Dos Passes - Magnetismo curador
-
Crianças e Adolescentes DESAPARECIDOS
*

____76. Deve entender-se debaixo do nome de passes todos os movimentos feitos com as mãos por cima das roupas, quer se toque levemente arrastando a extremidade dos dedos, quer se exerça uma pressão qualquer com a face palmar.
____A ação direta sobre a pele não é mais um PASSE, e sim uma FRICÇÃO; falaremos das fricções ulteriormente.
____77. Toda ação magnética se resume em imposições e passes; os outros processos são apenas acessórios e complementares.

  • Efetivamente, imposições e passes nada mais são que uma só e mesma coisa;
    • a imposição representando a fixidez da ação,
    • e o passe não sendo mais que uma imposição em movimento.

____A ciência do magnetizador reside, portanto, na arte de combinar as imposições e os passes, para fazer nascer e dar escoamento às correntes:

  • a imposição acumula e concentra,
  • o passe arrasta e divide.

____78. As imposições preparam os passes; os passes partem todos, conseqüentemente, de um contato simples ou de um duplo contato, conforme sejam feitos por uma só mão ou pelas duas.

  • Os passes feitos na extensão chamam-se longitudinais;
  • os passes feitos em sentido concêntrico chamam-se rotatórios.

Passes longitudinais partindo de um contato simples

____79. Tendo feito sobre a cabeça um contato simples (59), levantar de leve a mão e descê-la lentamente até à cavidade do estômago, tocando apenas o peito com a extremidade dos dedos; chegando ao epigástrio[*], fechar a mão, voltá-la ao ponto de partida afastando-a um pouco do corpo, fazer novamente o contato, recomeçar lentamente o mesmo passe rojante, e continuar este movimento alternativo durante alguns minutos.
____80. Depois de ter feito um contato simples sobre o epigástrio[*] ou o ventre (60_e_61), levantar a mão de leve e descê-la lentamente ao longo do corpo e das pernas até aos pés, tocando delicadamente as roupas; ao chegar aos pés, fechar a mão, voltá-la ao ponto de partida, afastando-a um pouco do corpo; recomeçar o contato e continuar lentamente o passe rojante, continuando este movimento alternativo durante alguns minutos.
____81. Depois de haver feito um contato simples sobre as costas ou a nuca (62_e_63), levantar de leve a mão e descê-la com lentidão ao longo da coluna vertebral, até abaixo dos rins; ao chegar neste ponto, fechar a mão, voltá-la ao ponto de partida, afastando-a um pouco do corpo, fazer de novo o contato, recomeçar lentamente o mesmo passe rojante e continuar este movimento alternativo durante alguns minutos.

Passes longitudinais partindo de um duplo contato

____82. Tendo feito sobre os ombros um duplo contato (66), levantar de leve as duas mãos, descêlas com lentidão ao longo dos braços até à extremidade dos dedos, fechar as mãos, voltá-las ao ponto de partida afastando-as um pouco do corpo, fazer de novo o contato sobre os ombros durante alguns segundos, recomeçar lentamente o mesmo passe rojante e continuar este movimento alternativo durante alguns minutos.
____83. Depois de fazer sobre o epigástrio[*] um duplo contato (67), levantar de leve as duas mãos, descê-las lentamente ao longo dos quadris e das coxas até aos joelhos; fechar as mãos, subi-las ao ponto de partida, afastando-as um pouco do corpo; tornar a fazer o contato sobre o epigástrio[*] durante alguns segundos, recomeçar lentamente o mesmo passe rojante, e continuar este movimento alternativo durante alguns minutos.
____84. Praticando sobre os joelhos um duplo contato (70), levantar ligeiramente as duas mãos, descê-las lentamente ao longo das pernas até aos pés; fechar as mãos, torná-las ao ponto de partida afastando-as um pouco do corpo; repetir o contato sobre os joelhos durante alguns segundos; recomeçar lentamente o mesmo passe rojante, e continuar este movimento alternativo por espaço de alguns minutos.
____85. Depois de praticar sobre os rins um duplo contato (71), levantar ligeiramente as duas mãos, levá-las lentamente para diante tocando de leve a cintura, descê-las ao longo das coxas e das pernas até aos pés; fechar as mãos, tornar a levá-las ao ponto de partida afastando-as um pouco do corpo; recomeçar o contato sobre os rins durante alguns segundos, recomeçar lentamente o mesmo passe rojante e continuar este movimento alternativo durante alguns minutos.
____Os passes longitudinais simples e duplos variam na própria razão da diversidade dos pontos de contato ou partida. Não é preciso empregar para esses passes nenhuma força muscular; devem ser feitos mui lentamente. Nesses passes, toca-se muito de leve, com a ponta dos dedos, as roupas, ___ ou escorrega-se a mão em cheio ao longo do corpo, ou se exerce sobre os membros delicadas pressões; pode-se também parar a mão várias vezes sobre o trajeto, como se se quisesse executar uma série de imposições sucessivas. Estas variedades de processos são mutáveis em razão de circunstâncias e do grau de sensibilidade dos pacientes; o tato do operador é que guia a escolha dos meios.
____Terminado um passe, é necessário ter cuidado, ao renová-lo, de não erguer as mãos da mesma maneira que foram descidas; a ação magnética só deve exercer-se no sentido das correntes, isto é, da cabeça aos pés, e toda a ação inversa ou retrógrada é contrária. Para renovar a posição de que se partiu é preciso, portanto, fechar as mãos, afastá-las um pouco do corpo, e conduzi-las com presteza à posição primitiva.

Imposições e passes combinados

____86. Combinam-se as imposições e os passes, da maneira seguinte:
____Sobre o braço. Estando sentado defronte do paciente colocar a mão direita sobre o seu ombro direito e tomar a sua mão direita na esquerda; no fim de alguns segundos, descer lentamente a direita ao longo do braço, e fazer assim um certo número de passes, continuando a segurar a mão.
____Do mesmo modo atua-se sobre o braço esquerdo, colocando a mão direita sobre o ombro esquerdo e segurando a mão esquerda em sua esquerda.
____Todos os passes simples executam-se de preferência com a mão direita, conservando-se a esquerda passiva.
____Sobre as pernas. Estando sentado na frente do paciente coloque-se a mão direita sobre o seu joelho direito, e segure-se a clavícula direita com a mão esquerda; no fim de alguns segundos, desça-se lentamente a mão direita ao longo da perna, e faça-se um certo número de passes, continuando-se a segurar a clavícula com a mão esquerda.
____Procede-se do mesmo modo sobre a perna esquerda, colocando-se a mão direita sobre o joelho esquerdo e segurando a clavícula esquerda com a mão esquerda.
____Sobre a coluna vertebral. Sentando-se por de traz do passivo, coloque-se a mão direita entre os dois ombros, e a mão esquerda abaixo dos rins; no fim de alguns segundos, descer lentamente a mão direita ao longo da coluna vertebral, e fazer um certo número de passes deixando a mão esquerda apoiada sobre os rins.

Passes rotatórios

____87. Os passes rotatórios empregam-se de preferência nos casos de engurgitamento, de obstrução ou de irritação das principais vísceras:

  • Estômago,
  • fígado,
  • baço e ventre.

____88. Executam-se da maneira seguinte: Depois de ter deixado a mão direita imóvel, sobre a parte doente, operar com esta mão, da direita para a esquerda ou da esquerda para a direita, um movimento circulatório; este movimento deve ser executado com muita lentidão, mas sem apoiar fortemente; este ligeiro movimento rotatório superficial, praticado sobre as roupas ou as cobertas que, em qualquer outra circunstância, não parecia produzir grande efeito, atua muito profundamente quando sucede a uma longa imposição magnética; a corrente desenvolvida pela imposição se repercute nas profundezas do organismo, e, seguindo os movimentos da mão, produz em breve reações internas tão benéficas quão interessantes.
____89. Os passes rotatórios se executam igualmente com a extremidade dos dedos, levantando levemente a palma da mão, como se pratica com os passes longitudinais demorados; estes passes possuem uma ação mais excitante e ativa do que a da rotação palmar; tem a experiência demonstrado que a ação magnética é muito mais viva quando se faz uso das pontas dos dedos, do que quando se emprega a mão inteira colocada em cheio.
____90. Em geral, qualquer obstrução interna ou externa, mesmo de natureza mystica, cede muito facilmente à ação dos passes rotatórios, como se estes passes favorecessem a desagregação e esmagamento. A obstrução torna-se maleável e muda de forma ou de lugar do mesmo modo quando se age durante algum tempo pelo calor, sobre um corpo gorduroso, a fim de dissolvê-lo. (Aubin Gautier)

_____________________________________________________
[*] Epigástrio - a parte superior do abdome, entre os dois hipocôndrios
.

[131 - Capítulo VI ]

Ver também:
*