-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

RACIONALISMO - 2736 - A razão é órgão de nutrição espiritual; é o estômago da alma. Ela digere, prepara o bolo alimentício para ser incorporado à alma. VINÍCIUS em NPM 75 - NPM 111 - vtb 182, 1032 e 2602

RACIONALISMO - 2737 - A razão humana, centelha desprendida da razão divina, dela não difere senão em poder e extensão. Relativa e falível em si mesma, a razão humana se retifica e se completa remontando à divina fonte, comunicando com essa razão absoluta que a si mesma se conhece, reflete e possui, e que é Deus. LÉON DENIS em CTNPG 122 e 123 - LMD Cap 31/10 - DPMPG 259 - RVCPG 89 a 99 - vtb 776, 798, 807, 1065, 1404 e 3344

RACIONALISMO 2738 - A razão sem o sentimento é fria e implacável como os números, e os números podem ser fatores de observação e catalogação da atividade, mas nunca criaram a vida. A razão é uma base indispensável, mas só o sentimento cria e edifica. EMMANUEL em CSL 198 - CSL 69, 142, 199 a 203, 221 e 355 - LEP Introdução VII - CFZ 65 - CLA 13 e 48 - DCS 48 - ELF 5 - HNV 6 - IPS 30 - LZA 11 - NSS 28 - OES 10 - RVCPG 13, 67 e 68 - SCE 4 - TCL 29 - VDS 11 - vtb 127, 134, 345, 419, 948, 969, 1087, 1106, 1336, 1564, 1577, 2285 e 3337

RACIONALISMO - 2739 - A Religião, apelando para o sentimento e excluindo a Razão, caía muitas vezes no fanatismo e no erro. A Ciência, procedendo em sentido contrário, permanecia inerte e seca, impotente para regular a conduta moral. O Espiritismo oferece esta inapreciável vantagem de, ao mesmo tempo, satisfazer à razão e ao sentimento. LEON DENIS em NINPG 122 - CSL 200 - EPH 8 - PRD 18 - TOB 8 - vtb ESPIRITISMO - Ciência e Religião, RELIGIÃO, 773, 961, 1023, 1210, 2791 e 3327

RACIONALISMO - 2740 O Senhor concedeu ao homem a flama da razão para o concurso consciente na sua Obra Divina e não para o abuso da liberdade. EMMANUEL em IRM 18 - vtb 792 e 1738

RACIONALISMO - 2741 - Para alcançar a verdade é preciso, uma vez na vida, desfazermo-nos de todas as opiniões que recebemos e reconstruir de novo e desde os fundamentos, todos os sistemas dos nossos conhecimentos. RENÉ DESCARTES (1596-1660), citado por LEON DENIS (espírito) em CRI Prefácio II - CRI 56 - CDMPG 111 - DKA 2 - SDE 40 - vtb 446, 1441, 2820, 2908 e 2912

RACIONALISMO - vtb ideia - INTELECTUALISMO - INTELIGÊNCIA - PENSAMENTO, 300, 1255, 1284, 1757, 2192 e 2268

RACIONALIZAÇÃO - v. FUGA

RACISMO - v. IGUALDADE

RÁDIO Comparado à mente. v. 2606m e 3092

RAIVA/RANCOR - v. CÓLERA - ODIAR - RESSENTIMENTO

RAZÃO - 2742 - O que se chama razão não é, muitas vezes, senão orgulho disfarçado e quem quer que se considere infalível apresenta-se como igual a Deus. ALLAN KARDEC em LEP Introdução VII - vtb 2444

RAZÃO - vtb RACIONALISMO

REAÇÃO - v. AÇÃO E REAÇÃO - REVIDE, 1333 e 3264

REAL Mundo real ou primitivo. v. 1077

REALIDADE v. ILUSÃO

REALIDADE ESPIRITUAL - 2743 - Está fazendo uma falta terrível à sociedade em que vivemos a visão da realidade espiritual, ou seja, a possibilidade de existência, sobrevivência e comunicabilidade dos espíritos. Em vez de nos vermos como espíritos temporariamente acoplados a um corpo físico, assumimos a identidade desse corpo, confundimo-lo com a nossa própria individualidade e estamos levando o espírito a reboque, como um traste inútil. HERMÍNIO C. MIRANDA em NFP 21 - EVG 2/2 - LMD 4 e 49 - CFN2P 1/14 e PG 314 - AIM 11 - ATA 47 - AVE 54 - CDMPG 12, 56 e 103 a 131 - CDT 9 - CVV 27 e 111 - DSF Prefácio - EGTPG 214 - EPH 13 - EPM 4 - FDL 34 - LNC 9 - MRTPG 219 e 339 a 364 - NFA 9 e 10 - NLI 3 e 15 - NRF 2 - PRD Prefácio - RIM 4, 7 e 14 - RNB 23 - RVM 6 - SCE todo - VDS 7 - vtb 062, 442, 947, 1013, 1491, 2094, 2666, 3046 e 3345

REALIZAÇÃO - v. 256

REBELDIA - 2744 - A rebeldia é sempre condição negativa, e, em se manifestando conosco, na forma de inquietação desnecessária, é dos piores corrosivos da alma, frustrando-nos recursos de realização e oportunidade, serviço e tempo. EMMANUEL em RUM 37 - ALC 6 - ATA 20 - BAC 37 - CNV 3 - EMC 18 - FGP 14 - IPS 56 - LOB 24 - MDL 12 - MMC 23 - NTE 7 - PNS 16 - PVE 24 - VZG 16 - vtb 422, 1618 e 3094

REBELDIA - vtb HUMILDADE - OBEDIÊNCIA - QUEIXA e 3243

RECAÍDA - 2745 - Espíritos egressos de experiências vinagrosas em existências outras que o tempo arquivou para balanço oportuno, todos ainda carregamos nas próprias tendências o risco de retorno a quedas passadas, reclamando a bondade e a tolerância dos outros, de modo a demandarmos os caminhos da frente. EMMANUEL em NRN 19 - vtb 238, 1089, 1190 e 3147

RECALQUE - v. TRAUMAS

RECOLHIMENTO - v. 1896

RECOMEÇAR - 2746 - A ciência de recomeçar é das mais nobres que nosso espírito pode aprender. Paulo de Tarso, Doutor do Sinédrio, esperança de uma raça, voltou um dia ao deserto para recomeçar a experiência humana, como tecelão rústico e pobre. ANDRÉ LUIZ em NLR 25 - NLR 27 - LEP 393 - ABS 3 - CVV 112 - DTE 19 - ESV 27 - PVE 1 - TPL 15 - vtb 232, 748, 2507, 2822, 2837 e 3127m

RECOMENDAR - v. ENCOMENDAR

RECOMPENSA - v. RETRIBUIÇÃO

RECONCILIAÇÃO - v. 1548, 2856 e 2857

RECORDAÇÕES v. PASSADO

REDENÇÃO - 2747 - Jesus é mediador, intermediário, traço de união que liga a Humanidade a Deus. Mediador e não redentor, porque a ideia de redenção não suporta exame. É contrária à justiça divina. LEON DENIS em CTNPG 83 e 84 - CTNPG 101 e 102 - CMQPG 177 - EGTPG 49 - NSS 4 e 5 - vtb 355, 566, 862, 1892, 2054 e 2956

REENCARNAÇÃO - 2748 - A encarnação é inerente à inferioridade dos Espíritos, deixando de ser necessária desde que estes, transpondo-lhe os limites, ficam aptos para progredir no estado espiritual, ou nas existências corporais de mundos superiores, que nada têm da materialidade terrestre. Da parte destes a encarnação é voluntária. ALLAN KARDEC em CFN1P 3/9 - CFN1P 7/10, 18 e 33 - LEP 168 - GNS 11/26 - JVN 22 e 59 - vtb 2721

REENCARNAÇÃO - 2749 - A lei dos renascimentos explica e completa o princípio da imortalidade. A evolução do ser indica um plano e um fim. Esse fim, que é a Perfeição, não pode realizar-se em uma existência só, por mais longa que seja. Se admitirmos que o homem vive atualmente pela primeira e última vez neste mundo, a incoerência e a parcialidade presidiriam a repartição dos bens e dos males, das aptidões e das faculdades. Debalde se procuraria explicar as enfermidades inatas, a cegueira, a idiotia, as deformidades, e ainda menos conciliá-los com a existência de um poder sábio, previdente, eqüitativo. LÉON DENIS em PBSPG 163 a 165 - LEP 199a (Obs), 222, 619 e 789 - EVG 5/3, 16/8, 18/5 e 25/2 - GNS 1/34 a 36, 11/33 e 46 e 17/41 - CFN1P 1/6 e PG 410 - ANT 3 e 46 - AQMPG 295 - ATA 19 - CEDPG 177 - CTNPG 224 a 227 - CVV 110 - DKA 24 e 33 - DPMPG 130 a 136 - DSG 21 - EMC 52 - ETD 9, 15, 17 e 21 - FGP 2, 4 e 5 - IES 92 - JAT 2 - MFR 1 - MRTPG 76 a 78 e 131 a 134 - NDB 30 - NFA 8 - NLI 4 - NMM 7 - OTM 42 - PBSPG 284 a 286 e 290 - PQVPG 32 e 33 - RML 7 - RTL 1 - SHA 3 e 4 - TDN Prefácio I - THP 13 - URV 3 - VEV 10 e 14 - vtb 602, 609, 610 e 2776

REENCARNAÇÃO - 2750 - A reencarnação é sempre evolução, recapitulação, ensino, aprendizado e tudo isso custa esforço, obstáculo, suor; entretanto, em muitas circunstâncias, é trabalho expiatório, regeneração ou processo curativo. Por isso mesmo, as criaturas que se encontram em resgate, nos domínios da culpa, a área terrestre em que se encontram pode ser considerada como sendo região hospitalar e o corpo físico como cela de tratamento, com a equipe doméstica, seja na consangüinidade ou nos contatos de serviço, mantendo a terapia de grupo. ANDRÉ LUIZ em PRN 43 - PRN 11 - EVG Introdução IV/IV - CFN1P 7/30 - ANH 10 e 22 - ATA 6 - ATE 15 - BAC 38 - CAP 37 - CDE 19 - CPL 15 e 16 - CRI 47 - DAG 5 - DMV 34 e 52 - EPH 5 - ETR 42 - EVM2P 8 - FPA 18 - IND 4 - ITP 21 - JOI 7 - LES 8 e 76 - LNL 5, 46, 49 e 54 - LPE 9 e 14 - MUN 12 e 13 - NDM 20 - NOS 5 - NPL 3, 7 e 8 - OTM 21 e 57 - PLC 15 - QTO 24 - RES 8, 65 e 81 - RFG 10 - SMD 53 - SPT 15 - TRL 1 - VEV 15, 16, 20, 24, 27 e 29 - VSX 12, 14 e 15 - vtb 009, 347, 1089, 1190, 1201, 1208, 1305 e 2241

REENCARNAÇÃO - 2751 - A reencarnação fortalece os laços de família porque elimina as paixões da personalidade que elege formas específicas de amor, propiciando, na alteração dos laços consanguíneos, a generalidade desse sentimento. Os pais de hoje foram ou serão os filhos de amanhã. Nubentes e irmãos, parentes e outros mudam de lugar no clã, permanecendo os vínculos que se alargam e se santificam, como experiência formosa para o amor universal. BEZERRA DE MENEZES em LOB 13 - LEP 205, 206 e 774 - EVG 4/18 a 23 - ANH 24 - CME 63 - DKA 42 - ETD 13 - LNL 44 - NTE 3 - PBSPG 172 - SOL 40 - VEV 12 - vtb 597, 1209, 1338 e 2840

REENCARNAÇÃO - 2752 - A reencarnação tem por meta ensejar reparações, correções de erros, mas também desenvolver os germes dos valores transcendentes que dormem nos recessos da vida. O Espírito foi programado para os contínuos renascimentos no corpo físico, a fim de melhor favorecer o desabrochar do seu deus interno e de todas as potências de que se encontra investido, mas ainda não as sabe nem pode administrar. JOANNA DE ÂNGELIS em NDB 19 - NDB 21 e 24 - TDN 27 - vtb 596, 742, 807, 1062, 1131, 1264, 1480, 1696, 1824 e 2597

REENCARNAÇÃO - 2753 - A todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus. JOO 1:12 e 13 - TGO 1:18 - PPD 1:23 - ETS 89 - NPM 137 - RNB 23 - vtb 1200 e 2214

REENCARNAÇÃO - 2754 - A união da alma ao corpo começa na concepção (a união molecular do perispírito e do corpo só se pode operar no momento da concepção - GNS 14/47), mas não se completa senão no momento do nascimento. Desde o momento da concepção, o Espírito designado para tomar determinado corpo a ele se liga por um laço fluídico, que se vai encurtando cada vez mais, até o instante em que a criança vem à luz. ... Desde o instante da concepção, a perturbação começa a envolver o Espírito, advertido assim de que chegou o momento de tomar uma nova existência; essa perturbação vai crescendo até o nascimento. Nesse intervalo, seu estado é mais ou menos o de um Espírito encarnado, durante o sono do corpo. A medida que o momento do nascimento se aproxima, suas ideias se apagam, assim como a lembrança do passado, desde que entrou na vida. Mas essa lembrança lhe volta pouco a pouco à memória, no seu estado de Espírito. LEP 344 e 351 - LEP 334 a 360 - LMD 284/51 - GNS 11/18 e 20 - AQMPG 117 - CSL 31 - CTNPG 82 - DED 42 - DSG 21 - EVM1P 19 - GRNPG 192 - LAV 9 - MFR 15 - MLZ 13 - MRTPG 322 - NFP 3, 8 e 13 - NLR 47 - NPB 4 - PBSPG 173 e 174 - SNL 2 - TDL 21 - TVM 15 - vtb 011, 565, 601, 607, 1571, 2577 e 2765

REENCARNAÇÃO - 2755 - Algumas vezes pode a alma reencarnar-se logo depois de se haver separado do corpo, porém de ordinário só o faz depois de intervalos mais ou menos longos. Não há limite estabelecido para esses intervalos, mas nunca são perpétuos. Cedo ou tarde o Espírito terá de volver a uma existência corporal apropriada a purificá-lo. Pode ele progredir na erraticidade, todavia, na existência corporal é que põe em prática as ideias que adquiriu. LEP 223, 224 e 230 - LEP 218b, 332 e 333 - GNS 11/25 - CFN1P 3/10 - CDE 4 - CRI Prefácio I - CSL 224 - DPMPG 248 - DTE 8 - ETC 27 e 29 - EVM2P 18 - FDI 16 - IES 50 e 72 - NLR 39 - PBSPG 181 - QTE 15 e 17 - RIM 2 - SCE 8 - VEP 2 - vtb 211, 576, 982, 2769 e 3271

REENCARNAÇÃO - 2756 - Assim veio a mim a palavra Senhor, dizendo: Antes que te formasse no ventre te conheci. JRM 1: 4 e 5

REENCARNAÇÃO - 2757 - Cada encarnação é como se fora um atalho nas estradas da ascensão, significando uma bênção divina, quase um perdão de Deus. EMMANUEL em EMN 5 - ANH 29 - ARC Prefácio - CSL 333 - EVD 48 - ITP 33 - OFR 9 e 35 - POB 8 - RLZ 117 - TCL 6 - THP 30 - vtb 3338

REENCARNAÇÃO - 2758 - De modo geral, o retorno do Espírito à carne obedece às leis da atração e da afinidade. Ele é atraído para um meio conforme às suas tendências, ao seu caráter e grau de evolução. Sua escolha, porém, é limitada, circunscrita, determinada por causas múltiplas, seus antecedentes, suas dívidas morais, suas afeições, seus méritos e deméritos, sua missão. LÉON DENIS em PBSPG 172 e 175 - PBSPG 176 a 182 e 249 - ANH 16 - CFZ 10 - CPL 6 - DKA 70 - DPMPG 245 a 249 - FDI 6 - FML 31 - GPT 11 - IPS 12 e 52 - LMV 14 - LNL 15, 26, 32 e 39 - PVD 12 - QTE 14 - SED 15 - STN 10 - VSX 16 - vtb 039, 597, 606, 1190, 1191, 1305, 2764 e 2772

REENCARNAÇÃO - 2759 - Deus pode impor certa existência a um Espírito, quando este, pela sua inferioridade ou má- vontade, não se mostra apto a compreender o que lhe seria mais útil, e quando vê que tal existência servirá para a purificação e o progresso do Espírito, ao mesmo tempo que lhe sirva de expiação. LEP 262a - LEP 337 - HDV 27 - NDM 25 - vtb 572 e 2772

REENCARNAÇÃO - 2760 - E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemus, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemus: Como pode um homem nascer, sendo já velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito. JOO 3:1 a 8 - LEP 222 - EVG 4/9 - BNV 14 - CAP 29 - CMQPG 141 a 149 - CTNPG 46, 47 e 273 a 276 - EES 8 - EPH 11 - EPV 4 - ETD 46 - GRNPG 190 - IDL 39 - NDB 21 - NINPG 191 - NLR 21 - NRN 1 - PBSPG 273 - PRR 1 - RIM 21 - RNB 7 e 26 - TDN 11 - vtb 2170 e 2185

REENCARNAÇÃO - 2761 - E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas; mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem. Então entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista. MAT 17:10 a 13 e 11:14 - MAR 9:11 a 13 - LUC 1:17 - MLQ 4:5 - EVG 4/3, 4 e 11 - GNS 17/34 - CMQPG 132 e 285 - CTNPG 48 - JAT 2 - PBSPG 272 - PJS 61 - PNT 9 - RNB 8 e 9 - vtb 1630, 1633 e 2859

REENCARNAÇÃO - 2762 - Há dolorosas reencarnações que significam tremenda luta expiatória para as almas necrosadas no vício. Temos, por exemplo, o mongolismo, a hidrocefalia, a paralisia, a cegueira, a epilepsia secundária, o idiotismo, o aleijão de nascença e muitos outros recursos, angustiosos embora, mas necessários, e que podem funcionar em benefício da mente desequilibrada, desde o berço, em plena fase infantil. ANDRÉ LUIZ em NDM 15 - vtb 230, 578, 610, 845, 861, 981, 1100, 1364, 1391, 1460, 1685, 2433, 2607 e 2777

REENCARNAÇÃO - 2763 - Jesus não pôde desenvolver a grande e importante lei da reencarnação, porque os homens do seu tempo não se achavam suficientemente preparados para ideias dessa ordem e suas conseqüencias. Contudo, as sentou o princípio dessa lei, como fez relativamente a tudo mais. GNS 17/46 - PND 8 - vtb 535, 1292 e 2776

REENCARNAÇÃO - 2764 - Muito antes da encarnação, o Espírito faz o cômputo de suas possibilidades, estuda o caminho que melhor se lhe afigura na luta da perfectibilidade e, de acordo com as suas vocações e segundo o grau de evolução já alcançado, escolhe, em plena posse de sua consciência, a estrada que se lhe desenha no porvir, fecunda de progressos espirituais. EMMANUEL em EMN 32 - EMN 24 - LEP 184, 231, 258 a 273, 335 a 337, 393, 399, 522, 644, 851, 861, 866, 872 e 975 - EVG 5/19 e 14/9 - CFN1P 5/6 e PG 334 - ANH 5 - ATE 19 - ATR 3 e 28 - ATT 39 - CDMPG 188 - CDV 30 - CFZ 27 - CNA 18 - CPL 2, 17 e 19 - CPN 17 - CRF 49 - CSL 296 - CTD 26 - CVRPG 100 - CVV 108 - DDCPG 67 - DDV 25, 26 e 27 e 32 - DED 33 - DSF 6 - DSG 9 - EED 28 - ELF 18 - ELZ 10 - ENC 21 e 30 - ETC 2 - ETV 15 - FML 19 e 28 - INS 6 - JVN 1 e 42 - LDA 1/5 a 11 - LEK 2 - LPE 21 e 31 - MDL 35 - MLZ 12 - MMC Prefácio - MRTPG 51, 154 e 160 - NBO 16 - NFL 4 - NFP 7, 8 e 20 - NPB 18 - PBSPG 217 a 234 e 346 - PLB 15 - PLP 11 - PMG 17 e 29 - POB 21 - PRD 11 - PRN 11 - PRR 21 - PTC 21 - RDV 14 - RES 26, 61 e 75 - RLZ 83 - RML 53 - RUM 3 - SMD 86 - STC 11 - TDN 30 - THP 6 - TVM 1 e 6 - VEV 15 e 28 - VIC 4 - VLZ 20 e 94 - VMO 5 - VSX 17 - VZG 28 - vtb 009, 400, 1130, 1213, 1216, 1559, 1905, 2261, 2694, 2758, 2772, 3057 e 3186

REENCARNAÇÃO - 2765 - No momento de encarnar, o Espírito sofre perturbação maior e sobretudo mais longa que experimenta ao desencarnar. Pela morte, o Espírito sai da escravidão; pelo nascimento, entre para ela. LEP 339 - LEP 340, 341, 351, 380 e 400 - EVG 8/4 - DPMPG 246 e 247 - DSF 29 - MRTPG 321 - NFP 13 - PPHPG 107 - vtb 756, 2110 e 2754

REENCARNAÇÃO - 2766 - O corpo perispiritual, que dá forma aos elementos celulares, somente aos sete anos de vida comum começa a presidir, por si mesmo, ao processo de formação do sangue, ocasião em que o processo reencarnacionista estará consolidado. ANDRÉ LUIZ em MLZ 13 - MLZ 14 - LEP 142 - NDM 24 - NMM 8 - THP 12 - vtb 601 e 2080

REENCARNAÇÃO - 2767 - O fim objetivado com a reencarnação é a expiação, o melhoramento progressivo da Humanidade. Ela se funda na justiça de Deus, pois o bom pai deixa sempre aberta a seus filhos uma porta para o arrependimento. LEP 167 a 171 - LEP 115a e 116 - EVG 4/25 e 26 - CRG 34 - DTE 10 - EDA 16 - EPV 2 - NRN 3 - QTE 5, 7 e 8 - RES 24 - RML 4 - RNB 15 - RTR 2 - VEP 6 - VEV 3 - VSX 9 - VZG 59 - vtb 217, 572, 576 e 1831

REENCARNAÇÃO - 2768 - O número de encarnações não é o mesmo para todos os Espíritos. Aquele que caminha depressa a muitas provas se forra. LEP 169 - vtb 736, 768, 986, 1125, 1128, 1479, 1762, 3137 e 3410

REENCARNAÇÃO - 2769 - O sofrimento em regiões umbralinas habilita o criminoso ao amparo do Céu, mas não o libera de seus compromissos com a Terra. Assim, situar-se-á ele em regime de inquietação, inabilitado para a Felicidade, até que repare suas faltas. O retorno à carne torna-se, por isso, imperioso. E o Espírito chega a ansiar por ele, porquanto sabe que não há outra alternativa em favor de sua própria redenção. RICHARD SIMONETTI em VMO 18 - vtb 063, 217, 414, 522, 576, 1177, 1521, 2060, 2583 e 2755

REENCARNAÇÃO - 2770 - Onde o preconceito da cor impera soberanamente, onde a escravidão criou raízes nos costumes, o Espiritismo será repelido só por proclamar a reencarnação, pois que monstruosa pareceria, ao que é senhor, a ideia de vir a ser escravo e vice-versa. ESPÍRITO VERDADE em LMD 301/9 - GNS 1/36 - CTNPG 213 - PBSPG 38 e 263 - RTL Prefácio - SCE 11 - TMG 26 - vtb 993, 1486 e 2665

REENCARNAÇÃO - 2771 - Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para a casa de onde sai. MAT 12:43 e 44 - LUC 11:24 - EVG Introdução IV/V - ATE 14 - EGTPG 168 - FML 7 - JVN 37 - LBT 18 - LNL 55 - NPM 119 - RES 15 - RFG 15 - RTR 3 - VIC 29 - VLZ 122 - vtb 3229

REENCARNAÇÃO - 2772 - Reencarnações se processam muita vez sem qualquer consulta aos que necessitam segregação em certas lutas no plano físico, qual enfermos e criminosos que, pela própria condição ou conduta, perderam temporariamente a faculdade de resolver quanto à sorte que lhes convém. Incapazes de eleger o caminho de reajuste, são decididamente internados na cela física como doentes isolados sob assistência precisa. Vemo- los, assim, repontando de lares faustosos ou paupérrimos, ao lado daqueles que lhe devem abnegação e carinho, contrariando por vezes até certo ponto a hereditariedade, por representarem dolorosas exceções no caminho normal. ANDRÉ LUIZ em EVM1P 19 - ATD 2 - ETC 28 a 30 - MFR 16 - MLZ 12 e 13 - NDM 25 - NLR 46 - NMM 19 - NPB 4 - NRN 7 - OBV 5 - PBSPG 173 - VEP 5 - vtb 1139, 1460, 2115, 2758, 2759 e 2764

REENCARNAÇÃO - 2773 - Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. PCR 15:19 - ALC 1 - CVV 123 - NPM 81

REENCARNAÇÃO - 2774 - Sendo o Espírito sempre o mesmo nas diversas encarnações, pode conservar traços do caráter moral de suas existências anteriores, com certas analogias entre as suas manifestações, se bem que modificadas pelos hábitos da posição que ocupe. LEP 216 - vtb 192, 577, 1408 e 1511

REENCARNAÇÃO - 2775 - Todo movimento que o progresso imprime às forças em ação no nosso mundo vai ter ao homem. Pode, pois, pretender-se que a parte essencial do homem, o seu "eu", a sua consciência, escape à lei de continuidade e progressão? Não! A lógica, sem falar dos fatos, demonstra que a nossa existência não pode ser única. O drama da vida não pode constar de um só ato; é-lhe indispensável uma continuação, um prolongamento, pelos quais se explicam e esclarecem as incoerências aparentes e as obscuridades do presente. LÉON DENIS em PBSPG 258 - PBSPG 287 - GNS 11/34 - CEDPG 173 a 206 - CTNPG 184 - DKA 1 - ETR 33 - HNV 38 e 39 - ITP 37 - MRTPG 56 - NPM 49 - OBV Prefácio - RIM 6 - vtb 947

REENCARNAÇÃO - 2776 - Todos os Espíritos tendem à perfeição e Deus lhes faculta os meios de alcançá-la, proporcionando-lhes as provações da vida corporal. Sua justiça, porém, lhes concede realizar, em novas existências, o que não puderam fazer ou concluir numa primeira prova. A doutrina da reencarnação é a única que corresponde à ideia que formamos da justiça de Deus, que pode explicar o futuro e firmar as nossas esperanças, pois que nos oferece os meios de resgatarmos os nossos erros por novas provações. ALLAN KARDEC em LEP 171 - LEP 166 a 170, 195, 196, 222 e 330 a 342 - EVG 4/17 e 5/6 e 7 - LMD 49/6 - CSL 123 - EMN 17 - LES 20 - PPHPG 67 a 71 - RTR 8 - SCE 7 - TMG 1 - VMO 4 - VSX 25 - vtb 421, 768, 1685, 2749, 2763, 2853 e 3342

REENCARNAÇÃO - 2777 - Trazendo consigo mesmo a soma dos reflexos bons e menos bons de que é portador, segundo a colheita de méritos e prejuízos que semeou para si mesmo no solo do tempo, o espírito incorpora aos moldes reduzidos do próprio ser as células do equipamento humano, associando-as à própria vida, desde a vesícula germinal. ... Sementes vivas, as células germinais reproduzem nossos "clichês da consciência", no trabalho impalpável da formação de um novo corpo. EMMANUEL em PVD 14 - PVD 11 - GNS 11/11 - ARC 19 - ATD 3 e 6 - CHG 5 - CPN 9 - CSL 29 - CVO 11 e 23 - CVRPG 308 - DKA 28 - DPE 5 - DSG 5 - EES 4 - EVM1P 19 - EVV 31 - FDI 5 - FDL 9 - FML 26 - GPT Prefácio II e 11 - IES 33 - IND 5 - IPS 10 - LMV 40 - MMC 10 - NFL 15 - NRN 2 e 5 - PBSPG 165 - PLT 3 - POB 3 e 6 - PPHPG 93 e 94 - RTR 4 - SCS 6 - SMD 14 - SOL 50 - SPT 18 - TCL 19 - THP 13 - TMG 23 - TOB 19 - TVM 19 e 20 - VEV 11 e 21 - VMO 18 - VZG 3 - vtb 339, 368, 427, 571, 578, 610, 746, 845, 883m, 992, 1100, 1366, 1460, 2044, 2433, 2561, 2607, 2609 e 2762

REENCARNAÇÃO - vtb NASCER - RENOVAÇÃO - RESSURREIÇÃO, 031, 447, 472, 473, 1126, 2083, 2590, 2658, 2718, 2720, 2869 e 3397

REFORMA - v. PROTESTANTISMO

REGENERAÇÃO - v. 217 e 1155

REGIÕES - Interditadas aos Espíritos imperfeitos. v. 2136

REGISTROS ACÁSICOS - 2778 - Há, por conseguinte, toda uma magnetização ambiental, um imenso e multidimensional sistema, no qual não apenas os eventos são gravados, mas ali ficam à disposição de instrumentação adequadamente sintonizada para serem reproduzidos e consultados em circunstâncias especiais. HERMINIO C. MIRANDA em DDCPG 126 - DDCPG 286 - AQMPG 60, 83, 93 e 101 - ATD 4 - CSL 126 - DPE 10 - NINPG 389 - vtb 1498m, 2655 e 2722

REGRA ÁUREA - 2779 - Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-lhe também vós, porque esta é a lei e os profetas. MAT 7:12 - LUC 6:31 - ROM 13:8 a 10 - GAL 5:14 - PTM 1:5 - LEP Introdução VI, 632, 822, 876, 918 e 919a - EVG 10/13, 11/4, 7, 9 e 15, 13/9 e 28/24 - ABR 10 - ACO 32 - ADV 22 - APV 3 - ATA 4 - CFZ 2 e 56 - CMA 7 - CNA 36 - CSL 195 - CVD 4 - CVV 41 e 179 - DCS 4 e 53 - DSG 15 - EMC 32 - ENC 28 - EVD 60 - EVV 32 - FGP 11 - IES 87 - JEV 14 - JOI 11 - JVN 41 e 54 - LEK 13 - LES 28 e 30 - LMV 55 - LOB 3 - MMD 31 - MOR 31 - NDB 17 - NLI 16 - NPB 41 - OES 52 - PDA 5 e 11 - PRD 10 - PRN 47 - PRR 10 - PVE 66 e 109 - QTO 27 - RES 19 e 82 - SCS 1 e 6 - SDR 24 - SGU 59 - SHA 45 - SNL 14 - SOL 63 - TMG 52 - VMO 35 - vtb 025, 246, 299, 361, 813, 1372, 1692 e 3050

REGRESSÃO - De memória. v. ESQUECIMENTO - MEMÓRIA - PASSADO

REINO DE DEUS - 2780 - A expressão “Reino de Deus” também acabou contaminada por essa ambiguidade produzida por interpretações divergentes de um mesmo conceito. Por isso, encontramos nos Evangelhos canônicos textos em que o Reino de deus é messiânico (MAT 4:17, 5:19, 7:21, 8:11, 11:12, 12:28, 18:3, 19:14, 25:34, 26:29, LUC 18:24 e 21:31), bem como político-geográfico (LUC 8:10 e 9:62, ROM 14:17, PCR 6:9 e 15:24, GAL 5:21 e EFE 5:5), em contraste com outros nos quais ele é claramente a resultante de uma realização pessoal íntima, a ser alcançada pelo conhecimento (MAT 6:33, 13:11 a 13, LUC 8:10 e, principalmente, LUC 17:20 e 21). HERMÍNIO C. MIRANDA em EGTPG 46 a 50 - vtb EVANGELHO, 421, 616, 1624 e 3415

REINO DE DEUS - 2781 - A felicidade dos bons Espíritos consiste em conhecerem todas as coisas, em não sentirem qualquer das paixões que ocasionam a desgraça dos homens. O amor que os une lhes é fonte de suprema felicidade. Não experimentam as necessidades, nem os sofrimentos, nem as angústias da vida material. São felizes pelo bem que fazem. Não creais, todavia, que estejam em eterna contemplação. Seria a felicidade do egoísta. Eles dão útil emprego à inteligência que adquiriram, auxiliando o progresso dos outros Espíritos. Essa a sua ocupação, que ao mesmo tempo é um gozo. LEP 967 a 969 - LEP 113, 170, 188, 280, 394, 562, 678, 976, 978 a 980, 1016 e 1017 - EVG 3/9 e 10 - GNS 11/28 - CFN1P 3/6 e 12, 8/13 e PG 206 e 223 - ARC 11 - CME 63 - DPMPG 214 a 229 - EMC 20 - EMN 7 - FML 3 - JVN 12, 28 e 68 - LBT 3 - LZA 32 - MLZ Prefácio - NLR 16 - NPM 30 - OBV 1 - PBSPG 128 - PNS 140 - PRR 24 - SMD 19, 51 e 90 - SPT 2 - USF 13 - vtb 1131, 2137, 2260, 2263 e 2809

REINO DE DEUS - Buscai primeiramente... v. 055

REINO DE DEUS - 2782 - Deixai vir a mim os meninos, porque deles é o reino de Deus. Quem não receber o reino de Deus como menino, de maneira alguma entrará nele. MAR 10:14 e 15 - MAT 19:14 - LUC 18:16 e 17 - SLM 131:2 - EVG 7/6, 8/3, 4, 18 e 19 - CDE 12 - CDT 8 - CES 21 - CLA 1 - COI 8 - EGTPG 173 a 176 - ETD 8 - EVD 99 - IES 30 - LES 18 e 19 - LNL 17 - MDC 31 - NPM 124 - NRN 21 - NSC 29 - SMD 75 - TCB 28 - VIC 31 - vtb 481 e 2788

REINO DE DEUS - 2783 - Dos que aqui estão (os apóstolos), alguns há que não provarão a morte sem que vejam o reino de Deus com poder. MAR 9:1 - MAT 16:28 - GNS 17/45 e 46

REINO DE DEUS - 2784 - É justiça, paz e alegria. ROM 14:17 - EVD 38 - RTR 14 - vtb 085, 1431 e 2794

REINO DE DEUS - 2785 - Interrogado pelos fariseus quando havia de vir o reino de Deus, respondeu-lhes: O reino de Deus não vem com aparência exterior. Nem dirão: Ei-lo aqui, ou, ei-lo ali; porque eis que o reino de Deus já está dentro de vós. LUC 17:20 e 21 - LEP 1012 - CFN1P 3/1 e 18 - ACO 12 - ACT Prefácio - ADR Prefácio - ALV 19 - API 19 - AQMPG 305 - ATA 59 - BPZ 39 - CDT 16 - CFZ 36 - CMQPG 144 e 294 a 302 - CNV 2 - CVD 50 e 54 - CVV 103 e 107 - DDL 6 - DMV 1 e 20 - DPMPG 139 - EDA 19 - EDV 23 - EGTPG 18 e 154 - ENC 8 - EPV 1 - EPZ Prefácio - ETD 52 e 53 - ETR 8 - ETS 4 e 59 - EVD 8 - HNV 14 - IRM 12, 17 e 19 - JVN 24, 61 e 77 - LES 1 e 72 - LZA 21 - MDC 4 - MDS 60 - MSA 23 e 54 - NMM Prefácio - NPL 1 - NSC 31 e 33 - NSS 31 - NTE 13 - PAZ Prefácio - PBSPG 311 - PMG 8 e 34 - PNS 81 - PRR 4 - RDL 4 - SCS 8 - SGU 14 - SHA 27 - STL 13 - URG 22 - VJR 10 - VLZ 24, 59 e 177 - VMO 2 - VZG 12 - vtb 1036, 1517, 2523 e 2611

REINO DE DEUS - 2786 - Melhoremos o mundo em derredor de nós, aperfeiçoando a nós mesmos. Capacita-te de que, depois das tarefas executadas no plano físico, possuirás tão somente a extensão e a quantidade de céu que houveres edificado dentro de ti. EMMANUEL em BPZ 37 - LMD 49/7 - ADR 6 - ARC 2 - ATE 2 - CDE 6 - CLA 3 - CME 8 e 68 - CSL 227 - DAP 3 - ETV 38 - FVV 177 - IDL 10 - INS 12 - IPS 3 - IRU 2 e 3 - JOI 16 - LVV 11 - NDM 1 - NLI 14 - NLR 30 e 31 - NMM 2 - NPM 31 - PLP 8 - PNS 156 - PRN 39 - PVE 78 - RDL 22 - RFG 15 e 17 - RTR 11 e 38 - VJR 3 e 17 - vtb 2291 e 2626

REINO DE DEUS - 2787 - Meu reino não é deste mundo. JOO 18:36 -DNL 2:44 e 7:14 - LEP 1018 - EVG 2/2 a 4, 8 e 14/4 - BNV 8 - CLB 27 - CVD 23 - CVRPG 315 - CVV 142 - EPH 1 - FEV 22 - JEV 2 - LBT 1 - LEK 60 - LES 3 - LVV 2 - NPM 101 - NRF Prefácio - OFR 39 - OTM 34 - PNS 133 - PTC 1 - SCS 9 - SDE 9 - SVA 19 - TMG 34 - vtb 1270 e 1374

REINO DE DEUS - 2787m - O reino de Deus inclui todos os bens materiais e morais, capazes de serem incorporados ao nosso espírito, seja onde for, no entanto, importa merecê-lo por justiça e não apenas desejá-lo pela fé. ÁLVARO REIS em IPS 3 - vtb 1255, 1691 e 2052

REINO DE DEUS - 2788 - Se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. MAT 18:3 - PPD 2:2 - EGTPG 188 - ETS 11 - ITP 26 - JEV 8 - TRL 10 - VMO 7 - vtb 481, 1427 e 2782

REINO DE DEUS - Semelhanças: v. 2454 a 2458, 2461, 2463, 2465, 2473, 2474 e 2480

REINO DE DEUS - vtb GOVERNANTES - MAIOR - POLÍTICA, 371, 665, 675, 1428, 1532, 1539, 1683, 1694, 1703, 2168, 2396, 2760, 2982, 3261 e 3385

REJEIÇÃO - 2789 - Entre os impedimentos para a auto-identificação, no período da adolescência, destaca-se a rejeição. Caracterizado pelo abandono a que se sente relegado o jovem no lar, esse estigma o acompanha na escola, no grupo social, em toda parte, tornando-o tão amargurado quão infeliz. JOANNA DE ÂNGELIS em ADV 23 - vtb 514, 604, 738, 1458, 2078, 2159, 2327, 2499 e 2835

RELACIONAMENTO - v. CONVIVÊNCIA

RELIGIÃO - 2790 - A ciência multiplica as possibilidades dos sentidos e a filosofia aumenta os recursos do raciocínio, mas a religião é a força que alarga os potenciais do sentimento. ... A ciência construirá para o homem o clima do conforto e enriquecê-lo-á com os brasões da cultura superior; a filosofia auxiliá-lo-á com valiosas interpretações dos fenômenos em que a Eterna Sabedoria se manifesta, mas somente a fé, com os seus estatutos de perfeição íntima, consegue preparar nosso espírito imperecível para a ascensão à glória universal. EMMANUEL em RTR 10 - GNS 4/11 e 12 - AES 24 - ANH 12 - APV 2 - ATP Prefácio - CFZ 38 - CRI 54 - CSL Prefácio e 260 - DLG 1.15 - DPMPG 25 - ETR 26 - ETV 3 - FDI 32 - IPS 22 - LMV 37 - LRD 37 - LZA 11 - MDD 1 - NLA 3 - NMM 7 - PBSPG 24 - RAT 10 - SDE 2 e 5 - SGU 16 - THP 38 - TRL 15 - VDR 17 - vtb 134, 444, 1016, 1031, 1032, 1246, 1564, 2738, 2927 e 3337

RELIGIÃO - 2791 - A Ciência tem por missão descobrir as leis da Natureza. Ora, sendo essas leis obra de Deus, não podem ser contrárias a religiões que se baseiem na verdade. Lançar anátema ao progresso, por atentório à religião, é lançá-lo à própria obra de Deus. Somente as religiões estacionárias podem temer as descobertas da Ciência. GNS 4/9 - PJS 55 - vtb 1037, 1144 e 2739

RELIGIÃO - 2792 - A futura fé que já emerge dentre as sombras não será nem católica nem protestante: será a crença universal das almas, a que reina em todas as sociedades adiantadas do espaço, e mediante a qual cessará o antagonismo que separa a ciência atual da religião. Porque, com ela, a ciência tornar-se-á religiosa, e a religião se há de tornar científica. LÉON DENIS em CTNPG 14 (Introdução) - CTNPG 114, 127 e 250 a 253 - LEP 798 - EVG 1/8 - CDV 21 e 34 - CTA 9 - DPMPG 28 e 107 - EDL 33 - EMN 4 - EPM 8 - ETS 15 e 28 - GRNPG 111 - MDS 43 e 113 - NINPG 123 - NSS 28 - PBSPG 27 e 53 - PPHPG 11 - RES 27 e 60 - RVCPG 43 e 69 - SGU 51 - vtb 1039 e 2352

RELIGIÃO - 2793 - À medida que as religiões vem perdendo a consideração dos seus profitentes e muitas se aferram aos interesses políticos, enquanto outras estão vinculadas às conquistas do patrimônio material, o desinteresse pela fé e pela moral campeia, produzindo uma cultura sem Deus nem amor e muito menos sem valorização da vida, o que é profundamente lamentável. JOANNA DE ÂNGELIS em NDB 29 - vtb 012, 1570, 1884 e 3353

RELIGIÃO - 2794 - A religião de Jesus não é religião da cruz, mas a religião da luz! Não é a religião da morte, mas da vida! Não é a religião do desespero, mas a da esperança! Não é a religião da vingança, mas a da caridade! Não é a religião dos sofrimentos, mas a da felicidade! CAIRBAR SCHUTEL em PJS 92 - ANT 48 - CMQPG 242 - COI 20 - CRA 12 - CSL 286 - CVV 71 - DCS 20 - EGTPG 38 - EPM 16 - ETS 48 - EVD 38 - IES 46 - IPS 6 e 37 - ITP 8 - NPM 35, 65 e 89 - NSS 30 - OFR 6 - OTM 24 - PBSPG 389 - PJS 45 - PNS 103 - RTR 14 - RVCPG 10, 25 e 61 - SCS 6 - SPT 34 - TDN 30 - vtb 085, 1431, 2784, 2813, 2850 e 3231

RELIGIÃO - 2795 - A religião espírita dinamiza o interesse humano pelo seu auto-aprimoramento, trabalhando-lhe o mundo íntimo, para que, consciente de si, eleve-se aos patamares superiores da existência, sem abandonar o mundo no qual se encontra em processo de renovação. Através da sua filosofia otimista, impulsiona o adepto para a frente, sem saudades do passado ou tormentos pelo futuro. JOANNA DE ÂNGELIS em ADV 19 - ABS 16 - vtb 1013

RELIGIÃO - 2796 Abracemo-nos na obra redentora do bem, já que não é possível, por enquanto, derrubar as fronteiras que separam os templos veneráveis uns dos outros. EMMANUEL em CAI 8 - vtb 303, 594, 2460 e 2813

RELIGIÃO - 2797 - As ideias religiosas, longe de perderem alguma coisa, se engrandecem, caminhando de par com a Ciência. Esse o meio único de não apresentarem lado vulnevável ao cepticismo. LEP 59 - vtb 432, 1016 e 1039

RELIGIÃO - 2798 - As estruturas religiosas, embora sejam conservadoras por natureza, não podem manter certas posições por tempo indefinido, visto como, em suas relações temporais, estão sujeitas a ser envolvidas nas conjunturas sócio-políticas, porque não podem ficar acima dos problemas inerentes ao mundo terreno, a despeito de suas preocupações transcendentais. DEOLINDO AMORIM em EPH Prefácio - vtb 3055

RELIGIÃO - 2799 - As metodologias para a religação da criatura com o Criador variam de acordo com os graus evolutivos nos quais estagia o homem, oscilando desde as expressões fetichistas e temíveis nas fases do primitivismo, até as de alto teor metafísico, numa plena conscientização de responsabilidade do crente perante a Consciência Cósmica geradora. JOANNA DE ÂNGELIS em LVV 6 - JVN 27 - TPS 10 - vtb 1241 e 2852

RELIGIÃO - Ciência e Espiritismo. v. ESPIRITISMO - Ciência e Religião

RELIGIÃO - 2800 - Disse-lhe João: Mestre, vimos um homem que expulsava demônios em teu nome, mas não nos segue, e nós lho proibimos. Jesus porém disse: Não lho proibais, porquanto não há ninguém que, tendo feito em meu nome um milagre, possa falar mal de mim. MAR 9:38 e 39 - LUC 9:49 e 50 - JOO 3:25 a 27 - PCR 12:3 - NUM 11:26 a 29 - CVV 42 - ETS 65 e 79 - MDS 44 e 92 - PCT 28 e 34 - PNS 35 - RTL 15 - vtb 1921, 2804 e 2815

RELIGIÃO - 2801 - Em todos os grandes períodos da evolução religiosa, antes do Cristo, vemos as demonstrações incompletas da espiritualidade. Hermes é a Sabedoria. Buda é a Renunciação. Zoroastro é o Dever. Moisés é a Justiça. Confúcio é a Harmonia. Orfeu é a Beleza. Numa Pompílio é o Poder. Com Jesus, no entanto, recebemos as gloriosas sementes da fraternidade que dominarão os séculos. EMMANUEL em RTR 12 - GNS 1/8 - EDV 14 - NDB 1 - NPM 76 - vtb 347, 1363, 1409, 2068, 2081 e 2818

RELIGIÃO - 2802 - Espiritismo religioso? Sim. Somente o Cristianismo restaurado pode salvar o mundo que se perde. Nossa missão é essencialmente religiosa, na restauração da fé viva e na revivência das tradições simples dos tempos apostólicos. Não temos a presunção de pedir o atestado de óbito das escolas religiosas, nem desejamos estabelecer a luta dogmática sectarista. Desejamos tão só reavivar a crença pura, a fim de que o homem, na qualidade de herdeiro divino, possa entrar na glória espiritual da compreensão de Jesus Cristo. EMMANUEL em CLA 42 - EVG 28/51 - ATR 25 - AVE 72 - CTNPG 282 - DTE 3 - FVV Prefácio - HNV 3 - LES 1 - MFR 12 - NPL 22 - OES 60 - RTL 31 - RVCPG 26 e 27 - SMD Prefácio - THP 32 - URV 1 - vtb 1020, 1022 e 1025

RELIGIÃO - 2803 - Inúmeras escolas de fé, indiferentes aos profundos problemas das criaturas, simplificam os compromissos dos seus adeptos à aceitação dos postulados que apresentam ou à mudança de rótulo religioso, mediante a adoção de algumas fórmulas e dogmas, garantindo-se-lhes a ventura perpétua. JOANNA DE ÂNGELIS em OTM 20 - OTM 50 - EVG 8/10 - CFN1P 2/7 - ANT 49 - AQMPG 304 - EDV 27 - HIT 3 e 5 - LVV 22 - NLI 13 - PLT 13 - SDE 24 - SOL 22 - TDL 4 - VDS 9 - VMO 11 - VZG 8 - vtb 802, 862, 952, 1001, 1001m e 2956

RELIGIÃO - 2804 - Não é a tua crença sectária, embora fervorosa, que te guiará a sublimação na vida espiritual, depois da morte do corpo e, sim, os teus atos de bondade santificante, os quais serão testemunhas permanentes de tua alma, onde estiveres. ANDRÉ LUIZ em ATT 19 - LEP 654, 655 e 982 - EVG 15/3 - ACT 40 - ADR 18 - CSL 150 - CVV 22 - EED 8 - EPL 7 - ETC 34 - EVV 10 - FVV 20, 63, 87 e 137 - NFP 28 - NMM 15 - NPM 17 - OBV 12 - PNS 13 e 23 - PVE 137 - RTR 18 -TOB 7 - VLZ 117 - vtb 587, 615, 1038, 2089, 2111, 2800 e 2815

RELIGIÃO - 2805 Não valem divergências da interpretação nos setores da fé. Estamos distantes da época em que os filhos da Terra se dirigirão ao Pai com idêntica linguagem, porquanto, para isto, seria indispensável a sintonia absoluta entre nós outros e o Celeste Embaixador das Boas Novas da Salvação. EMMANUEL em DAP 1 - DKA 45 - ETS 110 - LNC 6 - vtb 476, 1110 e 1117

RELIGIÃO - 2806 - Nenhuma nuvem obscurece a luz mais pura; o diamante sem mácula é o que tem mais valor. A unidade se fará do lado onde ao bem jamais se haja misturado o mal, porquanto considerarão que aí está a verdade. Por toda parte os princípios fundamentais são os mesmos e tem que vos unir numa ideia comum: o amor de Deus e a pratica do bem. Qualquer que seja, conseguintemente, o modo de progressão que se imagine para as almas, o objetivo final é um só e um só o meio de alcançá-lo: fazer o bem. Ora, não há duas maneiras de fazê-lo. Se dissidências capitais se levantam, quanto ao princípio mesmo da Doutrina, de uma regra certa dispondes para as apreciar: a melhor doutrina é a que satisfaz ao coração e à razão e a que mais elementos encerra para levar os homens ao bem. Essa, eu vo-lo afirmo, a que prevalecerá. ESPÍRITO VERDADE em LMD 302 - LMD 301/9 - LEP Conclusão IX - MFR 19 - NFL 21 - NPM 80 - PBSPG 29 - TMG 37 - vtb 303, 1037 e 1052

RELIGIÃO - 2807 - No estado atual da opinião e dos conhecimentos, a religião que terá de congregar um dia todos os homens sob o mesmo estandarte será a que melhor satisfaça à razão e às legítimas aspirações do coração e do espírito; que não seja em nenhum ponto desmentida pela ciência positiva; que, em vez de se imobilizar, acompanhe a Humanidade em sua marcha progressiva, sem nunca deixar que a ultrapassem; que não for nem exclusivista, nem intolerante; que for a emancipadora da inteligência, com o não admitir senão a fé raciocinada; aquela cujo código de moral seja o mais puro, o mais lógico, o mais em harmonia com as necessidades sociais, o mais apropriado, enfim, a fundar na terra o reinado do Bem, pela prática da caridade e da fraternidade universais. ALLAN KARDEC em GNS 17/32 - LEP 842 - CFN1P 1/13 - EDV 27 - vtb 1052 e 2352

RELIGIÃO - 2808 - O Espiritismo não pode guardar a pretensão de exterminar as outras crenças, parcelas da verdade que a sua doutrina representa, mas, sim, trabalhar por transformá-las, elevando-lhes as concepções antigas para o clarão da verdade imortalista. Esclarecendo o erro religioso e revelando a verdadeira luz, o espiritista representa o operário da regeneração do Templo do Senhor, onde os homens se agrupam em vários departamentos, ante altares diversos, mas onde existe um só Mestre, que é Jesus-Cristo. EMMANUEL em CSL 353 - CES 23 - CTNPG 255 - EMN 9 - RES 80 - RTR 38 - RVCPG 8 e 40 - TMG 37 - VDR 1 - vtb 1027, 1706, 2055 e 3036

RELIGIÃO - 2809 - O estabelecimento de “prêmios e punições” de sabor material, nos quais as religiões do passado firmaram a estrutura da existência espiritual, tornou-a detestável, em se considerando o medo a uma justiça absurda e impiedosa, ou à indiferença por uma felicidade estanque, monótona e perpétua, que tem lugar num céu onde o amor não dispõe de recursos para socorrer o caído, nem a piedade vige em relação aos infelizes. MANOEL P. DE MIRANDA em TVM 11 - DMV 1 - SHA 13 - vtb 022, 781, 1134, 1516, 1882, 2060 e 2781

RELIGIÃO - 2810 - Os princípios sublimes da fé não se movimentam na direção do conforto imediatista da carne, mas no rumo do burilamento espiritual. O Evangelho não é oficina de vantagens na experiência material, mas sim templo de trabalho redentor. EMMANUEL em PVE 25 - FVV 39 - IPS 57 - NLR 1 - RTR 17 - TDL 25 - vtb 660, 686, 1001m, 1489, 1493, 2728m e 3372

RELIGIÃO - 2811 - Para muitos, a religião é apenas um hábito, uma obrigação social, um aspecto secundário da vida, um “freio”, como tantos dizem. São católicos, protestantes ou ateus “genéticos”, como se houvessem herdado dos pais um determinado gene específico embutido na cadeia do DNA, como aliás, pensa muita gente. A religião não é um aspecto da vida, mas a vida em si é religião, no sentido de que tudo está em Deus, tudo se move Nele, tudo se regula pelas leis naturais que a Inteligência Suprema criou, tudo converge para Ele e d’Ele reflui. HERMÍNIO C. MIRANDA em NFP 23 - NFP 25 - CDT 9 - CNA 29 - EPH 1 - FVV 14 e 48 - LEK 1 - LOB 23 - MFR 17 - MTS 14 - PLT 12 - PMG 8 - PND 24 - PNS 132 - POB 29 - PVE 3 - RTL 24 - SHA 23 - SPT 8 - VLZ 176 - vtb 790, 1013, 1128, 1408, 1468, 1489, 2091, 2299, 2662, 2949 e 3375

RELIGIÃO - 2812 - Pretender-se que o sobrenatural seja o fundamento de toda religião é sustentar perigosa tese. Assentar exclusivamente as verdades do Cristianismo sobre a base do maravilhoso é dar-lhe fraco alicerce, cujas pedras facilmente se soltam. O Espiritismo considera de um ponto mais elevado a religião cristã; dá-lhe base mais sólida do que a dos milagres: - as imutáveis leis de Deus, a que obedecem tanto o princípio espiritual como o princípio material. Essa base desafia o tempo e a Ciência, pois que o tempo e a Ciência virão sancioná-la. GNS 13/18 - RVCPG 15 - vtb 802, 961, 1032, 1034m, 1255, 1281, 1283, 1805 e 1806

RELIGIÃO - 2813 - Religião pura e imaculada é visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e guardar-se da corrupção do mundo. TGO 1:27 - CAP 34 - CRT 27 - ETD 49 - ETS 108 - NPM 3 e 8 - NSS 30 - PRN 19 - PVE 139 - RES 40 - SNV 47 - vtb 2794 e 2796

RELIGIÃO - 2814 - Se a tua religião: ensina que todas as criaturas são filhas do Criador sem que te seja lícito exigir qualquer privilégio na Criação; recomenda humildade e abnegação com a desculpa incondicional das ofensas e esquecimento de todo mal; assegura a certeza da imortalidade da alma; considera a felicidade do próximo acima de tua felicidade, convertendo-se em serviço incessante no bem, sob a inspiração da justiça, então ela é e será sempre uma luz verdadeira para o caminho, conduzindo-te a alma, degrau de entendimento e trabalho, para as Esferas Superiores. EMMANUEL em MMC 37 - LEP 838 - EVG 8/10 - DDL 2 - ETS 113 - ETV 21 - LES 77 - MUN 16 - OFR 16 - VLZ 175

RELIGIÃO - 2815 - Se tendes sentimento faccioso em vosso coração, essa não é a sabedoria que vem do alto, porque onde há espírito faccioso há perturbação e toda obra perversa. TGO 3:14 a 16 - EVG 13/20 e 15/8 - ETS 63 - HNV 9 e 17 - LZV 14 - PNS 10 - VLZ 36, 55 e 62 - VZG 6 - vtb 1210, 1382, 1887, 2800, 2804 e 2916

RELIGIÃO - 2816 - Sendo Deus o eixo de todas as crenças religiosas e o objetivo de todos os cultos, o caráter de todas as religiões é conforme à ideia que elas dão de Deus. As religiões que fazem de Deus um ser vingativo e cruel julgam honrá-lo com atos de crueldade, com fogueiras e torturas; as que têm um Deus parcial e cioso são intolerantes e mais ou menos meticulosas na forma. Toda a doutrina do Cristo se funda no caráter que ele atribui à Divindade. Com um Deus imparcial, soberanamente justo, bom e misericordioso, ele fez do amor de Deus e da caridade para com o próximo a condição indeclinável da salvação. ALLAN KARDEC em GNS 1/24 e 25 - LEP 671 - CSL 292 a 301 - DDL 8 - EMN 8 - EVM1P 20 - RTR 22 - vtb 788

RELIGIÃO - 2817 - Toda emulação edificante, intentando incorporar Jesus ao dia-a-dia dos homens, é de alta significação. No entanto, a claridade da fé deve estar sustentada pelo combustível dos feitos, sob pena de apagar-se de um para outro momento. JOANNA DE ÂNGELIS em ATA 23 - DDL 16 - ELZ 31 - IDL 3 - IPS 40 - LZA 6 - NDM 4 e 29 - PVE 5 e 17 - vtb 1241 e 1253

RELIGIÃO - Toda crença é respeitável. v. 594, 1237, 2806 e 3318

RELIGIÃO - 2818 - Todos os ensinos religiosos do passado se ligam, porque em sua base se encontra uma só e mesma doutrina, transmitida de idade em idade a uma série ininterrupta de sábios e pensadores. Para conhecer as religiões, é preciso penetrar o pensamento íntimo que lhes inspira e motiva a existência e desprender do seio dos mitos e dogmas o princípio gerador que lhes comunica a força e a vida. Descobre-se, então a doutrina única, superior, imutável, de que as religiões humanas não são mais que adaptações imperfeitas e transitórias, proporcionadas às necessidades dos tempos e dos meios. LÉON DENIS em DPMPG 20 - CTNPG 254 e 255 - PJS/Preâmbulo - RTR 11 - vtb 2068, 2801 e 3322

RELIGIÃO - vtb CATOLICISMO - CRENÇA - DOUTRINA - ESPIRITISMO - FÉ - HIERARQUIA SACERDOTAL - PROSELITISMO - PROTESTANTISMO, SECTARISMO, 303, 743, 1616, 1898, 2426, 2943 e 3035

REMÉDIO - v. 846, 855m e 859
____Mais -->

*