página acima: Matéria
As homeomerias

____Para Anaxágoras os elementos não são quatro, e sim infinitos Há de tudo em tudo. Chama de homeomerias as partes homogêneas, partículas pequeníssimas de que estão feitas as coisas. Se tomamos uma coisa qualquer e a dividimos, nunca chegaremos, diz Anaxagoras, às raízes de Empédocles; o que existe são homeomerias. Na menor parte de cada coisa existem partes pequeníssimas de todas as demais; chama isso de panspermía, existir em tudo as sementes de tudo.
____Como se explica então a formação das diversas coisas? Por união e separação das homeomerias. Assistimos a um passo a mais na divisão do ente de Parmênides:

  • primeiro colocam-no em relação com o fogo que se move e muda (Heráclito)
  • depois dividem-no nas quatro raízes de Empédocles, para explicar o mundo e o movimento partindo delas
  • agora Anaxágoras o fragmenta nas homeomerias; e não é a última etapa. As propriedades do ente se conservam, e o movimento se explica por união e separação.

____As coisas são diferentes porque as homeomerias se agrupam de diversas formas, segundo a posição que ocupam. Anaxágoras decobre a importância da forma, do eîdos, da disposição das coisas. Levada à vida ateniense, ao teatro, esta descoberta de Anaxágoras é a perspectiva. O século V ateniense está voltado para o eîlos, para a plástica um século de espectadores.
____O conhecimento, segundo Anaxagoras, tem certa limitação porque as homeornerias não são acessíveis aos sentidos. Sua idéia da percepcão é contrária à de Ernpédocles: conhecem-se as coisas por seu contrários. São estas as duas teses opostas que se contrapõem nessa época.

[125 - página 35]

Ver também:
*