostos; todavia, pouquíssimos alcançaram a pureza indispensável para a contemplação do Mestre no seu plano divino. EMMANUEL em CSL 289 - NLR 32 - PQVPG 82 a 88

VISÃO - 3394 - Uma coisa sei, e é que, havendo eu sido cego, agora vejo. JOO 9:25 - FVV 95 - GPT 14 - LMV 3 - vtb 713

VISÃO - vtb 171, 423, 488, 649, 886, 1027, 1440, 1676, 1785 e 3385

VISITAS - Durante o sono. v. 3083

VÍTIMA - Posição de. v. 753 e 2733

VITÓRIA - v. TRIUNFO

VIÚVA - 3395 - Exortações de Paulo as viúvas. PCR 7:8 - PTM 5:3 a 16

VIÚVA - O óbolo da viúva. v. 681

VIVÊNCIA - v. AMBIÊNCIA

VOCAÇÃO - 3396 - Cada um fique na vocação em que foi chamado. PCR 7:20 - EFE 4:1 a 4 - STM 1:9 - LEP 270, 812, 862 e 928 - CVO 9 - ETD 6 e 7 - MDC 2 - MDS 42 - NSC 32 - TDN 16 - THP 40 - vtb 2197, 2204, 2479, 3015 e 3186

VOCAÇÃO - 3397 - Impulso natural, oriundo da repetição de análogas experiências, através de muitas vidas. Suas características, nas disposições infantís, são o testemunho mais eloquente da verdade reencarnacionista. EMMANUEL em CSL 50 - CSL 37 - CEDPG 182 - EMN 5 - EPH 10 - NPB 28 - PBSPG 304 e 305 - PVD 16 - RTR 2 - TVM 6 - vtb 602, 609, 1390 e 1479

VOCAÇÃO - 3398 Todos possuímos aptidões para concretizar o melhor em nosso próprio caminho. Recorda que a enxada mais rica é simples candidata à ferrugem quando não atende à habilitação a que se destina e, fazendo da própria vida o teu instrumento de trabalho e de estudo, sem que percebas, o mundo conferir-te-á outros talentos e outros valores, armando-te de novos recursos para a conquista de novas e mais belas experiências. EMMANUEL em FML 30 - NDB 26 - vtb 013, 030, 869, 1123, 1174, 1420, 1479, 3200, 3352 e 3410

VOCAÇÃO - vtb 373, 867, 1089, 1457 e 3140

VOLITAÇÃO - 3399 - Após a transfiguração ocorrida na morte, a individualidade ressurge com possibilidades de condução e movimento efetivamente não sonhados, já que o pensamento contínuo e a atração não mais encontram certas resistências peculiares ao envoltório físico. ANDRÉ LUIZ em EVM2P 3 - NLR 50 - NMM 17 - OBV 11

VOLTA - 3400 - Assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. MAT 24:27 - TGO 5:8 - LMD Cap 31/9 - PJS 69 - vtb 1655

VOLTA - 3401 - Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós. JOO 14:18, 3 e 28 - MAT 24:30 - MAR 13:26 - LUC 21:27 - ATS 1:11 - PJO 5:20 - GNS 1/42 - 17/45 e 46 - AES 14 - CRF 38 - MDS 71 - NPM 52 e 89 - RVCPG 78 -VLZ 139 - vtb 535 e 599

VOLTA - 3402 - Sinais da volta de Jesus. MAT 24:3 a 35 - MAR 13:4 a 31 - LUC 21:7 a 36 - GNS 17/54 a 58 - IRM 12

VONTADE - 3403 - A boa-vontade descobre trabalho, o trabalho opera a renovação e a renovação encontra o bem. Pela simples boa-vontade, a criatura alcançará o Divino Reino da Luz. EMMANUEL em PNS 66 - CRF 56 - CSL 333 - DLG 1.15 - DSM 16 - FVV 122 - ILS 17 - INS 29 - IPS 45 e 59 - MST 3 - NRF 16 - PAMPG 46 - PAZ 13 - SGU 31 - VDR 9 - VMO 21 - vtb 1000, 2173 e 2292

VONTADE - 3404 - A má-vontade gera sombra, a sombra favorece a estagnação e a estagnação conserva o mal. Pela simples má-vontade pode o homem rolar indefinidamente ao precipício das trevas. EMMANUEL em PNS 67 - LMD 23 - INS 24 - NFL 30 - OTM 41 - vtb 2238

VONTADE - 3405 - A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. JOO 4:34 - RLZ 46 - VLZ 42

VONTADE - 3406 - A prontidão da vontade será aceita segundo o que cada um tem. SCR 8:12 - MAR 12:44 - LUC 21:4 - CDA 24 - EVD 58 - RCV 13 - vtb 184 e 314

VONTADE - 3407 A Sabedoria do Universo colocou a vontade em nosso foro íntimo, à guisa de juiz supremo, a fim de que a vontade, em última instância, decida todas as questões que se nos referem à construção do destino. EMMANUEL em LES 62 - LES 82 - TPS 2 - vtb 140, 767, 1455, 1757, 2052, 2569 e 3414

VONTADE - 3408 - Abstendo-nos de mobilizar a vontade, seremos invariáveis joguetes das circunstâncias predominantes, no ambiente que nos rodeia. ANDRÉ LUIZ em LBT 2 - CFN1P 3/7 - FVV 36 - ITP 10 - MLZ 5 - NPM 2 - POB 11 - RTR 26 - vtb 3092

VONTADE - 3409 - Decisão exige convicção. Convicção pede entendimento. Entendimento requer raciocínio. Raciocínio demanda discernimento. Discernimento reclama equilíbrio. Equilíbrio depende da emoção. Desse modo, sem transformação moral, a inteligência sujeita-se aos impulsos primitivos e as decisões beiram à inconseqüência do mal. ANDRÉ LUIZ em DCS Prefácio - ABR 18 - DPE 4 - LEK 41 - NRF 5 - OES 27 - PVD 3 - RML 23, 52 e 56 - VDS 10 - vtb 736, 903, 1514, 1563 e 2087

VONTADE - 3410 - Forças inexploradas e infinitos recursos dormem em nós, aguardando a alavanca da vontade para se externarem no rumo da superconsciência. EMMANUEL em RTR 2 - LEP 804 e 1006 - LMD 131 - AGT 29 - CLB 55 - CSL 254 - CTNPG 143 - DPMPG 207 a 213 - EMN 7 - JVN 30 - LZA 29 - MSA 47 - NINPG 131 - OBD2P 6 - PBSPG 121 e 311 a 321 - PMG 25 - SCS 4 - SGU 47 e 79 - VDS 8 - vtb 211, 869, 1479, 1571, 2616, 2768, 2826 e 3398

VONTADE - 3411 - Não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. EFE 5:17 - ROM 12:2 - AES 2 - CTL 13 - DCS 65 - EVV 5

VONTADE - 3412 - Pai, seja feita a tua vontade. MAT 6:10 - ATS 21:14 - EVG 5/12, 8/19 e 28/3-III - AEC 9 - CFZ 26 e 44 - CME 71 - CSL 306 - DCS 63 - EED 20 - FGP 11 - LES 90 - LNC 3 - LZV 3 - MMC 36 - MUN 34 - NSC 22 - OFR 21 - PMG 5 - PNS 59 - PTC 20 - PVE 151 e 158 - SGU 23 - SHA 28 - SOL 51 - STL 14 e 19 - THP 10 - vtb 351, 646, 831, 1512, 1759, 2095, 2369, 2850, 2982 e 3094

VONTADE - 3413 - Quando alguém deseja algo ardentemente, já se encontra a caminho da realização. Contudo, a realização nobre exige três requisitos fundamentais: primeiro, desejar; segundo, saber desejar; e terceiro, merecer, ou, por outros termos, vontade ativa, trabalho persistente e merecimento justo. ANDRÉ LUIZ em NLR 7 - ETC 4 - JAT 18 - MOR 9 - MSG 27 - NPM 44 - PAMPG 117 e 118 - SJT 27 - vtb 757

VONTADE - 3414 - Somos o que decidimos, possuímos o que desejamos, estamos onde preferimos e encontramos a vitória, a derrota ou a estagnação, conforme imaginamos. A energia mental é o fermento vivo que improvisa, altera, constringe, alarga, assimila, desassimila, integra, pulveriza ou recompõe a matéria em todas as suas dimensões. A existência, pois, para nós, em qualquer parte, será invariavelmente segundo pensamos. EMMANUEL em RTR 5 - RTR 26, 28, 30 e 35 - LEP 909 a 911 - ABR 4 - AIM 10 - AQMPG 197 - ATD 1 - ATT 17 - BAC 3 - CLB 15 - CME 26 - CRF 58 - CRG 30 e 32 - CVD 36 - DDV 9 - DPMPG 37 - DSG 2 e 5 - EMC 41 - EPV 52 e 59 - EPZ 9 - ETC 1 - EVD 95 - EVV 4 - FVV 40 e 149 - IES 56 - IPS 38 - IRM 10 e 15 - JVN 17 - LES 61 - LMV 53 - LRE 23 - MMC 20 - MUN 16 - NBO 14 - NFL 23 - OFR 7 - PBSPG 356 - PCT 53 - PLT 9 - PNS 72 - PVD Prefácio, 2, 8 e 11 - PVE 130 - RES 83 - RLZ 106 - RUM 26 - SMD 2 - STL 16 - THP 14 e 15 - TRI 1 - TVM 14 - URV 5 - VZG 15 e 20 - vtb 036, 104, 232, 766, 825, 857, 859, 1216, 1252, 1321, 1334, 1540, 2074, 2278, 2548, 2553, 2561, 3149 e 3407

VONTADE - vtb AÇÃO E REAÇÃO - LIBERDADE - LIVRE-ARBÍTRIO, 022, 039, 266, 286, 685, 798, 1084, 1134, 1203, 1213, 1533, 1575, 1741 e 2831

VOZ - Comunicação de Espíritos por voz direta. v. 1900; Da consciência. v. 513 e 1091; Do instinto. v. 1559; Do que clama no deserto. v. 1634; Dos Espíritos. v. 1992; Magnetismo da voz. v. 1166, 2384, 2414, 2419 e 2421

VULGATA - 3415 - Os Evangelhos, escritos em meio das convulsões que assinalam a agonia do mundo judaico, depois sob a influência das discussões que caracterizaram os primeiros tempos do Cristianismo, se ressentem das paixões, dos preconceitos da época e da perturbação dos espíritos. Cada grupo de fiéis, cada comunidade, tem seus evangelhos, que diferem mais ou menos uns dos outros. A fim de por termo a divergências de opinião, no próprio momento em que vários concílios acabam de discutir acerca da natureza de Jesus, uns admitindo outros rejeitando a sua divindade, o papa DÂMASO (304-384) confia a SÃO JERÔNIMO (Euzébio Jerônimo - 347-420), em 384, a missão de redigir uma tradução latina do Antigo e do Novo Testamento. Essa tradução deverá ser, daí por diante, a única reputada ortodoxa e tornar-se-á norma das doutrinas da Igreja: foi o que se denominou a "VULGATA". Esse trabalho oferecia enormes dificuldades. São Jerônimo achava-se, como ele próprio o disse, em presença de tantos exemplares quantas cópias. Essa variedade dos textos o obrigava a uma escolha e a retoques profundos. Eis o que ele dirigiu ao papa Dâmaso, encabeçando a sua tradução latina dos Evangelhos: "Depois de haver comparado certo número de exemplares gregos, mas dos antigos, que se não afastam muito da versão itálica, combinamo-los de tal modo que, corrigindo unicamente o que nos parecia alterar o sentido, conservamos o resto tal qual estava". - Assim, é conforme uma primeira tradução do hebraico para o grego, por cópias com os nomes de Marcos e Mateus; e, num ponto de vista mais geral, conforme numerosos textos, cada um dos quais difere dos outros, que se constitui a VULGATA, tradução corrigida, aumentada, modificada, como o confessa o autor, de antigos manuscritos. Entretanto, a despeito de todas essas vicissitudes, não hesitamos em admitir a autenticidade dos Evangelhos em seus primitivos textos. A palavra do Cristo aí se ostenta poderosa: toda dúvida se desvanece à fulguração da sua personalidade sublime. Sob o sentido adulterado, ou oculto, sente-se palpitar a força da primitiva ideia. Aí se revela a mão do grande semeador. Na profundeza desses ensinos, unidos à beleza moral e ao amor, sente-se a obra de um enviado celeste. LÉON DENIS em CTNPG 31 - CTNPG 25 a 35 - CSL 321 - JEV Prefácio - NLI 1 - PRR 11 - RVCPG 3, 15 a 17 e 37 a 44 - vtb 937, 1115, 1119, 1121, 1624, 1635 e 2780

*