página acima: Jesus
Jesus - A primeira cura, em Cafarnaum, e sua repercussão
-
Crianças e Adolescentes
DESAPARECIDOS
*

____... Em Cafarnaum, uma agradável cidade junto ao mar da Galileia. A princípio, pensei em juntar-me a antigos conhecidos, mas senti intuitivamente que isso não seria o correto a fazer. De modo que durante todo o caminho, e ao entrar na cidade, pedi orientação e ajuda ao "Pai" para encontrar acomodações. Eu não tinha dinheiro e não pediria esmola.
____Ao caminhar pela rua, uma mulher de meia-idade veio em minha direção. Ela carregava pesados cestos e seu rosto estava triste. Parecia ter chorado. Num impulso abordei-a perguntando onde poderia encontrar alojamento. Ela disse brevemente que normalmente me ofereceria uma cama, mas que estava com seu filho muito doente em casa. Também disse que tinha ido comprar algumas provisões para alimentar os "consoladores" que haviam se reunido para chorar a morte iminente de seu filho. Meu coração se afligiu por ela, mas também se alegrou. Prontamente tinha sido dirigido para alguém que eu poderia ajudar.
____Expressei minha simpatia e ofereci-me para carregar suas cestas até a casa. Ela me olhou por um momento, perguntando-se quem eu poderia ser, mas aparentemente ficou satisfeita com minha aparência e conduta. No caminho, disse-lhe que talvez eu pudesse ajudar seu filho.
____- Você é médico? - perguntou-me.
____Respondi que não havia recebido formação médica, mas que poderia ajudá-lo. Ao chegar em sua casa - de pedra, grande e bem construída, o que indicava boa situação social e prosperidade - levou-me até seu marido dizendo: "Este homem diz que pode ajudar nosso filho." Melancólico, o homem inclinou a cabeça e não disse nada. A mulher, que se chamava Miriam, afastou-me dizendo que ele estava aflito e muito zangado.
____- O rapaz é nosso único filho entre muitas filhas e ele culpa Deus pela doença do garoto. Miriam começou a chorar. Se ele fala assim contra Deus, que outros problemas cairão sobre nós? - perguntou-me.
____- Tranquilize-se - disse-lhe. Logo verá que seu filho ficará bem novamente.
____Ela olhou-me com dúvidas, mas levou-me até o quarto onde o rapaz estava. Fazia calor e o ambiente estava sufocante, cheio de gente, bem intencionada e triste, conversando. Pedi à mãe para esvaziar o quarto, mas os visitantes resistiram. Eles queriam ver o que aconteceria e somente saíram do quarto contrariados quando Miriam chamou seu marido para falar com eles. Podia escutá-los discutindo com o pai no quarto ao lado.
____O que este homem achava que poderia fazer, se o médico já havia declarado ser incapaz de ajudar o rapaz? O pai veio até o quarto para ver por si mesmo.
____Seu filho estava mortalmente pálido, com muita febre. A mãe explicou que ele não podia engolir a comida e que estava com o intestino solto. Ele havia estado assim por vários dias e tinha perdido muito peso. O médico disse que nada mais poderia ser feito. Ele provavelmente morreria.
____Coloquei as mãos sobre a cabeça do rapaz e rezei sabendo, e silenciosamente dando graças com todoo coração, que o "Pai" VIDA fluiria pelas minhas mãos para dentro de seu corpo. Desta forma o trabalho de cura se realizaria. Senti um calor extremo e um formigamento em minhas mãos e o Poder vertendo para seu frágil corpo. Fui inundado por uma alegre gratidão. Como era grandioso e maravilhoso o "Pai Vida", quando liberado para fazer o seu trabalho natural de cura!
____Sua mãe e seu pai, olhando ansiosos para ver o que aconteceria a seguir, seguravam a mão um do outro e observavam com muita atenção.
____Quando eles viram a cor do seu filho mudar, do branco para um rubor mais sadio, exclamaram com espanto e alegria. Depois de algum tempo, o rapaz levantou seu olhar para mim, dizendo claramente:
____- Agradeço, estou bem melhor agora. Estou faminto e quero algo para comer!
____Sua mãe riu de felicidade e o abraçou apertado, mas estava um pouco apreensiva.
____- Não posso dar comida a você, filho meu. O médico ficaria zangado.
____Ela havia sido avisada para não dar comida a ele, somente água. Eu sorri e disse:
____- Ele está curado. Pode dar pão e vinho a ele, que não fará mal!
____Seu pai, Zedekias, estava maravilhado de alegria e gratidão. Depois de abraçar o seu amado filho, voltou-se para mim e apertou minhas mãos calorosamente. Ficou dando tapinhas em meus ombros enquanto balançava sua cabeça, incapaz de falar devido às lágrimas que escorriam por sua face. Quando ele finalmente se recompôs, entrou no salão e falou às pessoas que lá estavam:
____- Meu filho, quase morto, recuperou a plenitude da vida novamente!
____Suas palavras foram recebidas com gritos de alegria, entusiasmo, incredulidade, questionamentos, risadas e felicitações. A mãe do rapaz ficou parada, com um sorriso estampado na face.
____Depois disso, não foi mais necessário buscar por acomodações. Quando Zedekias disse aos atônitos "consoladores" que o garoto estava curado e o próprio jovem apareceu na porta sorrindo e pedindo novamente por comida, todos os "consoladores" rodearam-me e convidaram-me às suas casas. No entanto, preferi ficar com o pai do garoto, que agora dizia estar cheio de perguntas a fazer-me. Ele esperava que eu pudesse respondê-las.
____Depois de colocar o vinho e a comida sobre a mesa, todos foram convidados a comer até saciarem-se. Zedekias sentou-se e formulou sua primeira pergunta. Ele disse:
____- Você fez algo que nenhum sacerdote ou médico poderia fazer. A cura vem somente de Deus. Embora seja um desconhecido, percebo que você deve vir de Deus.
____- Sim, respondi. E as pessoas murmuraram assombradas.
____- Esta doença que veio ao meu filho era um castigo por algo que eu tenha feito de errado no passado? E como eu poderia cometer um pecado tão grave que Deus quereria levar meu único filho?
____Muitas das pessoas que escutaram estas palavras acenaram com a cabeça.
____- Você fez a pergunta que mais quero responder, Zedekias. Deus nos dá a VIDA e a existência do ser. Ele não iria arrancá-la de nós como um homem arrancaria um tesouro de outro só porque está zangado com ele. Esta é a maneira como a humanidade se comporta, não Deus. E Deus não está sentado em um trono em algum lugar do céu, como fazem os reis humanos que se sentam em seus tronos e governam o seu povo. Esta é a maneira humana de proceder, uma crença humana - não a verdade. A maneira de proceder de Deus vai muito além do que a< a href="mente.htm">mente_humana pode conceber ou sonhar. Somente eu "vi" "Aquele que nos trouxe a existência" e sei que ELE não é o tipo de "Deus" que os Rabinos ensinam. Vi que ELE é o "Perfeito Amor", e por esta razão eu prefiro falar do "Pai", pois eu vi que Ele trabalha dentro de cada ser vivo, mantendo-o num bom estado de saúde assim como um pai humano trabalha para manter seus filhos bem alimentados, vestidos e protegidos dentro do abrigo de um lar. Eu O "vi" dentro de todas as coisas do mundo.
____- Como pode ser isso? - perguntou um homem duvidando.
____- Não é possível para um "ser" individual, de qualquer tipo, estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Mas o ar está em todo lugar ainda que não se possa ver. No entanto, sabemos - sem dúvida alguma - que ele é muito real e muito importante para nossa existência. Se o ar não existisse e não pudéssemos respirá-lo, morreríamos. Não podemos ver o movimento do ar que chamamos de vento, mas vemos que ele agita as folhas e conduz as nuvens no céu. Por isso sabemos que o ar está acima de nós, ao nosso redor e que é forte. E agora pergunto: qual é a parte mais real e mais valiosa do homem - seu corpo ou sua mente?
____Alguns respondiam que era o seu corpo, caso contrário não teriam lugar na terra, não poderiam trabalhar, não poderiam ser vistos, não seriam conhecidos. Outros diziam que sua mente era mais importante do que seu corpo.
____
Ao que eu respondi:
____- A mente é a parte mais importante do homem, uma vez que sem sua mente ele não teria o comando do seu corpo. Ele não poderia comer, beber, dormir, mover-se, planejar, não poderia viver. Contudo, não podemos ver a mente. Simplesmente sabemos que temos uma mente por causa dos pensamentos que ela produz e porque os pensamentos elaboram algum tipo de ação em nossas vidas. Acreditamos que a mente funciona por meio do cérebro. Sim, é assim que funciona! Senão como poderia o cérebro, que nasceu da carne, produzir pensamentos, sentimentos, ideias e planos? Agora deve estar ficando claro para vocês que é assim que o "Pai" está presente em todas as coisas; "Ele" é a mente que dirige a "mente" humana, fazendo Seu grande trabalho dentro de cada ser vivo. Sabemos que é assim, porque vemos as maravilhas da sua obra. Vemos o crescimento das crianças, vemos o alimento que comem ser milagrosamente convertido em outra substância que os nutre e os faz crescer. Como isso acontece não sabemos, nem sequer podemos imaginar. Mesmo que soubéssemos, ainda assim continuaríamos sem saber o que acionou tão importante processo de vida dentro dos corpos vivos de cada espécie. Vejam de que forma tão maravilhosa os corpos de cada espécie são formados e criados propositalmente, de forma expressa para transformar o tipo de alimento que se come em energia para nutrir ossos, sangue e carne.
____- Agora que nos mostrou todas estas coisas, podemos ver que elas são realmente maravilhosas! - exclamou um jovem.
____- Elas são! Elas são! Vemos os jovens corpos passando por suas várias etapas de desenvolvimento e vemos suas mentes acompanhando o seu desenvolvimento físico até que começam a desejar encontrar um cônjuge para se tornarem pais. Logo, o grande trabalho da concepção é realizado e o crescimento da semente dentro do útero continua até que a criança chegue a seu desenvolvimento pleno. Pensem! ...

  • Quem determina este constante crescimento tão ordenado dentro da mulher?
  • De onde vêm os planos que regem o correto desenvolvimento da cabeça, do corpo e dos membros, os quais são invariáveis de uma mulher para outra e de uma espécie para outra?
  • Quem decide o momento exato em que o nascimento terá início - o meio físico pelo qual a criança deve ser trazida à luz, a provisão do leite para a criança?

____Pensem! É a mãe? Não, não é a mãe. Ela é apenas a testemunha de tudo o que ocorre dentro dela desde o momento em que seu marido tenha estado com ela e plantado a sua semente para se juntar a dela. ...

  • Deus faz todas estas coisas de longe?
  • Estes pensamentos chegam a cada homem e mulher para decidir quando estas coisas devem acontecer?

____Não, todo este trabalho é realizado pelo "Poder Criativo da Mente", a "Vida Inteligente Amorosa" dentro de todos os seres vivos. Vemos o amor dos pais por seus filhos, sejam eles pássaros, animais ou homens. De onde vem este amor? Ele provém do "Poder Criativo da Mente" - o Perfeito Amor - do "Pai" que está em nós. É por causa do trabalho que o "Pai" faz com as plantas, árvores, pássaros, animais e com o próprio homem que hoje estamos aqui, vivos, respirando, comendo, dormindo, tendo filhos, envelhecendo e então morrendo para passar para um lugar mais feliz. Tudo isso é a obra do "Pai" que está ativa dentro de nós. Como podem negar a verdade de tudo o que disse a vocês nesta noite?

  • Hoje, viram um jovem agonizante que foi trazido de volta à plenitude da vida em pouco tempo - fui eu quem o curou? Não! Por mim mesmo não posso fazer nada. Foi a VIDA, que é o "Pai" ativo dentro de todas as coisas, que veio com toda a força para reparar um corpo doente e trazê-lo novamente de volta à plena saúde, porque acreditei que assim seria e não duvidei.

____Houve suspiros de satisfação na sala. Nova luz, novo interesse, inclusive podia ver-se uma nova doçura em seus rostos.
____- Por que então o homem sofre tão dolorosamente? - perguntou Miriam.
____- Porque quando o homem é concebido, quando a VIDA toma forma dentro da semente, ELA se reveste da condição humana que O separa de qualquer outro indivíduo no mundo. Para fazê-LO único, uma figura isolada, não unida a nenhum outro, solitário, privado, SUA própria pessoa, ELE torna-se sujeito a - é controlado por dois impulsos poderosamente fortes em sua natureza terrena ...

  • O de ligar-se a todas as coisas que deseja muito
  • e o de rejeitar e afastar tudo aquilo que não quer.

____Estes dois impulsos básicos do homem estão presentes em cada coisa que ele faz ao longo da vida e são inteiramente responsáveis pelos problemas que atrai para si. Embora o "Pai" esteja ativo no interior do homem, não há nada de humano NELE.
(Ver: Simpatia e Antipatia e Ação e Reação)
____Portanto, o "Pai" nada retém, nada rejeita, nada condena, nem mesmo vê "a transgressão". Tudo aquilo que o homem faz e que chama de "pecado" é apenas deste mundo e só existe punição neste mundo - porque é uma "Lei da Existência Terrena". Como você sabe, que tudo o que você semear, mais tarde colherá. Pelo fato de extrair sua VIDA e sua MENTE do "Pai", o próprio homem é o criador dos seus pensamentos, palavras e ações. Seja o que for que ele pensa, diz, faz e acredita, retorna a êle da mesma forma, algum tempo depois. Não existe castigo que venha do "Pai" - quaisquer que sejam os males que assolarem a humanidade, estes são o completo resultado de suas próprias decisões.
____As pessoas murmuravam que este era um ensinamento totalmente novo e que fazia mais sentido do que tudo o que havia sido ensinado a eles antes. Várias vozes me incitavam a contar mais.
____- Eu digo a vocês: em mim vocês viram a VIDA ativa sob a forma de cura. Sigam-me e ouvirão sobre o CAMINHO que devem percorrer para encontrar a felicidade. Em minhas palavras encontrarão a VERDADE da Existência nunca antes revelada por nenhum outro homem. Tem se dito sobre o Messias que ele revelará os segredos que têm estado ocultos desde o começo da criação. Em verdade, digo que ouvirão estes segredos de mim. Se escutarem com cuidado, entenderem seu significado, praticarem sua verdade e apegarem-se às suas leis, serão transformados em novos homens e entrarão no Reino dos Céus.
____As pessoas ficaram em silêncio por um momento e então houve um clamor de conversa animada, mas Zedekias levantou-se e disse que era hora da família descansar. Seu filho precisava dormir e sua esposa e filhas também estavam exaustas de tanto chorar. Ficou combinado que na manhã seguinte eu iria até o porto e as pessoas doentes seriam trazidas até mim. Desta forma, fui capaz de empreender minha missão e tudo foi rapidamente arranjado da melhor forma possível. Parecia que se eu não efetuasse as curas, não haveria interesse nem aceitação de tudo o que eu havia dito. As curas demonstravam a verdade de tudo o que eu havia ensinado e meus ensinamentos explicariam as razões pelas quais eu era capaz de trazer do "Pai", para eles, a cura.
____Quando acordei na manhã seguinte, senti a felicidade viva em mim, com a expectativa das coisas maravilhosas que estavam por vir. Depois de tomar o desjejum, saí com Zedekias para o porto da cidade, com meu coração iluminado de amor por todos os que passavam por mim. Eu os cumprimentava calorosamente, dizendo a eles que tinha "boas-novas" para todos aqueles que quisessem escutá-las.
____Quando chegamos ao dique, encontrei homens, mulheres e crianças sentados no chão, esperando por minha chegada. Alguns estenderam suas mãos, implorando. Pareciam muito mal. Outros haviam sido mutilados e muitos outros estavam cobertos de feridas. Meu coração ainda sofria por seu estado lastimável, mas agora também podia alegrar-me porque sabia que não era a "Vontade do Pai" que eles estivessem assim. Muito pelo contrário! O próprio "Pai" era toda a cura, toda a saúde e todo o bem-estar. Eu tinha provado isso na noite anterior e na minha casa. Estava exultante por ser capaz de demonstrar esta verdade maravilhosa para a multidão que agora se reunia em torno de mim.
____Um rosto velho e triste chamou minha atenção - uma mulher magra, enrugada e curvada. Fui até ela e me ajoelhei ao seu lado, pondo minhas mãos sobre sua cabeça. Imediatamente senti o fluxo do "Poder do Pai" vibrando pelas minhas mãos em sua cabeça, até que seu corpo inteiro sacudiu com a Força Vital, energizando seus membros. As pessoas, ao verem isso, ficaram atônitas, perguntando o que eu poderia estar fazendo com ela, mas outros acalmaram suas objeções. Gradualmente seus membros começaram a soltar-se, a alongar-se e a endireitar-se; seu rosto tornou-se vivo pela alegria de voltar a sentir sua força. Ajudei-a a se levantar e então ficou de pé por si mesma com todo orgulho. Ela estava tão tomada pela felicidade que começou a chorar, depois riu e dançou, chamando as pessoas: "Louvado seja Deus" dizia ela, "Louvado seja Deus" e outros que ali estavam repetiam o refrão. Todos estavam profundamente comovidos com o que haviam visto.
____A aglomeração de pessoas apertando-se contra mim foi tão grande que Zedekias ofereceu-se para controlá-la. De forma organizada e ajudado por outros dos espectadores ansiosos, dirigiu ordenadamente os doentes para mim, para que eu pudesse atendê-los, segundo suas necessidades mais profundas. No final, sentindo-me cansado, meu anfitrião convidou-me a voltar para casa e jantar. Despediu aqueles a quem eu não tinha sido capaz de curar por falta de tempo. Assegurou a eles que eu retornaria no dia seguinte.
____Foi uma noite festiva - tanta coisa para falar - tanto para celebrar - tanto para ensinar - tanto para aprender - todos certamente reconheciam naquilo a "boa-nova". Eu sabia que havia sido aceito por muitos por dizer a verdade do que havia_visto_no_deserto. E assim continuou por muitos dias. As pessoas vinham de longe para ver-me. Zedekias e outros amigos seus me ajudaram a controlar a multidão para que eu pudesse curar e ensinar. O povo ouvia com prazer. Eles falavam entre si sobre o "Pai" e estavam ansiosos por aprender mais a respeito das "correntes_e_ataduras" que confinam as pessoas na miséria. A aglomeração de pessoas tornou-se tão grande que eu logo percebi que precisava achar meus próprios ajudantes em quem eu pudesse confiar para me auxiliar. Já era hora de Zedekias voltar a conduzir o seu negócio de couro, que ele vinha deixando de lado.
____Fui embora para as montanhas para rezar a respeito da escolha dos "discípulos".

[ CARTAS DE CRISTO > Carta 2 ]

*