-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

REMENDO - 2819 - Ninguém deita remendo de pano novo em vestido velho, nem se deita vinho novo em odres velhos. MAT 9:16 e 17 - MAR 2:21 e 22 - LUC 5:36 e 37 - EGTPG 199 - MDC 33 - PJS 64 - PVE 1 - vtb 2833

REMORRER - v. 2098 e 2122

REMORSO v. CULPA

RENAN - 2820 - Ernesto Renan, estudando o Cristianismo, fez exatamente como certos anatomistas, que, dissecando corpos, acabam por afirmar a inexistência da alma, visto não a haverem encontrado. Não basta saber. É preciso sentir aquilo que se sabe. As verdades do céu falam tanto ao cérebro como ao coração.VINÍCIUS em NPM 124 - RVCPG 25 e 71 - VMO 1 - vtb 957, 2254, 2741, 2912 e 3296

RENOVAÇÃO - 2821 - A educação, na maioria das vezes, parte da periferia para o centro; contudo, a renovação, traduzindo aperfeiçoamento real, movimenta-se em sentido inverso. Ambos os impulsos, todavia, são alimentados e controlados pelos poderes quase desconhecidos da mente. ANDRÉ LUIZ em LBT 1 - BAC 3

RENOVAÇÃO - 2822 - A noite na terra é uma pausa de esquecimento para que aprendamos a ciência do recomeço, em cada alvorada nova. EMMANUEL em CFZ 2 - ACO 1 - ALM 10 - ATT 21 - CME 8 - CMS 13 - MOR 16 - RES 63 - SMT 29 - vtb 2746, 2837 e 3084

RENOVAÇÃO - 2823 - A renovação do mundo jamais se dará mediante imposições legais, embora estas sirvam para frear os desconcertos emocionais e éticos; todavia, será resultante da transformação pessoal de cada criatura, cuja conduta espelhará a excelência do seu equilíbrio e da sua realização superior. Se não podes implantar a paz, vence a tua violência íntima. Se não consegues transformar o mundo, melhora-te interiormente. Se não logras ser um estrela, torna-te uma lamparina modesta, porém valiosa. JOANNA DE ÂNGELIS em AVV 4 - SNL 1 - vtb 265, 1125, 1262, 1712, 1792 e 2649

RENOVAÇÃO - 2824 - Ainda que o homem exterior se corrompa, o interior se renova dia a dia. SCR 4:16 - ROM 7:22 - ALM 1 - API 12 - CPN 17 - EVV 26 - FVV 62, 141, 148 e 169 - LRD 36 - MRTPG 153 - vtb 596 e 3307

RENOVAÇÃO - 2825 - Assim andemos nós também em novidade de vida. ROM 6:4 e 7:6 - BPZ 5 e 57 - CLB 20 - CPL 30 - CRG 15 e 47 - CVD 27 - ESC 28 - FDI 39 - IES 3 - MDS 76 - MUN 28 - NPM 13 - NSC 26 - PNS 135 - PRN 31 - QTM 32 - SMT 25 - SVA 21 - TRL 10

RENOVAÇÃO - Celular do corpo físico. v. 338

RENOVAÇÃO - Da linguagem. v. 2383; Do pensamento. v. 2569

RENOVAÇÃO - 2826 - Enquanto envergamos a veste física, todos possuímos conosco os elementos da regeneração e da cura de que necessitamos para o triunfo na escola da vida. EMMANUEL em INS 25 - DSG 7 - VZG 52 - vtb 727, 854, 869, 2087, 2842 e 3410

RENOVAÇÃO - 2827 - Enquanto o homem se mantém no gelo da indiferença ou na inquietação da teimosia, não é chamado à análise pura; entretanto, tão logo desperta para a renovação, converte-se o campo íntimo em zona de batalha. EMMANUEL em PNS 136 - ANT 36 - CLA 9 - CMS 16 - CPL 32 - CRF 26 - CVV 130 - FDL 19 e 23 - LZE 31 - MPT 2 - MSG 1 - NRF 17 - OFR 47 - PRN 28 - RES 43 - RTL 13 - RTR 33 - RUM 40 - VZG 4 - vtb 042, 062, 763, 1823 e 3238

RENOVAÇÃO - 2828 - Gerando novas causas com o bem praticado hoje, podemos interferir nas causas do mal praticado ontem, neutralizando-as e reconquistando, com isso, o nosso equilíbrio. A caridade e o estudo nobre, a fé e o bom ânimo, o otimismo e o trabalho, a arte e a meditação construtiva constituem temas renovadores, cujo mérito não será lícito esquecer, na reabilitação de nossas ideias e, consequentemente, de nossos destinos. ANDRÉ LUIZ em ARC 18 - ATR 24 - CMQPG 235 e 236 - CSL 247 e 336 - MMS 3 e 15 - vtb 009, 024, 179, 217, 1155, 1835, 1916, 2097, 2561 e 2999

RENOVAÇÃO - 2829 - Não basta oferecer ao homem o necessário à subsistência nem promover ascensões violentas. É preciso educá-lo, prepará-lo e melhorar o sistema que o envolve, removendo hábitos, ideias e processos defeituosos ou viciados de sua formação e do ambiente de origem. A solução é global, não pode ser parcial nem momentânea. DEOLINDO AMORIM em EPH Prefácio - EPH 1 - vtb 324, 958, 1326 e 2650

RENOVAÇÃO - 2830 - Não há fórmulas milagrosas, capazes de instalar o Bem na terra, enquanto o homem não se modificar. E ninguém modificará a ninguém senão entrando em seu coração. E isso se faz com amor. RICHARD SIMONETTI em VMO 22 - ASV 1 - BPZ 3 - CDE 24 - CES 18 - CPN 8 - ENC 2 e 8 - EPZ 19 - IND 7 - ITP 32 - LRE 48 - RTL 25 - THP 39 - TRI 12 - vtb 365, 1438 e 1618

RENOVAÇÃO - 2831 - Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. ROM 12:2 - EFE 5:17 - PTS 4:3 - PPD 1:14 - CDA 9 - CDV 16 - CTL 13 - CVD 42 e 49 - ETS 56 - EVD 12 e 18 - FDL 31 - FML 26 - FVV 107 - IRM 8 - LEK 36 - LMV 23 - MDC 7, 14 e 22 - MMD 38 - MSG Prefácio - NPM 50 - NRN 14 - PNS 15 e 167 - PRN 2 - PVD 20 - PVE 31, 131 e 158 - RLZ 41 - SGU 79 - STN 19 - URG 26 - vtb 1390

RENOVAÇÃO - 2832 - Necessário é que tudo se destrua para renascer e se regenerar. O que se conhece por destruição não passa de uma transformação, que tem por fim a renovação e melhoria dos seres vivos. LEP 728 - LEP 729 a 737 e 752 - EVG 3/19 - GNS 3/20 a 24 - CPL 27 - CTD 10 - CVV 166 - EPM 4 - LEK 30 - MOR 10 - MSA 60 - RFG 6 - RTR 5 - vtb 415 e 416

RENOVAÇÃO - 2833 - Necessário vos despojeis do velho homem, vos renoveis pela transformação espiritual da vossa mente e vos revistais do novo homem, criado em verdadeira justiça e santidade. EFE 4:22 a 24 - CLS 3:9 e 10 - AVD 2 - BPZ 31 - CFZ 28 - CLB 5 - CPN 7 - CVV 18 - DCS 19, 32, 44 e 64 - EPZ 11 - ETD 3 - FVV 67 - HDV 45 - IDL 16 - IES 28 - IPS 41 - IRU 1 - LEK 12 e 49 - LPE 9 - LRD 26 - LVV 29 - LZA 47 - MDS 51 - OBD2P 4 - OES 39 - PDA 30 - PJS 64 - PVE 90 e 161 - RDV 38 - RTR 30 - TRL 1 - VLZ 79 e 158 - VMO 22 - vtb 247, 1290, 2562 e 2819

RENOVAÇÃO - 2834 - Nesta fase de acelerado avanço do Conhecimento além dos próprios limites do Sistema Planetário e do Sistema Solar, impõe-se a volta ao pensamento do Cristo com todos os recursos novos que conquistamos. A revisão histórica e estrutural do Cristianismo é uma exigência vital da Nova Era - a Era Espacial ou Cósmica - que se abre para a terra. É hora de revisão, e revisão profunda, corajosa, para repormos o Cristianismo no seu justo lugar. J. HERCULANO PIRES em RVCPG 28 e 29 - RVC/todo - ALV 11 - ANT 17 - AQMPG 290 - CHG 17 - CMQ todo - EGT todo - FDI 38 - NPM 124 - PPHPG 20 e 33 - TMG 9 - vtb 419

RENOVAÇÃO - 2835 - O período infantil é o mais sério e o mais propício à assimilação dos princípios educativos. Até aos sete anos, o Espírito ainda se encontra em fase de adaptação para a nova existência que lhe compete no mundo. Nessa idade, ainda não existe uma integração perfeita entre ele e a matéria orgânica. Suas recordações do plano espiritual são, por isso, mais vivas. Eis por que o lar é tão importante para a edificação do homem, e por que tão profunda é a missão da mulher perante as leis divinas. Passada a época infantil, os processos de educação moral, que formam o caráter, tornam-se mais difíceis com a integração do Espírito em seu mundo orgânico material, e, atingida a maioridade, se a educação não se houver feito no lar, então, só o processo violento das provas rudes, no mundo, pode renovar o pensamento e a concepção das criaturas. A melhor escola de preparação das almas reencarnadas na Terra ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases do sentimento e do caráter. Os estabelecimentos de ensino podem instruir, mas só o instituto da família pode educar. É por essa razão que a universidade poderá fazer o cidadão, mas somente o lar pode edificar o homem. EMMANUEL em CSL 109 e 110 - CSL 113 - LEP 207 e 385 - CDA 5 - CVO 13 - EPM 6 - FML 10 - LNL 16 - NFP 27 - NOS 6 - PVD 13 - RLZ 61 - TMG 4, 13 e 54 - VDS 1 - VZG 48 - vtb 380, 599 a 601, 604, 738, 955, 1190, 1490, 2024, 2080, 2141, 2327, 2789 e 3213

RENOVAÇÃO - 2836 - O trabalho imediato dos tempos modernos é o da iluminação interior do homem, melhorando-se-lhe os valores do coração e da consciência. O serviço de cristianização sincera das consciências constitui a edificação definitiva, para a qual os espiritistas devem voltar os olhos, antes de tudo. EMMANUEL em CSL 255 - AVE 5 - vtb 178, 1043, 1176 e 1947

RENOVAÇÃO - 2837 - Os dias sempre renovados te apontam o céu, de horizonte a horizonte, como sendo imensa porta libertadora, através da qual, em cada manhã, a Sabedoria do Senhor te convida, sem palavras, a recomeçar e progredir, trabalhar e viver. EMMANUEL em ITP 4 - AMG 15 - APV 4 e 8 - ASV 22 - CAI 12 - CFZ 22 - DMV 23 - EMC 5 e 6 - EPZ 37 - ILS 17 - IND 2 - LAV Prefácio - MMD 30 - MSA 46 - MUN 49 - PDA 2 - PNS 144 - PVE 1 - RAL 35 - RES 15 - SGU 22 - TPL 2 - vtb 232, 767, 2746, 2822, 3127m e 3123

RENOVAÇÃO - 2838 - Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas más inclinações. Reconhecê-lo-eis pelos princípios da verdadeira caridade que eles ensinarão e praticarão; pelo número de aflitos a que levem consolo; pelo seu amor ao próximo, pela sua abnegação, pelo seu desinteresse pessoal. ALLAN KARDEC em EVG 17/4 e ERASTO em EVG 20/4 - LMD 28/3 - ATA 50 - ATT 40 - AVE 104 - BPZ 47, 48 e 55 - CAP 7 - CDT 3 - CLA 50 - CME 22, 45, 46, 52, 75 e 77 - CRG 46 - DCS Prefácio, 49, 65 e 70 - ELZ 19 - EPV 13 e 48 - ETR 19 - FVV 92 - IPS 48 - JOI 18 - LES 66, 70 e 86 - LPE 48 - LZV 10 - MFR 12 - MOR 12 - MSA 18 - MUN 9 - NBO 11 - NPM 14 - OES 1, 3, 7, 16, 29, 33 e 53 - PDA 14 - PMG 15 - PRN Prefácio, 14 e 46 - PTC 19 - RES 27 e 80 - RLZ 91 - RTR Prefácio - SMD 7 - SOL 1, 13, 38 e 58 - TCL 5 - TMG 57 - VZG 51 - vtb 1012m, 1030, 2566 e 3374

RENOVAÇÃO - 2839 - Se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. SCR 5:17 - ROM 8:9 - ATT 12 - CFZ 23 - CVV 5 e 7 - DCS 7 - EMC 17 - FVV 74 - LZA 1 - NRN 11 - PVE 125 - SGU 38

RENOVAÇÃO - 2840 - Sem menoscabar a posição respeitável das pátrias, das organizações, da família e da personalidade, não podemos desconhecer-lhes a expressão de relatividade no tempo. No transcurso dos anos as fronteiras se modificam, as leis evolucionam, o grupo doméstico se renova e o homem se eleva para destinos sempre mais altos. EMMANUEL em PNS 57 - LEP 317 e 789 - BPZ 57 - CFZ 17 - CSL 54 - ETS 81 - LAV 16 - NPM 120 - NSS 24 - vtb 2751

RENOVAÇÃO - Todos seremos transformados. v. 2101

RENOVAÇÃO - 2841 - Tornando-nos recomendáveis em tudo: na muita paciência, nas aflições, nas necessidades, nas angústias. SCR 6:4 - CVD 34 - PNS 132

RENOVAÇÃO - 2842 Uma vez que a vida é transformação, mais importante que nos preocuparmos com o concluído ou com o definitivo é a nossa capacidade de estarmos permanentemente abertos para aprender e renovar. RUDOLF STEINER, citado por CAMILO em EDV Prefácio. vtb 004, 719, 946 e 2826

RENOVAÇÃO - vtb ENSINO - EVOLUÇÃO - NOVIDADE, 769, 803, 1176 e 3409

RENÚNCIA - 2843 - Jesus renunciou sempre a felicidade de ser compreendido para melhor compreender e de ser amado para amar com mais amplos recursos de entendimento. Renunciar com o Senhor é trocar o prazer efêmero da superfície para construir no imo da própria alma a Soberana Alegria da Vida Eterna. EMMANUEL em ALZ 20 - ACT 39 - ELZ 53 - EMC 47 - ETS 65 - EVD 59 - HIT 7 - IPS 1 - LMV 34 - MPT 11 - NRN 6 - OFR 45 e 49 - RES 79 - vtb 173, 1400, 2360 e 2662

RENÚNCIA - 2844 - Todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, pais ou filhos, ou terras por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. MAT 19:29 - MAR 10:29 e 30 - LUC 18:29 e 30 - EVG 23/4 a 6 - BNV 12 - CVO 34 - CVV 154 - ETS 7 - FML 23 - IRM 17 - LNL 24 - PCT 1 - PETPG 299 - RFG 3 - vtb 171, 631, 691 e 1421

RENÚNCIA vtb SACRIFÍCIO

REPARAÇÃO - v. 022, 217, 576 e 1835

REPETIÇÃO Lições repetidas. v. 1136m

REPOUSO - 2845 - A vida concorda com as pausas de refazimento das nossas forças, mas não se acomoda com a inércia em momento algum. ANDRÉ LUIZ em BAC 45 - LEP 21 e 682 a 685 - ABR 15 - ALC 24 e 36 - ALV 1 - ALZ 14 - ATA 49 e 57 - ATR 5 - AVD 6 - CAP 37 e 40 - CLB 35 - CNV 16 - CRG 35 e 48 - CRT 24 - CVV 104 e 147 - EDP 30 - EED 4 - EPV 8 - ETC 11 - ETR 20 - EVV 26 - FPA 12 - IDL 10 e 32 - IES 4 - IPS 5 e 23 - IRU 13 - JAT 16 - LBT 5 - LEK 23 e 24 - LES 59 - LMV 7 - LRE 39 - MDS 110 - MMC 35 - MPT 29 - OTM 23 - PDA 21 - PETPG 351 - PMG 15 - POB 13 e 24 - PVD 27 - PVE 3 - RAL 17 e 23 - RTR 32 - SGU 11 - STL 2 - THP 1 - TPL 13 - VLZ 11 - vtb 017, 1147, 1189, 2127, 2137, 2239, 2251, 2959 e 3190

REPOUSO - 2846 Não aceites o repouso senão como pausa obrigatória e indispensável ao teu próprio refazimento, porque só na atividade constante do bem desfrutarás o clima da consciência tranqüila. O amor não cansa. EMMANUEL em ILS 2 - CAI 10 - NPL 21 - SNL 10 - vtb 029, 523, 808, 2251m, 2517, 2662 e 3132

REPOUSO - 2847 - Os Espíritos não sentem fadiga como a entendemos, pois não possuem órgãos cujas forças devam ser reparadas. Repousam, entretanto, quando o seu pensamento deixa de ser tão ativo quanto de ordinário. A fadiga nos Espíritos guarda relação com a sua inferioridade. LEP 254 - LEP 563 - MSG 23 e 41 - PBSPG 259 - vtb 603, 1004, 1653, 2260, 2985, 3082 e 3084

REPOUSO - 2848 - Vinde a um lugar deserto e repousai um pouco (porque havia discípulos que iam e vinham e não tinham tempo para comer). MAR 6:31 - CVV 168 - DMV 49 - ETR 39 - FVV 147 - PNS 34 - PVE 152 - vtb 1593

REPOUSO - vtb DESÂNIMO - FRUTO - OBRAS - PREGUIÇA - TRABALHO, 1566 e 2771

REPRESENTAR - v. 231, 470, 1087, 1169, 1352, 1558 e 2336

REPRIMENDA - 2849 - Não repreendas o escarnecedor; repreende o sábio, e amar-te-á. PVB 9:8 - MAT 7:6 - ATS 13:45 e 46 - EVG 10/19 - vtb 2407

RESIGNAÇÃO - 2850 - A resignação espírita decorre, não de uma sujeição místico-religiosa a forças incontroláveis, mas de uma compreensão do problema da vida. Quando o espírita se resigna, não está se submetendo pelo medo, mas apenas aceitando uma realidade à qual terá de se sujeitar, exatamente para superá-la, para vencê-la. Não é, pois, o conformismo que se manifesta nessa resignação, mas a inteligente compreensão de que a vida é um processo em desenvolvimento, dentro do qual o homem tem que se equilibrar. A resignação ou aceitação é ativa e consciente, enquanto o conformismo é passivo e inconsciente. J. HERCULANO PIRES em HNV 4 - LEP 943 e Conclusão VII - EVG 5/12, 9/8, 17/3 e 28/30 - CFNPG 405 - ACO 57 - ADV 19 - AIM 2 - ATD Prefácio - BVS 6 - CES 22 - CFZ 28 - CVD 51 - DSG 3 e 4 - ELZ 9 - EMC 46 - EVV 33 - FEV 30 - INS 6 - LEK 21 - LES 23 - LMV 24 - NDB 6 - NLR 15 - NRF 26 - OTM 24 - PJS 40 - PMG 5 - RML 8 e 22 - TDL 19 - TDN 1 - TMG 1 - vtb 027, 028, 231, 507, 694, 1004, 1035, 1253, 1333, 2095, 2192, 2290, 2363, 2794, 3131, 3250, 3265, 3266 e 3412

RESIGNAÇÃO - vtb BRANDURA - COMPREENSÃO - PACIÊNCIA - TOLERÂNCIA

RESPONSABILIDADE - 2851 - A alma que pecar, essa morrerá: o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai a iniquidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso cairá sobre este. EZQ 18:20 - EVG 1/2 (Obs) - CFN1P 6/25 e 7/21 - GNS 1/23 - ETD 17 - JVN 80 - PJS 89 - PRD 12 - RNB 13 a 21 - vtb 1509, 1685 e 2198

RESPONSABILIDADE - 2852 - Despertar para a verdade é também nascer para a responsabilidade. Conhecer o bem significa renunciar ao erro. O primeiro e mais imediato efeito da fé que assenta sobre as bases da razão é a consciência da responsabilidade. MANOEL P. DE MIRANDA em NBO 12 e TVM 8 - TVM 9 - LEP 199 (Obs) e 849 - CFN1P 7 Introdução - ADR 5 - ANT 24, 29 e 41 - ATD 3 - ATR 27 e 32 - BDA 18 - CLB 23 - CME 35 - CSL 248 e 258 - EGTPG 118 - EVM1P 10 e 20 - HDV 50 - HRM 3 - JAT 12 - LMV 10 e 49 - LVS 19 - MSG 6 - NDM Prefácio - OES 26 - PBSPG 342 - POB 18 - RES 34 - RML 11 - RTR 15 - SED 13 - TRL 4 e 17 - VEV 20 - VZG 39 e 49 - vtb 525, 636, 650, 810, 1012, 1145, 1150, 1183, 1255, 1495, 1514, 1757, 1829, 1897, 2428, 2799, 3006 e 3245

RESPONSABILIDADE - 2853 - Todos os atritos, conflitos, provações, aflições, dificuldades e embaraços são criações nossas na Criação de Deus e tão-só na escola das vidas sucessivas, com criteriosa aplicação dos tesouros do tempo, conseguiremos nós extinguir. EMMANUEL em PDA 1 - vtb 047, 368, 515, 883, 1820, 2210, 2776, 3137, 3270 e 3375

RESPONDER - v. 2300, 2384 e 2425

RESSENTIMENTO - 2854 - Fenômeno natural decorrente da insegurança emocional, o rancor produz ácidos destruidores de alta potencialidade, que consomem a energia vital e abrem espaços intercelulares para a distonia e a instalação de doenças. Entulho psíquico, o rancor acarreta danos emocionais variados, que levam a psicoses profundas e a episódios esquizofrênicos de difícil reparação. JOANNA DE ÂNGELIS em SCS 2 - SCS 5 - AMG 16 - ATD 10 - DSF 7 - HIT 2 - LAV 20 - LZE 7 - MMS 11 - vtb 427, 456, 575, 841, 852 e 2554

RESSENTIMENTO - 2855 - Quantas mágoas se converteram em crimes por não havermos dado um minuto de amor para extinguir o braseiro do ódio! Quantos pequeninos ressentimentos se transfiguraram em separações seculares, nos domínios da reencarnação, por não termos tido coragem de exercer a humildade por meia hora! EMMANUEL em LES 67 - CMA 15 - CMS 18 - EDV 25 - NFL 20 - vtb 393, 397, 2032, 2218, 2381, 2664 e 3244

RESSENTIMENTO - 2856 - Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão. MAT 18:15 - LUC 17:3 - TGO 5:20 - EVG 10/4 - EVV 27 - IES 21 - NPM 70 - OFR 57 - PSC 9 - VIC 6 - vtb 2903 e 3184

RESSENTIMENTO - 2857 - Se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e depois vem e apresenta a tua oferta. MAT 5:23 e 24 - EVG 10/8 e 17/3 - CME 65 - CNA 16 - EVD 62 - FEV 24 - LRE 32 - NPM 87 - vtb 1548 e 2310

RESSENTIMENTO - 2858 - Tua mágoa tem a extensão de tua incompreensão. Quem compreende, perdoa. Quem não perdoa é escravo da angústia. RICHARD SIMONETTI em ENC 13 - ACO 47 - AES 12 - ALZ 16 - ATE 11 - CFZ 21 - CNV 7 - CSL 252 - ELZ 50 - IRM 3 - JOI 6 - MPT 18 e 20 - OFR 4 - PDA 20 - POB 10 - RDV 19 e 39 - RUM 32 e 56 - SDA 20 - SDR 17 - TMG 48 - vtb 2581, 2588, 2678 e 3183

RESSENTIMENTO - vtb CÓLERA - ODIAR - OFENSA - PERDÃO - REVIDE e 2630

RESSURREIÇÃO - 2859 - A ressurreição dá ideia de voltar à vida o corpo que já está morto, o que a ciência demonstra ser materialmente impossível, sobretudo quando os elementos desse corpo já se acham desde muito dispersos e absorvidos. A reencarnação é a volta do Espírito à vida corpórea, mas em outro corpo que nada tem de comum com o antigo. A palavra ressurreição podia assim aplicar-se a Lázaro mas não a Elias, pois que João fora visto criança e seus pais eram conhecidos. João, pois, podia ser Elias reencarnado, mas não ressuscitado. ALLAN KARDEC em EVG 4/4 - EVG 4/6, 11 e 16 - LEP 1010 - LMD 7 - AVE 71 - CMQPG 102 a 105 e 173 - CTNPG 97 a 99 e 109 - MFR 19 - NLA 30 - PQVPG 117 - QTE 1 - vtb 1630, 2761 e 2864

RESSURREIÇÃO - 2860 - Abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados e apareceram a muitos (no momento da morte de Jesus). MAT 27:52 e 53 - GNS 15/55 - vtb 417, 1279 e 1615

RESSURREIÇÃO - 2861 - Da filha de Jairo (não está morta, mas dorme). MAT 9:18 e 19 e 23 a 25 - MAR 5:22 a 24 e 35 a 42 - LUC 8:41 e 42 e 49 a 55 - GNS 15/39

RESSURREIÇÃO - 2862 - De Êutico. Paulo, abraçando-o, disse: não vos perturbeis que a sua alma nele está. ATS 20:9 e 10 - PETPG 450

RESSURREIÇÃO - 2863 - De Jesus. Mateus (28:1 a 10) relata que no primeiro dia da semana, Madalena "e a outra Maria" foram ver o sepulcro e constataram que houvera um terremoto, porque um anjo removera a pedra da entrada. Esse anjo sossegou as mulheres e mandou que elas informassem aos discípulos de que Jesus havia ressuscitado e que iria para a Galileia, onde poderiam vê-lo. A caminho "eis que Jesus lhes sai ao encontro" e repetiu as instruções que o anjo havia dado. A narração de Marcos (16:1 a 8) é semelhante, apenas citando "Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e Salomé (irmãos de Jesus), e que elas levavam aromas para ungir o corpo. Encontraram a pedra já revolvida e, no interior do sepulcro, o anjo, que deu-lhes as instruções já citadas. Lucas (23:55 a 24:12) acrescenta como protagonistas do episódio Joana (mulher de Cusa) "e as outras mulheres que com elas estavam". Também os anjos são dois, e apenas informaram que Jesus havia ressuscitado. Voltando, elas informaram aos discípulos, que não acreditaram, tendo Pedro ido ao sepulcro onde só viu os lenços ali postos, retirando-se admirado. João (20:1 a 10) diz que apenas Madalena foi ao sepulcro de madrugada, ainda escuro. Não fala nos anjos. Informa que ela correu a informar Pedro e João de que "levaram o Senhor do Sepulcro, e não sabemos onde o puseram". Pedro e João foram ao sepulcro e constataram "que o lenço, que tinha estado sobre a cabeça não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar a parte. BNV 22 - CMQPG 23 e 67 - CTNPG 55 - DMV 60 - LNL 7 - MST 2 - OTM 58 - PJS 84 e 96 - VIC 30 - VLZ 9 - vtb 201, 839 e 2387

RESSURREIÇÃO - 2864 - De Lázaro, de Betânia. JOO 11:1 a 45 e 12:1 a 11 - EVG 4/4 - LMD 15 - GNS 14/30 e 15/39 e 40 - CSL 317 - CTNPG 271 - CVV 112 - ETD 40 a 43 - LPE 3 - MST 2 - NPM 71 e 82 - NSC 30 - PJS 100 - PVE 75 - VDS 8 - VLZ 151 - vtb 1701, 1733 e 2859

RESSURREIÇÃO - 2865 - De Tabita (por Pedro). ATS 9:36 a 40 - vtb 1849

RESSURREIÇÃO - 2866 - Do filho da viúva de Naim. LUC 7:11 a 15 -GNS 15/39

RESSURREIÇÃO - 2867 - Herodes, sentindo-se culpado, julgou que Jesus era João Batista ressuscitado. MAT 14:1 e 2 - MAR 6:14 a 16 - LUC 9:7 e 8 - vtb 1630 e 1633

RESSURREIÇÃO - 2868 - Os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. ATS 4:33 - LRD 28 - MDS 19 - OTM 19 - PNS 176

RESSURREIÇÃO - 2869 - Os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação. JOO 5:29 - ISS 26:19 - DNL 12:2 - EVG 4/13 e 25 - CLB 11 - EDV 9 - IND 12 - NLI 17 - OTM 43 - PNS 127

RESSURREIÇÃO - 2870 - Para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dos mortos. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito. FLP 3:11 e 12 - FVV 40 - vtb 1430

RESSURREIÇÃO - 2871 - Se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação e também é vã a nossa fé. PCR 15:14, 17 e 32 - ABR 3 - CMQ todo - CTNPG 54 - CVV 68 - DDV19 - ETS 43 - MFR 2 - PBSPG 23 - PJS Preâmbulo, 92 e 97 - RES 58 - RVCPG 61 - SMD 82 - vtb 3046

RESSURREIÇÃO - vtb REENCARNAÇÃO, 170, 395, 2601 e 3347

RESULTADOS - v. 2873

RETORNO - Lei de retorno. v. AÇÃO E REAÇÃO - REENCARNAÇÃO - SEMEAR, 104, 284, 1275, 2198, 2522 e 3236

RETRIBUIÇÃO - 2872 - Deixamos tudo e te seguimos. Que receberemos? MAT 19:27 - MAR 10:28 - LUC 18:28 - EVG 2/3 - FVV 22

RETRIBUIÇÃO - 2873 - Façamos todos o bem, sem qualquer ansiedade. Semeemo-lo sempre e em toda parte, mas não estacionemos na exigência de resultados. O lavrador pode espalhar as sementes a vontade e onde quer que esteja, mas precisa reconhecer que a germinação, o crescimento e o resultado pertencem a Deus. ANDRÉ LUIZ em MSG 25 - MSG 44 - LEP 918, 937 e 938 - ABR 9 - ALC 34 e 35 - CAP 8 e 16 - CDA 22 - CDV 13 - DMV 15 e 17 - EPV 30 - FVV 2 - HIT 7 - IDL 15 - ILS 3 - JOI 20 - LES 29 - LMV 8 - LZE 25 - MSA 2, 16, 30 e 52 - OFR 45 - PBSPG 361 - PLC 8 - RTL 11 e 24 - SMD 4 - SVA 8 - TCL 34 - TMG 33 - USF 7 - VLZ 108 - vtb 071, 121, 173, 296, 478, 1033, 1400, 1514, 1905, 1993, 2204, 2367, 2941 e 3088

RETRIBUIÇÃO - 2874 - Quando deres um jantar, convide os pobres, aleijados, mancos e cegos, e serás bem-aventurado, porque eles não têm com que te retribuir. LUC 14:12 a 14 - NEE 8:10 - EVG 13/8 - CPL 35 - LES 35 e 36 - LVV 16 - PCT 9 - vtb 2477

RETROCOGNIÇÃO - v. 2673

REUNIÃO - 2874m As reuniões de intercâmbio, não raro, têm uma preparação antecipada de até quarenta horas, quando são trazidos os participantes desencarnados ou psiquicamente se faz a sincronia fluídica dos mesmos com os médiuns que os irão incorporar. MANOEL P. DE MIRANDA em NFL 17

REUNIÃO - 2875 - Chegada pois a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham juntado, chegou Jesus e pôs-se no meio deles e disse-lhes: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. JOO 20:19 e 21 - LUC 24:36 - ABR 13 e 19 - CVV 9 e 53 - LES 68 - LPE 52 - MCRPG 115 - OES 16 - PNS 180 - PVE 47 - VLZ 165 VZG Prefácio

REUNIÃO - 2876 - É desaconselhável que o exercício mediúnico explícito se dê fora do contexto que lhe daria, em tese, respaldo, limpidez e segurança. É como o cirurgião que opera fora da sala cirúrgica, onde o paciente estará exposto a toda sorte de desnecessários riscos, a contaminações inabordáveis. CAMILO em DMD 55 - DMD 59

REUNIÃO - 2877 - Em dez pessoas completamente novatas no assunto, que assistam a uma sessão de experimentação, nove sairão sem estar convencidas e algumas mais incrédulas que antes. O inverso se dará com as que puderam compreender os fatos, mediante antecipado conhecimento teórico. Tais os motivos que nos força a não admitir em nossas sessões experimentais senão quem possua suficientes noções preparatórias para compreender o que ali se faz. ALLAN KARDEC em LMD 34 - DLG 1.14 - FDI 10 e 11 - MDS 12 - NINPG 107 e 108 - URV 6 - VMO 33 - vtb 961, 1722 e 2881

REUNIÃO - Extravagâncias doutrinárias. v. 1014

REUNIÃO - 2877 - Mesmo fora das horas predeterminadas para as reuniões, os Espíritos se apresentam de boa-vontade, se o fim objetivado é útil. Eles têm suas ocupações e se preparam antecipadamente quando as reuniões se efetuam em dias e horas certos mas, apesar de preferirem a regularidade, os de ordem superior não se mostram meticulosos ao extremo. A exigência de pontualidade rigorosa é sinal de inferioridade, como tudo o que seja pueril. LMD 333 - LMD 132/6, 282/16 e 19 - CFN1P 10/10 - DMD 76 - vtb 2263, 2663 e 2883

REUNIÃO - 2879 - Não é razoável que deixemos a palavra de Deus e sirvamos as mesas. Escolhei, pois, varões aos quais constituamos sobre este importante negócio. ATS 6:2 e 3 - IES 37 - PETPG 67 - vtb 324

REUNIÃO - 2880 - Não olvides a necessidade de Cristo no cenáculo de amor em que te refugias. Escolhe alguns minutos por semana e, quanto seja possível, na mesma noite e no mesmo horário, faze teu círculo íntimo de meditação e de estudo, no cultivo da lição de Jesus. EMMANUEL em FML 2 - FML 4 - ATR 4 e 30 - CES 5 - CLB 2 - CRI 13 - CSL 281 - CTNPG 104 - DED 74 - DPMPG 28 - EPV 25 - ETC 6 e 31 - EVD 16 - FDL 1 - FEV 3 - GPT 6 e 14 - IDL 35 - IES 98 - IND 20 - ITP 38 e 39 - LMV 2 - LNL 1, 2, 23, 42 e 60 - MDS 24 e 31 - MSA 59 - MSG 35 a 37 - NFP 23 - NLA 9 - NLR 48 - NMM 8 - NOS 5 - NPB 42 - OBD2P 12 - OBV 14 e 16 - RLZ 73 - RML 38 - SDE 8, 17, 27 e 36 - SOL 6 - TDL 17 - THP 16 - TMG 56 - URV 15 - vtb 1193

REUNIÃO - 2881 - O bom senso que deve orientar os que dirigem sessões de intercâmbio, demonstra a impossibilidade da participação direta nelas de pessoas portadoras de desequilíbrios nas áreas mental e emocional, mesmo porque a presença dos que se candidatam aos benefícios não é indispensável. BEZERRA DE MENEZES em NFL 16 - CES 3 - DMD 84 e 86 - GPT Prefácio II - OBD3P 8 - THP 23 - URV 6 - vtb 1768, 1980 e 2008

REUNIÃO - 2882 - Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles. MAT 18:20 - EVG 28/5 - CES 11 - CSL 372 - EGTPG 184 - FVV 164 - LNL 9 - MDS 41 - NBO 11 - NLI 19 - NSS 30 - PQVPG 95 - SGU 57 e 61 - STL 3

REUNIÃO - 2883 - Qualquer dia e hora podem ser consagrados ao bom trabalho da fraternidade e do bem, sempre que necessário; mas, nas reuniões dedicadas ao esforço doutrinário, faz-se imprescindível a metodização de todos os trabalhos em dias e horas prefixados. EMMANUEL em CSL 376 - DMD 76 - NFL 17 - vtb 2878

REUNIÃO - 2884 - Qualquer que seja o caráter de uma reunião, haverá sempre Espíritos dispostos a secundar as tendências dos que a componham. LMD 327 - LMD 232 - LEP Introdução VI e VIII e 518 - CSL 406 - CTNPG 204 - EPV 19 - FDI 12 - LRD 39 - MSG 38 - MST 11 - NINPG 97 - NPB 31 - OBV 4 - vtb 040, 1034, 1538, 1967, 2004, 2162, 2304, 3030 e 3140

REUNIÃO - 2884m Qualquer tarefa de desobsessão representa nobre elevada responsabilidade para todos os que nela se envolvem, requerendo conhecimento doutrinário seguro e vivência cristalina evangélica. MANOEL P. DE MIRANDA em NBO 12

REUNIÃO - 2885 - Quando ajuntais, faça-se tudo para edificação. PCR 14:26 e 40 - LMD Introdução, 34, 324 a 350 e Cap 31/16 a 28 - AES 21 - APV 13 e 20 - ATT 7 e 15 - BDA 13 - CDV 40 - CME 39 - CMM 17 - CRF 21 - CSL 156, 231 e 363 a 381 - DDL 18 - DKA 61 - DMD 71 a 107 - EDL todo - ENC 6 - ETV 27 - EVD 104 - EVV Prefácio e 36 - FPA 19 - IPS 27, 31, 44, 46 e 59 - LES 69 - MDS 50 - MSG 46 e 47 - MST 4 - MUN 5 - NBO Prefácio III - NLR 44 - OBD1P 14 e 3 todo - PMG 16 - PNS 1 - PTC 4, 41 e 43 - RCV 31 - RLZ 45 e 53 - RUM 27 - SMD 58 e 73 - SOL 31 e 64 - TRL 9 - USF 13 - VZG 9, 46 e 64 - vtb 2549

REUNIÃO - 2886 - Quando se verifique a invasão da desarmonia nos institutos do bem, que os agentes humanos acusem a si mesmos pela defecção nos compromissos assumidos ou pela indiferença ao ato de servir. A solidariedade legítima escasseia nos ambientes onde é reduzido o espírito de serviço e onde sobra a preocupação de criticar. EMMANUEL em PNS 10 - LMD Cap 31/22 - CRF 23 - CSL 363 - MDD 15 - MDS 82 - MUN 35 - OFR 57 - POB 30 - RML 47 - vtb 759, 760 e 3114

REUNIÃO - 2887 - Quando vos ajuntais na igreja, até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós. PCR 11:19 - ATS 20:30 - SPD 2:1 - LMD Cap 31/26 - CRG 36 - CVCPG 72 - CVV 36 - MUN 3, 29 e 38 - NSC 17 - RLZ 97 - SGU 58 - vtb 991

REUNIÃO - 2887m - Quem assinala os dramas de aflição a emergirem da treva nas sessões mediúnicas, percebe facilmente a importância da vida humana como estação de refazimento e aprendizado. Somos testemunhas de culpas e remorsos que passaram impunes diante dos tribunais terrestres, e anotamos a Justiça Imanente, Universal e Indefectível, que confere a cada Espírito o galardão da vitória ou o estigma da derrota, segundo as realizações que edificou para si mesmo. CAÍRBAR SCHUTEL em VZG 14 - VZG 57 - vtb 022, 1687, 1961 e 2199

REUNIÃO - 2888 - Reunidos pela comunhão dos pensamentos e dos sentimentos, mais força têm os homens para atrair a si os bons Espíritos. O mesmo se dá quando se reúnem para adorar a Deus. Não creais, todavia, que menos valiosa seja a adoração particular, pois que cada um pode adorar a Deus pensando nele. LEP 656 - EVG 27/15 - LMD 282/14 - DDCPG 71 - DPMPG 300 - NBO 11 - NLI 19 - SHA 25 - vtb 032 e 2504

REUNIÃO - 2889 - São favoráveis as condições de experimentação quando o médium e os assistentes constituem um grupo harmônico, isto é, quando pensam e vibram em uníssono. No caso contrário, o médium experimenta uma opressão, um mal-estar indefinível, sentindo-se às vezes como que paralisado, sucumbido. LEON DENIS em NINPG 84 - NINPG 96, 109 a 121 e 259 - GRNPG 91 e 92 - vtb 1175

REUNIÃO - 2890 - Se nas atividades do templo que nos irmana mostramos somente a parte elogiável de nossa alma, a fim de que os companheiros de nosso nível de experiência nos reconheçam a melhoria no esforço de ascensão para Deus, é justo não esquecer que os mensageiros de Deus, de outros modos, nos examinam o verdadeiro aproveitamento nos intervalos. EMMANUEL em ILS 1 - ACO 18 - IPS 54 - LBT 15 - MSG 12 - NBO 12 - vtb 1057, 1568, 2006 e 3361

REUNIÃO - 2891 - Seria ideal que os cooperadores encarnados, após o encerramento dos trabalhos mediúnicos, se mantivessem, quanto possível, no clima psíquico que fruíram durante a reunião, meditando no que ouviram, “digerindo” mentalmente melhor as comunicações, orando, já que as tarefas quase sempre prosseguem durante o sono. BEZERRA DE MENEZES em NFL 26 - NFL 27 - CRT 22 - DDCPG 206 - GPT 18 e 20 - LOB 9 e 12 - MLZ 5 - TDN 23 - vtb 1955, 2059, 3080m e 3084

REUNIÃO - 2892 - Sustar múltiplas manifestações psicofônicas ao mesmo tempo, no sentido de preservar a harmonia da sessão, atendendo a cada caso por sua vez, em ambiente de concórdia e serenidade. A ordem prepara o aperfeiçoamento. ANDRÉ LUIZ em CES 24 - vtb 1961

REUNIÃO - 2893 - Trabalhadores dedicados ao labor desobsessivo, no plano físico, têm sido vitimados por lamentável torpor mental, que os induz à sonolência de que se não logram liberar. Tombam, inermes, seja por desinteresse da tarefa ou por invigilância, estabelecendo ou reestruturando ligações com seus adversários espirituais que desse modo os bloqueiam, impedindo-os de aprender e servir ou com o objetivo de prejudicar-nos o ministério socorrista. BEZERRA DE MENEZES em NFL 26 - APV 20 - CRT 24 - DDRPG 154 - DMD 93 - MDS 70 - NDM 16 e 18 - OBD3P 10 - URV 13 - vtb 1528 e 1719

REUNIÃO - 2894 - Uma reunião é um ser coletivo, cujas qualidades e propriedades são a resultante das de seus membros e formam como que um feixe. Este feixe, tanto mais força terá, quanto mais homogêneo for. Não há nenhum limite absoluto para o número de participantes e embora se possa conceber que cem pessoas, suficientemente concentradas e atentas, estarão em melhores condições do que estariam dez, se distraídas e bulhentas, o número excessivo dos assistentes constitui uma das causas mais contrárias à homogeneidade. A precaução de se formar cadeia, dando-se todos as mãos, é um meio material que não estabelece a união, se esta não existe nos pensamentos.LMD 331, 332 e 282/15 - LMD 334 a 336 - LEP 656 - EVG 28/5 - GNS 14/19 - CRT 22 - DDCPG 88 - DLG 2.16 - DMD 56 e 72 - NINPG 101 - OBD3P 4 - vtb 1046 e 2549

REUNIÃO - vtb AUSÊNCIA - EXPLICADOR, 039, 423, 942, 1191, 1978 e 2008

REVELAÇÃO - 2895 - A característica essencial de qualquer revelação tem que ser a verdade. Revelar um segredo é tornar conhecido um fato; se é falso, já não é um fato e, por conseqüência, não existe revelação. Toda revelação desmentida por fatos deixa de o ser, se for atribuída a Deus. Não podendo Deus mentir, nem se enganar, ela não pode emanar dele e deve ser considerada produto de uma concepção humana. ALLAN KARDEC em GNS 1/3 - GNS 1 todo - CTNPG 208 a 211 - EPM 8 - NSC 1 - RVCPG 21 a 29 - vtb 1713

REVELAÇÃO 2896 - Com extrema sabedoria procedem os Espíritos superiores em suas revelações. Não atacam as grandes questões da Doutrina senão gradualmente, à medida que a inteligência se mostra apta a compreender verdade de ordem mais elevada e quando as circunstâncias se revelam propícias à emissão de uma ideia nova. Por isso é que logo de princípio não disseram tudo, e tudo ainda hoje não disseram. Instruções isoladas sobre pontos ainda não elucidados da Doutrina devem, por conseguinte, ser aceitas com reservas e a título de esclarecimento. ALLAN KARDEC em EVG Introdução II - EVG 24/7 - LEP 182, 444, 801 e 1014 - LMD 110, 230, 288/5 e 301/9 - GNS 1/54 - AVL 19 - BPZ 49 - CSL Prefácio, 87, 202 e 265 - CVV 136 - DSG 25 - EMN Prefácio II, 5, 17 e 28 - ETD 46 - ETS 97 - vtb 478, 535, 851, 1033, 1048, 1056, 1069, 1080, 1452, 1542, 1932, 2085, 2258, 2691 e 3319

REVELAÇÃO - vtb 1019, 1616, 2254 e 3327

REVIDE - 2897 -A sujeição passiva ao atrevimento ou à grosseria pode dilatar os processos da força e da agressividade e o crente deve saber pulverizá-los com serenidade e bom senso, sem recorrer à força física mas com a energia requerida pelas circunstâncias. Esclarecer é também amar. Se o atrito dos instintos animalizados prevalece naqueles a quem mais desejamos serenidade e paz, convém deixar-lhes as energias na violência que escolheram, até que possam experimentar a serenidade mental imprescindível para se beneficiarem com as manifestações afetuosas do amor e da verdade. EMMANUEL em CSL 344 a 346 - EVG 12/8 - TPS 7 - vtb 1551, 1656 e 3366

REVIDE - 2898 - Ao que quiser pleitear contigo e tirar-te o vestido, larga-lhe também a capa. MAT 5:40 - EVG 12/11 e 12 - AVV 13 - LES 27 e 84 - MMD 32

REVIDE - 2899 - Na verdade é já realmente uma falta terdes demandas uns com os outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano? PCR 6:7 - ROM 12:17 a 19 - PVB 20:22 - EVG 12/13 - ACO 53 - LRE 20 - PNS 142 - RML 53 - SNV 43 - vtb 2385

REVIDE - 2900 - Não digas que a serenidade expresse fraqueza, ante os cultores da violência, qual se não tivesses brio para a reação necessária, porque é preciso muito mais combatividade interior para dominar-se alguém ao colher ofensas e esquecê-las do que para assacá-las ou devolvê-las, a detrimento do próximo. EMMANUEL em CRG 44 - LEP 759a - BAC 32 - CLB 36 - CVD 59 - DMV 53 - DSF 22 - ETS 12 - IDL 21 - JVN 54 - LMV 24 e 28 - LRE 19 - NFL 22 - SOL 53 - vtb 248, 460, 563 e 2354

REVIDE - 2901 - Não resistais ao mal; mas se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra. MAT 5:39 - LUC 6:29 - ROM 12:17 - PTS 5:15 - PPD 3:9 - PVB 20:22 - ISS 50:6 - EVG Introdução IV/X e XII e 12/8 - AVV 12 - CNA 21 - CSL 345 - CVD 5 - DDCPG 312 - DPMPG 280 - ELF 25 - ITP 6 - JEV 15 - LEK 31 - LPE 24 - MDC 28 - MPT 27 - PCT 5 e 60 - PRR 14 - SHA 20 - SNL 1 - VLZ 62 e 63 - VMO 21

REVIDE - 2902 - Opor ódio ao ódio é operar a destruição. O autor de qualquer injúria invoca o mal para si mesmo. Em vista disso, o mal só é realmente mal para quem o pratica. Revidá-lo na base de inconseqüência em que se expressa, é assimilar-lhe o veneno. EMMANUEL em PVD 25 - EVG 12/9 - LMD 245 - ADV 18 - AEC 22 - AES 9 - ATA 1 - AVV 2 - BAC 20 e 21 - CDT 18 - CLB 28 - CSL 337 - DAG 15 - FPA 15 - LBT 20 - LMV 57 - LZE 15 - MMD 6 - PRN 20 e 27 - PVE 30 - RML 31 - SCS 5 - SGU 63 - TMG 46 - VJR 13 - VMO 15 - vtb 1830 e 2581

REVIDE - 2903 - Se alguém chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por vós mesmos, para que não sejais também tentados. GAL 6:1 - ROM 14:1 - HEB 12:13 - TGO 5:19 e 20 - ATP 16 - CMA 19 e 32 - DCS 1 - FVV 37 - IDL 5 - IES 5 e 21 - IRM 2 - JVN 31 - LAV 22 - vtb 2856

REVIDE - 2904 - Se não podes reagir como a rosa, que perfuma ao ser esmagada, pelo menos faz como a árvore, que suporta em silêncio a agressão da poda e mais tarde responde ao golpe com flores e frutos. ANDRÉ LUIZ em DCS 38 - ATR 22 - CRF 5 - DPMPG 33 - ELF 13 - LVV 24 - MST 1 - TCB 10 - TDN 19

REVIDE - 2905 - Vinga-te da ignorância, instruindo-a sem alarde e sem pretensão. Vinga-te das trevas, acendendo a verdadeira luz. O bom lavrador vinga-se da terra seca, adubando-a para que produza. EMMANUEL em DAP 13 - AIM 10 - CSL 344 - NDM 20 - PRR 12 - vtb 292, 551, 1553, 2268 e 3220

REVIDE - vtb AÇÃO E REAÇÃO - CÓLERA - ODIAR - PERDÃO - RESSENTIMENTO - TALIÃO, 1160, 1836 e 2333

REVISÃO - Do Cristianismo. v. 2834

REVOLTA - v. OBEDIÊNCIA - QUEIXA - REBELDIA, 1616 e 3243

RICHET, Charles - 2906 - O autor do Tratado de Metapsíquica não formulou definição espírita, mas concorreu para despertar o meio científico a respeito de sua fenomenologia. Reconheceu os fatos que corroboram as teses espíritas, mas não tirou dedução filosófica e não esposou a doutrina. DEOLINDO AMORIM em PND 21 - CAT 16 - DKA 3 - EPM 2 - NLA 7 - RVCPG 27 - vtb 2057

RIQUEZA - v. CUPIDEZ - FRACASSO - PROPRIEDADE - SORTE

RITMO - 2907 - O cérebro gera energia que, por segmentos nervosos, estimula órgãos e funções; esses segmentos, a exemplo da musculatura cardíaca, ampliam estímulos de microvolts para milivolts, estabelecendo ritmias: cardíaca, respiratória, peristáltica, metabólica, menstrual, citológica e até mesmo ritmos de regeneração e degeneração. Podemos afirmar que o ser humano é uma orquestra de ritmos energéticos. HENRIQUE RODRIGUES e HILDA FONTOURA NAMI em PPHPG 25 - PPHPG 16, 28, 49 e 105 - CEDPG 19 e 20 - CHG 21 - CVCPG 7 - STC 3 - vtb 140, 428, 429, 433, 434, 447, 571, 575, 907m, 1449, 1544, 2042, 2044, 2137, 2251m, 2985 e 3340

RITUAL - v. ALTAR - CERIMONIAL - SACRAMENTO - SANTO, 3035 e 3111

ROBOTIZAÇÃO - v. 150 e 1875

ROSACRUZ - 2908 - Os “Iluminados”, mantendo a chama do Cartesianismo, apresentaram a Ordem Rosa-Cruz, na Alemanha, no século XVII, estabelecendo ou reestruturando as bases para o equilíbrio e a felicidade humana nas lições do passado. ANTONIO J. FREIRE em SDE 40 - vtb 2255 e 2741

ROTEIRO - v. 1031 e 2334

ROTINA 2909 - Nas experiências de elevação, entre outros impedimentos que surgem, a rotina dos acontecimentos é teste grave a ser superado. Enquanto as realizações se apresentam novas, há motivações e entusiasmos para realizá-los. Depois, à medida que se fazem repetitivas, com as mesmas manifestações, tendem a cansar, diminuindo o ardor dos candidatos à operosidade, levando-os à saturação, à desistência, surgindo as “tentações” do repouso exagerado, da acomodação. MANOEL P. DE MIRANDA em POB 24 - POB 30 - HIT 1 - ITP 4 - MUN 49 - NPM 48 - PMG 25 - PVD 20 - RML 41 - TOB 14 - vtb 749, 976, 1055, 1390, 2135 e 2204

ROUSTAING - 2910 - Essa teoria absurda (Docetismo) reapareceu na França, através de uma obra confusa e carregada de pesado misticismo ridicularizante. Um advogado de Bordeaux, Jean Baptiste Roustaing, elaborou essa obra (Os Quatro Evangelhos) através de comunicações mediúnicas atribuídas a Moisés, João Batista, os Apóstolos e os Evangelistas. Kardec condenou essa obra, o que provocou um revide de Roustaing. J. HERCULANO PIRES em RVCPG 56 e 57 - vtb 840

ROUBAR - v. FURTAR

*